Busca

01:55 · 27.04.2017 / atualizado às 01:55 · 27.04.2017 por

Seleção cearense termina na terceira colocação

Com direito a “participação especial” da categoria Open, e nela vitória de Elivelton Santos- paraibano de 21 anos e ex-campeão em quatro divisões- a Confederação Brasileira de Surf iniciou em Praia de Atalaia, Salinópolis, Pará, seu circuito de base, o CBSurf Tour, com vitória de Santa Catarina entre seleções e em três divisões, a primeira delas na Iniciante Sub 14, com Luiz Mendes.

(mais…)

01:36 · 27.04.2017 / atualizado às 01:36 · 27.04.2017 por

O sul-africano Jordy Smith venceu a decisão do título do último desafio do World Surf League Championship Tour antes da etapa brasileira nos dias 9 a 20 de maio em Saquarema (RJ)

Caio Ibeli Vice Campeão do Rip Curl Pro Bells 2017-Foto-Kelly Cestari

O paulista Caio Ibelli barrou o campeão mundial John John Florence com uma virada espetacular no último minuto da semifinal, mas não conseguiu superar o vice-campeão, Jordy Smith, na decisão do título do Rip Curl Pro Bells Beach. Os dois deram um show nas ótimas direitas de 6-8 pés da quarta-feira e o sul-africano ganhou a final por 18,90 a 17,46 pontos, para badalar o sino do troféu da vitória que não conseguiu no ano passado contra o australiano Matt Wilkinson. Mas, o brasileiro também festejou bastante no seu primeiro pódio em etapas do World Surf League Championship Tour.
(mais…)

01:33 · 27.04.2017 / atualizado às 01:33 · 27.04.2017 por

Thiago ganhou a decisão brasileira do QS 1500 com Krystian Kymerson e a equatoriana derrotou a peruana Melanie Giunta na final da inédita etapa feminina do QS 1000 na Argentina

Thiago Camarão-Foto-Maximiliano Marinucci

O paulista Thiago Camarão e a equatoriana Dominic Barona foram os campeões do Rip Curl Pro Argentina em Mar del Plata e largaram na frente na corrida pelos títulos sul-americanos de 2017 da WSL South America. Thiago ganhou a decisão verde-amarela do QS 1500 com o capixaba Krystian Kymerson, mantendo a hegemonia de títulos brasileiros nos cinco anos da história da etapa argentina do WSL Qualifying Series. E Dominic derrotou a peruana Melanie Giunta na final da inédita etapa feminina do QS 1000, encerrada nas direitas do icônico e lendário pico El Yacht da Playa Grande, no Domingo de Páscoa em Mar del Plata.
(mais…)

01:19 · 27.04.2017 / atualizado às 01:19 · 27.04.2017 por

As meninas abriram o Rip Curl Pro Bells Beach e a brasileira vai disputar a última vaga para as quartas de final com Stephanie Gilmore no terceiro desafio do World Surf League Championship Tour 2017

Silvana Lima-Rip Curl Pro Bells 2017-Foto-Ed Sloane

A quarta-feira amanheceu com ondas de 3-4 pés em Bells Beach e o início da categoria masculina foi adiado, mas as meninas competiram em boas condições, pois o mar foi melhorando no decorrer do dia para elas darem um show na Austrália. As campeãs mundiais Tyler Wright e Carissa Moore se destacaram com grandes apresentações e a brasileira Silvana Lima finalmente venceu sua primeira bateria do ano no World Surf League Championship Tour. Ela vai disputar a última vaga para as quartas de final com a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore, que defende a lycra amarela do Jeep WSL Leader no Rip Curl Women´s Pro.
(mais…)

00:36 · 27.04.2017 / atualizado às 01:35 · 27.04.2017 por

A Associação Brasileira de Surf Profissional apresenta uma proposta de calendário com 24 etapas valendo pontos para definir o campeão brasileiro e 12 provas para a categoria feminina

Pódio_Saquarema_Foto-Pedro Monteiro_SuperSurf 2015

A Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) anuncia a realização do histórico trigésimo Circuito Brasileiro em 2017, com várias etapas somando pontos no ranking para definir o campeão brasileiro da temporada. Por causa da atual crise econômica e política do país, foram criados sete níveis de premiação e pontuação – desde “1A” oferecendo o mínimo de R$ 5.000 de prêmio até “7A” de R$ 80.000. O objetivo é criar novas oportunidades para centenas de surfistas que estão sem competir, pois no ano passado não teve circuito e nem campeão brasileiro, pela primeira vez em 31 anos de história. A ABRASP apresenta uma proposta de calendário ousada, com 24 etapas masculinas e doze femininas, sendo que dez delas são combinadas com homens e mulheres competindo no mesmo evento.

(mais…)