Busca

04:26 · 15.08.2017 / atualizado às 04:26 · 15.08.2017 por

Prosseguem em alta velocidade, no bairro do Siqueira, aqui em Fortaleza, as obras de construção da mais nova loja da rede de supermercados Atacadão.

O Atacadão é integrante do Grupo francês Carrefour, um dos maiores do mundo na área comercial.

Pois bem: a nova loja deverá ser inaugurada no próximo mês de dezembro, um pouco antes do Natal.

Ela terá grandes dimensões e será, do ponto de vista da tecnologia, uma das mais modernas do Grupo Carrefour no Brasil.

04:23 · 15.08.2017 / atualizado às 09:01 · 15.08.2017 por

Resultado de imagem para Quem é o maior no Reino dos Céus?”Naquele tempo, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Quem é o maior no Reino dos Céus?” Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles e disse: “Em verdade vos digo, se não vos converterdes, e não vos tornardes como crianças, não entrareis no Reino dos Céus. Quem se faz pequeno como esta criança, este é o maior no Reino dos Céus. E quem recebe em meu nome uma criança como esta é a mim que recebe. Não desprezeis nenhum desses pequeninos, pois eu vos digo que os seus anjos nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus. Que vos parece? Se um homem tem cem ovelhas, e uma delas se perde, não deixa ele as noventa e nove nas montanhas, para procurar aquela que se perdeu? Em verdade vos digo, se ele a encontrar, ficará mais feliz com ela, do que com as noventa e nove que não se perderam. Do mesmo modo, o Pai que está nos céus não deseja que se perca nenhum desses pequeninos”.

Reflexão – “ser como criança agrada Deus

 

Para Deus somos como filhos pequenos e amados, dependentes do Seu amor. Por isso, Ele coloca os anjos em nosso auxilio.  Portanto, aquele (a) que se compreende pequeno, pecador, uma ovelha fugida e necessitada, este é que é grande no reino de Deus. Nunca poderemos nos apegar à ideia de que ser criança é ser tola, (o) é ser infantil, pois existe uma diferença entre ser infantil e ser como as crianças. Ser infantil é ser imaturo e incapaz de assumir a plena responsabilidade pelas próprias ações. Ser como a criança, no entanto, é assumir responsabilidade e ao mesmo tempo ser capaz de entregar-se, de abandonar-se e ser dependente de alguém, ser autêntica, ser transparente, viver as emoções. “Os atos infantis afastam, enquanto que as ações próprias das crianças atraem”.  Santa Terezinha nos dá uma explicação muito simples e fácil de entender as palavras de Jesus: “Ser criança é reconhecer seu nada, esperar tudo de Deus, como uma criancinha espera tudo do pai; é não se perturbar com nada, não juntar fortuna…” “Ser pequeno é também não atribuir a si mesma as virtudes que pratica, julgando-se capaz de alguma coisa, mas reconhecer que Deus coloca esse tesouro na mão de seu filhinho para que se sirva quando precisar; mas ele pertence sempre a Deus”. “O elevador que deve me alçar até ao céu são vossos braços, ó Jesus! Para isso, não preciso crescer; pelo contrário, devo continuar pequena, devo sê-lo cada vez mais”. – Como você se sente aos olhos de Deus: grande ou pequeno (a)?   Você já experimentou ser como uma criança? – Você acha que ser sábio nas coisas de Deus vai lhe ajudar na sua salvação?  – Você se sente dependente de Deus, abandonado (a) em Suas mãos? – Você é auto suficiente? – Em quem você confia?

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

04:32 · 14.08.2017 / atualizado às 04:32 · 14.08.2017 por

O empresário cearense Manoel Cardozo Linhares será eleito, no próximo mês de setembro, em Brasília, presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira, a ABIH.

Será a primeira vez, em todos os 81 anos de vida da ABIH, que a entidade será presidida por um cearense.

Agora, o detalhe: a eleição e Manoel Cardozo Linhares será por aclamação, uma vez que houve consenso para a formação de uma chapa única, algo muito difícil de acontecer na ABIH, tendo em vista os grandes interesses do empresariado do turismo do Sul e Sudeste do País.

04:29 · 14.08.2017 / atualizado às 04:29 · 14.08.2017 por

Uma boa informação está chegando da região do Cariri, mais precisamente da cidade de Juazeiro do Norte, no sul do Ceará.

O prefeito juazeirense, Arnon Bezerra, mandou ao blog uma mensagem informando que um grupo empresarial de Alagoas, dono da grande rede de lojas Carajas Home Center, vai abrir uma filial naquela cidade.

A Carajás Home Center, especializada em materiais de construção, já anuncia que sua loja de Juazeiro do Norte será inaugurada até o mês de março do próximo ano.

A decisão do grupo alagoano foi motivada pelo crescimento da indústria da construção civil na terra do Padre Cícero, onde, aliás, estão sendo construídas as duas torres residenciais mais altas do Ceará – cada uma com 33 andares.

04:27 · 14.08.2017 / atualizado às 04:27 · 14.08.2017 por

Uma informação curta, mas interessante para o setor da construção civil.

Pesquisa feita pelo INSS apurou que o índice de acidentes do trabalho foi reduzido em 38% em todo o Brasil.

A notícia espalhou-se rapidamente por todos os Sindicatos da Indústria da Construção Civil.

O Sinduscon do Ceará, por exemplo, está celebrando os resultados dessa pesquisa.

O seu presidente, empresário e engenheiro André Montenegro, disse ao blog que a principal causa dessa grande redução dos acidentes do trabalho é o correto e obrigatório uso do equipamento de proteção individual – o E.P.I.

Outra causa, salientou ele, é a conscientização do trabalhador, que já descobriu que quanto mais equipado ele estiver, mais seguro estará.

É verdade.

04:23 · 14.08.2017 / atualizado às 04:23 · 14.08.2017 por

Já está acontecendo o desvio das águas do Projeto São Francisco de Integração de Bacias, erradamente chamado de Transposição.

Fiscais do Ministério da Integração Nacional descobriram, no rio Paraíba, por cujo leito o projeto S. Francisco corre por cerca de 100 quilômetros, que pequenos e até grandes produtores rurais estão captando e desviando para suas terras as águas do Canal Leste que deveriam  destinar-se às sedentas populações de dezenas de cidades paraibanas.

Este problema vai acontecer também aqui no Ceará e no Rio Grande do Norte, quando – e se – o Canal Norte do Projeto São Francisco ficar concluído até março do próximo ano.

A água está faltando em todo o Nordeste e, por isto mesmo, quem vive e sobrevive da agropecuária está aproveitando para também se apropriar, irregularmente, do Projeto São Francisco.

E reparem que o volume que foi outorgado para o projeto é de apenas 26 m³/s, divididos meio a meio para os canais Norte e Leste.

Essa outorga é comprovadamente insuficiente para atender ao consumo humano e animal e para garantir a atividade econômica.

Como o cenário é de crise de oferta hídrica, teme-se que o Projeto São Francisco só se tornará viável quando uma parte das águas do rio Tocantins forem desviadas para o Nordeste.

Mas isso é só um sonho, por enquanto

04:18 · 14.08.2017 / atualizado às 10:51 · 14.08.2017 por

Resultado de imagem para vai ao mar, lança o anzol, e abre a boca do primeiro peixe que pescares.Naquele tempo, quando Jesus e os seus discípulos estavam reunidos na Galileia, ele lhes disse: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará”. E os discípulos ficaram muito tristes. Quando chegaram a Cafarnaum, os cobradores do imposto do Templo aproximaram-se de Pedro e perguntaram: “O vosso mestre não paga o imposto do Templo?” Pedro respondeu; “Sim, paga”. Ao entrar em casa, Jesus adiantou-se, e perguntou: “Simão, que te parece: Os reis da terra cobram impostos ou taxas de quem: dos filhos ou dos estranhos?” Pedro respondeu: “Dos estranhos!” Então Jesus disse: “Logo os filhos são livres. Mas, para não escandalizar essa gente, vai ao mar, lança o anzol, e abre a boca do primeiro peixe que pescares. Ali encontrarás uma moeda; pega então a moeda e vai entregá-la a eles, por mim e por ti”.

