Busca

Evangelho de hoje (Lc 7,31-35)

10:56 · 20.09.2017 / atualizado às 10:56 · 20.09.2017 por

Resultado de imagem para Com quem hei de comparar os homens desta geração?Naquele tempo, disse Jesus: “Com quem hei de comparar os homens desta geração? Com quem eles se parecem? São como crianças que se sentam nas praças, e se dirigem aos colegas, dizendo: ‘Tocamos flauta para vós e não dançastes; fizemos lamentações e não chorastes!’

Pois veio João Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e vós dissestes: ‘Ele está com um demônio!’ Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e vós dizeis: ‘Ele é um comilão e beberrão, amigo dos publicanos e dos pecadores!’ Mas a sabedoria foi justificada por todos os seus filhos”.

Reflexão – “firmeza e convicção”

Neste Evangelho, Jesus compara os homens daquela geração com “crianças” insatisfeitas, murmuradoras e frustradas que não sabem o que querem nem o que buscam.  É uma comparação às nossas infantilidades quando duvidamos das ações de Deus na nossa vida. Não queremos perceber os Seus sinais, somos insatisfeitos (as), desejamos que as coisas aconteçam de acordo com a nossa vontade e nem mesmo sabemos qual é, na verdade, o motivo pelo qual pedimos e esperamos as coisas. Não temos convicção nem de quem somos nem do que queremos e nem mesmo qual é o ideal da nossa vida. Reclamamos de tudo e não aproveitamos o momento atual da nossa vida, oportunidade para apreender com o sofrimento, ou com a bonança, na alegria ou na tristeza. “A sabedoria foi justificada por todos os seus filhos”, disse Jesus. Somos “filhos da sabedoria” quando nos deixamos envolver pelo mistério da piedade, o mistério da Fé em Jesus Cristo, sem questionar nem murmurar! Cada fato e acontecimento da nossa existência, quando é enxergado com os olhos de Deus tem o seu aprendizado. Às vezes perdemos as graças que o Senhor nos dispensa porque não sabemos “entender os sinais dos tempos”, ficamos correndo de um lado para o outro em busca de soluções de acordo com o que a nossa humanidade pensa.  O negativo na maioria das vezes prevalece aos nossos olhos, não sabemos enxergar as luzes acesas e olhamos somente para as que estão apagadas. Por que será assim? Porque ainda não nos dispomos a abrir o coração e perceber o reino de Deus que está dentro de nós. Olhamos as pessoas, os fatos e as circunstâncias com olhos humanos não temos a visão espiritual, que nos leva a ver conforme o olhar de Deus, mais além das aparências.  Por isso, nos confundimos e perdemos precioso tempo com suposições. Jesus quer que sejamos “filhos da sabedoria”, que possamos sentir o cheiro de Deus em todos os acontecimentos da nossa vida. Ainda há tempo para que formemos uma geração diferente da geração do tempo de Jesus aqui na terra! Para que isto aconteça, precisamos enxergar com os olhos de Deus. – Essa história tem alguma coisa a ver com você? – Você é eternamente uma pessoa insatisfeita que costuma correr de um lado para o outro em busca de um Grupo ou de pessoas a quem você aprecie mais? – Quem você está esperando que irá mudar a sua vida? – Você se ajusta com facilidade aos fatos da sua vida? – Faça hoje uma reflexão sobre você, nesse sentido.

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *