Busca

Categoria: Gastronomia Verde


22:15 · 20.11.2013 / atualizado às 22:17 · 20.11.2013 por

copos def

A Secretaria de Ação Social do Município de Redenção, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), por meio do Programa Gastronomia Mais Verde, e a Orgânica Brasil realizam a primeira Oficina de Resgate de Ofícios Artesanais Sustentáveis, Ofício Verde – Bambu de 12 de novembro a 17 de dezembro de 2013, no Centro de Referência da Mulher de Redenção, de 13 às 17 horas.

O Programa visa à geração de renda com o fomento da Economia Criativa, possibilitando à inclusão social de mulheres rurais integrantes do Programa Bolsa Família.

A escolha do bambu deveu-se à sua forte presença no Maciço de Baturité acompanhado do mestre de ofícios, Eudes Bastos, que fundamenta os princípios da sustentabilidade, preservação da Cultura Imaterial, formação de artesãos, culminando com a geração de renda e a qualificação profissional da mulher rural.

O Programa Resgate de Ofícios Artesanais valoriza o artesanato tradicional, fomentando processos de criação, produção e distribuição de produtos e serviços que usam o conhecimento, a imaginação, o caráter inovador e o capital intelectual como principais recursos produtivos.

Bambu

Uma planta incomum pelo seu rápido crescimento, passa do estágio de broto, comestível e apreciado na composição de pratos cobiçados pelos clientes mais exigentes em alimentação de qualidade, para uma altura de 30 metros em poucos meses.

Colher o bambu é uma arte que também será ensinada no Ofício Verde. É preciso saber retirar os ramos de bambu sem afetar sua estrutura, garantindo a permanência da área plantada que vai proteger o solo contra erosão.

Ao ser utilizado junto com outras madeiras nas áreas de construção, mobiliário, objetos de design e utensílios diversos pode contribuir para evitar o corte cada vez mais acentuado das árvores e florestas tropicais.

Eudes Bastos, mestre neste ofício, trabalha o bambu em seu ateliê em Guaramiranga dominando as técnicas de plantio, corte, manejo e fabricação de elementos arquitetônicos, luminárias e para o Gastronomia Mais Verde vai desenvolver com as novas artesãs uma linha de utensílios para serem usados nos serviços dos restaurantes como copos, talheres, bandejas.

Gastronomia Verde

A coleção de utensílios artesanais sustentáveis para o serviço nos restaurantes como copos e talheres em bambu que será desenvolvida pelas artesãs vem atender à Gastronomia Mais Verde, realização Sebrae que reúne dez restaurantes de Fortaleza.

Trata-se de num processo de aplicabilidade de uma gestão mais sustentável com reúso de água, economia de energia, cardápios com aquisição de alimentos orgânicos direto do agricultor, gestão de resíduos, reaproveitamento alimentar, promovendo o incremento da Agricultura Familiar, fortalecimento de cadeia produtiva, impacto ambiental positivo, saúde, fomento de mercado.

Fonte: Sebrae