Busca

Tag: Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma)


08:00 · 19.02.2016 / atualizado às 12:28 · 19.02.2016 por

II Jornada sobre Cidades e Mudanças Climáticas

A II Jornada sobre Cidades e Mudanças Climáticas, primeiro evento nacional após a  21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) ,  em Paris, será realizada em Fortaleza, nos dias 24 e 25 de fevereiro. A Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Iclei, associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, promoverá o evento, no Centro de Eventos do Ceará.

O objetivo é buscar, a partir do Acordo de Paris, meios para aprofundar as discussões sobre o papel das cidades no enfrentamento às mudanças climáticas no Brasil, boas práticas, iniciativas e ferramentas regionais disponíveis para as cidades brasileiras e o caminho a ser trilhado para que as variáveis climáticas sejam incorporadas ao desenvolvimento urbano no País com ambição e escala.

“O Acordo de Paris instaurou um novo marco institucional para o enfrentamento das mudanças climáticas no qual governos municipais e estaduais são reconhecidos como atores essenciais para implementação de ações transformadoras no ambiente urbano”, lembra Pedro Roberto Jacobi, presidente do Secretariado para América do Sul do Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade.

“É uma grande satisfação receber um evento que discutirá experiências e casos que envolvem políticas públicas voltadas ao clima e às cidades. O prefeito Roberto Cláudio vem implementando, em Fortaleza, ações que dialogam diretamente com a questão climática, a exemplo do lançamento da Política de Desenvolvimento de Baixo Carbono, do investimento em modais não poluentes, como as bicicletas compartilhadas, do Plano de Arborização e da ampliação de áreas verdes com a criação de novos parques urbanos”, enfatiza Águeda Muniz, secretária de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza.

Durante o evento, será encerrado o projeto Urban LEDS, um programa de quatro anos, financiado pela União Europeia e desenvolvido pelo Iclei e ONU Habitat, em 37 cidades do Brasil, Índia, Indonésia e África do Sul para demonstrar estratégias de desenvolvimento urbano inclusivo de baixa emissão de carbono em condições de crescimento e transição acelerados.

A Embaixada Britânica, por meio dos recursos do Prosperity Fund, também apoia a realização do evento. Desde 2010 trabalhando em parceria com o Iclei em projetos relacionados à agenda climática e de infraestrutura de cidades, o fundo viabilizará a participação de especialistas britânicos para compartilharem experiências com cidades brasileiras.

A II Jornada sobre Cidades e Mudanças Climáticas contará, entre palestrantes, debatedores e plateia, com a participação de prefeitos do Brasil, além de representantes de governos estaduais, do governo federal e de cidades de outros países da América do Sul.

Também estão previstos representantes de instituições ligadas ao tema, como Abema, AFD, Anama, Avina, BID, CB27, CAF, Future Cities Catapult, CDP, Cebds, Fonari, FNP, Fundação Grupo Boticário, Fundação Konrad Adenauer, GIZ, ITDP, LEDS LAC, MercoCiudades, ONU Habitat, Sasa, SOS Mata Atlântica, WRI e WWF, entre outras.

CB27

Além da Jornada, Fortaleza também receberá, pela primeira vez, o CB27, reunião com todos os secretários de meio ambiente do Brasil. O encontro é uma troca de experiências quanto a projetos e ações desenvolvidos nas cidades do País. Na ocasião, a titular da Seuma apresentará a Política Ambiental de Fortaleza e o Programa Fortaleza Cidades Sustentável.

Iclei

Principal associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, o Iclei promove ação local para a sustentabilidade global e apoia cidades a se tornarem sustentáveis, resilientes, eficientes no uso de recursos, biodiversas, de baixo de carbono; a construírem infraestrutura inteligente e a desenvolverem uma economia urbana verde e inclusiva com o objetivo final de alcançar comunidades felizes e saudáveis.

Este movimento global congrega mais de 1.000 estados, metrópoles e cidades de pequeno e médio porte, em 86 países. Seu Secretariado para América do Sul (Iclei SAMS) apoia uma rede de mais de 40 cidades sul-americanas que representam mais de 100 milhões de habitantes em oito países, tais como Quito, Curitiba, Manaus, Ñuñoa, São José dos Campos, e Bogotá.

Mis informações, programação e inscrições, clique aqui

13:54 · 19.09.2014 / atualizado às 13:54 · 19.09.2014 por

 

As ações de limpeza têm se ampliado com o Projeto Limpando o Mundo, da Aquasis Foto: Helosa Araújo / Agência Diário
As ações de limpeza têm se ampliado com o Projeto Limpando o Mundo, da Aquasis Foto: Helosa Araújo / Agência Diário

Amanhã, 20 de setembro, no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, diversas ações no litoral do Ceará e nas lagoas de Fortaleza chamam a população a colaborar, não apenas na limpeza, mas para não poluir nossos recursos hídricos. O fato de deixar qualquer lixinho cair no chão contribui para a queda na qualidade das águas dos nossos recursos hídricos e para afetar a vida aquática porque “as águas sempre correm para o mar”.

Confira, a seguir, toda a programação de amanhã, procure se engajar, divulgar ou simplesmente pensar melhor no assunto. Os benefícios dessa mudança de atitude virão para todos nós.

Projeto Limpando o Mundo

Com o o objetivo de prevenir milhares de toneladas de lixo de irem para o oceano, no fim da década de 1980 foi realizada, pela primeira vez, a ação “Clean Up The World”, em Sydney, Austrália, quando mais de 40 mil voluntários auxiliaram na remoção de dejetos da costa australiana.

O projeto ganhou o mundo e é realizado em diversos países e cidades, incluindo Fortaleza, onde as Organizações Não Governamentais (ONGs) Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis) e Instituto Povo do Mar (Ipom), o Serviço Social do Comércio (Sesc-CE) e a surfwear Greenish executam a tradução da iniciativa australiana, no Projeto Limpando o Mundo.

Visando a mobilização e sensibilização das pessoas e a soma dos esforços dos diversos projetos comprometidos com o meio ambiente, o Projeto promove o Dia Mundial de Limpeza de Praias, todos os anos no terceiro sábado de setembro.

Para esse dia 20, o Limpando o Mundo articulou parcerias com mais de 20 instituições e, durante esta terceira semana de setembro, realiza limpeza em praias de Fortaleza, Caucaia, Aquiraz, Cascavel, Aracati e Icapuí. Estima-se a participação de pelo menos 500 voluntários nos diversos grupos de limpeza. Nos pontos de concentração estão sendo distribuídos kits de limpeza para os participantes e passadas orientações de segurança ao lidar com o lixo.

Todo o lixo coletado pelo projeto é separado para reciclagem, catalogado e descartado corretamente. Os números do total de lixo removido das praias será divulgado em nota pelo projeto nos dias seguintes.

Quem se interessar em ajudar, basta ir até as praias divulgadas na página do Facebook do projeto (Limpando o Mundo/ Ceará) ou levar um saco plástico e coletar o lixo que puder na visita à praia / barraca favorita.

Abaixo segue uma lista com todas as praias e pontos de encontro de voluntários onde ocorrerão as limpezas:

Fortaleza

Barra do Ceará – Albertu’s restaurante

Praia de Iracema – Calçadão do Estoril

Titanzinho – Sede Associação Comunitária / IPOM

Praia do Futuro – Barraca Vila Galé

Rio Pacoti (sabiaguaba) – Eco Museu do Mangue

Caucaia

Cumbuco – Escola do Cumbuco

Tabuba – Lago do Kite Surf

Icarai – Barraca Waikiki

Aracati

Canoa Quebrada – Sede Recicriança

Quixaba – Barraca Marisol

Icapuí

Praia das Quitérias – Sede Força Jovem Atravessando Fronteiras

Cascavel

Caponga – Projeto Surf Escola

Mutirão nas lagoas

Uma data para chamar a atenção da importância do cuidado com os recursos hídricos da Cidade. Esse é o objetivo do Dia Nacional de Limpeza de Praias, Rios, Lagos e Lagoas que a Prefeitura de Fortaleza celebrará, amanhã, a partir das 9 horas, com um mutirão em seis lagoas urbanas: Urubu, Papicu, Porangabussu, Parangaba, Maraponga e Messejana. O ponto de encontro será na Lagoa da Parangaba.

O Dia Nacional de Limpeza de Praias, Rios, Lagos e Lagoas foi instituído durante a conferência ambiental Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco-92), pela Rede Nacional de Educadores Ambientais, a ser realizado no terceiro sábado de setembro, anualmente.

A ONG Aquasis é parceira da gestão municipal nessa atividade, por meio do projeto Limpando o Mundo. Juntas, população, organizações da sociedade civil e a Prefeitura de Fortaleza, limparão também algumas praias (confira relação abaixo).

A iniciativa é coordenada pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), com o apoio da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Secretarias Regionais, Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb) e Ecofor Ambiental.

Locais de limpeza

Lagoas

– Urubu (Regional I)

– Papicu (Regional II)

– Porangabussu (Regional III)

– Parangaba (Regional IV)

– Maraponga (Regional V)

– Messejana (Regional VI)

Praias (pontos de encontro)

– Barra do Ceará – Restaurante do Alberto

– Praia de Iracema (Estoril)

– Titanzinho (Associação Comunitária/ Ipon)

– Praia do Futuro (Aldeia Surf School/ Vila Galé)

– Sabiaguaba (Ecomuseu do Mangue)

Ações privadas

A Solar Coca-Cola realizará mais uma vez o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, neste sábado, das 8h30 às 11h30, um mutirão de educação ambiental para recolher lixo e conscientizar os banhistas sobre a importância de manter praias e rios limpos, a partir de uma caminhada de aproximadamente 2 km.

No ano passado, o evento recolheu quase uma tonelada de lixo. Neste ano, a ação será realizada na Praia do Meireles, na Avenida Beira-Mar, saindo do Clube Atlético Náutico Cearense até a Volta da Jurema. A expectativa é que o evento envolva cerca de 350 voluntários.

A ação também promove a responsabilidade social, pois todos os resíduos recolhidos são separados e destinados às cooperativas de catadores. Neste ano, a beneficiada será a Sociedade Comunitária de Reciclagem de Lixo do Pirambu (Socrelp), que também participa do mutirão de coleta.

Coordenado mundialmente desde 1986 pela ONG americana The Ocean Conservancy, o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias é um dos mais bem sucedidos eventos que envolvem voluntários do mundo. Em torno de 40 milhões de pessoas de 125 países são mobilizadas em prol da ação.

A Coca-Cola apoia a ação desde 1994, como parte das iniciativas do programa Coletivo Reciclagem, do Instituto Coca-Cola Brasil. A Solar Coca-Cola vai realizar ações nas regiões em que atua (Nordeste, Mato Grosso, parte de Tocantins e de Goiás) limpando rios, praias e lagoas das principais cidades em que está presente.

Funcionários da Posco E&C Brasil realizam a 2ª Ação Voluntária de Limpeza de Praias e Ruas do Cumbuco, entre as 8 e 11 horas. O evento pretende reunir mais de 150 voluntários coreanos e brasileiros, além de moradores do Cumbuco.

O encontro será na Escola Municipal Helena de Aguiar Dias, onde os voluntários serão orientados e receberão o material para a ação – que é uma parceria com diversas associações do Cumbuco, como a Colônia dos Pescadores, Associação Comunitária do Cumbuco (ASCC) e Instituto de Formação de Empreendedores e Educadores (IFEE). A parceria entre a Posco E&C Brasil e as associações do Cumbuco acontece desde janeiro de 2014, e a primeira ação voluntária para a limpeza das praias locais aconteceu em maio deste ano.

A Energia Pecém e a Eneva, realizam, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Gonçalo do Amarante, a Campanha Praia Limpa Taíba, uma ação para recolher o lixo da praia na localidade. Mais do que promover esse mutirão de limpeza, a termelétrica pretende chamar a atenção da comunidade para a importância de manter as praias limpas e não jogar lixo na areia. Na oportunidade, estudantes do município, pescadores, moradores e colaboradores da Energia Pecém e outras empresas parceiras na iniciativa irão receber da usina os materiais necessários para entrarem em ação na limpeza da beira-mar.

 

18:29 · 29.03.2014 / atualizado às 18:33 · 29.03.2014 por

logo_60_alta_rgb

A sexta edição brasileira da Hora do Planeta, que acontece hoje, 29 de março, entre 20h30 e 21h30, está confirmada para ocorrer pelo menos em 115 cidades brasileiras. O Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e a Igreja São Francisco de Assis (Igrejinha da Pampulha), em Belo Horizonte, são alguns dos mais de 300 monumentos que serão apagados do Norte ao Sul do País. Para celebrar a data, o WWF-Brasil promove um evento oficial da Hora do Planeta na Praça Victor Civita, em São Paulo, de onde simbolicamente todas as cidades brasileiras participantes serão apagadas.

“Queremos que as pessoas usem esses sessenta minutos para se lembrar que as coisas não estão indo exatamente por um caminho que nos vá ajudar no futuro. Temos uma hora para pensar: ‘Eu posso fazer diferente’. Seja apagar as luzes durante a Hora do Planeta, seja tomar um banho mais curto”, afirma a Secretária-Geral do WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.

Com o slogan “Use seu poder para salvar o planeta”, o movimento aposta no poder de cada um para a mudança, seja o cidadão brasileiro ou o Homem-Aranha, primeiro embaixador global do movimento. No Brasil, a Hora do Planeta conta com os atores Tainá Müller e Reynaldo Gianecchini como seus embaixadores oficiais. A campanha também apresenta o homem do farol, personagem criado pela agência Grey Brasil que como morador e administrador de um farol faz de tudo para engajar os brasileiros na Hora do Planeta, será o responsável pelo acionamento do interruptor gigante.

Hora do Planeta

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas. Desde sua primeira edição, em março de 2007, não parou de crescer. O que começou como um evento isolado em uma única cidade, Sidney, na Austrália, tornou-se uma ação global, envolvendo um bilhão de pessoas em mais de 5 mil cidades de 152 países. Alguns dos mais conhecidos monumentos mundiais, como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel em Paris, a Acrópole de Atenas e até mesmo a cidade de Las Vegas (EUA) já ficaram no escuro durante sessenta minutos.

WWF-Brasil

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

Rede WWF

A Rede WWF é uma das maiores organizações ambientalistas independentes do mundo. Ela tem o apoio de quase 5 milhões de pessoas e uma rede mundial ativa em mais de 100 países. A missão da Rede WWF é acabar com a degradação do meio ambiente natural do Planeta e construir um futuro onde os seres humanos vivam em harmonia com a natureza, assegurando o uso sustentável dos recursos naturais renováveis e promovendo a redução da poluição e do desperdício de consumo.

Monumentos Brasileiros na Hora do Planeta 2013

Aracaju

1. Mirante 13 de Julho

2. Prefeitura Municipal de Aracaju – Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos

Belo Horizonte

1. Sede da Prefeitura

2. Praça da Bandeira

3. Igrejinha da Pampulha

4. Estádio Mineirão

Brasília

1. Palácio do Buriti

2. Complexo Cultural da República – Biblioteca e Museu Nacional

3. Torre de TV

4. Catedral Metropolitana de Brasília

5. Esplanada dos Ministérios

6. Praça dos Três Poderes

7. Congresso Nacional

Campo Grande

1. Paço Municipal;

2. Central de Atendimento ao Cidadão

3. Morada dos Baís

4. Obelisco

Cuiabá

1. Praças Municipais

Curitiba

1. Jardim Botânico

2. Praça Japão

Fortaleza

1. Estátua de Iracema – Praia de Iracema

2. Estátua de Iracema – Lagoa de Messejana

3. Fachada do Mercado Central – Centro

4. Relógio Praça do Ferreira (Coluna da Hora) – Centro

5. Seminário da Prainha

6. Prédio do Palácio do Bispo

7. Prédio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma)

8. Catedral Metropolitana de Fortaleza

9. Igreja de Fátima

Goiânia

1. Monumento Viaduto

2. Praça Latif Sebra

3. Monumento Viaduto AV T63

João Pessoa

1. Estação Ciência, Cultura e Artes

2. Prédio do Paço Municipal

3. Centro Administrativo Municipal

Macapá

1. Fortaleza de São José de Macapá

2. Monumento Marco Zero do Equador

3. Teatro das Bacabeiras

Manaus

1. Parque Municipal Lago do Japiim

Natal

1. Parque da Cidade

2. Prédio da Prefeitura

3. Secretarias Municipais

Palmas

1. Espaço Cultural José Gomes Sobrinho

Rio Branco

1. Praça da revolução (dois monumentos)

2. Prefeitura e Secretarias Municipais

Rio de Janeiro

1. Cristo Redentor

2. Igreja da Penha

Recife

1. Prefeitura de Recife

2. Parque das Esculturas – Marco Zero

Vitória

1. Palácio Jerônimo Monteiro

A lista completa com todas as cidades participantes está disponível em:

http://www.wwf.org.br/participe/horadoplaneta/cidades/

SERVIÇO

Hora do Planeta 2014

Data: 29 de março (sábado)

Horário: das 20h30 às 21h30

Site: www.horadoplaneta.org.br