Busca

Professores ou sofredores temporários?

14:45 · 15.02.2008 / atualizado às 14:45 · 15.02.2008 por

Leiam o seguinte comentário que acaba de ser postado pelo leitor deste blog Epaminondas Magalhães Saraiva, residente em Baturité: “Sou pai de aluno da escola pública e venho relatar o seguinte: Começou a ” via crucis” dos professores temporários do Estado. Enquanto os efetivos tiveram seus salários atualizados, os acima mencionados, apesar de terem trabalhado o mês de janeiro, ainda esperam ansiosos para receber seu pagamento. Cabe lembrar que eles receberam o primeiro salário de 2007 com quatro meses de atraso. Os mesmos são denominados pelos alunos de ‘sofredores temporários’. Pergunto: como é possível dar um salto na qualidade da educação se os profissionais são tratados desta forma pelo sistema? Como os mesmos farão para elevar a auto estima dos nossos filhos se os próprios não possuem condições de sentirem a própria.? Como eles fazem para sustentar os próprios filhos? Eles necessitam de uma voz que os defenda. E acho que vocês da imprensa são as pessoas mais indicadas, pois acredito na seriedade dos que fazem o Diário do Nordeste.”

Comentários 57

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fulano de Tal dos Anzóis

11/03/2011 as 15:0519

Anos se passaram desde a publicação dessa nota. Pois bem, eu era temporário naquela época assim como infelizmente ainda sou e afirmo que a situação continua a mesma. Recebemos nosso primeiro ordenado após 03 meses do início do ano letivo. Garanto-lhes que só estou nessa profissão porque não encontro outra solução para sustentar minha família. TENHO VERGONHA EM DIZER QUE SOU PROFESSOR TEMPORÁRIO DO ESTADO!

rafaela da silva rodrigues

01/06/2011 as 18:0319

queri fala quer foi o menhor colegio quer eu estudei foi o caic maria felicio lopes quer eu pasei mehoris momento da mia vida tenho boas recordaçao amo de paixao toda as professora quer eu passei colegio otimor

anonimo

13/11/2010 as 11:1119

hoje dia 12 de novembro de 2010
esta acontecendo uma discriminação,o CID quer aprovar uma lei que para ser professor de escola profissional tem que ser concursado,isso é o fim,pois os professores temporarios tem sim a mesma capacidade que os professores concursados.A escola onde eu estudo,posso dizer,é a maior prejudicada.E os laços que fizemos?e as descobertas que realizamos?e os progetos que tivemos?O CID não percebe isso.O maior problema, é que temos que aguentar calados,pois estamos presos por uma corrente que a sociedade não consegue enchergar

Maria Elisangela e SOUSA

04/12/2010 as 12:1119

E além de tudo isso é a discriminação em relação aos tecnologos que vem oferecendo um olhar diferenciado no que diz respeito a projetos científicos e sendo escravizados, poi ainda recebem muito menos.

Socorro Montoril

29/04/2010 as 16:1019

Desconheço o Professor Josué que diz lotado na Pestalozzi de Mauriti. Sou Presidente desta Associação e não existe nenhum Professor com esse nome

Paulo

19/10/2010 as 22:0819

Fiquei sabendo por um funcionario da CREDE, que a politicagem corre solta dentro desse orgão público.Dentro da CREDE 01 – Maracanau os funcionarios terceirizados é que mandam por la,a funcionaria Girlene,ligada ao gabinete, e o Subalterno Ricardo,Tec. em informatica,estao coagindo os funcionarios efetivos e concursados para votar no Cid Gomes,isso quer dizer que eles nao estao na crede por mérito,mas sim por politicagem.Isso explica o porque do serviço publico não funcionar,até pude conhecer o ricardo ele é incompetente e bruto,na escola E.E.F.M – ENOE BRANDÃO SANFORD,ele fez uma funcionara chorar,já em algumas escolas que ele vai dá assistencia nos laboratorios de informatica,o mesmo nao mostra habilidades profissionais.Entao pergunto como o estado contrata um funcionario que nao tem habilidades para atuar na area que ele é designado,isso é politicagem e muito Q.I,quem indique mesmo.

Carlos

23/06/2010 as 18:0719

Não há como mudar alguma coisa sem lutarmos ou reclamarmos.A crede 1 – Maracanau ou qualquer outra crede nunca irá fazer nada porque o leme na crede 1 é “Que se foda os professores e diretores e que nao sao babá de ninguem”.Não podemos ter medo da Adriana ou do Claudio, pois bem sabemos que a CREDE nao funciona por conta da má administraçao exercida por essa dupla,temos que falar diretamente com esses dois trapaceiros…o Claudio se faz de santinho mas aqulo é pior do que o cão e temos tambem que reclamar e reivindicar nossos direitos.No CREDE 1 o que mais vejo um bando de chupa ovo,olhe para o Ricardo e será comprovado o que digo,o cara chega nos laboratorios de informatica mandando como se ele estivesse em posiçao de ser o tal,quando na verdade nao passsa de um simples funcionario chupa ovo , quem ele pensa que é com aqueles olhos de quem so anda lombrado e so fala besteira, alem do mais nao sabe nem se expressar,mais parece um analfabeto ou analfaburro.