Busca

Kalangão 2º Dia – Da Lagoinha ao Icaraizinho

20:17 · 21.09.2017 / atualizado às 20:17 · 21.09.2017 por

Muitas aventuras pelo caminho no segundo dia do Kalangão

Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (23)

 

O segundo dia do Kalangão marcou mais uma pernada de cerca de 80km entre as praias de Lagoinha e Icaraizinho de Amontada, um trecho com muito percurso Off Road, seguindo os participantes pela praia durante boa parte do percurso.

Manula-Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (4)

Na água os calangos encaravam mais um grande desafio, a longa distância e seus obstáculos, condição que exige, até mesmo dos mais experientes, foco e total atenção para que tudo dê certo. E muita coisa pode dar errada, pois, todo o equipamento é submetido a severas condições, afinal de contas, são longas horas de velejo por dias a fio e em condições de vento que ficam a cada dia mais extremas. Daí você imagina como os equipamentos são colocados à prova e como os atletas acabam tende de se virar com equipamentos que quebrem em locais de difícil resgate.

Resgate – Kalangão 2017-1º Dia-Foto-Talles Freitas (2)

RESGATE

Kalangão 2017-1º Dia-Foto-Talles Freitas (3)

Daí você pode se perguntar: o que acontece se uma pessoa perder o equipamento em um local sem apoio na terra?

Segundo Polly, o organizador do Kalangão, o sistema de resgate funciona da seguinte forma, os carros de apoio acompanham o máximo de tempo possível os participantes na beira da praia. Quando a maré enche e fica impossível de andar na praia, entram em cena o Jet Ski e por último os seguranças de água são os responsáveis pelos resgates nem que para isso ele precise rebocar a pessoa até a praia ou em até último caso, dar o seu próprio kite, a depender das circunstâncias. Isto é, como todo esporte radical vários riscos estão envolvidos, mas os participantes do Kalangão sabem que podem contar com uma superequipe de segurança.

Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (21)

As vezes me pego perguntando qual será a graça de ficar todo esfolado para velejar centenas de quilômetros por praias desertas, desertos de dunas, piscinas de corais, currais de pesca, usinas eólicas etc. E quando vejo tudo isso passar pelos meus olhos entendo o que atrai esse bando de loucos. É cada lugar de beleza inigualável que depois que você passa por determinadas paisagens toda essa loucura passa a fazer sentido.

Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (24)

Mas, vamos nessa que ainda falta muita praia percorrer.

Aloha!!!

Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (22)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (19)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (20)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (18)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (17)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (16)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (15)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (14)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (13)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (12)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (11)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (10)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (9)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (8)
Kalangão 2017-Dia 3-Foto-Talles Freitas (6)

 

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *