Gestão Ambiental

Busca


Página de Gestão Ambiental do Diário do Nordeste comemora dez anos hoje

Publicado em 19/12/2014 - 16:12 por | Comentar

Categorias: Gestão Ambiental
  • Enviar para o Kindle

GESTÃO AMBIENTAL_10 ANOS

A primeira página de Gestão Ambiental foi publicada no dia 19 de dezembro de 2004, na contracapa do caderno de Negócios do Diário do Nordeste, com o objetivo de dar visibilidade ao que se faz ou o que se pode fazer, no setor produtivo, no sentido de promover uma convivência menos impactante no equilíbrio ambiental do nosso Planeta. Neste dez anos, empresas, iniciativas e ideias foram lançadas neste espaço.

No dia 28 de fevereiro de 2011 foi feita a primeira postagem no Blog Gestão Ambiental, um espaço mais dinâmico, com conexão direta com rede sociais como o Facebook, Twitter e Google +.

Nestes dez anos, temas como uso racional dos recursos naturais, conservação da biodiversidade e muitos outros têm estado presentes semanalmente na pauta do Diário do Nordeste.

Para marcar a data, desde o Dia Mundial do Meio Ambiente deste 2014 publicamos reportagens especiais. Abordamos a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), uso racional da água, Caatinga, Consumo Consciente e Gestão Ambiental de uma forma mais ampla, partindo da norma ISO 14000Sistema de Gestão Ambiental (SGA).

A página e o blog de Gestão Ambiental continuam espaços abertos para mostrar as boas iniciativas em prol de um estilo de vida que busque o Desenvolvimento Sustentável.

Tags: , , , , , , , , ,

Dez anos de Gestão Ambiental

Publicado em 30/11/2014 - 21:04 por | Comentar

Categorias: Gestão Ambiental
  • Enviar para o Kindle

 

PDFs_P_01

A primeira página de Gestão Ambiental foi publicada no dia 19 de dezembro de 2004, na contracapa do caderno de Negócios do Diário do Nordeste, com o objetivo de dar visibilidade ao que se faz ou o que se pode fazer, no setor produtivo, no sentido de promover uma convivência menos impactante no equilíbrio ambiental do nosso Planeta.

De lá para cá muitas empresas, iniciativas e ideias foram lançadas neste espaço. No dia 28 de fevereiro de 2011 foi feita a primeira postagem no Blog Gestão Ambiental, um espaço mais dinâmico, com conexão direta com rede sociais como o Facebook, Twitter e Google +.

Nestes dez anos, temas como uso racional dos recursos naturais, conservação da biodiversidade e muitos outros estiveram presentes semanalmente na pauta do Diário do Nordeste de forma expressiva e, para marcar a passagem deste importante momento, desde o Dia Mundial do Meio Ambiente deste 2014, estamos publicando reportagens especiais.

Começamos por abordar um assunto mais que relevante neste ano: A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), já que o mês de agosto último marcou os quatro anos da promulgação desta Lei e o fim do prazo de extinção dos lixões no País, o que, infelizmente, ainda é realidade na maior parte do território nacional. Mas continuamos de olho.

Em agosto, abordamos questões relacionadas ao uso racional da água nas suas mais diversas possibilidades. Desde a adoção de tecnologias que evitam o desperdício, chegando até o aproveitamento da água da chuva e o reúso, prática que já vem fazendo a diferença em muitas empresas, algumas que dependem quase que exclusivamente desse recurso.

No mês seguinte, setembro, tratamos de vegetação e, como vivemos em uma região dominada pelo clima semiárido, o nosso bioma, a Caatinga, esteve no centro da discussão, tendo em vista as suas riquezas, peculiaridades e também vulnerabilidades e ameças, já que, com o aquecimento global, as regiões semiáridas tendem a ser mais afetadas com o prolongamento e intensificação das estiagens, como já estamos vivenciando nestes últimos três anos.

Outubro foi o mês de tratar de um tema que diz respeito ao dia a dia de todos nós: Consumo Consciente. Se cada um parar para pensar no impacto dos seus atos sobre a saúde do Planeta, certamente chegará à conclusão que pode mudar muita coisa e fazer a diferença no conjunto. Desde o hábito de usar sacolas retornáveis até o de buscar alternativas ao transporte individual, há muito que fazer.

Neste último especial, publicado no dia 26 de novembro, tratamos de mais alguns temas importantes para avançarmos na direção de um setor produtivo mais sintonizado com a natureza que nos cerca, protege e fornece tudo o que precismos para viver como indivíduos em coletividade.

O primeiro é a certificação de produtos e empresas, atestados dessa tentativa de buscar um balanço mais ambientalmente saudável das atividades produtivas. Certificação de orgânico, FSC, Leed, Aqua e mesmo a nossa norma ISO da série 14000 – Sistema de Gestão Ambiental (SGA) não garantem tudo, mas mostram caminhos a se seguir.

Em segundo lugar, falamos de carreiras na área ambiental, desde as formações clássicas na área, como Biologia e Geografia, passando por cursos de pós-graduação lato sensu, em Gestão Ambiental, por exemplo; e stricto sensu, Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (Prodema), para citar um; aos cursos mais novos e específicos, onde reina a Engenharia Ambiental e temos o recém-lançado Economia Ecológica. São muitas as opções para quem deseja atuar na área e o mercado de trabalho já tem demanda certa para esses profissionais.

A página e o blog de Gestão Ambiental continuam espaços abertos para mostrar as boas iniciativas em prol de um estilo de vida que busque o desenvolvimento sustentável.

Tags:

Seminário internacional, no Cariri, discute desertificação

Publicado em 19/11/2014 - 15:13 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle
A discussão sobre regiões em processo de desertificação é importante como reflexão sobre o nosso modelo de desenvolvimento e para se traçar estratégias de convivência com as adversidades climáticas Foto: Kid Júnior / Agência Diário

A discussão sobre regiões em processo de desertificação é importante como reflexão sobre o nosso modelo de desenvolvimento e para se traçar estratégias de convivência com as adversidades climáticas Foto: Kid Júnior / Agência Diário

Por Roberto Crispim

Colaborador

Juazeiro do Norte. Com a realização de palestra magna sobre o papel da universidade na construção de uma cultura de convivência com o Semiárido, proferida pelo vice-reitor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Ricardo Ness, no campus da instituição, em Juazeiro do Norte, será aberto logo mais, às 20 horas, o Seminário Internacional “Convivência com o Semiárido: desafios e possibilidades no âmbito das ações para o combate à desertificação”. O evento integra o I Encontro de Intercâmbio Técnico dos Países de Língua Portuguesa no âmbito das Nações Unidas para o combate à desertificação, que reúne cerca de dez países de Língua Portuguesa, ligados à Convenção das Nações Unidas para o Combate a Desertificação e a Mitigação dos Efeitos da Seca (UNCCD).

As discussões, que vão até a próxima sexta-feira (21), contam com a participação de delegações de países da África, Europa e América do Sul. Representantes da Agência Alemã de Cooperação e Desenvolvimento, do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e da Rede Espanhola de Cooperação Internacional, dentre outros órgãos e entidades.

Para o vice-diretor do Instituto de Estudo do Semiárido, localizado em Icó, no Centro-Sul do Ceará, Ives Tavares, a ação promove resultados importantes nas comunidades que ainda sofrem com os problemas originários da estiagem e que, até então, não possuem nenhum plano de ação estratégico para diminuir os impactos observados nas regiões semiáridas.

“Este é um evento importante para a região do Cariri e para o Centro-Sul, não apenas pela presença de representantes dos países de Língua Portuguesa, mas, sobretudo, pela oportunidade de discutirmos questões importantes sobre o Semiárido e sobre a desertificação no Semiárido. Além da oportunidade de demonstração das experiências exitosas que foram criadas para combater os efeitos das mudanças climáticas e da desertificação, especificamente nas duas regiões. A missão é de propor soluções e tentar entender quais são as formas e tecnologias que possuímos e que podem ser utilizadas em outros locais para combater os efeitos que a desertificação ocasiona às populações”, explicou Ives Tavares.

Amanhã (20), as palestras acontecerão no campus da UFCA, em Barbalha, onde a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), institutos e agências dos países de Língua Portuguesa debaterão sobre cooperações técnicas. No último dia (21), as universidades brasileiras protagonizam a programação, quando discutirão sobre o alcance das instituições no ensino e na pesquisa para convivência com o Semiárido.

Tags: , , , , , , ,

Programa Água Doce vai beneficiar 10 mil famílias no Ceará

Publicado em 11/11/2014 - 17:05 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

 

Equipe do Programa Água Doce, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), chega ao Ceará hoje (11) para acompanhar a oficina de capacitação das três empresas licitadas na metodologia do programa para as obras no Estado.

O convênio, de R$ 36,3 milhões, prevê a implantação de 222 sistemas de dessalinização em 48 municípios. Mais de 10 mil famílias serão beneficiadas com água potável de forma continuada.

Na primeira fase do programa 666 comunidades rurais difusas do semiárido cearense foram diagnosticadas. “São diagnósticos importantes, pois são verdadeiros raios-X da região e podem auxiliar na implantação ou acompanhamento de diversas políticas públicas”, explicou a consultora do Água Doce do MMA, Solange Amarílis.

A oficina segue até sexta-feira (14) quando será feita uma vista de campo na comunidade de Bolas de Cima, município de Ocara, Ceará. Com cerca de 360 habitantes, a principal fonte de renda da comunidade é agricultura de subsistência com o plantio de culturas de milho e feijão e no período de cerqueiro, caju e castanha.

Os moradores também contam com o auxílio do governo federal com os benefícios Bolsa Família, Bolsa Estiagem e Seguro Safra. Os participantes da oficina terão a oportunidade de observar a demonstração da metodologia do Programa Água Doce na comunidade.

O programa prioriza as regiões em situações mais críticas. Lugares com os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), altos percentuais de mortalidade infantil, baixos índices pluviométricos e com dificuldades de acesso aos recursos hídricos serão os primeiros a serem contemplados. Assim como o Índice de Condição de Acesso à Água do Semiarido (ICAA), desenvolvido a partir do cruzamento dos mesmos indicadores.

Água Doce

Coordenado pelo MMA, o programa é uma ação do governo federal com o objetivo de estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para o consumo humano.

Lançado em 2004, passou a integrar o plano Brasil sem Miséria há dois anos e consiste na implantação e recuperação de aparelhos de dessalinização em áreas rurais de baixa renda do semiárido. Abrange os nove Estados do Nordeste e Minas Gerais e já beneficiou, até agora, mais de 100 mil pessoas.

Fonte: MMA

 

Tags: , , , , , ,

Fundação BB seleciona bases de serviços para estruturar redes solidárias de catadores

Publicado em 04/11/2014 - 17:06 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Com o objetivo de estruturar redes solidárias formadas por cooperativas e associações de materiais recicláveis, a Fundação Banco do Brasil publica edital para a contratação de bases de serviços de apoio às redes de cooperação de empreendimentos econômicos solidários.

O objetivo é prestar serviços de apoio, consultoria e assessoramento técnico para possibilitar aos empreendimentos condições de melhorar a renda e benefícios sociais para os catadores, cooperados e associados, estruturar redes solidárias de materiais recicláveis, de modo a possibilitar avanços na cadeia de valor, e a inserção no mercado da reciclagem como prestadoras de serviços das políticas públicas de coleta seletiva de resíduos sólidos e da logística reversa.

Para a contratação das executoras de serviços, selecionadas no edital, serão disponibilizados R$ 5,3 milhões, provenientes da Fundação BB e do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por intermédio da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes).

Podem participar do Edital, cooperativas singulares, associações, cooperativas de segundo grau ou centrais de cooperativas e associações, participantes de rede de cooperação de empreendimentos econômicos solidários selecionadas no edital de seleção pública da Secretaria-Geral da Presidência da República nº 01/2013, além de entidades privadas sem fins lucrativos.

Desde 2003, a Fundação Banco do Brasil atua na cadeia produtiva de resíduos sólidos com a inclusão social dos catadores de materiais recicláveis em ações de geração de trabalho e renda e de educação, e apoia a melhoria das condições de trabalho de catadores de materiais recicláveis.

As ações promovem o fortalecimento dos empreendimentos econômicos solidários dos catadores, com investimentos em formação e capacitação para a autogestão, infraestrutura (galpões, máquinas, equipamentos, veículos), assistência técnica, assessoramento e consolidação de associações, cooperativas de catadores de materiais recicláveis e fortalecimento de redes de comercialização.

São parceiros da Fundação BB no projeto Cataforte: Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), Ministério do Trabalho e Emprego com a Secretaria Nacional de Economia Solidária (MTE/Senaes), Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Petrobras.

Mais informações:

Os documentos poderão ser enviados pessoalmente à Fundação Banco do Brasil, mediante protocolo até às 18h do dia 12/11/2014 ou postados até 12/11/2014 com Aviso de Recebimento (AR). O edital poderá ser consultado na Internet, disponível no site Fundação BB (www.fbb.org.br).

Fonte: Fundação Banco do Brasil

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

ANA oferece 200 vagas em curso de especialização semipresencial em Gestão de Recursos Hídricos

Publicado em 03/11/2014 - 8:29 por | 1 Comentário

  • Enviar para o Kindle
A pós-graduação Lato Sensu em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos recebe inscrições até o dia 10 de novembro Foto: Kid Júnior / Agência Diário

A pós-graduação Lato Sensu em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos recebe inscrições até o dia 10 de novembro Foto: Kid Júnior / Agência Diário

A Agência Nacional de Águas (ANA) em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) abre inscrição para o curso de pós-graduação Lato Sensu em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos na modalidade semipresencial. São ofertadas 200 vagas gratuitas até o dia 10 de novembro, quando o prazo de inscrições termina.

O curso tem o objetivo de capacitar técnicos dos serviços municipais a atuarem na concepção, captação de recursos, implementação e prestação de contas de projetos ligados às políticas de âmbito municipal (ambiente, saneamento, uso e ocupação do solo) com potencial impacto sobre os recursos hídricos.

Para concorrer a uma das 200 vagas dessa primeira turma o candidato deverá cumprir três requisitos básicos:

1) Possuir graduação em qualquer área do conhecimento

2) Ser servidor com vínculo efetivo com a administração pública municipal, estadual ou federal

3) Estar liberado e autorizado pelo órgão de origem para as atividades presenciais e a distância oferecidas pelo curso

Uma comissão de avaliação formada por representantes da ANA e do IFCE avaliará e validará as inscrições, tendo como base os critérios definidos no Edital PRPI/DEAD nº 001/2014. Os resultados de todas as etapas do processo seletivo serão publicados no site http://prpi.ifce.edu.br/ifce_ana.

A duração do curso está estimada em 18 meses, com três encontros presenciais nos 12 primeiros meses da capacitação nas cidades polo definidas no edital, a saber: Manaus, Fortaleza, Brasília, São Paulo e Florianópolis, de acordo com a respectiva região geográfica.

O curso é gratuito e as despesas com deslocamento, hospedagem e alimentação correrão a expensas dos participantes ou de suas instituições de origem.

O resultado final da seleção deverá ocorrer na data provável de 21 de novembro, com divulgação no site do IFCE. O início das aulas está previsto para ocorrer no dia 1º de dezembro de 2014.

Vertente indutora

Como instituição responsável pelo desenvolvimento de ações de capacitação no âmbito do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh), a ANA identificou a demanda para formação especializada de técnicos atuantes nos municípios brasileiros e, de forma inédita no Brasil, apoiou o IFCE na estruturação do curso de pós-graduação Lato Sensu em Elaboração e Gerenciamento de Projetos para a Gestão Municipal de Recursos Hídricos.

A expectativa da Agência é capacitar, em duas turmas, 600 profissionais e, assim, permitir que os municípios tenham as aptidões e o conhecimento necessários para captar recursos para financiamento nas áreas de saneamento, meio ambiente e planejamento do uso do solo.

Mais Informações:

www.ana.gov.br

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)

Agência Nacional de Águas (ANA)

Fones: (61) 2109-5103/5129/5495/5110

E-mail: comunicacao@ana.gov.br

Fonte: Agência Nacional de Águas

Tags: , , , , , , ,

Programa Semear divulga resultado da primeira chamada de edital de apoio a propostas de gestão do conhecimento

Publicado em 30/10/2014 - 6:58 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

O Programa Semear divulgou, nesta segunda-feira (27), o resultado da primeira chamada do Edital de Apoio a Propostas de Gestão do Conhecimento em Zonas Semiáridas do Nordeste do Brasil, que ocorreu entre 4 de agosto a 29 de setembro. Durante o período, foram recebidas 15 propostas nas categorias estudos temáticos, sistematizações de experiências e visitas de intercâmbio.

Conforme previsto em Edital, as propostas passaram por uma análise prévia, que identificou aquelas que estavam habilitadas para permanecerem no processo seletivo. As propostas consideradas aptas foram analisadas por uma comissão de avaliação, formada por consultores especializados, e validadas pelo Comitê Diretor do Programa Semear, com base em critérios explicitados no Edital.

Ao final, seis  propostas foram pré-selecionadas para receberem o apoio do Programa, contemplando os oito Estados de abrangência do Semear. Foram três propostas de sistematização de experiências, duas de estudos temáticos e uma visita de intercâmbio.

A relação completa das propostas pré-selecionadas, não habilitadas e não selecionadas podem ser acessadas em www.portalsemear.org.br, na seção Oportunidades.

Segunda chamada

Quem não conseguiu enviar ou não teve sua proposta pré-selecionada na primeira chamada, pode participar da segunda chamada do Edital, cujas inscrições vão até 1º de dezembro. O Edital tem o objetivo de facilitar o acesso da população rural a um conjunto de conhecimentos e inovações que contribuam para melhorar suas condições de vida, coexistir com as condições semiáridas e tirar maior proveito das possibilidades de desenvolvimento do Semiárido nordestino brasileiro.

A iniciativa é do Programa Semear – Gestão do Conhecimento em Zonas Semiáridas do Nordeste do Brasil, implementado em parceria pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida) e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), com o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid). Dúvidas e mais informações sobre o Edital: editais.semear@iica.int

RELAÇÃO DE PROPOSTAS PRÉ-SELECIONADAS (ordem alfabética)

Proponente: Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL)

Nome da Proposta: A Nova Cara do Sertão

Categoria: Sistematização

Proponente: Assessoria Consultoria e Capacitação Técnica Orientada Sustentável (Atos)

Nome da Proposta: A Elaboração de projetos produtivos no Semiárido brasileiro

Categoria: Estudo temático

Proponente: Associação Movimento João de Barro (MJB)

Nome da Proposta: Polo da Palha de Licuri: Uma Experiência sócio-produtiva-ambiental no Semiárido baiano

Categoria: Sistematização

Proponente: Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS)

Nome da Proposta: Sistematização e Implementação de Tecnologias Sociais para a Convivência com o Semiárido com Pequenos Agricultores

Categoria: Sistematização

Proponente: Instituto de Permacultura da Bahia (IPB)

Nome da Proposta: Intercâmbios Agroecológicos: Valorizando a Convivência com o Semiárido

Categoria: Visita de Intercâmbio

Proponente: Samuel Carvalho de Azevedo Marques

Nome da Proposta: A Importância do Mapeamento para o Manejo de Recursos Naturais no Semiárido Nordestino

Categoria: Estudo temático

Fonte: Programa Semear

Tags: , , , , , , , , , ,

WWF oferece bolsa de estudos em conservação ambiental para 2015

Publicado em 24/10/2014 - 19:11 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Com o objetivo de promover a capacitação profissional na área de conservação ambiental em níveis local e nacional, a Rede WWF criou a Bolsa Prince Bernhard voltada para estudantes e profissionais. O principal objetivo é prover suporte financeiro para treinamento de curto prazo ou estudos formais, para que o indivíduo possa contribuir de maneira mais eficiente com a conservação ambiental em seu próprio país.

A Bolsa Prince Bernhard privilegia candidatos atuantes em conservação da África, Ásia, Europa Central e Leste Europeu, Oriente Médio, América Latina e Caribe. Especialmente mulheres e candidatos que trabalhem em organizações não-governamentais (ONGs) são encorajados a se candidatar. A bolsa será concedida para cursos de curta duração, graduação, mestrado ou doutorado com término previsto entre 1º de julho de 2014 e 30 de junho de 2015.

O valor máximo concedido para cada bolsa é de 10.000 francos suíços (US$ 10.970). Este suporte financeiro deverá ser usado para pagar taxas do curso, custos de viagem e de subsistência durante o período. As inscrições para o próximo período de seleção da bolsa terminam em 11 de janeiro de 2015.

Rede WWF

É uma das maiores e mais respeitadas organizações ambientalistas independentes do mundo. Tem o apoio de quase 5 milhões de pessoas e dispõe de uma rede mundial que atua em mais de 100 países. A missão da Rede WWF é interromper a degradação do meio ambiente e construir um futuro no qual os seres humanos vivam em harmonia com a natureza.

Mais informações:

Para se candidatar, acesse o site http://www.wwf.org.br/bolsaprincebernhard

Preencha o formulário e envio-o juntamente com os documentos solicitados até 11 de janeiro de 2015 para lep@wwf.org.br

Confira mais detalhes em: www.panda.org/scholarships

Fonte: WWF Brasil

 

Tags: , , ,

Hoje é o dia de refletir sobre consumo

Publicado em 15/10/2014 - 14:28 por | 2 Comentários

  • Enviar para o Kindle

Gestão_Consumo Consciente_P1

A página de Gestão Ambiental do Diário do Nordeste completa dez anos em dezembro e, para marcar a data, estamos publicando reportagens especiais desde o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2014, em 5 de junho.

Já falamos de Resíduos Sólidos, Água, Energia, Vegetação. O tema de hoje, Consumo Consciente, acaba perpassando todos eles, pois está relacionado diretamente a como nos portamos em relação aos recursos que o Planeta nos oferece.

Devemos nos alertar que nossas escolhas são muito mais importantes do que supomos. O consumidor consciente é aquele que leva em conta, ao escolher produtos e serviços, o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca.

Tags: , , , , ,

MMA abre curso para elaboração de planos de resíduos sólidos

Publicado em 09/10/2014 - 11:39 por | 4 Comentários

  • Enviar para o Kindle
A meta do MMA é ampliar a capacitação dos municípios para lidar com a problemática dos lixões no País Foto: Fabiane de Paula / Agência Diário

A meta do MMA é ampliar a capacitação dos municípios para lidar com a problemática dos lixões no País Foto: Fabiane de Paula / Agência Diário

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realiza mais um curso online. Desta vez, técnicos das prefeituras de municípios de pequeno porte, com menos de 20 mil habitantes, serão orientados na elaboração de Plano Simplificado de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. As inscrições abriram na última quarta-feira (08/10) e podem ser realizadas pelo site da plataforma Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

Durante o curso, os alunos conhecerão técnicas metodológicas que permitirão desenvolver a maior parte ou a totalidade do plano local. “Os participantes terão a oportunidade de conhecer uma metodologia para a elaboração de planos de resíduos sólidos desenvolvida pelo Ministério do Meio Ambiente, baseada nos princípios, objetivos e diretrizes da Lei 12.305/2010, de modo que os profissionais capacitados possam pensar o todo da gestão de resíduos, de forma qualificada e alinhada com os desafios postos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)”, explicou o gerente de Projeto do MMA, Eduardo Rocha.

O curso tem 20 horas de duração e será realizado no período de 6 de novembro a 10 de dezembro. São 2 mil vagas abertas até o dia 22 deste mês. Os interessados devem preencher formulário no site do AVA, pois serão priorizadas as pessoas que melhor atenderem o perfil indicado. O intuito é apresentar as etapas necessárias para elaboração dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos.

Fonte: MMA

Tags: , , , , ,

Page 4 of 75« First...23456...102030...Last »

Facebook

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999

X Fechar

Desejas compartilhar o conteúdo do Diário do Nordeste?

Utilize o link da notícia ou as ferramentas presentes na página.