Busca

07-07 – Dia do nascimento da Prancha de Bodyboarding

10:28 · 07.07.2018 / atualizado às 10:28 · 07.07.2018 por

Há exatos 47 anos Tom Morey criava sua invenção mais popular, aquela que, mais tarde, viria a ser a prancha de bodyboarding

Tom Morei tocando Ukulele apoiado em seu invento o Morey Boogie

Tom era um engenhoso inventor de brinquedos aquáticos que largou tudo em Ventura, na Califórnia e foi morar em Kona, a maior das oito ilhas do arquipélago havaiano. Lá, sua principal ocupação era conceber invenções, muitas delas bizarras, para ilustrar reportagens na famosa revista americana Surfer. Nesse processo Morey criou, além de muitas outras coisas, design para pranchas com entradas de ar, pranchas motorizadas lubrificadas a ar e que deslizavam sobre bolhas de bicarbonato de sódio liberadas sistematicamente e todo tipo de quilhas estranhas que se posssa imaginar.

Isabela Sousa na Ilha da Madeira-Portugal-Foto-Lima Jr.

Apesar de nenhuma de suas invenções parecer que realmente daria certo, em um belo dia, ele teve uma ideia que mudaria sua vida e a de muitos jovens mundo a fora.

Como a grande maioria dos surfistas que moravam no Havaí entre as décadas de 1960 e 1970, ele não tinha dinheiro algum. Estava em casa, na Ilha de Kona, sua mulher estava grávida, ambos estavam com muito calor e as ondas no quintal de sua casa estavam perfeitas. Olhou para a garagem e viu uma sobra de espuma de polietileno, que sobrara de uma de suas invenções malucas para seus artigos na Revista Surfer. Pegou emprestado uma serra elétrica e um ferro de engomar. Cortou uma pequena prancha de mais ou menos 4 pés e meio de comprimento e passou a espuma a ferro, pra selar os poros do polietileno, usando um jornal para não colocar o ferro diretamente em contato com a espuma. Depois desse processo Morey foi pra água, mas a essa altura a ondulação já havia ficado muito fraca. Mesmo assim Morey conseguia sentir o movimento da ondulação e passou a serpentear na onda com aquela prancha sem quilhas. Quando sentiu a sensação de deslizar na onda em uma posição inclinada onde praticamente todo o seu corpo, de alguma forma, captava todas as sensações dos movimentos e energia vinda do mar, apelidou sua nova invenção de S.N.A.K.E., abreviação de Side (lado), Navel (umbigo), Arm (braço), Kenee (joelho) e Elbow (cotovelo).

Mais tarde, reduziu o tamanho da prancha e rebatizou seu invento, dessa vez com o nome de Boogie Board. Nascia ali o Morey Boogie, a maior invenção de Tom Morey.

O impacto foi imediato, principalmente, sobre as crianças. Macia, leve, difícil de quebrar, pequena e muito simpática, a criação da prancha de Bodyboarding criou uma nova relação com o oceano promovendo uma intimidade ímpar entre milhões de pessoas e o oceano.

E como Tom Morey pode ter tanta certeza da data de sua criação?

Lembra de quando ele foi selar seu novo invento com um ferro de engomar e para isso ele usou um jornal. Pois é! A tinta do jornal passou para a prancha e isso foi exatamente no dia 07 de julho de 1971, há exatamente 47 anos atrás. Direto do Túnel do Tempo do Surf.

Aloha!!!

 

 

Comentários 1

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Franklin Almeida- Maré verde artes.

07/07/2018 as 21:05

Então escolhi o esporte certo, no dia do meu aniversário!