Reflexão –não podemos nos esquivar das obrigações e dos compromissos que o mundo nos impõe”

 

Ao entregar-se por amor à humanidade e se deixar crucificar, mesmo sem ter nenhuma culpa, Jesus nos deu um grande exemplo, pois sabia que o Seu sacrifício seria a chave para a redenção do homem. Como homem, Jesus também nos ensinou que embora sejamos livres, filhos de Deus, nós temos encargos e obrigações sociais as quais temos o dever de cumpri-las, como pagar impostos e taxas. Algumas vezes quando estamos cheios de razão batemos o pé e não aceitamos as imposições. Jesus, porém, diante da cobrança dos cobradores do imposto do templo não se revoltou nem tampouco alegou ser Ele Filho de Deus, mas humildemente, recebeu da providência divina a “moeda” para cumprir com a Sua obrigação diante dos homens. O cristão verdadeiro segue o modelo de Jesus: para não escandalizar, paga  o que lhe é cobrado para o bem estar social. A nossa fé também se manifesta por meio da abertura do nosso “bolso”. Os discípulos de Jesus ficaram tristes quando Ele lhes falou que seria entregue nas mãos dos homens, pois ainda não tinham percebido que, neste mundo, todos nós estamos sujeitos às leis, às regras e exigências dos homens. Nós também precisamos ter consciência de que não podemos nos esquivar das obrigações, dos compromissos e até mesmo do sofrimento que o mundo nos impõe, pois, a figura deste mundo passa. Deus proverá para nós tudo de quanto precisarmos para cumprir com os nossos compromissos sociais. O seguimento a Jesus não nos isenta de também participarmos do crescimento e conservação da obra criada por Deus. – Você tem consciência de que mesmo sendo livre,  filho de  Deus, você tem obrigações para com os homens? –  Você costuma pagar os seus compromissos sociais sem murmurar? –  O que Jesus o (a) ensinou neste Evangelho?

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

04:24 · 11.08.2017 / atualizado às 04:24 · 11.08.2017 por

O Governo do Ceará está corretamente trabalhando no sentido de internacionalizar a economia do Estado.

Disso são exemplos a usina siderúrgica do Pecém, que tem capitais coreanos; a chegada da alemã Fraport, que assumiu a gestão do Aeroporto Internacional Pinto Martins; e a provável chegada do holandês Porto de Roterdã, que, no próximo mês de dezembro, deverá assinar contrato para assumir a gestão do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Agora, o governador Camilo Santana já se prepara para viajar à China, onde sequenciará os entendimentos que seu governo mantém com a Guandong Energy, empresa estatal interessada em construir uma refinaria de petróleo em Pecém.

A refinaria é um sonho que há 50 anos é sonhado pelo governo e pelo povo do Ceará.

Esse sonho, que esteve nos últimos 40 anos na Petrobras, está agora na Ásia.

É para lá que Camilo Santana viajará no próximo mês.

A refinaria é um projeto da ordem de US$ bilhões de dólares.

04:20 · 11.08.2017 / atualizado às 04:20 · 11.08.2017 por

O Projeto São Francisco de Integração de Bacias, quando – e se – ficar concluído em 2018, provocará mudanças na atuação do Governo Federal no chamado semiárido nordestino.

A primeira consequência será aqui no Ceará: os açudes Castanhão, Orós, Banabuiú e Lima Campos, que hoje são administrados pelo Dnocs, passarão para a administração do Governo do Estado a partir do início efetivo da operação do Projeto São Francisco.

Esta informação está circulando em Brasília, inclusive nos corredores do Ministério da Integração Nacional.

Aí surge a pergunta: qual será o destino do Dnocs?

Ainda não há resposta.

04:17 · 11.08.2017 / atualizado às 04:17 · 11.08.2017 por

Este blog deveria estar falando aqui sobre temas da economia, somente da economia.

Mas a economia tem sido vítima da política e dos maus políticos.

Reparem: o Ceará tem uma representação no Congresso Nacional composta por 22 federais e três senadores.

Mas, pelo que se lê e ouve a respeito do que eles dizem e fazem, pode concluir-se que a sua maioria não tem o mínimo compromisso com o equilíbrio das contas públicas, isto é, com a austeridade fiscal.

O Governo do Brasil está hoje gastando muito mais do que arrecada. E mais da metade desse gasto é para pagar os servidores públicos federais ativos e aposentados, entre os quais há algumas castas que têm os maiores salários e aposentadorias do País.

Para sair do déficit de R$ 139 bilhões deste ano e do rombo semelhante de 2018, para um superávit em 2019, será necessário que o Governo corte suas despesas, reduza o número de ministérios, diminua para a metade o número de cargos comissionados e faça a reforma da Previdência Social, cujo rombo passará dos R$ 20 bilhões neste 2017.

Mas como fazer isso se os congressistas, inclusive os do Ceará, estão contra essas medidas?

Assim, não jeito. Ou vêm as reformas, ou será o caos.