Busca

A reprodução humana no Ceará

08:44 · 26.11.2007 / atualizado às 08:44 · 26.11.2007 por

Reprodução HumanaEvangelista Torquatto, médico ginecologista, atuando há 15 anos na especialidade de reprodução humana. É membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, da Academia Americana de de Medicina Reprodutiva e da Academia Européia de Embriologia e Reprodução Humanma.

Fábio Eugênio Magalhães Rodrigues, médico ginecologista, mestre em ginecologia pela UFC. Atua na área da reprodução humana desde 1995. É membro da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia e da Sociedade Brsileira de Reprodução Humana.

O desejo de ter filhos é uma característica inerente aos seres vivos, seja por motivos meramente biológicos como na maioria das espécies animais, seja por características sentimentais e atávicas como as dos seres humanos. Na verdade, com raras exceções, qualquer um deseja perpetuar sua espécie, deixar descendentes, e de alguma maneira neste processo se realizar mais como ser humano. Por isso a dificuldade de engravidar mexe tão profundamente com os casais.

Ao contrário do que possa parecer à primeira vista, principalmente para o leigo, a reprodução na espécie humana é um processo altamente ineficiente.Explicamos melhor. A taxa de fecundidade, que seria a possibilidade da mulher engravidar a cada mês, levando em conta que esta se encontra em idade reprodutiva e o casal não está usando qualquer método contraceptivo, mesmo nos melhores casos – mulheres jovens – esta taxa é de no máximo 25%. Além disso, é extremamente dependente da idade da mulher. Ou seja, a taxa vai caindo ao longo da vida devido ao processo, inexorável, do envelhecimento dos óvulos.

Outro dado que causa espanto é este: dos embriões formados naturalmente no sistema reprodutivo feminino, cerca de 65% perdem-se até 12 semanas de gravidez. São os abortamentos espontâneos clínicos e subclínicos.

As estatísticas mundiais revelam que 15% dos casais enfrentarão alguma dificuldade reprodutiva ao longo de sua vida. É um número significativo. Alguns desses casais, mais cedo ou mais tarde, conseguirão engravidar, espontaneamente ou com tratamentos simples realizados por seus ginecologistas. Uma parcela expressiva, porém, necessitará da ajuda de um especialista em reprodução humana. E aí vem uma excelente notícia. Neste quesito, o Ceará está muito bem servido.

As principais causas de dificuldade para engravidar são os distúrbios ovulatórios e as doenças tubária nas mulheres, e as alterações de produção de espermatozóides nos homens. Na avaliação inicial, o especialista tentará descobrir a causa da infertilidade do casal, através de exames complementares, para então traçar a melhor estratégia de tratamento. Basicamente, em reprodução assistida, que pode ser definida como a terapia em que lançamos mão de métodos laboratoriais para auxiliar o tratamento dos casais, temos um método de baixa complexidade, a inseminação intra-uterina, e um de alta complexidade, a Fertilização in-vitro (também conhecida como “Bebê de Proveta”).

A inseminação é um método mais simples, em que o sêmen capacitado (preparado no intuito de aumentar sua mobilidade) é colocado através de um tubinho plástico (cateter) no interior do útero da mulher no dia e hora de sua ovulação, a qual foi induzida com medicações que aumentam a produção de óvulos e sincronizam seu amadurecimento. A partir da colocação do sêmen, tudo se processa naturalmente como em uma gravidez espontânea, devendo os espermatozóides nadarem através das trompas até encontrar e fecundar o óvulo.Por este motivo, a inseminação oferece chances de gravidez por tentativa semelhantes à taxa de fecundidade do casal esperada para a idade da mulher, ou seja, 25% nos melhores casos.

No caso da fertilização in-vitro, são vencidas, e controladas em laboratório, várias das etapas iniciais da reprodução, e desta maneira o tratamento oferece melhores chances de gravidez. Inicialmente realiza-se uma estimulação da ovulação para a produção de vários óvulos. Quando maduros, estes são captados do ovário e, em laboratório (antigamente na “proveta”, são unidos aos espermatozóides em um processo chamado fertilização. Daí o nome: fertilização in-vitro. Desta união dos gametas formam-se os embriões, que são cultivados por 2 a 3 dias em incubadoras especializadas, e então são transferidos para o interior do útero para que possam implantar e assim efetivar a gravidez. A fertilização in-vitro em condições ideais – mulheres até 35 anos, formação de bons embriões e padrão laboratorial de excelência – pode oferecer chances de gravidez de até 60% por tentativa.

Há dez anos trabalhando com Reprodução Assistida, e tendo sido a clínica responsável pelo nascimento do primeiro bebê de proveta do Ceará, a pequena Vitória em 1999, a clínica BIOS – Reprodução Humana, atualmente conta com infra-estrutura e parque tecnológico de ponta, que a colocam como uma da melhores clínicas do Brasil na especialidade, e com padrão de nível mundial. Atualmente realiza cerca de 25 casos de fertilização in-vitro por mês (300 ao ano), com excelentes taxas de sucesso (gravidez), tendo se tornado referência nacional em padrão de qualidade de clínicas de reprodução humana. Especialistas de várias partes do Brasil e do exterior têm visitado a clínica BIOS e reconhecem a excelência de suas instalações.

É preocupação constante do corpo clínico de especialistas da BIOS aliar atendimento de qualidade humana, focado no nosso principal interesse que é o casal, com tecnologia de ponta, constantemente atualizada, para que possamos oferecer a melhor estrutura em reprodução humana, no mínimo similar àquela que o casal encontraria nas melhores clínicas em nível mundial.

Comentários 852

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Keila

10/04/2018 as 11:04

Onde faco aqui em fortaleza reversao de laqueadura?

Maria jessica de Sousa

17/11/2017 as 15:17

Fiz a ligação das trompas há 4 anos e me quero muito engravida novamente onde faço a reversão de laqueadura aqui em fortaleza CE gratuito me ajude por favor meu marido é louco para ser pai pois ele não tem nenhum Filho