Busca

Categoria: Feminino


15:24 · 12.03.2018 / atualizado às 15:24 · 12.03.2018 por

A cearense venceu sua primeira bateria no ano e depois foi barrada na terceira fase do Roxy Pro Gold Coast na segunda-feira só de competição feminina em Snapper Rocks na Austrália

Silvana Lima-Roxy Pro Gold Coast 2018-Foto-Ed Sloane

A cearense Silvana Lima ganhou sua primeira bateria no World Surf League Championship Tour 2018, mas depois foi barrada na terceira fase e terminou em nono lugar no Roxy Pro Gold Coast na Austrália. Na segunda-feira, apenas as meninas competiram nas ondas de 2-3 pés em Snapper Rocks. Foram realizadas três rodadas completas que já definiram as primeiras semifinais do ano e com surpresas, sem as principais favoritas ao título. A disputa pela primeira vaga na final será entre a havaiana Malia Manuel e a norte-americana Lakey Peterson e na outra bateria são duas australianas, Sally Fitzgibbons e Keely Andrew.

(mais…)

18:44 · 22.02.2018 / atualizado às 09:29 · 23.02.2018 por

III Maraca Surf Festival Feminino Open

Faltam pouco mais de três semanas para o festival mais esperado e florido de todo o litoral brasileiro, o @maracasurffestival, que em 2018 chega à sua terceira edição. Evento único no país, criado para fortalecer, unir e engrandecer o surf feminino, com vários estilos e categorias de surf, onde estarão reunidas algumas das melhores surfistas de todo o Brasil.

(mais…)

21:08 · 18.01.2018 / atualizado às 22:22 · 18.01.2018 por

Silvana Lima, Tainá Hinckel e Tati Weston-Webb abrem temporada com um QS 6000 nos Estados Unidos

Tatiana Weston-Webb-Foto-Divulgação

A quinta-feira (18) marca o pontapé inicial na temporada 2018 de boa parte das surfistas do circuito mundial. A praia de Sebastian Inlet, na Flórida, recebe o Ron Jon Florida Pro, uma das competições mais importantes do ano, que vale seis mil pontos no ranking do QS, principal porta de acesso à elite. Além de aspirantes a grandes talentos, o torneio também receberá atletas em fase de treinamento para a perna australiana do CT, entre ela três brasileiras: Silvana Lima , Tati Weston-Webb e Tainá Hinckel.

(mais…)

11:34 · 01.12.2017 / atualizado às 11:34 · 01.12.2017 por

Australiana conquistou seu segundo título consecutivo quando se classificou para as semifinais do Maui Women´s Pro na quinta-feira e Silvana Lima terminou em nono lugar em Honolua Bay

Tyler Wright festeja o bicampeonato mundial no Havaí-Foto-Kelly Cestari

A australiana Tyler Wright, 23 anos, é a nova bicampeã mundial da World Surf League. Ela confirmou seu segundo título consecutivo com a classificação para as semifinais do Maui Women´s Pro na quinta-feira em Honolua Bay, na ilha de Maui, Havaí. A possibilidade da conquista antecipada surgiu com a eliminação da número 3 do ranking, Courtney Conlogue, 25 anos, na quarta fase. A norte-americana terminou em nono lugar na última etapa do World Surf League Women´s Championship Tour 2017. Já a brasileira Silvana Lima, 33 anos, foi barrada pela hexacampeã mundial Stephanie Gilmore, 29 anos, na abertura das quartas de final, ficando em quinto lugar no evento e em 12.o no ranking final do CT feminino, no momento.

(mais…)

18:35 · 03.11.2017 / atualizado às 18:35 · 03.11.2017 por

Peruana perdeu a final do QS 1000 Reef & Paris Women´s Pro para a havaiana Bailey Nagy, mas já tinha garantido o título inédito na semifinal com a última concorrente, Melanie Giunta

 

Anali Gomez-Foto-Mauricio Espinoza

 

A peruana Anali Gomez conseguiu um inédito tricampeonato sul-americano na história da WSL South America neste domingo em San Bartolo, no Peru. Ela confirmou o título na semifinal do QS 1000 Reef & Paris Women´s Pro com sua última concorrente, a também peruana Melanie Giunta. Depois, perdeu a grande final para a havaiana Bailey Nagy e as duas receberam troféus de campeã no pódio da quinta e última etapa do WSL Qualifying Series feminino promovida pela WSL South America esse ano. O prêmio para Anali Gomez oferecido pela World Surf League, é a garantia de participação nas etapas mais importantes do próximo ano, com status QS 6000 e QS 10000, que definem as seis vagas para a elite das top-17 do CT.

(mais…)

21:06 · 26.07.2017 / atualizado às 21:13 · 26.07.2017 por

Evento realizado pela atleta brasileira de kitsurf Bruna Kajiya, 2x Campeã Mundial, contou com a participação de 17 atletas de diferentes estados Norte-Americanos, mas também de outros países como Espanha, França e México

Bruna Kajiya-Diamond Chica

O primeiro evento Diamond Chica da história acaba de ser realizado nos Estados Unidos, em uma cidade considerada como a meca de esportes ao ar livre chamada Hood River.

E mesmo que as mulheres que participaram fossem de diferentes nacionalidades, gerações e profissões, todas se reuniram pela paixão compartilhada pelo kitesurf. Tendo o esporte como ponto de referencia, elas se uniram e criam laços através da vivencia na água e de compartilhar suas histórias de vida.

Umas das histórias mais inspiradoras foi a de Mandi Browning, ex atleta olímpica e sobrevivente de 3 canceres. Uma frase pronunciada durante a sessão de Yoga com as meninas descreveu o grupo perfeitamente: ¨As formas das lâmpadas podem ser todas diferentes, porém a luz que irradia delas é a mesma. ¨

Bruna Kajiya-Diamond Chica-Divulgação 2

O evento Diamond Chica começou com Yoga, seguido de uma corrida em forma de revezamento em SUP,  organizada por Fiona Wylde, atleta de SUP e atualmente segunda no ranking mundial.

Após as atividades matinais, as mulheres foram todas para água para praticar kitesurf e testar os equipamentos de kite Diamond Series.

Diamond Chica-Divulgação

As condições estavam ideais para velejar, e o evento foi até o pôr do sol. O dia foi cheio de muitos sorriso e novas amizades.

Bruna Kajiya-Diamond Chica-Divulgação 3

O que é Diamond Chica!?

Diamond Chicas são eventos por todo o mundo para mulheres esportivas, tendo o kitesurf como centro mas também envolvendo outros esportes.  
 
O objetivo desses eventos é criar uma forte comunidade feminina de kitesurf, onde as participantes de apoiem, inspirem e ajudem umas as outras. Tendo um sentimento comum de irmandade, criando laços reais entre as mulheres.

Saiba mais sobre o Diamond Chica:

https://www.facebook.com/diamondchicaday/

Bruna Kajiya-Diamond Chica-Divulgação 4

Diamond Series

Equipamentos de kitesurf desenvolvido especialmente para mulheres em uma colaboração entre a marca Airush e Bruna Kajiya. A coleção conta com kites, barras, 2 modelos de pranchas bidirecionais, prancha de surf e trapézio.

Saiba mais: //airush.com/2017/diamond/

Bruna Kajiya-Divulgação

A inspiração da Bruna Kajiya para o Diamond Chica

¨ Eu sempre tive muita paixão por ganhar reconhecimento e espaço  para o universo feminino dentro do kitesurf. Quando eu comecei, poucas pessoas assistiam competições femininas, eu lembro claramente de escutar comentários como ¨vamos comer e dar um break, porque agora são as baterias femininas ¨, o impacto que isso teve em mim foi incrível. Desde então eu quis mostrar que nós mulheres podemos ser radicais e impressionantes também, e até adicionar um pouco de charme nas manobras.

Durante a minha carreira eu sempre busquei romper os limites convencionais e colocar o kitesurf feminino no mapa. Agora com o Diamond Chica, eu sinto que posso aumentar meu apoio para o kitesurf feminino, aproximando essas ¨chicas¨ e criando uma comunidade feminina com mulheres fortes, inspiradoras que ajudam e motivam umas as outras.

18:24 · 30.05.2017 / atualizado às 18:24 · 30.05.2017 por

A cearense terminou em 13.o lugar na etapa do CT em Fiji e fica em situação delicada para manutenção da vaga no CT 2018

Silvana Lima-OK Fiji Womens 2017-Foto-Ed Sloane

A cearense Silvana Lima não passou do primeiro dia do Outerknown Fiji Women´s Pro, iniciado na terça-feira de boas ondas de 3-4 pés para as meninas competirem em Cloudbreak, na ilha de Tavarua, em Fiji. Ela perdeu as suas duas primeiras baterias e terminou em 13.o lugar na quinta etapa do World Surf League Championship Tour, permanecendo fora do grupo das dez que são mantidas na elite das top-17 para o ano que vem. Foram realizadas três rodadas completas na terça-feira para já definir as primeiras classificadas para as quartas de final, a australiana Sally Fitzgibbons, a francesa Johanne Defay, a norte-americana Sage Erickson e a havaiana Carissa Moore, que foi o grande destaque do dia.
(mais…)

01:19 · 27.04.2017 / atualizado às 01:19 · 27.04.2017 por

As meninas abriram o Rip Curl Pro Bells Beach e a brasileira vai disputar a última vaga para as quartas de final com Stephanie Gilmore no terceiro desafio do World Surf League Championship Tour 2017

Silvana Lima-Rip Curl Pro Bells 2017-Foto-Ed Sloane

A quarta-feira amanheceu com ondas de 3-4 pés em Bells Beach e o início da categoria masculina foi adiado, mas as meninas competiram em boas condições, pois o mar foi melhorando no decorrer do dia para elas darem um show na Austrália. As campeãs mundiais Tyler Wright e Carissa Moore se destacaram com grandes apresentações e a brasileira Silvana Lima finalmente venceu sua primeira bateria do ano no World Surf League Championship Tour. Ela vai disputar a última vaga para as quartas de final com a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore, que defende a lycra amarela do Jeep WSL Leader no Rip Curl Women´s Pro.
(mais…)

21:03 · 08.04.2017 / atualizado às 21:03 · 08.04.2017 por

Ela impediu o bicampeonato da atual campeã mundial Tyler Wright no Drug Aware Pro e passou a dividir a primeira posição no Jeep WSL Ranking com Stephanie Gilmore

Sally Fitzgibbons_Drugs Aware Margaret River 2017-Foto-Ed Sloane

Depois de quase uma semana de espera, as ondas voltaram a entrar com boas condições no sábado para decidir o título feminino do Drug Aware Margaret River Pro nas séries de 3-5 pés em Main Break. As finais masculinas ficaram para o último dia do prazo do segundo desafio do World Surf League Championship Tour e a primeira chamada do domingo será as 7h00 em Western Australia, 20h00 do sábado em Brasília. Entre as meninas, Sally Fitzgibbons festejou sua primeira vitória em Margaret River na final contra a defensora do título desta etapa e atual campeã mundial, Tyler Wright. Com os 10.000 pontos conquistados, passou a dividir o primeiro lugar no Jeep WSL Ranking com a também australiana Stephanie Gilmore, campeã na Gold Coast.

(mais…)

19:09 · 31.03.2017 / atualizado às 19:32 · 31.03.2017 por

Silvana Lima foi eliminada e Stephanie Gilmore, Tyler Wright, Carissa Moore e Courtney Conlogue, já estão entre as oito finalistas do Drug Aware Margaret River Pro na Austrália

Silvana Lima_Margaret River 2017-Foto-Ed Sloane

Depois de dois dias só de competição masculina, a sexta-feira de ondas limpas de 3-4 pés em Main Break ficou reservada só para as meninas surfarem no segundo desafio do World Surf League Championship Tour 2017 na Austrália. A brasileira Silvana Lima perdeu as duas baterias que disputou e terminou em 13.o lugar no Drug Aware Margaret River Pro, como já havia acontecido na Gold Coast. Mas, as melhores surfistas do mundo deram um show e as favoritas conquistaram as primeiras vagas para as quartas de final, a atual campeã mundial e defensora do título desta etapa, Tyler Wright, a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore, a tricampeã Carissa Moore e a vice-campeã do ano passado, Courtney Conlogue.
(mais…)