Busca

Categoria: Tecnologia


10:02 · 14.01.2018 / atualizado às 10:04 · 14.01.2018 por

Uma informação curta, que chega da área da tecnologia.

Atentem! O Brasil fechou o ano de 2017 com a seguinte estatística: há um telefone celular para cada habitante.

Como o Brasil tem 207 milhões de habitantes, conclui-se que há nas mãos dos brasileiros 207 milhões de telefones celulares, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas-SP.

Agora, vem o mais interessante: nas casas em que há celular, crianças de até 12 anos de idade já têm seu próprio telefone.

Aonde isso vai parar ninguém sabe.

04:18 · 10.01.2018 / atualizado às 04:20 · 10.01.2018 por

A representação cearense do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), organismo que integra o Sistema Fiec, abriu inscrições para três importantes cursos que promoverá a partir do fim deste mês em Fortaleza.

Um curso será de montador de sistemas fotovoltaicos para a geração de energia solar.

Outro curso será o de operador desse sistema.

O terceiro curso será o de desenvolvedor do sistema fotovoltaico.

São novas profissões que estão surgindo com o avanço da tecnologia.

A geração de energia solar é a atividade econômica que vem crescendo em alta velocidade no mundo todo.

As energias solar e a eólica são renováveis. E mais: são limpas do ponto de vista ambiental e, do ponto de vista financeiro, estão se tornando mais baratas do que as geradas pelas hidrelétricas.

Isto quer dizer que a energia de fonte fóssil (leia-se o petróleo e o carvão mineral) deixarão de ser usadas em pouco tempo, e o planeta agradecerá quando isso acontecer.

07:54 · 07.01.2018 / atualizado às 07:56 · 07.01.2018 por

Em 1917, a norte-americana US Steel, que produzia aço, era a empresa mais valiosa do mundo. Ela valia US$ 46,4 bilhões. A segunda colocada era a American Telephone & Telegrafh (ATT), que valia US$ 14,1 bilhões.

Pois bem: 50 anos depois, em 1967, a empresa mais valiosa do mundo era a IBM, cujo valor chegava a US$ 258,6 bilhões. A segunda colocada continuava sendo a ATT, valendo US$ 200 bilhões.

Em 2017, ou seja, mais 50 anos depois, a primeira colocada era – e ainda é – a Apple, que tem valor de mercado estimado em US$ 898 bilhões.

Em segundo lugar, está a Alphabet, com valor de US$ 719 bilhões;

Em terceiro, a Microsoft, cujo valor é de US$ 644 bilhões.

Em quarto lugar, a Amazom, que vale US$ 543 bilhões;

Em quinto lugar, a Facebook, cujo valor é de US$ 518 bilhões.

Resumo: hoje, são as empresas de alta tecnologia as mais valiosas do mundo.

Empresas de petróleo estão em baixa.

04:19 · 29.12.2017 / atualizado às 04:21 · 29.12.2017 por

A operadora de telefonia Oi informa que está ampliando em Fortaleza a capacidade das antenas repetidoras de sinal de telefonia móvel.

A Oi não diz quanto está investindo nessa ação, mas esclarece que a região beneficiada é, principalmente, a orla marítima da capital cearense, na qual se concentrará, na noite do dia 31 (domingo), uma multidão de mais de 1 milhão de pessoas, grande parte das quais  turistas.

O aumento da potência das antenas de transmissão do sinal de telefone celular da Oi é para garantir que as pessoas se comuniquem sem problemas durante a festa de reveillon na Praia de Iracema.

Sempre na festa de réveillon a comunicação via celular é difícil por causa do acúmulo de ligações.

04:57 · 14.12.2017 / atualizado às 04:59 · 14.12.2017 por

O empresário cearense Roberto Nogueira, dono da Brisanet, uma moderníssima empresa de Tecnologia da Informação com sede em Pereiro, bem na divisa do Ceará com o Rio Grande do Norte, comprou 250 automóveis zero quilômetro modelo Sandero, da Renault.

Esses veículos renovarão a frota da Brisanet, que já enlaçou, com fibra ótica, todo o sertão do Ceará e parte do sertão do Rio Grande do Norte e está, agora, enlaçando uma capital nordestina, João Pessoa, na Paraíba.

A Brisanet leva banda larga, televisão e telefone para os mais recônditos locais do interior do Ceará.

Muitas fazendas que produzem frutas na Chapada do Apodi são atendidas pela Brisanet.

04:22 · 06.12.2017 / atualizado às 10:11 · 06.12.2017 por

No início dos anos 70, pesquisadores da Austrália vieram ao Ceará com um objetivo específico: conhecer a tecnologia do cajueiro anão precoce, que estava em desenvolvimento pela antiga Epace e depois assumida pela Embrapa, que a concluiu.

Os australianos apropriaram-se da tecnologia, retornaram ao seu País, lá na Oceania, e desenvolveram o cajueiro anão precoce, exportando-o para a Ásia.

Hoje, os asiáticos são os maiores produtores mundiais de caju e também os maiores exportadores de sua castanha.

E nós, os cearenses, que inventamos o cajueiro anão?

Bem, nós estamos apenas vendo o fim da cajucultura no Ceará e no Nordeste.

É que falta dinheiro para trocar o cajueiral antigo,decopa larga, pelo novo.

04:54 · 25.10.2017 / atualizado às 04:54 · 25.10.2017 por

Um time de pesquisadores cearenses, liderado pelo engenheiro Fernando Ximenes, decidiu levar do Ceará para outro estado nordestino, ainda não escolhido, as pesquisas que estavam fazendo em torno de uma tecnologia própria de vácuo solar para a instalação de uma usina de dessalinização da água do mar.

Esse projeto pretendia a instalação de uma usina capaz de dessalinizar 10 m³/s.

Por que a decisão de mudar-se para outro estado?

O engenheiro Fernando Ximenes disse ao blog que ele e seus colegas de pesquisa sentiram-se alijados pelo Governo do Estado, que, por meio da Cagece, publicou um edital para a realização de estudos em torno da futura construção de uma usina dessalinizadora com capacidade para apenas 1 m³/s e com tecnologia estrangeira, de osmose reversa.

A tecnologia cearense, d vácuo solar, foi premiada no Congresso Brasileira de Energia Solar, realizado em 2016, mas o Governo estadual optou pela tecnologia estrangeira já existente, o que frustrou os pesquisadores cearenses.

04:45 · 24.10.2017 / atualizado às 04:45 · 24.10.2017 por

Um time de pesquisadores cearenses, liderado pelo engenheiro Fernando Ximenes, decidiu levar do Ceará para outro estado nordestino, ainda não escolhido, as pesquisas que estavam fazendo em torno de uma tecnologia própria de vácuo solar para a instalação de uma usina de dessalinização da água do mar.

Esse projeto pretendia a instalação de uma usina capaz de dessalinizar 10 m³/s.

Por que essa decisão?

O engenheiro Fernando Ximenes disse ao blog que ele e seus colegas de pesquisa foram alijados pelo Governo do Estado, que publicou um edital para a realização de estudos em torno da futura construção de uma usina dessalinizadora com capacidade para apenas 1 m³/s e com tecnologia estrangeira, de osmose reversa.

A tecnologia cearense foi premiada no Congresso Brasileira de Energia Solar, realizado em 2016, mas o Governo do Ceará optou pela tecnologia já existente, o que frustrou Fernando Ximenes e seus colegas de pesquisa.

11:23 · 19.10.2017 / atualizado às 11:27 · 19.10.2017 por
A Intel, fabricante de circuitos integrados, instalará no começo do próximo ano um Centro de Excelência em Inteligência Artificial dentro do Parque Tecnológico do Campus do Pici, da Universidade Federal do Ceará (UFC). A novidade foi anunciada durante o workshop Aplicação de Inteligência Artificial nos Negócios, realizado  na Federação das Indústrias, em parceria com a Intel e UFC, com o apoio do Conselho Temático de Inovação e Tecnologia da Fiec (Cointec).
O Centro será coordenado pela empresa AI2Biz Lab, braço da Intel no setor acadêmico, e caracterizada por ser uma extensão de outro, que existe na Universidade Federal do Rio de Janeiro. O novo centro vai propor soluções tecnológicas e inovadoras em inteligência artificial aplicadas às industria cearense. Ele será ponte entre as pesquisas acadêmicas e mão de obra existente nos cursos da UFC, com indústrias dos mais diversos ramos e portes.
O workshop serviu como ponta pé inicial de instalação do Centro com o objetivo de promover discussão de temas como eficiência operacional, otimização de recursos e redução de custos diretos e indiretos através da aplicação de tecnologia de aprendizado de máquina nos processos de negócio. Os professores da UFC apresentaram casos de uso pertinentes a esses desafios em diversas indústrias, de áreas como siderurgia, energia, saúde, água e alimentos e bebidas.
O presidente do Cointec e também do sindicato da Indústria Eletrometalmecânica do Estado (Simec), Sampaio Filho disse que a Intel e a UFC procuraram a Fiec já sabendo do trabalho desenvolvido aqui para aproximar o setor produtivo da academia. O representante da Intel, Fábio Zuvanov, enfatiza que o Centro chega em um momento de grande revolução digital que tem quebrado paradigmas nos negócios. “A transmissão digital de dados tem revolucionado setores como comércio e serviço. Até a indústria, com caráter conservador, tem se rendido a transmissão de dados em nuvem em atividades fins. A nossa ideia é unir a criatividade das pesquisas acadêmicas ás necessidades da Indústria”, destacou.
O CEO da AI2bizlab, Francisco Dutra, que será a ponte da Intel dentro da UFC, disse que o papel de sua empresa será fornecer a mão de obra, recursos tecnológicos e infraestrutura necessários para as demandas das indústrias cearenses.”Se não conseguimos atender à demanda aqui, iremos buscar ideias e soluções fora do Estado e do País com o apoio da Intel”, esclareceu.
04:30 · 16.10.2017 / atualizado às 04:32 · 16.10.2017 por

Os grandes bancos mundiais, inclusive os brasileiros, já foram advertidos de que os bandidos da internet, conhecidos como hackers, estão muito próximos de iniciarem uma série de ataques às instituições financeiras internacionais.

Desta vez, esses ataques não terão como alvo principal o dinheiro dos bancos, mas a sua infraestrutura de TI – a Tecnologia da Informação.

De acordo com o Group-AB, que tem parceria com a Interpol e com a Europol, os grandes hackers patrocinados por estados soberanos pretendem, nos seus próximos ataques, maximizar os danos aos grandes bancos, causando-lhes prejuízos financeiros e de imagem.

Um detalhe: a Interpol desconfia de que os grandes hackers mundiais estão na Rússia, na China e na Coreia do Norte.

Sem disparar um tiro sequer, eles são capazes de invadir os mais seguros bancos do mundo, incluindoos brasileiros.