Desesperadora é a situação da Indústria e Mármores e Granitos do Ceará

Só a Imarf - uma das maiores empresas graniteiras do Ceará- precisa neste momento de 50 contêineres, equipamentos que não existem em quantidade suficiente para atender à demanda cearense.