Busca

06:32 · 12.12.2017 / atualizado às 08:38 · 12.12.2017 por

Resultado de imagem para Maria partiu para a região montanhosa,Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”.

 

 

 

Reflexão – “a alegria do encontro!”

 

Deus entregou a Maria a sublime tarefa de ser mãe de Jesus, o Filho do Altíssimo, porque ela acreditou nas palavras do Anjo. No entanto, mesmo diante das promessas de que traria ao mundo o Salvador da humanidade, Maria não ficou somente na glória de ser mãe de Deus! Ela se fez serva, intercessora, auxiliadora e começou a sua missão de mãe da humanidade, quando foi visitar Santa Isabel oferecendo seus préstimos e seus cuidados. Ao encontrar-se com Izabel Maria fez fluir o júbilo do Espírito Santo que habitava no seu seio e exaltou a Deus. Por sua vez ao se deparar com Maria, a mãe de João Batista, Isabel, ficou plena do Espírito Santo e abriu os lábios para saudar a Mãe de Jesus.  A alegria do encontro é, portanto, a grande mensagem que podemos tirar deste Evangelho! Maria, a Bem-aventurada, feliz, cheia de graças, expressou alegria e gratidão! Assim como visitou Isabel, transmitindo a ela e a João Batista, o poder do Espírito, Maria hoje, também nos visita e traz para nós o Seu Menino Jesus, cheio do Espírito Santo que nos ensina a cantar, a louvar, a bendizer a Deus com os nossos lábios. O Espírito Santo é quem nos leva a louvar a Deus e a manifestar gratidão pelos Seus grandes feitos na nossa vida. Seremos também, como Maria, bem-aventurados (as), se acreditarmos nas promessas do Senhor.    Reze com Maria, hoje: “Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus meu Salvador, porque olhou para a sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo! ” Você também se considera bem-aventurado (a)? Você se sente comprometido (a) com Deus? – Você tem usado o Espírito Santo que mora em si para ir à busca daqueles que precisam ser amados e ajudados?
– Imagine-se como Maria visitando hoje alguém que você sabe que está precisando de amor!

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

18:14 · 11.12.2017 / atualizado às 18:45 · 11.12.2017 por

A Itaueira Agropecuária, com sede em Fortaleza e fazendas de produção de melão e melancia no Piauí e na Bahia, distribuiu comunicado nesta segunda-feira, 11, informando que adquiriu 75% do capital da Cearosa Vegetais, empresa também cearense, que produz pimentões coloridos, tomates cereja e brócolins na Serra da Ibiapaba.

A Itaueira aportará à Cearosa Vegetais capital, tecnologia e gestão comercial. Toda a produção agrícola da Cearosa continuará sob o comando do seu fundador, o gaúcho Paulo Selbach, e de sua filha Gabriela.

Mas a Cearosa deixará de produzir rosas.

 

 

 

08:13 · 11.12.2017 / atualizado às 08:16 · 11.12.2017 por

O empresário cearense Lauro Fiúza Júnior, sócio e diretor da Servtec Energia, informa que sua empresa celebrou parceria com a Darby, sucursal brasileira do maior fundo mundial de investimento em infraestrutura – o Franklin Templenton.

A parceria terá o objetivo de investir na geração de energias renováveis ´eólica e solar, preferencialmente.

E jpa negocia com empresas nacionais e estrangeiras com projetos prontos para o próximo leilão de energia que será promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

04:24 · 11.12.2017 / atualizado às 04:24 · 11.12.2017 por

O Governo do Ceará prepara-se para dar de graça um terreno de 1 mil hectares à empresa chinesa que promete construir uma refinaria de petróleo na geografia do Pecém.

E dará, também, incentivos fiscais para o mesmo empreendimento.

A pergunta que se faz, agora, é por que o Estado fará tantas concessões, abrindo mão de receita tributária, se está escrito nas estrelas que, dentro de 20 anos, os combustíveis de origem fóssil estarão sendo substituídos por outros que, do ponto de vista ambiental, já são menos poluentes e serão cada vez mais baratos?

Um assessor do governador Camilo Santana disse ao blog que o interesse pela refinaria que os chineses prometem construir está focado em um ítem importante do ponto de vista social: a criação de milhares de novos empregos.

Bem, este é um dado interessante, porque as novas tecnologias estão substituindo o homem pelo robô.

De qualquer maneira, porém, está aberto novo debate sobre a refinaria do Pecém.

04:19 · 11.12.2017 / atualizado às 04:21 · 11.12.2017 por

Reuniu-se pela segunda vez a Câmara Temática de Água e Desenvolvimento do Ceará.

Hospedada na Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), essa Câmara reúne 35 representantes de organismos públicos e privados, que ouviram uma exposição do secretário de Recursos Hídricos, Francisco José Teixeira (foto).

Entre outras coisas, Teixeira disse o seguinte: só em junho de 2018 as águas do rio São Francisco chegarão ao Ceará, e mesmo assim numa previsão otimista.

Para este repórter, porém, isso só acontecerá no fim de 2018 ou no começo de 2019.

Da discussão que se seguiu à exposição do secretário Teixeira, ficou a certeza de que, hoje, em tempos de chuvas abaixo da média, será necessário usar toda a tecnologia disponível de irrigação para produzir mais alimentos com menos água.

Educar o agricultor neste sentido é que será difícil.

04:15 · 11.12.2017 / atualizado às 04:16 · 11.12.2017 por

Está perto de ser votada no Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de número 37, que extingue a isenção de ICMS concedida – pela chamada Lei Kandir – a produtos primários e semielaborados.

A Federação da Agricultura do Ceará (Faec), seguindo a linha assumida pela sua Confederação, distribuiu nota oficial protestando contra essa PEC, que na opinião de Flávio Sabóya, presidente da Faec, prejudicará gravemente a agropecuária brasileira, que é a responsável pelo superávit da balança comercial do País.

De acordo com a Faec, o Governo do presidente Temer, ao taxar com ICMS a exportação de produtos da agricultura e da pecuária, dispara um tiro contra o próprio pé.

Flávio Sabóya diz e repete que não é fácil ser agricultor no Brasil.

04:11 · 11.12.2017 / atualizado às 04:13 · 11.12.2017 por

Uma informação importante para os empresários da agropecuária cearense, principalmente para os exportadores de frutas:

O Ministério da Agricultura decidiu não contratar mais nenhum novo fiscal agropecuário. No Ceará, o Ministério tem só 10 fiscais que cumprem sua tarefa nos portos do Pecém e Mucuripe e no Aeroporto Pinto Martins.

Em vez de contratar novos fiscais, o Ministério começou a implantar um novo modelo de fiscalização, que leva em consideração o histórico da empresa exportadora.

Se ela teve poucos problemas com a fiscalização no passado recente e remoto, os fiscais levarão isso em conta.

Se teve muitos problemas, a fiscalização será mais severa.

O novo processo, segundo o ministro Blairo Maggi, acelerará a fiscalização nos portos e aeroportos brasileiros, incluindo os do Ceará, por onde são embarcadas as frutas daqui e dos demais estados nordestinos.

04:05 · 11.12.2017 / atualizado às 08:39 · 11.12.2017 por

Um dia Jesus estava ensinando. À sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judeia e de Jerusalém. E a virtude do Senhor o levava a curar. Uns homens traziam um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo. Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito no meio da assembleia diante de Jesus. Vendo-lhes a fé, ele disse: “Homem, teus pecados estão perdoados”.

Os escribas e fariseus começaram a murmurar, dizendo: “Quem é este que assim blasfema? Quem pode perdoar os pecados senão Deus?” Conhecendo-lhes os pensamentos, Jesus respondeu, dizendo: “Por que murmurais em vossos corações? O que é mais fácil dizer: ‘teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘levanta-te e anda’? Pois, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados — disse ao paralítico — eu te digo: levanta-te, pega o leito e vai para casa”. Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram fora de si, glorificavam a Deus e cheios de temor diziam: “Hoje vimos coisas maravilhosas!”

Reflexão – “somos paralíticos porque somos pecadores!”

Este Evangelho nos leva a compreender que de alguma forma todos nós somos paralíticos, porque todos somos pecadores. O pecado nos paralisa, por isso, todos que estamos paralisados pelo pecado precisamos conhecer a Jesus a fim de que sejamos libertados. Aquele paralítico foi levado pelos amigos para que Jesus pudesse tocá-lo e perdoá-lo. Nós também, precisamos nos aproximar de Jesus, para que Ele nos toque, nos fale e nos perdoe. Quando somos perdoados assumimos uma nova vida e uma nova postura e nos sentimos livres para alçar o livre voo dos filhos de Deus.  A ordem de Jesus ao paralítico chama também a nossa atenção: “Levanta-te, pega o leito e vai para casa! ” Jesus nos perdoa e nos manda voltar para casa, para o seio da nossa família. Nestes tempos difíceis o Senhor está querendo resgatar as famílias e é na nossa casa onde primeiro precisamos espalhar o amor e o perdão que recebemos de Deus.   Somos, a todo o momento, curados por Jesus, para amar. Ele nos tira da paralisia que nos impede de expressar carinho e atenção para com aquelas pessoas que nos são mais preciosas e nos convida a pôr em prática um projeto novo de reconciliação e entendimento junto à nossa família. Pegar o leito significa assumir a vida, os encargos, o jeito de ser e enfrentar a família e o mundo com “outros olhos”. – Você tem tido o cuidado de tornar convincente o projeto de Deus dentro da sua casa? – Você é daqueles (as) que se sentem melhor com os de fora? – Você ainda está paralítico (a)? – Você sente-se preso (a) dentro da sua casa?   – O tempo do Natal é tempo de reconciliação: você precisa se reconciliar com alguém?

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

11:01 · 10.12.2017 / atualizado às 11:01 · 10.12.2017 por

Resultado de imagem para 'Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!''Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Está escrito no livro do profeta Isaías: ‘Eis que envio meu mensageiro à tua frente, para preparar o teu caminho. Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!” Foi assim que João Batista apareceu no deserto, pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados.
Toda a região da Judéia e todos os moradores de Jerusalém iam ao seu encontro. Confessavam os seus pecados e João os batizava no rio Jordão. João se vestia com uma pele de camelo e comia gafanhotos e mel do campo. E pregava, dizendo: ‘Depois de mim virá alguém mais forte do que eu. Eu nem sou digno de me abaixar para desamarrar suas sandálias. Eu vos batizei com água, mas ele vos batizará com o Espírito Santo.’

 

 

Reflexão – “ A nossa missão é evangelizar”.

 

João Batista foi o mensageiro que veio preparar o caminho do Senhor e cumpriu com a sua missão de profeta. Pregou um batismo de conversão para o perdão dos pecados em Nome de Jesus, o Cordeiro de Deus. Hoje, somos nós os João Batistas e temos a incumbência de aplainar os caminhos do Senhor, por onde passarmos. Agora mesmo, já podemos começar a cumprir com esta missão quando abrimos o caminho do Senhor que vem para as pessoas que ainda não O conhecem e não aderiram ainda ao Seu projeto. Somos chamados (as) a evangelizar com a nossa vida dando testemunho, fazendo o primeiro anúncio do Amor de Deus por nós, admitindo, que fomos manchados pelo Pecado, mas que Jesus nos trouxe a Salvação e é o Senhor da nossa vida e da nossa história! Por isso, a nossa vida foi transformada e tivemos uma verdadeira Conversão nos nossos valores. Mas, que tudo isto só nos foi possível, por causa da manifestação do Espírito Santo que foi recebido no nosso Batismo. Por fim, é dando depoimento de que somos Comunidade e de que nela vivemos e crescemos na graça de Deus, humana e espiritualmente falando, que poderemos abrir caminhos a fim de que o Senhor entre na vida de muitas e muitas pessoas.  Não precisaremos ir longe, mesmo dentro da nossa casa podemos  dar testemunho do tempo novo em que estamos vivendo. ISTO É EVANGELIZAR! – Você vai começar hoje ainda? Aproveite enquanto você ainda está aqui na terra!

 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

04:48 · 08.12.2017 / atualizado às 04:50 · 08.12.2017 por

O deputado federal cearense Tiririca precisou de sete anos para descobrir que a Câmara dos Deputados é também um circo, mas com palhaços diferentes.

Ao renunciar, quarta-feira, 6, à metade do seu segundo mandato de parlamentar, outorgado pelo voto livre de mais de 1 milhão de – como ele mesmo disse – “abestados”  de São Paulo, onde ele mora, Tiririca falou o que todo mundo vem falando: que os políticos de hoje fazem vergonha ao povo brasileiro que os elegeu.

Disse que, para o povo, a Câmara dos Deputados é uma vergonha. E não teve medo de afirmar que ele e os outrs 513 deputados federais ganham bem para trabalhar, mas muitos não trabalham.

Tiririca também afirmou, ao final do discurso em que comunicou sua renúncia, que anda de cabeça erguida, enquanto muitos deputados não têm essa coragem.

Palhaço profissional,pai do também humorista Tirulipa, o ex-deputado Tiririca parece ter antecipado a decisão que o eleitorado brasileiro tomará na eleição de 2018, quando deverá decidir se reelege os corruptos ou se os troca por material novo e inoxidável.

Tiririca, agora, está livre para divertir o povo, de novo.

Foi o primeiro e o único discurso de Tiririca na Câmara dos Deputados ao longo dos seus dois mandatos.