Busca

Diário de um safenado (1)

16:19 · 16.12.2007 / atualizado às 16:19 · 16.12.2007 por

São 15h45min deste domingo. Dói meu tórax, cujo osso externo foi serrado, na manhã do domingo anterior, para permitir que se implantasse no meu coração duas pontes de mamária e uma de safena. Enfrento uma anemia, causada pela perda de sangue durante a cirurgia, que durou cerca de cinco horas. Minha dieta está liberada para alimentos que me permitam, sem nova transfusão de sangue, recuperar alguns traços vermelhos do rosto, hoje amarelados, literalmente. Ontem, eu estava certo de que, apartir de hoje, estaria de novo 100% apto a retomar minha atividade profissional. Entusiasmo em excesso. Ontem mesmo, sem motivo aparente, fiquei afônico. E minha voz, que já não era tão firme, está fraca e pouco audível. Fiz planos para gravar hoje os boletins informativos que, cinco vezes ao dia, transmito para a Rádio Verdes Mares, o primeiro e o segundo dos quais dentro do programa Paulo Oliveira, às 5h45min eàs 6h25min. Talvez na teça-feira isso possa acontecer. Ouço falar muito sobre as consequências dessa cirurgia. Quero, com estes depoimentos que darei diariamente, contar minha própria experiência. Para começar, asseguro que ela mexe com o emocional. Choro ao ver cada familiar e cada amigo que me vem visitar. Penso no meu pai, José Oriá Serpa, que, no dia 28 de setembro de 1988, morreu aos 67 anos de idade de um enfarte fulminante – ele lia a Bíblia quando seu coração parou de bater; penso no segundo (eu sou o primeiro) dos meus 13 irmãos, o Erivan, de 57 anos, que, fumante compulsivo, caiu ao chão atingido por um enfarte. Para o dr. Waldemiro, que me operou há uma semana, minha família está,  hereditariamente, incluída entre as que têm ou terão problemas cardíacos, que serão mais graves ou não dependendo de como cada um cuidará do seu coração. Para terminar: driblei o enfarte porque, portador de Plano de Saúde, pude ser atendido, em tempo, por médicos competentes, que me internaram em um hospital de ponta, cujos profissionais cuidaram de mim com todo zelo. Penso na multidão de brasileiros que, clientes do SUS, morrem porque o Governo não lhes dá uma atenção assim.

Comentários 125

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agamenon Feliciano da Silva

12/04/2018 as 22:29

Fui submetido a revascularização, em 28 de outubro de 2016 alguns sintomas como tosse e pre-depressão tenho sentido, no ultimo dia 05/01/2018, tive um novo infarto., fiquei internado 4 dias na UTI .estou m.e sentindo fraco, depois entro novamente em contato,. agora. vou dorm.i.r…………………………………………………………………………………….

Jeomara

10/04/2018 as 19:55

Boa noite temos um grupo de safenados se quizer participar 84 98844 8230…pois sò sabe quem realmente passa…e juntos podemos tirar nossas dúvidas

vania eugenio

10/04/2018 as 12:50

e mas uma coisa meu pai esta curioso para saber e ver os exames dele,tipo que tiro foi esse.acho que vou pegar um video e mostrar para ele todo o processo da cirurgia assim ficara menos teimoso.o dele foi tres safenas pois tinha tres obstruçoes duas com setenta por cento e uma com noventa e cinco por centoe ficou tant6o tempo na UTI por causa da impaciencia de querer vir embora ai vinha as consequyencias PA aLTERADA.

vania eugenio

10/04/2018 as 12:44

meu pai fez a cirurgia dia 28 de março de 2018
ele tem 80 anos,durou das 7 ate meio dia e meia.,ficou 8 dias na UTI,precisou tomar duas bolsas de sangue,a primeira foi porque havia tido um sangramento pela arteria,e a segunda foi porque estava com confusao mental tipo delirio as vezes falava coisas que nao existia tipo fizeram churrasco aqui na uti,os medicos acharam que a confusao mental era porque os globulos vermelhos estavam baixo,
as vezes a fala fica bnaixa meio complicado de compreender,nao reclama de dor mas esta com as pernas muito inxadas,pois e teimoso e nao houve quando a gente fala para apoiar as pernas em uma almofada,estou meia pérdida no que pode ou nao comerpois la so limitaram para nao tomar refrigerante e apenas beber 700ml de agua por dia.,om retorno dele sera dia 13 de abril e ate la fico nesta duvida quase morrendo de preocupaçao.Mas no demais cirurgia tranquila,assusta de principio quase morremos do coraçao quando ficamos sabendoque teria que fazer,todos falavam e tranquilo e eu nao acreditava ,mas sim quem for fazer va tranquilo e familiares do paciente fica de boa,e olha que meu pai tyem 80 anos.espero ter ajudado,pois os depoimentos acima me confortaram um pouico,..

jose branco

30/03/2018 as 23:58

boa noite a todos,li todos os comentarios postados aqui,e oq me chamou mais a atenção foi sobre os mais idosos sem meios para se comunicar,tbem passei por isso e após dois infartos e uma revascularização e um ano depois to aqui vivinho da silva ,olha pessoal xo pra lá com depressão estavos vivos pra contar nossas passagens fikem com deus e obrigado a todos do hospital dante pazanezzi.

Marcos Lira

26/03/2018 as 19:42

**Outra coisa chata é a tosse**. Desculpem ok erros estou teclando de um celular e não consigo visualizar tudo, e a revisao antes de postar dica comprometida, mas vale a intensão de contribuir e também me auto ajudar a diminuir a ansiedade. Kkkk

Marcos Lira

26/03/2018 as 19:39

Pessoal, mais uma coisa, li aqui sobre os aspectos emocionais após a cirurgia, eu estou tendo altos e baixos após a cirurgia, ando muito emotivo e inseguro, choro com mais frequência e andei muito revoltado com tudo, querendo obter” respostas” sobre meu problema médico, já li em outros sites e algumas matérias médicas que alertam sobre a depressão, principalmente durante o primeiro ano da cirurgia, a ajuda de um psicólogo bom é de muita valia, eu já vinha fazendo terapia, antes de descobrir a esquemia, para tratar minha ansiedade e um quadro de pré depressão, fazia meditação (me ajudou muito nos dias de UTI, imaginem um ansioso extremo pensando aceleradamente sobre a cirurgia, os medos essa preocupações e sozinho no leito da UTI), li aqui sobre uma senhora que está bem e sem dores mas que não come, pode ser esse abatimento ou até enjôo, ouvi dizer que alguns sentem enjôos, eu não senti e procurei me alimentar bem para conter a anemia.
Outra coisa chata são a tosse e os espirros, após a corurgia, já no quarto do hospital, tomei tilex para diminuir a tosse, ela me incomodava e eu tentava não tossir, na última noite antes da alta não consegui conter um espirro e senti fortes dores no peito…a dica:. Tampe o nariz como se fosse mergulhar e respire pela boca…a vontade passa. Hoje 55 dias após a cirurgia já tusso e espirro, só ponho as duas mãos sobre a cicatriz por precaução, mas não sinto dores. Um grande abraço a todos e ótima recuperação.

Marcos Lira

26/03/2018 as 19:22

Oi, Boa recuperação a todos, que o medo e a insegurança dos que buscam informações e ainda não passaram pelo procedimento possam ser atenuadas. A notícia de ter que passar por uma cirurgia dessas não é agradável a ninguém, ainda mais no meu caso que só tenho 46 anos, ex fumante(15 anos parado), com sobrepeso acentuado, sedentário, estressado, ansioso, nervoso no trânsito, me alimentando mal, não sou diabético e tenho predisposição genética para acumular o colesterol ruim e arteriosclerose.
Hoje fazem 55 dias que operei, são 3 safenas é uma mamária, os pontos da perna me incomodaram, mas estão cada vez melhores, já ando sem dificuldades, caminho de 20 a 30 minutos diários sem me preocupar com a intensidade, foco na respiração, que é infinitamente melhor do que nos primeiros dias. Minha voz também sumia no início.
Dores: minha omoplata doia muito, a cicatrizes da perna não, elas só comecaram a me perturbar mais após 20 dias de cirurgia. O peito doia, mas eram os músculos e a impressão era que se tratava do coração.

Já estou liberado ao trabalho, mas inseguro, sobretudo com o peito que ainda dói quando me movimento muito, mas sempre cuido para não levantar os braços acima da cabeça, já comecei a dirigir, mas somente após as 21:00 ou antes das 06:00 assim evito congestionamentos, e utilizo a cinta para limitar o movimento do peito.

Para os que estão preocupados, tenham em mente, cada caso é um caso é cada pessoa reage diferente,então não se impressionem com as experiências negativas de alguns, não sofram se véspera. As dores e os cortes diminuem, e cada semana é uma dádiva nessa questão, então pra vc que está nos primeiros dias tenha calma, suas dores diminuírão, mas lembrem que só falo de 55 dias e outro fato que posso falar é que acredito que o que me ajudou muito foi a minha idade (46 anos) e o fato de não ter infartado, descobri as instruções de 100% em duas artérias, 80% e 30% em outras duas, já que ao realizar um exame de rotina descobri o problema. Agora a minha preocupação é quanto a agressividade do meu fator genético para arteriosclerose e como isso pode me levar a outra cirurgia desse porte, fato que não desejo e por isso já cuido com afinco da minha alimentação, já perdi mais de 15 kilos desde a descoberta da isquemia e pretendo chegar aos 65 kg, já que só tenho 1,65 de altura e já cheguei a pesar 90 kg, hoje tenho 72kg.

Tenham fé e paciência, todos nós temos medo e dúvidas, mas conseguiremos superar essa batalha. O segredo é colher as experiências. Obrigado ao criador do espaço. Espero poder ter contribuído com os que ainda não passaram dos 55 dias de cirurgia, no futuro passarei por aqui para falar sobre as minhas experiências com mais tempo de operação.

Alberto Barison

14/03/2018 as 17:51

Pessoal vejo muitas duvida que eu tbm tinha e tive que pesquisar pois realmente falta informação, eu fiz duas pontes e uma mamaria, dia 21 de fevereiro de 2017 , bom no primeiro dois meses não senti nada, depois do terceiro mês eu andando senti uma fisgada como um anzol do lado esquerdo e após isso começou espalhar uma dor dos dois lados do torax e um amortecimento em minhas narinas e até falta de ar, fui até internado ,fiz uma bateria de exames e nada apresentou de anormal, sai do hospital vim para casa e passou dois dias voltei de novo com falta de ar e dificuldade para respira ao ponto de se entregar, fui internado em outro hospital fizeram outra bateria de exames e nada , bom concluiu que eu estava com a síndrome do panico após cirurgia, tomei excitalopran para controlar isso e um calmante natural para dormir ,hoje já não uso mais, mais foi meses terríveis, quando a dor no tórax ela pertuba ainda e esta fisgada do lado esquerdo ainda sinto e forte, mas minha respiração melhorou muito,faço caminhada uma hora por dia, isso é fundamental,minha alimentação é saudável ,tomo carverdilol, enalapril ,AAS,clopidrogrel,sinvastatina,e ainda tem dia que que sinto muitas dores ,parece até que vai paralizar os pulmões , quando muda o tempo ou calor d e mais sinto piora nos sintomas, já passei com 5 cardiologistas diferentes e todos afirmam que estes sintomas vão durar entre dois e três anos, minha pressão é 11×7 as vezes 10,5×6,5 batimentos entre 66 até 80 ,quando faço exercício como caminhada minha respiração fica bem melhor não sinto canseira ,e minha pressão não altera quase nada. eu sei que deveria haver um acompanhamento mais detalhado por mais tempo,eu fico pensando nos mais idosos que passam por isso e ficam sem resposta , pior os que não podem se comunicar,já pensou quando medo eles enfrentam sem saber o que é sem ser ajudados? É terrível. , eu estou aguardando o tempo passar ,agora faz um ano , e vou aguardar os próximos,mas aos poucos vejo melhoras nos sintomas,detalhes quando deito e durmo e ao acordar não sinto nada,nem dores ,começa ao dia conforme vai se movimentando. bom espero ter ajudado a alguém com estas informações, pois sei o quão difícil é passar por isso sem ter o domínio e conhecimento de causa,sobre os sintomas e efeitos colaterais desta terrível cirurgia.

Joao camilo pereira

11/03/2018 as 14:37

Fiz 3 mamarias e uma safena no dia 26 de dezembro de 2016. Um ano quase 3 meses . As dores persistiram cerca de 05 meses. Hoje sinto quase nada, so quando fico mais de 02 horas sentado trabalhando. Trabalho normalmente, tomo os remedios com pontualidade caminho 6 a 7 km por dia. Tenho 67 anos meu caso é parecido com o de Geraldo.

Sislene Taques Pereira Lima

07/03/2018 as 22:09

uma cicatrização de ponte safena na perna demora quanto tempo para cicatrização?

Antonia Carvalho Amorim

06/03/2018 as 19:04

Fiz 3 pontes de safena no dia 27 de Dezembro, que aliás e a segunda ( já havia feito 2 pontes aos 50 anos) e agora aos 69 anos. Mas tanto da primeira como dessa ultima continuo com as dores da angina. ninguém merece passar 2 vezes pela mesma cirurgia e continuar com as dores.
Observação: Como as 2 antigas havia fechado todas e mais uma terceira, o medico resolveu retirar as antigas e fazer logo as 3. Será que as dores são normais.

Josefina Coelho de Souza

27/02/2018 as 11:41

Olá,Fiz uma Cirurgia de 02 ponte safena é uma Mamária, já se Completou 1ano ,e Aínda sinto Muitas dores,eMuito Cansaço, Vou ao Cardiologista fala que é Normal por Causa do sstres , será Q Isso é MSM Normal..

Rony

02/02/2018 as 16:39

Gostaria de saber se alguém pode mim informar pq minha mãe fez cirurgia de ponte safena tem 35 dias ela não sente nada só pq ela não está conseguindo se alimentar fica com boca ruim estômago fica ruim alguém pode mim passar algumas informações por favor
Desde já agradeço

Sonia

27/01/2018 as 00:14

Olá pessoal alguém poderia me esclarecer o que significa umas fisgadas no peito? Fiz duas pontes de safena há seis meses .Obrigada.

Gilberto barcelos

06/01/2018 as 09:23

Bom dia fas 60 dias que fiz 2 ponte de safena e sinto muita dor no peito a precao altera passa muito mal isto e normal

Janaína Aparecida Gama da Silva

17/12/2017 as 12:39

Boa tarde. Meu pai de 64 anos passou por uma cirurgia no dia 05/12/2017. Foram 2, safenas e uma mamária. Ele já está em casa e não se queixa de dores. Porém, tem tido queda de pressão (na vdd 1 vez) gostaria de saber se é consequência da cirurgia Mesmo. Desde já agradeço.

Ilma biancamano

12/12/2017 as 20:41

Eu já tenho 6 meses de safenada , sou cabeleireira e vou perguntar pra um de vocês. .. sintô dores quando faço um esforço a mais, eu fico com dor , será que é normal ?

GERALDO FLAUZINO FILHO

09/11/2017 as 14:20

ola meu nome e GERALDO ,gostaria de dizer algumas palavras aos amigos safenados ,que espero poderá tranquilizar alguém ai ,eu tenho 67 anos e a três anos e dez meses fiz três safenas e uma mamaria ,a cirurgia foi da sete horas da manhã as dezessete horas ,fiquei entre internação para exames e recuperação e três dias de uti deu um total de onze dias ,hoje graças a Deus não sinto nada ,corro dez kms as segundas feiras ,dez na quarta e dez na sexta ,aos domingos tomo duas hora de sauna,terça ,quinta faço uma hora de musculação,o mais importante e guardar o repouso pós operatório,conforme prescrição do médico,pelo amor de Deus não faça estravagança nos primeiros 90 dias ,princimpalmente pegar peso ,não tenho nenhuma restrição médica ,a não ser evitar ,gordura e fritura o máximo que puder, quanto as dores ,elas demoram mesmo uns meses para ter fim inclusive a falta de ar nas primeiras caminhadas ,felicidade a todos os safenados como eu Deus esta no comando um forte abraço

Paulo Cesar Silva

26/10/2017 as 21:29

Após três safenas e uma mamarea, sinto que o músculo do peito lado esquerdo trepa um no outro e queima, arde, se esfrego-o por sobre a costela também arde e isto foi após um esforço que fiz ao utilizar uma enxada. Como resolver. O local dos dois lados ardia após a cirurgia, mas já havia cessado e já tinha mais de oito meses de cirurgia.

Silveira

22/09/2017 as 19:00

Boa noite gostaria de saber se é normal sentir dores no peito esquerdo pois cirurgia mamária é safena, pois hoje completa exatamente um mês de cirurgiado, sinto bastante dores diariamente, fui para consulta com cardiologista o mesmo falou que é normal pois além de serrar o tórax do paciente o coração também é bastante mexido, falou para continuar tomando os remédios e dá tempo ao tempo,o mesmo não indicou caminhada o outro tipo de exercício só falou que depois do dia 19/12 à dra. Qual istou com Consulta marcada dirá o que devo fazer.

Andrea

21/09/2017 as 23:08

Oii boa noite tenho 33 anos fiz uma reconstituição da válvula mitral e tiram uma membrana da sub hortica gostaria de saber de vcs se alguém aqui já fez essa cirurgia

Alexandre Amorim

19/09/2017 as 22:17

Hoje se faz 37 dias de operado coloquei. 3 pontes mamárias, ainda sinto dor no tórax e incomodo para algumas atividades meu sono não é ainda um dos melhores fiquei muito emotivo ainda sinto como se o osso do externo estivesse solto mas cada dia é um dia e a melhora é realmente com o tempo um dia de cada vez.

Vivian

18/09/2017 as 22:10

Minha mãe fez hj, fiquei tao assustada, ela tem 67 anos e fez as 07:00 da manhã e terminou as 10:00, mas as 15 00 da tarde fui vê la, fiquei triste de ver ela tão inchada, é normal?

Eulália ferraz

18/09/2017 as 22:05

Meu nome é Eulália tenho 53 anos dia 17de maio 2017 passei por uma safena e uma mamária e uma vertical tive uma complicação aí teve que operar De novo dia 7 de julho agora estou melhor só que cinto um peso muito grande no tórax gostaria de saber se é normal