Busca

Quatro atletas sofreram lesões nos CrossFit Games 2018

15:33 · 10.08.2018 / atualizado às 15:33 · 10.08.2018 por
(Fotos: Reprodução/Instagram)

Apesar de toda a expertise e de todo o preparo físico, nem os atletas da elite dos CrossFit Games estão imunes a lesões. Neste ano, quatro atletas sofreram algum impacto e deixaram a competição para evitar a piora do quadro.

1. A americana Michele Fumagalli, 30 anos, estava em seu primeiro Games. Próximo da chegada do Crit, o Evento 1, na quarta-feira, ela sofreu um acidente com a bicicleta que a deixou com um pulso quebrado. Ela passou por uma cirurgia para colocar pinos no local. Os equipamentos só devem ser tirados em, no mínimo, de seis a oito semanas.

2. O canadense Alexandre Caron, de 22 anos, também era um rookie da competição. Depois da terceira prova, o CrossFit Total, também na quarta, ele sofreu uma lesão no joelho durante a tentativa de repetição máxima de back squat (agachamento). Ainda não se sabe a extensão da lesão do atleta.

3. A veterana americana Emily Bridgers, 31, chegou à sexta-feira de disputas. Entretanto, durante a prova “The Battleground”, depois de descer a escada de cordas no Obstacle Course, ela teve uma má aterrissagem e deslocou o tornozelo esquerdo, “provavelmente rasgando alguns ligamentos”, escreveu no Instagram. Após o incidente, a atleta anunciou sua aposentadoria. Este era sua quinta participação nos Games. Seu melhor resultado foi o 6º lugar em 2014, seu ano de estreia.

4. Como o Hora do Cross já mostrou, a islandesa Sara Sigmundsdottir até tentou ser forte, mas não resistiu a uma fratura por estresse na costela direita. Ela desistiu da competição no fim do sábado, após nove provas.

Desejamos aos atletas uma recuperação rápida e completa.

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *