Busca

Tag: Governo do Ceará


03:39 · 15.01.2018 / atualizado às 03:41 · 15.01.2018 por

Um bom exemplo vem de São Paulo, onde o Governo estadual isentou do ICMS os equipamentos e componentes utilizados na geração de energia solar fotovoltaica.

O Governo do Ceará, em cuja geografia está domiciliado o sol, poderá também ou isentar ou reduzir a alíquota do ICMS incidente sobre as placas fotovoltaicas.

08:24 · 07.01.2018 / atualizado às 08:28 · 07.01.2018 por

Uma fonte diretamente ligada ao setor de distribuição de combustíveis no Ceará revelou ao blog que “terminará na Justiça” o já demorado processo de licitação para a escolha da empresa ou do consórcio de empresas que executará o projeto de construção do parque de tancagem do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

A mesma fonte explicou que o modelo de gestão escolhido pelo Governo do Ceará está equivocado, pois ele deveria permitir que cada distribuidora projetasse e construísse seus próprios tanques, mantendo suas características e sua própria marca.

As propostas encaminhadas pelas empresas interessadas nessa licitação, cujo edital estabelece a criação de uma Sociedade de Propósito Específico, serão abertas no próximo dia 25.

O blog informa que pelo menos seis empresas, algumas estrangeiras, participarão da licitação.

A fonte dos distribuidores de combustíveis acha que esse modelo escolhido pelo Governo do Ceará foi sugerido pelo pessoal do Porto de Roterdã, que poderá tornar-se sócio do Complexo do Pecém, assumindo a sua logística.

 

04:22 · 02.01.2018 / atualizado às 04:23 · 02.01.2018 por

O Governo do Ceará, por meio de sua Secretaria de Infraestrutura, está fazendo um grande esforço no sentido de que seja concluída, até o fim deste 2018, a duplicação do IV Anel Viário (foto), uma rodovia importante para a economia do Ceará, principalmente da Região Metropolitana de Fortaleza, pois ela liga os portos do Pecém e do Mucuripe.

Essa meta é viável, mas para isso será necessário que se unam o consórcio executor da obra, o Dnit, que é o organismo que libera as verbas, e o Governo do Estado, para o qual a obra foi adjudicada.

As obras de duplicação prosseguem e se concentram na construção das alças dos viadutos na CE-065, que liga Fortaleza a Maranguape, e na CE-060, que liga Fortaleza a Redenção.

Mas não bastará só o entrosamento entre essas partes. É preciso que o Governo Federal, que enfrenta crise financeira, garanta a liberação dos recursos para a obra.

Temos, pois, que torcer para que esse entrosamento aconteça.

08:21 · 22.12.2017 / atualizado às 08:22 · 22.12.2017 por

O Estado do Ceará teve nenhum projeto incluído nos últimos dois leilões de energia, realizados na segunda e na quarta-feiras desta semana.

Por que?

Segundo o consultor em energia Jean Paul Prates, o Ceará “segue patinando em várias questões internas”.

Ele não disse quais, mas o próprio subsecretário de energia da Secretaria de Infraestrutura do Ceará confessou que o grande problema que o Estado enfrenta hoje é a falta de conexão dos seus novos parques eólicos e solares com as linhas de transmissão.

Este é um problema que afeta também a Bahia e o Rio Grande do Sul.

Linha de transmissão exige alto investimento e sua construção é demorada.

O Governo cearense vai fazer pressão junto ao Ministério de Minas e Energia para que se construam novas linhas de transmissão neste Estado.

Enquanto isso, curtamos a derrota.

04:42 · 19.12.2017 / atualizado às 04:44 · 19.12.2017 por

Será no próximo mês de março, ou seja, daqui a três meses, a celebração do contrato que vai tornar o Porto de Roterdã (foto), na Holanda, sócio da gestão do Porto do Pecém e do seu Complexo Industrial.

Quem transmitiu ao blog esta informação foi uma alta fonte do Governo do Ceará, com gabinete de trabalho no Palácio da Abolição.

Mas eu conversei também com outra fonte do governo, que, além de confirmar a notícia, adiantou que, na semana passada, uma equipe técnica de Roterdã esteve em Fortaleza e durante dois dias reuniu-se com os técnicos da CIPP S/A, empresa que substituiu a Cearaportos.

A mesma fonte também adiantou que, em janeiro, em local ainda não determinado, haverá nova reunião das equipes do Governo do Estado e do Porto de Roterdã que cuidam do detalhamento do contrato a ser assinado entre as duas partes.

Esse contrato é complexo, pois tem a ver com a Constituição do Brasil e da Holanda, com a Constituição do Estado do Ceará e com a Constituição dos municípios de Roterdã e de São Gonçalo do Amarante.

04:46 · 18.12.2017 / atualizado às 04:47 · 18.12.2017 por

Uma informação que tem um jeito de denúncia:

O presidente do Sindicato dos Produtores de Caju do Ceará (Sindicaju), agrônomo Paulo Tarso Meyer Ferreira, disse ao blog que o Governo do Estado liberou uma verba de R$ 4 milhões para um projeto de tratos culturais para o setor da cajucultura cearense.

Mas nenhum centavo desse dinheiro chegou aos pequenos produtores, aos quais ele se destinava.

Tratos culturais são ações de melhoria dos cajueiros, visando ao aumento de sua produtividade.

Este blog tem dito que a cajucultura do Ceará está internada na UTI da falta de investimentos, e por isto mesmo está condenada à morte lenta e gradual.

O Ceará já foi o maior produtor brasileiro de algodão.

E o Brasil foi o maior do mundo.

Hoje, o maior produtor mundial de algodão é o pequenino Vietnã.

09:53 · 12.12.2017 / atualizado às 09:54 · 12.12.2017 por

O Governo do Estado, com o apoio técnico e tecnológico da Embrapa, deu partida segunda-feira, 11, ao Programa de Modernização da Cultura do Algodão no Ceará.

E a primeira ação desse programa é o curso de qualificação de técnicos dos organismos estaduais que têm a ver com o setor da agricultura cearense.

Esses técnicos serão os multiplicadores que transmitirão, em seguida, os mesmos ensinamentos a outros técnicos e agricultores dos municípios de Quixeramobim, Quixadá e Senador Pompeu, escolhidos para a primeira etapa de execução do programa.

O programa prevê o cultivo de algodão em 2 mil hectares desses três municípios, a cujos produtores o Governo fornecerá sementes selecionadas.

O Ceará já foi o maior produtor de algodão do Nordeste, chegando a produzir 150 mil toneladas de pluma nos anos 60.

Hoje, a cotonicultura praticamente está fora da atividade agrícola cearense, razão pela qual está o governo cearense novamente empenhado em reativa-la.

04:24 · 11.12.2017 / atualizado às 04:24 · 11.12.2017 por

O Governo do Ceará prepara-se para dar de graça um terreno de 1 mil hectares à empresa chinesa que promete construir uma refinaria de petróleo na geografia do Pecém.

E dará, também, incentivos fiscais para o mesmo empreendimento.

A pergunta que se faz, agora, é por que o Estado fará tantas concessões, abrindo mão de receita tributária, se está escrito nas estrelas que, dentro de 20 anos, os combustíveis de origem fóssil estarão sendo substituídos por outros que, do ponto de vista ambiental, já são menos poluentes e serão cada vez mais baratos?

Um assessor do governador Camilo Santana disse ao blog que o interesse pela refinaria que os chineses prometem construir está focado em um ítem importante do ponto de vista social: a criação de milhares de novos empregos.

Bem, este é um dado interessante, porque as novas tecnologias estão substituindo o homem pelo robô.

De qualquer maneira, porém, está aberto novo debate sobre a refinaria do Pecém.

04:43 · 08.12.2017 / atualizado às 04:44 · 08.12.2017 por

O presidente da Companhia Siderúrgica do Pecém, engenheiro Eduardo Parente (foto), reuniu a imprensa para anunciar que a usina da CSP fechará este ano de 2017 operado a plena capacidade, ou seja, produzindo e exportando tudo o que pode produzir e exportar: 3 milhões de toneladas de placas de aço.

Parente explicou que isso só tem sido possível pela soma da alta tecnologia de produção empregada pela usina com a muito boa infraestrutura oferecida pelo Governo do Estado, por meio da ZIPP S/A, antiga Cearaportos, que tem a gestão do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, incluindo a ZPE.

Ainda de acordo com Eduardo Parente, no próximo ano, a meta da CSP será manter essa produção e a essa exportação.

A usina siderúrgica do Pecém é a mais moderna do mundo.

04:17 · 06.12.2017 / atualizado às 04:18 · 06.12.2017 por

Tem falado este blog sobre a praia de Jericoacoara, que virou, de um dia para o outro, centro de atenção das empresas aéreas brasileiras, que fazem para lá voos quase diários, procedentes de São Paulo e Recife.

Agora, o blog aborda o mesmo assunto porque um consultor em turismo advertiu que Jericoacoara, por enquanto, só tem, para agradar o turista, a pedra furada, sua bela praia e uma boa rede de hotéis.

E só.

O mesmo consultor sugere que o Governo do Ceará organize uma programação cultural para, principalmente à noite, divertir os turistas que visitam e lotam Jericoacoara.

Ele considera que shows musicais e de humor e festivais de gastronomia são programas que com certeza tornarão Jericoacara ainda mais atraente.