Busca

Tag: Fruticultura


13:57 · 27.07.2018 / atualizado às 14:01 · 27.07.2018 por

Estão abertas até 1º de agosto as inscrições para a Rodada de Negócios da Feira Internacional de Fruticultura Tropical Irrigada (Expofruit), que acontecerá de 21 a 23 de agosto, na Estação das Artes, em Mossoró, no Rio Grande do Norte. A rodada terá abrangência regional, incluindo produtores cearenses, e será realizada no dia 22 de agosto, das 19h às 22h, Ao longo do evento, Espaço Sebrae.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio da ficha cadastral disponível no site da feira: www.expofruit.com.br. As inscrições devem ser enviadas para~o e-mail:expofruit@rn.sebrae.com.br. Também será possível realizar a inscrição presencialmente antes da rodada. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (84) 3616 7975.

Ao longo do evento, serão realizadas reuniões de negócios, previamente agendadas, entre compradores e potenciais fornecedores. Também serão apresentados diversos produtos: frutas, doces, compotas, geleias, sucos, polpas, castanha de caju, hortaliças, entre outros.

Realizado a cada dois anos, a Expofruit apresenta uma mostra das frutas produzidas na região e reúne produtores e investidores de vários lugares do mundo, tais como: França, Itália, Alemanha, Espanha, Holanda, República Tcheca, Bélgica, Noruega, EUA, Rússia e muitos outros.

A programação contará com clínicas tecnológicas, visitas técnicas a produção, reuniões de câmaras técnicas, seminários, painéis e rodadas de negócios. A Expofruit 2018 é uma promoção da Promoexpo e é realizada por meio de uma parceria entre o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN). Para este ano, a expectativa é de que sejam gerados cerca de R$ 40 milhões em negócios. Ao todo, serão mais de 300 estandes distribuídos em uma área de 15 mil m².

13:50 · 27.07.2018 / atualizado às 13:50 · 27.07.2018 por

Estão abertas até 1º de agosto as inscrições para a Rodada de Negócios da Feira Internacional de Fruticultura Tropical Irrigada (Expofruit), que acontecerá de 21 a 23 de agosto, na Estação das Artes, em Mossoró, no Rio Grande do Norte. A rodada terá abrangência regional, incluindo produtores cearenses, e será realizada no dia 22 de agosto, das 19h às 22h, no Espaço Sebrae.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio da ficha cadastral disponível no site da feira: www.expofruit.com.br. As inscrições devem ser enviadas para o e-mail:expofruit@rn.sebrae.com.br. Também será possível realizar a inscrição presencialmente antes da rodada. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (84) 3616 7975.

Na ocasião, serão realizadas reuniões de negócios, previamente agendadas, entre compradores e potenciais fornecedores. Também serão apresentados diversos produtos: frutas, doces, compotas, geleias, sucos, polpas, castanha de caju, hortaliças, entre outros.

Realizado a cada dois anos, a Expofruit apresenta uma mostra das frutas produzidas na região e reúne produtores e investidores de vários lugares do mundo, tais como França, Itália, Alemanha, Espanha, Holanda, República Tcheca, Bélgica, Noruega, EUA, Rússia e outros.

A programação contará com clínicas tecnológicas, visitas técnicasàa produção, reuniões de câmaras técnicas, seminários, painéis e rodadas de negócios. A Expofruit 2018 é uma promoção da Promoexpo e é realizada por meio de uma parceria entre o Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (COEX) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae/RN). Para este ano, a expectativa é de que sejam gerados cerca de R$ 40 milhões em negócios. Ao todo, serão mais de 300 estandes distribuídos em uma área de 15 mil m².

03:59 · 12.06.2018 / atualizado às 03:59 · 12.06.2018 por

Empresários da agropecuária do Ceará, principalmente dos setores de fruticultura, avicultura e lacticínios, estão muito preocupados com a decisão do Governo Federal, que interveio no mercado livre do frete rodoviário, o que tem gerado uma confusão geral e um aumento de preços que, em alguns casos, ultrapassa os 150%.

O CEO da Itaueira Agropecuária, Tom Prado, e o sócio e diretor da Agrícola Famosa, Luiz Roberto Barcelos – as duas maiores empresas brasileiras produtores de melão – disseram ao blog que, se for mantida a tabela do frete mínimo imposta pelo Governo, as empresas do agronegócio preferirão adquirir frota própria para o transporte de seus produtos.

Esta é uma tendência que prospera em todo o País.

Resumindo: o desastrado governo Temer conseguiu desarrumar o que sempre foi arrumado no transporte rodoviário: o frete, algo cujo preço é fixado pela lei da oferta e procura.

13:15 · 30.05.2018 / atualizado às 17:24 · 30.05.2018 por

Uma grande empresa multinacional, produtora de bananas na Chapada do Apodi, foi obrigada a destruir, nesta quarta-feira, 30, mais de 200 toneladas de banana da variedade “cavendish” (nanica) porque seus caminhões – que levavam a carga para o Porto do Pecém – foram impedidos de trafegar.

Empresários da fruticultura – com fazendas de produção naquela região do Leste cearense – disseram a este blog que não foram os caminheiros em greve que retiveram os caminhões. O bloqueio foi feito por militantes de partidos políticos de esquerda, todos residentes em Limoeiro do Norte.

As mesmas fontes disseram que as bananas foram destruídas porque estavam imprestáveis para o consumo.

Na terça-feira, 29, os mesmos militantes – usando caminhões e automóveis – haviam bloqueado todos os acessos rodoviários à Chapada do Apodi, onde está grande parte das empresas cearenses da agricultura irrigada que produzem frutas e alimentos para o rebanho bovino leiteiro.

“A situação na Chapada do Apodi é grave e, até agora, não mereceu qualquer atenção das autoridades do Governo Federal ou Estadual, nem da Polícia” – lamentou um fruticultor que também produz banana no lado cearense da Chapada.

11:14 · 29.05.2018 / atualizado às 11:19 · 29.05.2018 por

A greve dos caminhoneiros não é mais uma greve de caminhoneiros: virou um movimento político. A denúncia é de empresários da agropecuária do Ceará.

Donos de fazendas de produção de frutas e de alimentos para o rebanho bovino na Chapada do Apodi, os empresários informam que foram fechados todos os acessos rodoviários àquela região.

Um deles afirmou que “foi proibido até o tráfego de ônibus que transportam trabalhadores para as fazendas das empresas que produzem banana no Apodi, na geografia dos municípios de Limoeiro do Norte e de Quixeré.

Os fruticultores e agropecuaristas tentam contato com a Secretaria de Segurança Pública. Eles desconfiam de que por trás desse movimento estão interesses de movimentos sociais contrários à agricultura empresarial.

 

04:10 · 27.03.2018 / atualizado às 04:11 · 27.03.2018 por

Logo mais, às 17h30 desta terça-feira, 27, , o empresário Luiz Roberto Barcelos (foto), sócio e CEO da Agrícola Famosa, maior empresa brasileira produtora e exportadora de melão e melancia, com fazenda de produção no município de Icapuí, aqui no Ceará, fará palestra para os membros da Academia Cearense de Ciência.

Ele mostrará as tecnologias que sua empresa usa não só no Ceará, mas também no Piauí, no Rio Grande do Norte e em Pernambuco, onde produz e exporta frutas para a Europa, Estados Unidos, Rússia, Oriente Médio e, ainda neste ano, para a Ásia, incluindo a China.

Luiz Roberto Barcelos deverá ser, nas eleições deste ano, candidato ao Senado pelo vizinho Rio Grande do Norte.

Mas até agora ele ainda não definiu o partido pelo qual se candidatará.

04:48 · 06.02.2018 / atualizado às 04:52 · 06.02.2018 por

Berlim (Alemanha) – Convidado pelo décimo ano consecutivo pela organização do evento, este blog está na capital da Alemanha para a cobertura de mais uma Fuit Logistica, a maior feira de frutas, legumes e verduras do mundo.

A fruticultufra cearense está aqui bem representada.

Estão em Berlim Luiz Roberto Barcelos, sócio e diretor da Agrícola Famosa, que produz e exporta melão e melancia no Ceará, no Rio Grande do Norte e em Pernambuco – ele é também presidente da Associação Brasileira de Produtores Exportadores de Frutas (Abrafruta); e os irmãos José Luiz e Tom Prado, sócios e diretores da Itaueira Agropecuária, que é sediada em Fortaleza e tem fazendas de produção no Piauí e na Bahia.

Também está Silvio Carlos Vieira, diretor de Agronegócio da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece).

Ontem à noite chegaram três diretores da CIPP S/A, antiga Cearaportos – o de Operações, Waldir Sampaio; o de Logística, Alexandre Holanda; e o coordenador Comercial, Raul Viana.

A CIIP S/A tem um estande próprio na Fruit Logistica, o qual servirá de apoio para as empresas cearenses que participarão da feira e também de ponto de reunião dos seus diretores com agentes das companhias de navegação e potenciais clientes.

04:19 · 24.01.2018 / atualizado às 04:19 · 24.01.2018 por

Em apenas meio hectare, ou seja, em área de 5 mil metros quadrados do Perímetro Irrigado Tabuleiros de Russas, a Univale – que é a União dos Pequenos Produtores do Vale do Jaguaribe – está desenvolvendo há cinco anos uma pesquisa sobre o cultivo do caqui, uma fruta nobre, que custa caro nos supermercados.

Pois bem: foi colhida a primeira safra do caqui cearense.

E o resultado foi considerado para além das expectativas.

A cor e o sabor da fruta são excelentes.

Junto com um grupo de fruticultores, este blogueiro comeu um caqui produzido no Tabuleiros de Russas e popode afirmar que, realmente, a fruta produzida no Ceará é excelente, principalmente no sabor.

04:08 · 15.01.2018 / atualizado às 04:10 · 15.01.2018 por

Como este blog já anunciou, o Ministério da Agricultura lançará no próximo dia 27 de fevereiro o Plano Nacional para o Desenvolvimento da Fruticultura.

Este blog antecipa os 10 principais pontos desse plano, para cuja colaboração colaborou toda a cadeia produtiva da fruticultura, coordenada pela Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas (Abrafruta), presidida pelo empresário Luiz Roberto Barcelos, sócio e diretor da Agrícola Famosa, que tem sede em Fortaleza e fazendas deprodução no Ceará, Rio Grande do Norte, Piauó e Pernambuco.

Os 10 objetivos do plano são os seguintes: 1) aumentar em 50% nos próximos dois anos as exportações de frutas do Brasil; 2) criar governança corporativa para a cadeia produtiva da fruticultura; 3) P&D e Inovação; 4)marketing e comercialização; 5) defesa vegetal; 6)sistemas de produção; 7) crédito e sistemas de mitigação de riscos; 8) legislação; 9) infraestrutura e logística; 10) processamento e industrialização.

Até cinco anos atrás, o Governo desconhecia o setor da fruticultura. Agora, porém, graças aos esforços da iniciativa privada, que sozinha foi à luta para produzir mais e exportar mais, usando para isso a melhor tecnologia, o Ministério da Agricultura decidiu olhar para o setor. E o Plano Nacional para o Desenvolvimento para a Fruticltura é a primeira boa consequência desse olhar.

04:18 · 12.01.2018 / atualizado às 04:20 · 12.01.2018 por

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (foto), apresentará, no próximo dia 27 de fevereiro, ou seja, depois do carnaval, em Brasília, o primeiro Plano Nacional de Desenvolvimento para a Fruticultura.

O blog deve dizer que esta notícia é de suma importância, porque, até cinco anos atrás, o Ministério da Agricultura não dava a mínima atenção para a produção de frutas, legumes e verduras.

Hoje, o Brasil é um dos maiores produtores mundiais de laranja, maçã, manga, mamão, banana, melão, melancia e uva.

Por esta razão, moveu-se o Governo do presidente Michel Temer no sentido de criar um plano estratégico para a fruticultura.

Para o lançamento desse plano, fruticultores cearenses irão a Brasília no dia 27 de fevereiro.