Busca

Tag: Energia solar


08:31 · 16.07.2018 / atualizado às 08:34 · 16.07.2018 por

No próximo mês de agosto, a representação cearense do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-Ceará), organismo vinculado ao Sistema Fiec, inaugurará seu Centro de Certificação de Profissionais Montadores de Sistemas Fotovoltaicos, usados na geração de energia solar.

O engenheiro Paulo André Holanda, superintendente do Senai no Ceará, informa que esse centro – considerado tecnicamente habilitado para a tarefa depois de uma série de avaliações feitas pela equipe de técnicos da Confederação Nacional da Indústria (CNI) – operará na sua unidade da Barra do Ceará, em Fortaleza.

O Centro de Certificação de Profissionais Montadores de Sistemas Fotovoltaicos chega ao Ceará no exato momento em que se amplia o número de mini, micro, pequenos e grandes projetos de geração de energia solar, cujos equipamentos, aliás, baixara de preços no últimos dois anos exatamente porque aumentou a demanda e, principalmente, porque se ampliaram as tecnologias usadas na fabricação, na instalação e na operação das placas fotovoltaicas.

17:52 · 12.07.2018 / atualizado às 17:59 · 12.07.2018 por

Reunido nesta quinta-feira, 12, o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou, por unanimidade, resolução que dispõe sobre a simplificação e atualização dos procedimentos, critérios e parâmetros aplicados aos processos de licenciamento e autorização ambiental no âmbito da Superintendênia Estadual do Meio Ambiente (Semace) para os empreendimentos de geração de energia elétrica por fonte eólica na geografia do Estado do Ceará.

A sessão do Coema foi presidida pelo secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, e contou com a presença de empresários cearenses do setor de energias renováveis, entre os quais Benildo Aguiar, presidente do Sindicato da Indústria de Energia (Sindienergia), filiado à Fiec.

Este blog pode informar que, na próxima reunião do Coema, deverá ser apreciada e também aprovada resolução semelhante para projetos de geração de energia solar fotovoltaica.

 

09:55 · 12.07.2018 / atualizado às 11:24 · 12.07.2018 por

Em junho de 2020, ou seja, um ano antes do prazo contratual, deverá entrar em operação o maior parque de geração solar do Ceará, que será instalado pela empresa Steelcons, com sede na cidade paulista de Campinas, ganhadora do leilão promovido pela Aneel. Esta informação foi transmitida ao blog, nesta quinta-feira, 12, por uma fonte da Steelcons.

O projeto da Steelcons prevê a instalação de nove parques de geração solar em uma extensa área de terras na Chapada do Apodi, no Leste do Ceará. As terras são de propriedade do empresário cearense Fernando Cirino Gurgel.

O empreendimento deverá consumir investimentos de R$ 1 bilhão, para o que a Steelcons terá a participação de um grande “player” internacional, cujo nome será anunciado nos próximos dias. Esse parceiro estrangeiro aportará expertise e capital.

A potência somada dos nove parques solares será de 270 MW. Não se revelou ainda que empresa fornecerá as placas fotovoltaicas.

04:42 · 07.06.2018 / atualizado às 04:42 · 07.06.2018 por

O BNDES criou uma linha especial de financiamento para pessoas físicas interessadas na instalação de equipamentos para a auto-geração de energia solar.

Esse financiamento será tanto para pessoas que residem nas cidades quanto para as que moram e trabalham na zona rural dos municípios.

Os cearenses interessados nesse financiamento poderão acessar o site do BNDES, no qual há mais informações sobre o assunto.

04:11 · 22.05.2018 / atualizado às 04:13 · 22.05.2018 por

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) está hoje consumindo menos água para gerar energia em sua cascata de barragens, como a de Xingó (foto ao lado)

Esta informação foi transmitida pelo superintendente de Operações e de Eventos Críticos da Agência Nacional de Águas (ANA), engenheiro Joaquim Gondim Filho.

Ele explicou que a geração de energia eólica e solar tem crescido em alta velocidade na região Nordeste, o que levou a Chesf a economizar água de suas hidrelétricas.

Na opinião de Joaquim Gondim, a tendência é de que a geração de energia hidráulica se reduza ainda mais, porque estão crescendo, aceleradamente, os parques de geração de energias alternativas,principalmente a solar e a eólica.

O Nordeste, principalmente o seu sertão, é a morada do sol, enquanto que os grandes bancos de vento estão no seu litoral e nalgumas áreas interioranas, como na Chapada do Apodi e na Serra da Ibiapaba, no Ceará.

Resumindo: parte da água que a Chesf usava para produzir energia no São Francisco está indo, agora, para a agricultura irrigada e para o abastecimento das cidades.

03:53 · 16.05.2018 / atualizado às 03:54 · 16.05.2018 por

Está crescendo no Brasil, e no Ceará também, o uso da micro e da mini-geração de energia solar.

A Associação Brasileira de Energia Solar informa que o Brasil alcançou a potência de 250 MW de energia solar gerada por mini-unidades instaladas sobre o telhado de residências, nas cidades e no campo.

A mesma informação acrescenta que cresce em alta velocidade a instalação dessas unidades geradoras, que utilizam placas fotovoltaicas, cujos custos de fabricação caíram muito nos últimos dois anos, e seguem caindo.

Dentro de 10 anos, segundo calculam os especialistas, a maioria das residências do Nordeste brasileiro, nos condomínios residenciais das cidades e nas fazendas do sertão, estará consumindo energia solar.

09:51 · 08.05.2018 / atualizado às 09:53 · 08.05.2018 por

Desembarcaram no Porto do Pecém, oriundos da Suécia, os milhares de painéis fotovoltaicos que serão utilizados na instalação do parque de geração de energia solar em construção na geografia do município de Quixeré, bem na Chapada do Apodi, que é um dos endereços do Sol neste Estado.

Esses painéis solares foram importados pelas empresas que estão associadas nesse empreendimento: as suecas Scatec Solar e Statoil e a brasileira Kroma Energia.

O parque solar de Quixeré, que ocupa terras pertencente à Companhia de Cimento Apodi, deverá entrar em operação até o fim deste ano.

Sua potência instalada será de 162 MW.

04:18 · 27.04.2018 / atualizado às 04:19 · 27.04.2018 por

Ex-presidente da Federação das Indústrias (Fiec), o empresário Fernando Cirino Gurgel é dono de boas terras na Chapada do Apodi, no Leste do Ceará, onde se implantam grandes projetos de geração das chamadas energias alternativas – solar e eólica, principalmente.

Cirino diz que a Chapado do Apodi é realmente o endereço do sol, razão pela qual tem atraído investidores nacionais e estrangeiros.

Fernando Cirino informa que em suas terras a Enel já implantou um parque de geração solar, que produz 3 MW que são consumidos exclusivamente pela rede de farmácias Pague Menos em Fortaleza.

E informa que a brasileira Kroma e a holandesa Statoil instalam um projeto que, em área pertencente à Companhia de Cimento Apodi, gerará quase 200 MW de energia solar.

Agora, ele anuncia que, também nas suas terras, a Steelcons construirá, nos próximos quatro anos, um parque de energia solar com potência de 270 MW, no qual serão investidos R$ 1 bilhão.

Tudo está a indicar que as energias alternativas são o futuro do mundo.

04:27 · 06.04.2018 / atualizado às 04:29 · 06.04.2018 por

O sol começa a brilhar com mais intensidade no Ceará.

E vai produzir mais energia elétrica no Estado.

A empresa paulista Steelcons, que foi a grande vencedora do último leilão de energia A-4, implantará na Chapada do Apodi, na geografia do município de Limoeiro do Norte, um projeto de geração de energia solar com potência de 270 MW.

Para isso, investirá R$ 900 milhões e utilizará 1 milhão de placas fotovoltaicas, cujo fornecedor ainda não foi definido.

O projeto será instalado em uma área de 1.100 hectares pertencente ao empresário cearense Fernando Cirino Gurgel, que a arrendou à Steelcons.

O empreendimento será implantado ao longo dos próximos quatro anos e será um dos maiores do País na área da energia solar.

Este blog tem dito, e agora o repete: o Ceará é o domicílio do sol.

04:45 · 02.04.2018 / atualizado às 04:45 · 02.04.2018 por

O Ministério da Integração Nacional informa que o Fundo Constitucional do Nordeste (FNE), operado pelo BNB, já está autorizado a financiar projetos de microgeração de energia solar fotovoltaica.

Com um detalhe: essa linha de financiamento foi criada para atender, exclusivamente, a pessoas físicas.

Isto vai interessar diretamente pequenos produtores rurais do sertão do Ceará, que poderão agora obter, por meio do Banco do Nordeste, empréstimo para a compra e instalação de kits de geração de energia solar para a sua residência ou para a sua atividade agropecuária.

Uma boa providência.

Deve ser lembrado que os juros do FNE são os mais baixos da rede bancária brasileira.