Busca

Tag: Carga Tributária


10:13 · 21.12.2017 / atualizado às 10:15 · 21.12.2017 por

Se o Congresso Nacional não aprovar no próximo mês de fevereiro a reforma da Previdência Social, o governo do presidente Michel Temer não terá outra saída que não a de aumentar impostos.

O blog colheu a informação de que um dos impostos que deverão aumentar será o Imposto de Renda, que hoje tem alíquota máxima de 27,5%.

Nos corredores da Receita Federal colhe-se a informação de que há uma proposta de serem criadas mais duas alíquotas – uma de 30% e outra de 33%, o que atingirá mortalmente a classe média, já duramente castigada pela pesada carga tributária.

Quem tem duas ou três fontes de renda será diretamente atingido pelas novas alíquotas.

O Governo Temer, que já tem popularidade perto de zero, será transformado – se o Imposto de Renda aumentar – em verdadeiro inimigo do povo assalariado.

Há uma outra alternativa: reduzir as despesas do governo.

Se isso acontecer, faltarão recursos para a saúde, a educação e a segurança pública.

A situação financeira do Brasil é de quase um País quebrado.

10:07 · 26.05.2017 / atualizado às 10:07 · 26.05.2017 por

Hoje, sexta-feira, 26 de maio, das 10 às 15 horas, no Shopping Iguatemi, em Fortaleza, haverá o Feirão do Imposto.

Do que se trata?

Trata-se do seguinte: algumas grandes e pequenas lojas do Iguatemi venderão, durante aquele horário, alguns produtos sem os impostos embutidos no preço.

Ou seja, será um dia sem imposto.

Os preços variarão de loja para loja e de produto para produto, uma vez que os tributos incidem de modo diferente em cada mecadoria.

A iniciativa desse Feirão do Imposto é nacional, e aqui em Fortaleza tem a participação da Associação dos Jovens Empresários, a AJE, cujo coordenador, Fernando Laureano, explica que não se trata de uma liquidação, mas de um esforço de conscientização e de cidadania, cujo objetivo é o de revelar para a população quão injusta e grande é a carga tributária brasileira.

No Brasil, há imposto demais para serviço público de menos.

10:36 · 02.03.2015 / atualizado às 10:36 · 02.03.2015 por

Empresários cearenses da indústria e do agronegócio consideram-se atingidos por um tiro de canhão disparado pelo governo da presidente Dilma, que elevou em até 150% as alíquotas de contribuição previdenciária incidentes sobre o faturamento das empresas.

Isso põe fim ao benefício anterior, e tanto é verdade que o próprio governo permitiu, na mesma MP de 6ª feira, 27, a opção de recolher 20% sobre o total da folha de pessoal.

Os empresários lembram que contrataram funcionários conforme a regra anterior e por isto pagarão mais agora do que antes.

E advertem que só têm uma alternativa: demitir pessoal ou subir os preços.

O fim desse filme é conhecido.

05:22 · 18.12.2011 / atualizado às 05:22 · 18.12.2011 por

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), a carga tributária deste findante 2011 crescerá 1,5% em comparação com a de 2010.

Gilberto Luiz Amaral, coordenador de estudos do IBPT, estima que, neste exercício, a carga tributária baterá em 36% do PIB.

No ano de 2010, essa carga foi de 34,24%.

05:45 · 05.11.2011 / atualizado às 05:45 · 05.11.2011 por

Duas semanas de visita e de negócios na China, onde ainda está, Marcus Vinicius Rocha, presidente do Sindicato da Indústria de Confecções do Ceará, que lidera missão empresarial cearense àquele País, manda novo e-mail para este blog e sentencia:

“Ou o Brasil reduz a carga tributária e impõe barreiras aos produtos asiáticos, ou a indústria brasileira de confecções enfrentará quebradeira geral”.

Concorrer com os chineses é para quem tem nervos de aço.

Bom