Busca

Categoria: Pacto Global


14:17 · 03.03.2012 / atualizado às 14:17 · 03.03.2012 por

A cada dia novas instituições assumem compromissos socioambientais, afazendo crescer a esperança de dias melhores para todos os habitantes do nosso gigante planeta azul. Neste sentido, o Banco do Nordeste (BNB) acaba de formalizar adesão ao Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Pacto Global tem como objetivo mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, proteção ambiental e combate à corrupção.

A proposta de adesão, sugerida pelo Ambiente de Responsabilidade Socioambiental (RSA), foi aprovada pela Diretoria do Banco. O Presidente Jurandir Santiago assinou carta que foi enviada ao secretário-geral das Nações Unidas. A carta estabelece um canal de comunicação e a participação sistemática do Banco em eventos e pesquisas relacionados ao Pacto.

Segundo as informações do BNB, no Brasil, 376 instituições já aderiram ao Pacto Global, dentre as quais, as instituições financeiras Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Real, Bradesco, Banco Santander, Banco Itaú e Unibanco.

“O Banco do Nordeste, por meio de ações como essa, reforça seu comprometimento com a adoção de práticas sustentáveis no cotidiano de suas atividades. A adesão ao pacto significa mais uma ação de cidadania empresarial que se coaduna com a missão do Banco, demonstrando seu empenho em promover o desenvolvimento sustentável”, declarou o gerente do Ambiente de RSA, Danilo Lopes.

O Pacto contém dez princípios derivados da Declaração Universal dos Direitos Humanos; da Declaração da Organização do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho; da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento; e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção. As instituições aderentes se propõem a usar os seus princípios nas estratégias de negócios, nos processos de decisão e no cotidiano de suas operações.

Conheça os princípios:

Direitos Humanos

  • Apoio e respeito à proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente
  • Não participação em violações desses direitos

Trabalho

  • Apoio à liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva
  • Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório
  • Abolição efetiva do trabalho infantil
  • Eliminação da discriminação no emprego

Meio Ambiente

  • Apoio a uma abordagem preventiva aos desafios ambientais
  • Desenvolvimento de iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental
  • Incentivo ao desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis

Contra a Corrupção

  • Combate à corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina

Com informações do BNB