Busca

Evangelho de hoje (Mt 16,13-19)

03:45 · 22.02.2018 / atualizado às 11:27 · 22.02.2018 por

Naquele tempo, Jesus foi à região de Cesaréia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”. Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

Reflexão – “uma missão especial aos olhos do Pai”

 

Cada um de nós tem uma missão muito especial aos olhos de Deus e cada pessoa é um instrumento Seu para a conscientização da nossa incumbência. Mais uma vez a liturgia nos leva a refletir sobre o episódio em que Pedro, guiado pelo Espírito Santo, reconhece que Jesus é o Messias o Filho de Deus vivo. Por esta razão Ele recebeu de Jesus o poder e a autoridade para ser chefe da Igreja, pastor do rebanho de Deus aqui na terra. Com isso, nós entendemos que Jesus constituiu a Sua Igreja sobre o fundamento dos apóstolos e com o poder do Espírito, por isso ela não será abalada pelo poder do inferno.  O Espírito Santo é quem nos motiva, nos inspira e nos convence a continuar firmes na fé em Jesus Cristo. Só Ele pode nos revelar a verdadeira identidade de Jesus. A Palavra de Deus nos interpela, nos questiona e nos motiva também a compreender quem somos nós e qual o nosso papel na edificação do reino de Deus.    Quando somos inspirados pelo Espírito Santo nós não nos enganamos e conseguimos discernir todos os desafios que nos são propostos pela Palavra do Senhor.  Saber quem somos nós para o outro e principalmente para aquelas pessoas que nos cercam é muito importante para a nossa realização pessoal e para a descoberta do nosso ministério. Assim como Jesus conscientizou Pedro da sua missão, lhe dando um novo nome, Ele também quer nos direcionar para que sejamos fiéis ao Projeto do Pai e também nos dá a chave do Seu Amor que abre a porta dos corações a quem Ele quer conquistar por nosso intermédio. Para Deus o nosso nome designa uma missão muito especial, por isso é muito importante que tenhamos conhecimento do seu significado.  –    O que pode significar o seu nome? Pergunte ao Espírito Santo! – Você sabia que tudo o que você fizer na terra, terá também repercussão no céu? –  Dê a você mesmo (a) um nome que designe uma virtude, uma qualidade, ou uma maneira de ser segundo a sugestão do Espírito Santo. – Você já assumiu a sua missão no reino dos céus?

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *