Busca

Primeiro campeonato de Levantamento de Peso Olímpico de Fortaleza teve cargas de até 150kg

16:37 · 19.08.2018 / atualizado às 16:37 · 19.08.2018 por
Foto: Nícolas Paulino

Por alguns segundos, silêncio absoluto do público para a concentração do atleta. Depois, um grito que quebra a calmaria para um exercício de força extrema. Mais alguns segundos se passam para ter a confirmação de que tudo valeu, vinda de três juízes. Assim foi o GWL, primeiro campeonato de levantamento de peso olímpico (LPO) de Fortaleza, que ocorreu neste sábado (18), na Porão CrossFit. O campeão do evento levantou com facilidade, diga-se de passagem, 120 kg de snatch e 150kg de clean and jerk.

Entre as mulheres, na categoria até 55kg, a campeã foi Bia Mesquita, headcoach da Porão, que comemorou ter levantado 81kg de clean and jerk com um peso corporal de 53kg. Ela ainda foi campeã feminina geral, com o maior Sinclair (coeficiente de desempenho entre atletas de diferentes pesos). Na categoria acima de 63kg, Cristiani Ferreira, do Galpão Central do Corpo, levantou facilmente 85kg.

Bia Mesquita, da Porão CrossFit. (Foto: Nícolas Paulino)

Os homens tinham quatro categorias. Na “peso-pena”, até 77kg, um dos destaques foi o gaúcho Caio Moretti, de apenas 17 anos. Pesando 63 kg, ele levantou 75kg de snatch (batendo o PR, que era de 74kg) e 100kg de clean and jerk. Não subiu no pódio, mas arrancou aplausos acalorados do público.

Praticante de CrossFit há dois anos, na Tríade, Caio conta que gosta de tudo no esporte. “Antigamente eu preferia o ginástico, mas como surgiu a oportunidade do campeonato, comecei a treinar só LPO. Mas amo os dois de todo jeito”, ri. A meta é fazer bonito no campeonato nacional de LPO, na categoria 62kg, que ocorre em Minas Gerais, daqui a dois meses.

Pesos pesados

Nas categorias masculinas mais corpulentas, a competição ficou ainda mais pesada. Fred Guedes, headcoach da CrossFit Aldeota, completou séries de 102kg, 107kg e 112kg de snatch, e 131kg de clean and jerk. Os 137kg pesaram.

Lucas Ponte (CrossFit Superação), profissional de referência no Ceará na metodologia Ogre Barbell de LPO, fez 105kg e 112kg de snatch, e 135kg e 142kg de clean and jerk. Tentou 147kg. Não subiu.

Jorge Lucas teve o maior Sinclair masculino. (Foto: Nícolas Paulino)

O campeão geral masculino do GWL foi Jorge Lucas Pontes, atleta da CrossFit Aldeota e da CrossFit Gurkha. Com movimentos precisos e quase irretocáveis, ele não completou nenhum erro ao levantar 115kg e 120kg de snatch, e 140kg, 145kg e impressionantes 150kg de clean and jerk. Ele teve o maior Sinclair geral, de 315.95.

O Levantamento de Peso Olímpico é uma modalidade que exige velocidade, força, potência, coordenação, precisão e equilíbrio. Para se executar snatches ou clean and jerk de qualidade, é preciso que o atleta trabalhe diversas bases, como deadlift, snatch balance, overhead squat, front squat, back squat, jerk e push press, dentre outros.

Confira os pódios:

Mulheres:
Até 55kg: 1. Bia Mesquita (Porão); 2. Manoela Silva (MarcoZero)
55kg-63kg: 1. Lívia Soares (Cross98 – MA); 2. Lígia (Caserna)
+63kg: Crys Ferreira (Central do Corpo); 2. Lívia Furtado (Cangaço)

Homens:
Até 77kg: 1. Saulo Antunes (Porão); 2. Carlos Abreu (Aldeota)
77kg-89kg: 1. Jorge Lucas (Aldeota/Gurkha); 2. Lucas Ponte (Superação); 3. Eduardo Silva (Cross98 – MA) e Carlos (Caçadores)
89kg-102kg: 1. Fred Guedes (Aldeota); 2. Mychel Moura (BadLions); 3. Victor Guimarães (Cangaço)
+102kg: Eduilton Barros (Dragão do Mar); Tiago Pereira (Cangaço) e Robson Mendes (Aldeota)

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *