Busca

Categoria: Atitude


14:22 · 19.12.2013 / atualizado às 15:07 · 19.12.2013 por
YouTube Preview Image

Uma atitude sustentável simples, que merece ser conhecida e até copiada. Neste fim de ano, o Grupo Aço Cearense optou por não enviar cartões impressos de Natal para clientes e parceiros e reverter o valor que seria destinado à confecção e distribuição dos cartões para instituições beneficiadas pelo Instituto WMA. A divulgação da campanha acontece por meio das redes sociais do Grupo e dos apoiadores da causa, além de e-mail marketing. Para assistir ao vídeo, acesse: http://www.youtube.com/embed/lImigMv9QxQ

16:26 · 26.06.2013 / atualizado às 16:29 · 26.06.2013 por

pencilcase

A Colgate atingiu a marca de 250 mil unidades coletadas em parceria com a TerraCycle. Desde maio de 2012, a iniciativa sustentável da Brigada de Saúde Bucal Colgate coleta materiais como tubos de cremes dentais, escovas de dentes e suas respectivas embalagens em qualquer lugar do Brasil a fim de transformá-los em novos produtos.

Na iniciativa, os consumidores são os próprios responsáveis pela separação e envio dos materiais por meio dos times de coleta. Atualmente já existem mais de 660 times em todo o Brasil, entre escolas, organizações não-governamentais (ONGs) e condomínios, em busca de materiais de higiene bucal para reciclagem.

Para participar basta se cadastrar no site da TerraCycle (www.terracycle.com.br). Qualquer pessoa ou grupo pode realizar sua própria coleta e, a cada item arrecadado, R$ 0,02 são doados para ONGs ou escolas a serem escolhidas pelo próprio time de coleta.

Três passos simples para realizar a sua coleta responsável:

Passo 1: Separe em casa os seus resíduos de saúde bucal e coloque-os em um saco plástico selado reutilizável. Peça aos seus amigos e familiares para coletarem também e adicione os resíduos nas suas remessas.

Passo 2: Coloque os resíduos de higiene bucal em uma caixa usada e lacre-a corretamente quando atingir pelo menos 50 unidades ou 850 gramas.

Passo 3: Imprima a etiqueta pré-paga na sua conta online no site da TerraCycle e cole-a na caixa que será enviada. Você pode deixar a sua remessa gratuitamente em qualquer agência própria dos Correios. As remessas tem o prazo de três a quatro semanas para serem creditadas na sua conta. Pronto! Assim você ajuda o meio ambiente e contribui com projetos sociais de uma só vez.

bolsa

TerraCycle

A TerraCycle (www.terracycle.com.br) representa uma nova geração de empresas, com ênfase nos aspectos sociais e ambientais. Em 2001, o calouro universitário Tom Szaky fundou a TerraCycle na esperança de construir um jeito novo e mais responsável de fazer negócios nos EUA. A partir daí, a TerraCycle revolucionou a indústria ao fazer produtos eco-amigáveis e acessíveis a partir de resíduos coletados pelos próprios consumidores.

A TerraCycle iniciou sua expansão global, em 2009, abrindo sua primeira filial na América Latina com a TerraCycle do Brasil. Posteriormente estabeleceu operações no México, Canadá, Inglaterra, França, Alemanha, Argentina, Israel, Turquia, Espanha, Holanda, Irlanda, Suécia e Bélgica e hoje já está em mais de 20 países. É possível juntar-se à eco-revolução TerraCycle cadastrando-se em seus programas de coleta. Para saber mais sobre como participar de uma Brigada da TerraCycle, é só acessar www.terracycle.com.br

canetas

Colgate-Palmolive

A Colgate-Palmolive é uma companhia global presente em mais de 179 países e 32 territórios de todo o mundo. Está presente no Brasil desde 1927, onde foca seus negócios nas áreas de higiene oral e pessoal, limpeza do lar e nutrição animal, por meio de produtos como cremes e escovas dentais, sabonetes em barra e líquidos, xampus e condicionadores, produtos de limpeza e pet food.

22:44 · 05.05.2012 / atualizado às 22:44 · 05.05.2012 por

Os brasileiros estão mais preocupados com o meio ambiente, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo os pesquisadores, que ouviram mais de dois mil entrevistados com 16 anos ou mais, o índice de pessoas preocupadas com o assunto passou de 80%, em 2010, para 94%, em 2011.

Para mais da metade dos entrevistados, o problema mais grave é o desmatamento, seguido pela poluição das águas e pelas mudanças climáticas. O levantamento destaca, ainda, que 53% das pessoas ouvidas defendem que o desmatamento da Amazônia seja a prioridade do Brasil entre as questões relativas ao meio ambiente.

O documento mostra também que não há consenso da população sobre o maior responsável pela poluição ambiental. Quando questionados sobre a responsabilidade pelo aquecimento global, 38% dos entrevistados elegeram a indústria; mais de 20% apontaram o cidadão como o grande vilão ambiental; e, para 18% dos entrevistados, os governos tiveram a maior parcela de responsabilidade.

Ainda de acordo com a pesquisa, a população não percebe grandes alterações, nos últimos anos, nas ações das empresas, do governo e da população em geral em prol da preservação ambiental. Apesar disso, 71% dos entrevistados disseram evitar o desperdício de água e quase 60% garantem economizar energia.

A maioria dos brasileiros também disse estar disposta a pagar mais caro por produtos ambientalmente corretos, mas apenas 18% efetivamente modificam seu consumo em prol do meio ambiente.

Fonte: Carolina Gonçalves/ Agência Brasil

08:55 · 22.02.2012 / atualizado às 18:44 · 22.02.2012 por
Lixo acumulado em uma praia de Paracuru, litoral oeste do Ceará, durante o Carnaval de 2012 Foto: Rodrigo Carvalho

 

Por Maristela Crispim

Hoje é Quarta-Feira de Cinzas e, depois de quatro dias de descontração, para católicos ou não, é um dia para se refletir sobre os nossos atos.

Como no Brasil o ano começa “pra valer” só após o Carnaval, aproveito para propor um desafio de ano novo a todo mundo: que tal refletirmos mais sobre o que consumimos e descartamos.

O montinho de lixo retratado acima pelas lentes do fotógrafo Rodrigo Carvalho, em uma praia de Paracuru, durante o Carnaval que passou, é apenas uma pontinha da encrenca.

A nossa produção diária de lixo, enquanto sete bilhões de habitantes deste Planeta, é gigantesca. Mas a maior parte dela está nos países / cidades / lares que vivem essa fase de consumo crescente.

É claro que é impossível voltarmos a um passado onde o nosso lixo era orgânico, a população era bem menor e o Planeta dava conta de reinseri-lo no ciclo da vida sem prejuízos. Mas, se cada um tiver consciência do que consome e descarta, pode dar uma senhora contribuição para amenizar o problema.

Fica a ideia e Feliz Ano Novo, para todo mundo!

09:24 · 05.01.2012 / atualizado às 09:26 · 05.01.2012 por

O comentário da internauta Iara Sílvia, que li hoje, é o tipo de posicionamento que reacende o ânimo diante de tantos desafios para garantir a vida humana neste Planeta por muitos anos.

Quando temos a oportunidade e a disponibilidade de apreciar imagens como as que seguem no vídeo abaixo, também reavivamos as forças para continuar remando contra a maré que insiste no caminho contrário.

É difícil, concordo, mas não é impossível rever hábitos, tendências. O desafio é estar disposto a seguir em frente. Volto a insistir: o estudo das eras geológicas da nossa Terra nos mostra que o Planeta sobrevive, mas as espécies mais sensíveis, não.

Apreciemos, então, o nosso Planeta e que, neste 2012, façamos alguma coisa, nem que seja um pequeno gesto, como deixar de usar sacolas plásticas nas compras ou separar o lixo. Qualquer atitude ajuda para quem não está fazendo nada…

YouTube Preview Image