Gestão Ambiental

Busca


Logística reversa no campo

Publicado em 26/08/2014 - 16:05 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

Cidades cearenses destinam mais de 5 toneldas de embalagens vazias de defensivos agrícolas por meio de recebimento itinerante. Cerca de 200 agricultores da região participaram da ação

 

A primeira fase do recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Ceará, que aconteceu durante o mês de agosto, atendeu 230 produtores rurais dos municípios de Guaraciaba do Norte, São Benedito, Ibiapina, Tianguá e Viçosa do Ceará. Até outubro deste ano, serão realizados 24 recebimentos. A ação consiste no recebimento temporário de embalagens vazias em locais próximos às propriedades rurais como forma de promover a devolução destes resíduos pós-consumo ao Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos).

 

O recebimento viabilizou a devolução de cinco toneladas de embalagens. Todo material foi levado para a central de recebimento de Teresina (PI), gerenciada pela Associação do Comércio Agropecuário do Piauí (Acapi), e posteriormente será encaminhado para a destinação final, reciclagem ou incineração, pelo inpEV – instituto que representa a indústria fabricante de defensivos agrícolas para a destinação das embalagens vazias de seus produtos.

 

A ação, que tem a parceria do inpEV, é uma realização da Associação do Comércio Agropecuário da Ibiapaba (Acai) e da Associação do Comércio Agropecuário do Semiárido (Acasa). Tem o apoio da Adagri e Prefeituras Municipais. Realização: Associações de revendedores – ACAI – Associação do Comércio Agropecuário da Ibiapaba e ACASA – Associação do Comércio Agropecuário do Semiárido. Para mais informações, o agricultor pode ligar no ou enviar um e-mail para 

 

inpEV

O inpEV – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, é uma entidade sem fins lucrativos criada pela indústria fabricante de agrotóxicos para realizar a gestão pós-consumo das embalagens vazias de seus produtos de acordo com a Lei Federal nº 9.974/2000 e o Decreto Federal nº 4.074/2002. A legislação atribui a cada elo da cadeia (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) responsabilidades compartilhadas que possibilitam o funcionamento do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos). O instituto foi fundado em 14 de dezembro de 2001 e entrou em funcionamento em março de 2002. Atualmente, possui mais de 90 empresas e nove entidades em seu quadro associativo.

Tags:

Insa promove seminário internacional sobre Educação do Campo e Agroecologia

Publicado em 26/08/2014 - 11:25 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

  A abertura do evento ocorreu na manhã desta terça-feira (26/08), no auditório do Insa, em Campina Grande (PB).

Nos dias 26 e 27 de agosto acontece na sede do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI), em Campina Grande (PB), o Seminário Internacional sobre Educação do Campo e Agroecologia.

O objetivo do evento é promover reflexões e intercâmbios entre as experiências da área, bem como construir iniciativas e ações conjuntas para contribuir nas diretrizes político-pedagógico para os cursos formais em Agroecologia, a partir da ótica das organizações e movimentos sociais do campo.

O evento é uma realização do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA PB), a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Associação Brasileira de Agroecologia e a Articulação Nacional de Agroecologia.

O evento será estruturado em três painéis de discussão: 1) Que Educação do Campo e em Agroecologia temos e queremos? 2) As Experiências brasileiras de Ensino em Agroecologia, e 3) Experiências Latino-americanas em agroecologia.

Confira a programação completa:

http://www.insa.gov.br/~webdir/Assessoria/agroecologia.pdf

 

Tags:

Evento debate educação ambiental como ferramenta para o gerenciamento de resíduos sólidos

Publicado em 26/08/2014 - 8:00 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

 

Fundação Espaço ECO® participa de encontro e mostra como a conscientização traz benefícios para projetos de coleta seletiva

Entre os dias 28 e 29 de agosto, acontece em São Paulo, o 7º Encontro Técnico de Alto Nível: Compostagem. Promovido pela Associação Brasileira de Polímeros Biodegradáveis e Compostáveis (ABICOM), o evento tem como objetivo debater com representantes da cadeia de compostagem como esta prática pode ser uma opção no tratamento de resíduos orgânicos urbanos, visando a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Na ocasião, Taísa Caires, coordenadora de Educação Socioambiental da Fundação Espaço ECO®, apresentará um exemplo prático de como a educação ambiental promoveu a conscientização de moradores envolvidos em um projeto de gerenciamento de resíduos sólidos realizado em Mogi Mirim (SP). Trata-se do Projeto de Compostagem da BASF, que consiste na coleta seletiva de resíduos sólidos orgânicos domésticos em sacos produzidos com o ecovio® da BASF e destinados para a compostagem.

“A conscientização foi fundamental para o sucesso do projeto. Realizar a coleta seletiva domiciliar e a compostagem envolve uma série de aspectos, não só técnicos, mas de sensibilização para o tema”, afirma Taísa Caires.

Para conscientizar os moradores no projeto, a BASF, a FEE® e a consultoria Inambi – responsável pelo monitoramento e elaboração do relatório final do projeto – desenvolveram um programa de treinamento sobre todo o processo de coleta seletiva de resíduos orgânicos para compostagem. Pioneiro na América do Sul o projeto coletou 30 toneladas de resíduos orgânicos domésticos, gerando 24 toneladas de adubo orgânico rico em nutrientes. Participaram do projeto moradores de 700 residências da região norte de Mogi Mirim.

“Cada vez mais, percebemos que a compostagem ganha evidência e importância no país. Acredito que esse encontro técnico vem ao encontro das discussões para abordar o tema de forma ampla, incluindo a contribuição dos polímeros compostáveis, como o ecovio® da BASF”, destaca Karina Daruich, gerente de Polímeros Biodegradáveis da BASF para América do Sul.

7º ENCONTRO TÉCNICO DE ALTO NÍVEL: COMPOSTAGEM

Quando: 28 e 29 de agosto de 2014, das 8h30 às 17h30

Onde: Auditório Augusto Ruschi – CETESB / Av. Prof. Frederico Hermann Junior, 345 – São Paulo/SP

Tags:

Associação Peter Pan convoca público cearense para a campanha McDia Feliz

Publicado em 25/08/2014 - 15:49 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

 Neste sábado, a população cearense está sendo convidada a prestar solidariedade às crianças portadora de câncer

Fazer o bem faz bem. Com esse lema, a campanha McDia Feliz tem ajudado a Associação Peter Pan nos últimos 16 anos a manter os projetos sociais e os sorrisos das crianças. Em Fortaleza, a campanha deste ano tem a dupla Ítalo e Renno como padrinhos. Os tickets do sanduíche BigMac  já estão à venda na Associação e com os voluntários. A ação é coordenada pelo Instituto Ronald McDonald e visa ajudar na obra de expansão do Hospital Peter Pan (HPP) – Centro Pediátrico do Câncer (CPC). O McDia Feliz acontecerá no próximo sábado, dia 30, em todas as lojas do McDonalds no Estado e todo o valor arrecadado com a venda do BigMac, exceto os impostos federais, será doado para a Associação Peter Pan. Produtos com a marca McDia Feliz também fazem parte da campanha.

 

O evento garante o dia de maior movimento em mais de 600 restaurantes McDonald’s no Brasil, contando com uma mobilização de mais de 30 mil voluntários em todo o país. Ao longo de 25 anos de realização da campanha, os recursos obtidos com o McDia Feliz contribuíram para o expressivo crescimento do índice de cura da doença no Brasil: de 15%, no final da década de 80, podendo chegar a 85% atualmente, quando o caso é diagnosticado nos estágios iniciais. Os padrinhos abraçaram a causa e contam com o apoio do cearense para quebrar o recorde de arrecadação neste ano. “Um projeto de encher os olhos e o coração. Há algum tempo já acompanhamos o trabalho incansável destes anjos do bem, que transformam a vida de tantas famílias e perdem seus sonos trabalhando pesado pra aliviar o sofrimento das crianças. Este ano, foi mágico receber o convite desta instituição pra apadrinharmos a campanha Mc Lanche Feliz. Saber que tantos sonhos de uma vida saudável dependem de um simples gesto de amor, nos comoveu profundamente e nos impulsionou ainda mais a trabalhar juntos com todos nesta causa nobre. Ao visitarmos o hospital, no dia do lançamento da campanha, mais surpresas: um hospital dos mais desenvolvidos, que por vezes, de tão aconchegante, nem parece um hospital. O sorriso nos rostos das crianças, que trocam suas enfermidades pelo amor que recebem das mãos e dos gestos de cada voluntário da Peter Pan. Queremos, assim como todos os cearenses, fazer parte mais ainda desse processo, com a nossa música, o nosso dom. Que Deus dê vida longa a essa HISTÓRIA, que na vida real parece filme, e que os finais sejam sempre felizes, diz Renno.

Entre 2010 e 2013, as campanhas do McDia Feliz arrecadaram para a Associação Peter Pan mais de R$ 1 milhão de reais, sendo todo o valor revertido para a expansão do HPP. Com a ampliação do hospital, serão criados mais 24 novos leitos de internação, 6 novos consultórios, um novo leito de Unidade de Tratamento Intensivo Especializada (UTI), 2 novas enfermarias para Cuidados Paliativos e um Centro Cirúrgico, este destinado à cirurgia de grande porte. Para a presidente da APP, Olga Freire, a campanha é um dos momentos de maior importância para a Associação. “Com o passar do tempo, a campanha tem crescido, cada vez mais pessoas querem ajudar e nós facilitamos o acesso com a venda de tickets antecipados e entregas nas filas dos drive thrus, por exemplo. É um belo exemplo de cidadania ver o envolvimento de todos em fazer o bem ao próximo”, relata Olga.

 

Ticket antecipado

A APP já disponibiliza a venda antecipada dos tickets, que deverão ser trocados pelo sanduíche Big Mac no dia 30 de agosto nos restaurantes da rede McDonald’s de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral. Interessados poderão contatar diretamente a APP (Rua Alberto Montezuma, 350, Vila União) pelo telefone (85) 4008.4109.

 

 

Sobre a campanha

O McDia Feliz acontece no último sábado de agosto de cada ano e beneficia 73 projetos de 57 instituições nacionais que lutam pela cura do câncer infanto-juvenil. A APP ganha com a venda de tíckets antecipados e de produtos promocionais com a marca McDia Feliz nas lojas McDonald. Entre 2010 e 2013, as campanhas do McDia Feliz arrecadaram para a APP mais de R$ 1 milhão de reais, sendo todo o valor revertido para a expansão do HPP.

 

 

Sobre a Associação Peter Pan

Entidade sem fins lucrativos, sem caráter religioso ou partidário, a APP assiste hoje quase 2.200 crianças e adolescentes com câncer, bem como suas famílias. Há 18 anos na luta contra o câncer infantojuvenil no Estado, a ONG administra, em parceira com o Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), o Hospital Peter Pan (HPP) – Centro Pediátrico do Câncer (CPC), referência no tratamento oncológico no Ceará.

 

 

 

Tags:

Pacto Global da ONU realiza consulta pública

Publicado em 24/08/2014 - 8:00 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

A Rede Brasileira do Pacto Global das Nações Unidas realiza em São Paulo, no dia 27 de agosto, a consulta pública Diálogo inclusivo – Agenda de Desenvolvimento Pós-2015 das Nações Unidas e o Setor Privado.

O encontro com empresários brasileiros é organizado em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) e a Internacional Finance Corporation (IFC), do Grupo Banco Mundial.

Por meio de painéis de especialistas e grupos de trabalho, representantes de empresas de diversos portes poderão opinar sobre quatro mecanismos para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): políticas públicas para a sustentabilidade corporativa; promoção de parcerias; práticas financeiras sustentáveis; e posicionamento das pequenas e médias empresas.

O relatório da consulta em São Paulo será enviado ao escritório do Pacto Global da ONU em Nova York, que lidera, com a ONUDI, o processo internacional de diálogo com o setor privado sobre a Agenda de Desenvolvimento Pós-2015. O documento oficial com as informações de outros países e redes do Pacto Global será encaminhado ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Participam da abertura Jorge Chediek, coordenador-residente da ONU e representante-residente do PNUD no Brasil; Jorge Soto, diretor de desenvolvimento sustentável da Braskem e presidente da Rede Brasileira do Pacto Global; Gustavo Aishemberg, representante da ONUDI no Brasil; e Hector Gomez Ang, gerente-geral da Internacional Finance Corporation no Brasil.

A consulta pública é realizada com o apoio do Instituto Ethos, do CEBDS, da Ideia Sustentável e da Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP). Saiba todos os detalhes em http://bit.ly/1pUzg1l

Sobre o Pacto Global

Lançado em 2000, o Pacto Global das Nações Unidas é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa voluntária do mundo. Reúne 8 mil signatários corporativos em 161 países com o objetivo de alinhar as operações de negócios aos dez princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. O Brasil é a 5ª maior rede local, com 630 signatários – entre empresas e outras organizações. Desde 2011, o PNUD Brasil exerce a função de Secretariado Executivo, responsável pela coordenação e promoção do Pacto Global no País.

Tags:

Criada Bolsa de Valores Ambientais

Publicado em 23/08/2014 - 9:53 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle
 
 
Iniciativa permite verificar flutuação dos preços dos materiais recicláveis negociados no país, dando transparência para compradores (indústria) e vendedores (cooperativa de catadores)
 
Começou a funcionar nesta sexta-feira (22/08) o Índice BVRio de Materiais Recicláveis. O Índices indica o preço médio de venda de mais de 15 materiais diferentes (nas categorias de papel, plástico, vidro e metal) nas diversas regiões do país, dando transparência mercado de materiais recicláveis.
Em 2013 a BVRio desenvolveu o mercado de Créditos de Logística Reversa (CLRs). Este mecanismo representa a atividade de coleta e triagem realizada pelas Cooperativas de Catadores. Os créditos são emitidos e vendidos pelos atores que efetivamente coletam resíduos, e comprados pelos atores que necessitam fazer a logística reversa para cumprir com suas obrigações estabelecidas na Política Nacional de Resíduos Sólidos. O processo de criação dos créditos envolve o registro de toda a atividade de coleta, triagem e venda do material em um Sistema de Gestão eletrônico (http://www.bvtrade.org).  Os CLRs são emitidos por tipo de material triado e vendido, com nota fiscal. 
 
Através das informações coletadas no Mercado de CLRs foi possível desenvolver índices de preços médios de venda de materiais recicláveis no Brasil. Todos podem acessar os índices na plataforma de negociação BVTrade, e verificar, por exemplo, o preço médio de venda do kilo de latinhas de alumínio na região sudeste.
 
As informações estatísticas contidas no índice não expõem as cooperativas, sendo apresentado apenas o preço médio do material reciclável, e sua variação ao longo do tempo. Desta forma fica mais fácil que cooperativas de materiais recicláveis, e empresas que precisam comprar estes materiais, entendam os preços praticados em sua região.
 
Para Maurício Moura Costa, presidente da BVTrade, os índices são mais um benefício resultante do sistema de Créditos de Logística Reversa. “Além de fomentar a logística reversa e aumentar a renda das cooperativas de catadores, o sistema de Créditos gera uma informação extremamente rica sobre o mercado de materiais recicláveis. Esperamos com essa iniciativa agregar transparência e eficiência a esse mercado, em benefício das cooperativas de catadores e outros agentes envolvidos.”, menciona Maurício.
 
Para ver os índices do mercado de materiais recicláveis, acesse: http://www.bvtrade.org 
 
 
Sobre a BVRio:
A Bolsa de Valores Ambientais BVRio é uma instituição formada para promover o uso de mecanismos de mercado e facilitar o cumprimento de leis ambientais brasileiras. Através da sua plataforma BVTrade, a BVRio apoia o desenvolvimento de mercados ambientais em todo o Brasil. A BVRio foi vencedora do Katerva Awards 2013, categoria Economia. www.bvrio.org  e www.bvtrade.org

Canal BVRio no no Youtube:  www.youtube.com/canalbvrio

 

Tags:

Eusébio inaugura microgerador eólico

Publicado em 21/08/2014 - 8:05 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

A Prefeitura de Eusébio, através da Autarquia Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano (AMMA) inaugura, nesta quinta-feira (21/08), o Microgerador Eólico, o primeiro implantado em um órgão público no Ceará, que aproveita a força dos ventos para a geração de energia elétrica. O equipamento tem capacidade para gerar 5.500 kWh de energia e vai suprir todo o consumo do órgão municipal. Com esse sistema, a AMMA-Eusébio será o primeiro órgão público do Estado do Ceará a gerar sua própria energia.

Segundo o presidente da AMMA, Celso Rodrigues, o que o excedente que for produzido será usado como crédito junto a Coelce para o abatimento da conta de energia ou poderá ser cedido para outro beneficiário. “Esse projeto condiz com a nossa missão, pois além de órgão fiscalizador e de controle, temos uma forte atuação na preservação do meio ambiente. Com esse projeto, que gera energia renovável e não poluente, teremos também uma redução significativa da emissão de CO² na atmosfera.

O Microgerador da AMMa funcionará como um projeto piloto, a partir do desempenho do material e a economia alcançada o projeto poderá ser estendido para os demais órgãos da Prefeitura de Eusébio.

 

Serviço:

Inauguração do Microgerador de Energia Eólica

Data: 21/08/2014 (quinta-feira)

Horário: 08h30min

Local: Avenida Cícero Sá, 130, Centro – Eusébio (Prédio em frente a Câmara Municipal de Eusébio)

Tags:

Curso de adequação ambiental na cafeicultura

Publicado em 21/08/2014 - 7:58 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle
 

Com início previsto para 15 de setembro, atividade orienta produtores sobre plano de restauração

A Università del Caffè Brazil (UDC) abriu inscrições para mais um curso à distância em 2014. “Adequação ambiental na cafeicultura” terá 10 horas de duração, divididas em 6 aulas, a partir de 15 de setembro. O objetivo do curso é apresentar aos alunos os conceitos de ecologia florestal, de biodiversidade e serviços ambientais, o que mudou com o Novo Código Florestal, as técnicas de recuperação florestal, bem como o passo a passo para o diagnóstico e plano para a adequação ambiental.

Ele se destina a cafeicultores, gestores de fazendas, engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas da área cafeeira. Os inscritos terão dois meses para assistir e completar os exercícios das seguintes aulas:

- Biodiversidade;

- Serviços ambientais;

- Legislação ambiental: O Novo Código Florestal;

- Conceitos ecológicos sobre florestas;

- Técnicas de recuperação florestal;

- Passo a passo para adequação ambiental.

O curso será ministrado pela professora Lina Maria Inglez de Sousa e não há número limite de vagas oferecidas. Há descontos, na taxa de inscrição, para cafeicultores fornecedores da illycaffè e grupos acima de 10 pessoas. O valor integral é R$ 200. Para inscrições e mais informações, acesse http://universidadedocafe.com/. Outros contatos: dilmass@fia.com.br e 11 3818-4005.

Os demais cursos previstos para este ano são:

>  Tratamento de águas residuárias (10 horas), início em outubro;

>  Manejo integrado de pragas (10 horas), início em novembro.  

A UDC resulta de uma parceria da illycaffè com o Centro de Conhecimentos em Agronegócios (Pensa), programa de pesquisa da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP) e da Fundação Instituto de Administração.

comercializados em 140 países e estão disponíveis em mais de 100 mil dos melhores restaurantes e cafeterias. Com o objetivo de difundir a cultura do café, a illycaffè fundou a Università del caffè, um centro de treinamento de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, equipe de lojas de café e amantes da bebida. A illycaffè emprega cerca de 1.050 pessoas em todo o mundo e tem um faturamento consolidado de € 374 milhões (resultados de 2013).

 

  

Tags: ,

Diário do Nordeste na final do Fecomercio

Publicado em 20/08/2014 - 17:39 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

 

Vencedores do 4º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade serão anunciados em coquetel de premiação

 

Cerimônia acontecerá na sede da Entidade, nesta quinta-feira (21/08), a partir das 19h; no total, onze ganhadores serão contemplados entre os 46 finalistas. O Diário do Nordeste concorre com dois trabalhos na subcategoria impresso

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) revelará os projetos vencedores da quarta edição do Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade, realizado em parceria com a Fundação Dom Cabral. 

 

A cerimônia da entrega do prêmio será realizada em um coquetel na sede da Entidade, amanhã (21), às 19h. O evento contará com a presença do presidente da Federação, Abram Szajman, o presidente do Conselho de Sustentabilidade da Casa e coordenador da iniciativa, José Goldemberg, o secretário do Meio Ambiente, Rubens Rizek, e o ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de São Paulo eex-deputado federal – relator do 1º Projeto de Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos - Emerson Kapaz. Participarão, ainda, a jornalista Rosana Jatobá, que irá anunciar o prêmio aos vencedores e o professor e pesquisador do Núcleo de Sustentabilidade da Fundação Dom Cabral, Cláudio Boechat.

 

No total, foram selecionados 46 finalistas nas categorias Empresa (Micro; Pequena/Média; Grande; Indústria e Entidade); Órgão Público; Academia (Professor e Estudante); e Reportagem Jornalística (Impressa; Rádio/TV e Online), entre 276 inscritos. Mesmo com um período menor de inscrições – já que a partir desta edição o prêmio tornou-se anual -, o volume de participantes cresceu e a iniciativa consolidou-se nacionalmente, com abrangência em 21 Estados brasileiros, em relação aos 19 do ano anterior, e 91 municípios, ante 56 na última edição.

 

“Percebemos ao longo das edições uma melhora significativa na qualidade dos projetos, o que demonstra um engajamento cada vez maior das pessoas, em várias frentes, na busca por soluções ambientais por meio de práticas efetivamente sustentáveis”, diz José Goldemberg. 

 

O principal critério avaliado foi a inovação, tema central da proposta. Também fizeram parte da avaliação os 16 Princípios do Varejo Responsável, estabelecidos pelo Centro de Desenvolvimento da Sustentabilidade no Varejo da Fundação Dom Cabral.

 

Durante o encerramento será distribuída uma revista, produzida pela Federação, com todos os cases finalistas e depoimentos dos responsáveis pelos melhores projetos.

 

Sobre a FecomercioSP

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Responsável por administrar, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes e congrega 154 sindicatos patronais que respondem por 11% do PIB paulista – cerca de 4% do PIB brasileiro -, gerando em torno de cinco milhões de empregos.

 

Sobre o Conselho de Sustentabilidade

Presidido pelo professor José Goldemberg, doutor em Ciências Físicas pela Universidade de São Paulo (USP), o Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP foi criado para difundir e valorizar ações e projetos em prol da melhoria da qualidade de vida no País. Para isso, tem como principais objetivos incentivar a inserção do conceito de sustentabilidade na gestão empresarial e promover parcerias entre governo, setor privado e cidadãos em busca de soluções sustentáveis, bem como promover ações para o consumo consciente e responsável.

 

Serviço

Evento: 4º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade

Data: 21/8/2014

Horário: 19h

Local: FecomercioSP / Teatro Raul Cortez – Rua Doutor Plínio Barreto, nº 285, 2º andar – Bairro Bela Vista

 

Conheça os trabalhos finalistas:

 

Categoria Empresa

 

 Subcategoria Microempresa

 

- Arturo Justicia, com o projeto Programa de Responsabilidade Socioambiental da Associação Comercial de Ilhabela, da organização Azimute Consultoria e Treinamentos Ltda.;

- Elis Guimarães Martini, com o case da Zappa Moda Infantil;

- Gabriel Estevam Domingos, com o projeto Ecotinta, da GED Inovação, Engenharia e Tecnologia Ltda. – ME;

- Thiago Pietrobon, com o case São Vicente Sustentável, do grupo Ecosuporte Assessoria Ambiental Ltda.

 

Subcategoria Pequena e Média Empresa

 

- Alda Aparecida Galdino Amaral Ribeiro, com o case da Campanha Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, modelo de atuação do Grupo Mil Cereais Bramil Ltda.;

- Cristiana Legey, com o trabalho Caxias Shopping Sustentável, da Expoente 1000 Empreendimentos e Participações;

- Serapião Bispo, com o projeto Camará Shopping – Um Exemplo de Empreendimento Sustentável em Todas as Suas Etapas, do Camará Shopping Center S/A;

- Soraia Vitiello, com o projeto Casa Ecourbana, da Gaia Projetos Sustentáveis Ltda.

 

Subcategoria Grande Empresa

 

- Christiane Valesca Alves Durante, com o projeto Ações de Inovação Ambiental, da Jones Lang LaSalle S/A;

- Rafaela Franco Biamante, com o Projeto Kiteiras, da Danone Ltda.;

- Tatiana Pagotto Yoshida Rondobel, com o programa Inspirando Mudanças no Setor Madeireiro, da Rondobel Indústria e Comércio de Madeiras Ltda.;

- Tayná Haudiquet, com o projeto Desenvolvimento Comunitário Através de Mecanismos Sustentáveis, da Jardins Mangueiral Empreendimentos Imobiliários.

 

Subcategoria Indústria                            

 

- Andrea Rozon, com o projeto Print School – Escola Gráfica, da Plural Indústria Gráfica;

- Michele Fernanda Faria, com o programa Joinville Sustentável, da General Motors do Brasil;

- Thiago Augusto Terada, com o trabalho Tecnologia – Sinônimo de Sustentabilidade para as Usinas Sucroalcooleiras do Brasil, da Beraca Sabará Químicos e Ingredientes S/A.

 

Subcategoria Entidade

 

- Márcio Bensuaschi, com o Projeto Eniac Resíduo Eletrônico, do Instituto Brasileiro de Turismólogos (IBT);

- Maurício Correa Araújo, com o projeto Consultorias Integradas para o Turismo Sustentável para Fernando de Noronha – PE, do Sebrae-PE;

- Suênia Maria Cordeiro de Sousa, com o projeto Centro Sebrae de Sustentabilidade, do Sebrae-MT.    

 

Categoria Órgão Público

 

- Adriana de Oliveira, com o projeto Unindo Forças para o Desenvolvimento, do Consórcio Intermunicipal da Fronteira (CIF);

- Antônio Carlos Fávaro, com o programa Lixo que Vale, da Prefeitura de Umuarama – PR;

- Juliano Souto Menezes, com o trabalho Itabirito é Limpeza. Eu Participo, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Itabirito – MG;

- Thiago Souza Peixoto, com o projeto Minha Primeira Empresa, da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio de Goiás;

- Werther Vieira, com o case Troca Solidária, da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul – RS.      

 

Categoria Academia

 

Subcategoria Professor

 

- Ana Carla Mila Primak, com o trabalho Preparação de um Compósito à Base de Resíduos de Construção Civil e o Politereftalato de Etileno (PET);

- Felipe Berndt Moreira, com o Projeto de Desenvolvimento de Produto Utilizando Resíduos de Painéis de Fibras de Média Densidade;

- Nildo da Silva Dias, com o programa Potencial de Uso Agrícola da Água de Reúso após Tratamento por Osmose Reversa.

 

 Subcategoria Estudante

 

- Cibele Maria Antunes Vilela, com o projeto Fabricação de Briquetes Aromatizados e Ecopisos a partir dos Resíduos da Castanha-do-Pará;

- Luan Alves Lima, com o trabalho Identificação e Pontencialização dos Recursos Hídricos no Assentamento Paulo Freire – Mossoró (RN);

- Renato Tadeu Rodrigues, com o trabalho Ecologística – O Caminho para um Varejo Sustentável;

- Rogério de Souza Vieira, com o projeto Casa Mais Verde;

- Sandra Soares Teixeira, com o programa Gestão Sustentável dos Resíduos Sólidos Urbanos na Rede Municipal de Ensino.

 

Categoria Reportagem Jornalística

 

 Subcategoria Impresso

 

  • Deise de Oliveira, com o Especial Inovações Imobiliárias, do jornal Folha de S.Paulo;

  • Júlio Lamas, com a reportagem Mobilidade Urbana: Como Desatar Este Nó?, da revista National Geographic Brasil;

     

  • Maristela Machado Crispim, Emerson Rodrigues e Fernando Maia com a matéria Nós do Lixo, do jornal Diário do Nordeste (CE);

 

  • Melquíades Junior, com a reportagem Viúvas do Veneno, do jornal Diário do Nordeste (CE);

 

- Patricia Comunello, com a matéria Logística Reversa para Lixo Eletrônico Aguarda Definição de Regras no País, do Jornal do Comércio;

- Sucena Shkrada Resk, com a matéria Este Cenário em Breve Precisa Acabar, da revista Horizonte Geográfico (Editora Horizonte).

 

Subcategoria Rádio/TV

 

- André Trigueiro Mendes, com a série Alemanha 1 (A Força do Sol e do Vento) e Alemanha 2 (Pistas Livres para as Bicicletas), da GloboNews/Jornal da Globo;

- André Trigueiro Mendes, com a reportagem Empreendedores Sociais, da GloboNews/Jornal da Globo;

- Carlos Alberto Antunes Soares, com a reportagem Compostagem Adubo, da TV TEM, afiliada Rede Globo;

- Márcia Bongiovanni, com a matéria Criança Consumo, da TV Cultura;

- Natália de Godoy Aquino, com a reportagem Lixo, do Problema à Solução, da rádio BandNews FM Brasília.

 

 Subcategoria Online

 

 - Cleide de Paula, com a série Sustentabilidade na Cadeia Moveleira, do Radar Móbile;

- Felipe Daroit, com a matéria A Mudança de Comportamento que Traz Novas Perspectivas para a Mobilidade e a Sustentabilidades nas Grandes Cidades, da Rádio Gaúcha;

- Guilherme Jancowski de Avila Justino, com a matéria Alternativas para o Transporte Público no Brasil, do Portal Terra;

- Renata Rayane Moura da Silva Rodrigues, com a matéria Costurando o Desenvolvimento, do jornal Tribuna do Norte – Portal TN Online.

 

Tags:

Consumo consciente de energia

Publicado em 20/08/2014 - 17:21 por | Comentar

Categorias: Sem categoria
  • Enviar para o Kindle

 

A AES Eletropaulo e o Instituto Akatu lançam nesta quarta-feira (20/08) o primeiro vídeo da série Consumo Consciente de Energia (#SejaMaisConsciente). Com linguagem simples e acessível, a série oito animações revela os impactos individuais, sociais, econômicos e ao meio ambiente das escolhas de consumo relacionadas à energia.

A animação “Caminhos da energia”, que inaugura a série, explica o processo de geração, transmissão e distribuição de energia e está disponível em http://youtu.be/A5VmHl9JAGw.  Quinzenalmente será lançado um novo vídeo da série, que poderá ser acessado nas redes sociais da AES Eletropaulo e do Instituto Akatu e compartilhado com a hashtag #SejaMaisConsciente. Os próximos vídeos trarão informações sobre os benefícios do uso da lâmpada LED, o consumo de energia na iluminação e a utilização do chuveiro elétrico.

O objetivo da parceria é fornecer informações de maneira lúdica e didática para que os cidadãos possam entender a relevância do uso consciente de energia e, também, conhecer os impactos de suas escolhas de consumo. Os vídeos permitem que as pessoas compreendam que a mudança de comportamento individual é fundamental para o processo de construção de uma sociedade mais sustentável.

O vídeo “Caminhos da energia” também será apresentado durante a 4ª edição da Virada Sustentável, em São Paulo, acompanhando a programação audiovisual do evento. As exibições serão realizadas na Praça Victor Civita, no dia 29/08, às 20h; no dia 30/08, às 18h30; e no Largo da Batata, no dia 31/08, às 19h30. A série de animações também poderá ser utilizada sem fins comerciais em projetos educacionais com público jovem e adulto, para trabalhar diversas questões de sustentabilidade.

“Estamos comprometidos com a educação das gerações atuais e futuras sobre a importância do Consumo Consciente de Energia. Se queremos uma sociedade desenvolvida e mais sustentável para todos, é nosso papel contribuir de forma permanente para que isso aconteça. Um dos caminhos é por meio da informação, engajamento e iniciativas que contribuam para mudança de hábito de cada um” informa Paulo Camillo, Vice-Presidente de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da AES Brasil.

“Conteúdos audiovisuais como da série de animações Consumo Consciente de Energia (#SejaMaisConsciente) garantem que informações sejam disseminadas de forma lúdica e clara aos consumidores sobre os impactos de suas escolhas de consumo, e por isso têm alto potencial de promover mudanças de comportamento. O problema do consumo excessivo de energia – e o impacto negativo que essa prática tem sobre o meio ambiente e a economia – pode se transformar em uma oportunidade para tratar das práticas necessárias para se construir estilos mais sustentáveis de vida”, afirma Helio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu.

Consumidores querem economia de energia

Para a prática do consumo consciente, o uso de energia é importante tanto do ponto de vista do consumo residencial quanto para as escolhas do consumidor. O que mais os brasileiros admiram nas empresas é se elas estão comprometidas com a redução de consumo de energia. A escolha foi a campeã nas menções (90%) da Pesquisa Akatu – Rumo à Sociedade do Bem-Estar, que questionou 800 pessoas de 12 grandes cidades de todas as regiões do País sobre “O que elas preferem ou admiram na atuação das empresas e o que as fariam mudar de comportamento com relação a um produto”.

 

Ficha técnica

Vídeo: Caminhos da energia

Cliente: Instituto Akatu e AES Eletropaulo

Produção: Yantra Imagens

Direção e Produção Executiva: Ricardo Lisboa 

Animação: Sérgio Esteves

Locução: Helena Rojo

Edição: Thiago Silva

Trilha sonora e produção de áudio: Hidrofonia Áudio

Roteiro: Adolfo Borges

Destaque da Produção: Animação feita em papel, realizada pelo artista Sérgio Esteves, responsável por criações para TV Cultura, como Vila Sésamo e TV Rá Tim Bum.

 

Tags:

Page 4 of 72« First...23456...102030...Last »

Facebook

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

teste