Busca

Tag: Turismo


13:45 · 25.07.2018 / atualizado às 13:46 · 25.07.2018 por

Leia abaixo o artigo de Luciano Barreto, country manager da Almundo no Brasil, plataforma de viagens multicanal com operações na Argentina, México, Colômbia e Brasil:

Mensurar o potencial turístico de uma região tão culturalmente diversa e ampla como a América Latina com certeza não é tarefa fácil. Do extremo Sul do Chile ao Norte do México, temos a maior densidade populacional do planeta e lugares absolutamente incríveis a serem apreciados e redescobertos, assim como grandes desafios para despertar o interesse dos visitantes.

De acordo com levantamento da Forward Keys, que prevê tendências ao analisar mais de 17 milhões de reservas diárias, o número de origens internacionais com destino à macrorregião no primeiro semestre de 2018 está em amplo crescimento, com alta de 9,3% em relação ao ano passado. Nesse quesito, a Argentina vem na liderança, com um aumento de 16,6% e destinos majoritariamente voltados aos países vizinhos.

Nessa mesma pesquisa, o Brasil aparece em segundo lugar, com um salto de 14,2%, mas com a diferença de viagens mais voltadas à Europa, Estados Unidos e Canadá. Contudo, nota-se o crescimento de brasileiros que viajam internamente, fruto da abertura de novas rotas aéreas, aumento do dólar e impulso do ecoturismo e do turismo regional, o que vem incorporando destinos internos até então desconhecidos. Em 2018, o ritmo de crescimento do turismo emissor latino-americano já acelera em relação a 2017, que encerrou com alta de 6,8%.

Aprendemos que os turistas querem ir a lugares onde se sintam bem-vindos e seguros, e os destinos em que o setor é mais aberto e sustentável saem na frente, já que transmitem real sensação de hospitalidade. Aliás, de acordo com estudo inédito da Organização Mundial do Turismo (OMT), turismo bem estruturado é gerador e indicador de paz.

Ao levar em conta esse contexto, a América Latina ganha destaque, ainda mais se observarmos que países como México, Colômbia, Peru, Chile e Argentina investiram e se reinventaram no setor, o que contrasta com as crises políticas e de segurança em outras partes do mundo.

O mercado local precisa estar preparado e oferecer um modelo de negócios diferenciado, focado em entender as particularidades dos viajantes e em desenvolver maneiras mais simples para pesquisas de viagens multicanal totalmente customizáveis pelos consumidores.

Desta forma, todos os players terão condição de atingir nichos importantes, como as viagens ligadas exclusivamente ao bem-estar, ao autoconhecimento e à natureza. A previsão é de que nos próximos cinco anos esse segmento cresça até 50% mais rápido do que o turismo em geral. A modalidade já é responsável por movimentar US$ 494 bilhões no mundo, de acordo com o Global Wellness Institute.

Há outra importante tendência em voga entre a nova geração de viajantes: o volunturismo. Pesquisas mostram que o número de pessoas que pretende incluir em suas férias alguma atividade de voluntariado é cada vez maior, e a faixa etária que impulsiona esse crescimento no mundo é exatamente as dos nascidos entre as décadas de 1980 e 1990. Segundo o Voluntourism Institute, até 2020 teremos 20 milhões de pessoas que viajam anualmente com esse propósito.

Os países da América Latina, com todas as suas carências socioeconômicas, são locais absolutamente propícios a esse tipo de iniciativa. Cabe às empresas do setor desenvolver programas mais segmentados para atender a todos os perfis de turistas e, por meio de inovação e tecnologia, oferecer serviços diferenciados e que agreguem valor para a experiência ser inesquecível.

03:55 · 21.05.2018 / atualizado às 03:55 · 21.05.2018 por

Nesta segunda-feira, 21, executivos de empresas hoteleiras do Ceará iniciam um esforço de divulgação das potencialidades e da infraestrutura turística do Estado em várias cidades do Nordeste e Norte do País.

Esse esforço inicia-se na cidade de Teresina, capital do Piauí, onde os cearenses passarão o dia em reunião com os agentes de viagem piauienses, informando-os sobre o que se passa no turismo do Ceará.

Amanhã, essa reunião será em São Luis (MA). No dia seguinte, em Belém,depois em Manaus e, finalmente, na sexta-feira, em Porto Velho, capital de Rondônia.

04:57 · 19.03.2018 / atualizado às 04:58 · 19.03.2018 por

Nesta segunda-feira, nas cidades de São Paulo, Bauru, Campinas, Ribeirão Preto e Franca, o capítulo cearense da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira, em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado, inicia um esforço de divulgação do Ceará junto aos operadores e às agências de turismo daquelas cidades paulistas, que são grandes emissores de turistas para o Nordeste.

Esse esforço será desenvolvido por toda esta semana, e inclui a qualificação dos agentes de turismo, fornecendo-lhes informações e também material de divulgação do Ceará e de suas atrações turísticas.

O esforço, que ganhou o nome de “Venha Descobrir o Ceará”, se prolongará até sexta-feira, dia 23.

O blog tem dito e o repete agora: o turista gosta de limpeza urbana e segurança pública.

04:55 · 01.03.2018 / atualizado às 04:55 · 01.03.2018 por

Começarão, no próximo dia 4 de maio, os voos da Air France-KLM ligando Fortaleza a Paris e Amsterdam, e vice-versa.

Para o  voo inaugural de lá para cá, a Air France convidou 100 operadores de turismo da França e da Holanda.

Eles conhecerão o que o Ceará tem de melhor para oferecer aos turistas europeus.

Da programação que esses operadores cumprirão aqui, consta um passeio à praia do Cumbuco e ao Beach Park.

Pois bem: para chegar até o Cumbuco, eles cruzarão a cidade de Fortaleza, passando pela Avenida Leste Oeste, que é um dos pontos de concentração de lixo no meio da rua.

Preocupado com isso, o trade turístico do Ceará está fazendo um apelo às Prefeituras de Fortaleza, Caucaia e Aquiraz no sentido de que façam uma limpeza – e mantenham limpa – as ruas e avenidas que integram o chamado corredor turístico.

Este blog já disse e o repeto agora: turista gosta de tudo limpo. E de segurança.

04:32 · 10.08.2017 / atualizado às 04:32 · 10.08.2017 por

Reparem que o Brasil, um dos maiores e mais belos países do mundo, ainda não é um destino turístico mundial.

E, pelo andar da carruagem, demorará muito tempo para sê-lo.

Anualmente, apenas seis milhões de turistas visitam o Brasil, sendo que mais da metade deles são argentinos e uruguaios, nossos vizinhos latino-americanos.

É muito pouco, se compararmos com os 65 milhões de turistas que anualmente visitam a França, os 60 milhões que visitam a Espanha, ou os 30 milhões que visitam o México, ou os 38 milhões que visitam a Tailândia, que fica do outro lado do mundo.

Quem hoje tem coragem de visitar, por exemplo, o Rio de Janeiro, onde a estatística de homicídios chega a ser maior do que a de guerras como a do Iraque e a da Síria?

O turista gosta do que é belo, mas, primeiro, ele adora um País belo e seguro.

O Brasil é belo, mas inseguro.

07:46 · 11.07.2017 / atualizado às 07:46 · 11.07.2017 por

O Sebrae Ceará lança nesta terça-feira. 11, em sua sede, o Projeto de Fortalecimento do Turismo da capital cearense e de municípios da Região Metropolitana de Fortaleza.

A iniciativa tem o objetivo de elevar a competitividade e a sustentabilidade dos pequenos negócios que atuam na cadeia de valor do turismo, contribuindo para o desenvolvimento econômico do território.

O projeto de turismo do Sebrae será baseado na modelagem de Destinos Turísticos Inteligentes, metodologia que nasceu na Espanha e está fundamentada em quatro pilares: Governança, Tecnologia, Experiência e Sustentabilidade.

Durante o evento de lançamento, a coordenadora nacional de turismo do Sebrae, Graziele Vilela, dará mais detalhes sobre o novo modelo de estruturação de destinos turísticos e suas implicações para as empresas que atuam no segmento.

Na oportunidade, Adriano Sousa, sócio da empresa Deway especializada no desenvolvimento de softwares e aplicativos, pronunciará palestra.

Ele falará sobre as possibilidades de inserção de startups no segmento de turismo e as contribuições que elas podem dar para o desenvolvimento das atividades relacionadas a essa cadeia produtiva.

14:43 · 11.04.2017 / atualizado às 14:45 · 11.04.2017 por

O secretário do Turismo, Arialdo Pinho, irá reunir-e no próximo dia 27 deste mês com a Copa Airlines para fechar dois voos semanais entre Fortaleza e a Cidade do Panamá.

A reunião definirá os detalhes dos voos, como data de início e os horários de chegada e partida. Por meio dos voos, turistas de 31 países e 74 cidades chegarão mais facilmente ao Ceará.

“A cidade do Panamá concentra um hub que permite que tenhamos acesso imediato a mais de 30 países das Américas do Norte, do Sul e Central, além do Caribe. Esses voos são importantíssimos para ampliar o número de visitantes estrangeiros ao Ceará como também para facilitar a ida do cearense a países como Estados Unidos, México e Canadá, por exemplo”, afirma o secretário Arialdo Pinho.

Conforme dados da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), cerca de 10% do total de turistas que vêm ao Ceará são estrangeiros. Os principais mercados são Itália, Portugal, França e Argentina. Hoje, Fortaleza tem oito voos internacionais: Lisboa (TAP), Buenos Aires (Gol), Miami (Tam), Frankfurt (Condor), Milão (Meridiana), Caiena (Azul), Praia (Tacv) e Bogotá (Avianca).

04:36 · 03.04.2017 / atualizado às 04:41 · 03.04.2017 por

O governador Camilo Santana, acompanhado dos secretários de Turismo, Arialdo Pinho, e da Infraestrutura, Lúcio Gomes, e do superintendente do Departamento Estadual de Rodovias, Sérgio Azevedo, visitou os serviços finais de preparação do Aeroporto de Jericoacoara para receber, no fim deste mês ou no começo de maio, os voos regulares da Azul e da Gol.

Os da Azul partirão de Recife; os da Gol, de São Paulo.

A presença de turistas em Jericoacoara vai dobrar.

É aqui que oblog coloca a sua colher de pau na panela de pressão de Jericoacoara, uma das mais famosas prais do mundo.

Os hotéis de Jeri estão sendo acusados pelos turistas de cobrar caríssimas diárias, mais caras do que as cobradas pelos hotéis de cinco estrelas de Fortaleza.

E os restaurantes e bares de Jeri também elevaram seus preços.

Ora, esse comportamento ganancioso do trade turístico de Jericoacoara pode matar a sua galinha dos ovos de ouro.

Turista não gosta de ser explorado. Quando isso acontece, ele usa as redes sociais para detonar produtos e serviços.

Os hotéis de Jericoacoara devem rever os preços de suas diárias, se quiserem que aquela praia continue sendo um dos mais procurados destinos turísticos do País.

05:22 · 01.03.2017 / atualizado às 05:24 · 01.03.2017 por

Dentro de mais 60 dias, entrará em operação oficial o Aeroporto Internacional de Jericoacoara, no litoral Oeste do Ceará.

Neste momento, o governo do Estado acelera as providências para a instalação dos equipamentos de controle de voo, que incluem o balizamento de toda a pista de pouso e decolagem, e ainda os de recebimento e despacho de bagagens.

Quando esse aeroporto estiver funcionando, o turismo em Jericoacoara dará um salto, pois as empresas aéreas Azul e Gol já pediram à Anac autorização para fazer voos diretos desde São Paulo e Recife para lá.

Jeri é uma das mais famosas praias do mundo.

A estrutura hoteleira de Jericoacoara é uma das melhores do Ceará, já possuindo, inclusive, hotéis de cinco estrelas, categoria luxo.

Por sua vez, o Aeroporto de Aracati, nolitoral Leste, também deverá operar ainda neste semestre, já tendo a TAM, em parceria com a CVC, anunciado um voo direto, partindo de São Paulo, levando turistas paulistas para a praia de Canoa Quebrada, que fica ao lado.

04:18 · 11.01.2017 / atualizado às 04:20 · 11.01.2017 por

AzulO turismo do Ceará dará um grande salto quando começarem a ser feitos, a partir de abril, os voos ligando o aeroporto internacional de Recife ao aeroporto internacional de Jericoacoara, no litoral Oeste do Ceará, uma das praias mais famosas do mundo.

Nesses voos a Azul Linhas Aéreas utilizará os seus aviões Embraer-195, com capacidade para 118 lugares.

Reparem: a Azul utilizará seu hub no aeroporto do Recife para ligar a capital pernambucana a Jericoacoara.

Será, assim, uma rota turística exclusiva para os aviões da Azul.

Assim, quem sair pela Azul de São Paulo ou de Manaus com destino a Jeri, terá de pousar, primeiro, em Recife. Na ida e na volta.

Enquanto isso, nós, cearenses, continuaremos a viajar de carro de Fortaleza até Jeri – uma viagem que dura até cinco horas.

Talvez a TAM ou a Gol crie um voo de Fortaleza para Jeri, que, pelo visto, será um novo destino bem disutado, principalmente nas altas estações.