Busca

Autor: Daniel Praciano


13:17 · 20.09.2017 / atualizado às 13:17 · 20.09.2017 por
Desenho de Wilgengebroed

A pesquisa Unisys Security Index 2017 aponta que os brasileiros estão entre aqueles que mais apoiam a Internet das Coisas (Internet of Things, em inglês) para tornar seu dia mais fácil e mais produtivo. Dos mais de 1.000 brasileiros que participaram do estudo, 92% é favorável à implementação de um botão de emergência em celulares e relógios inteligentes (smartwatches, em inglês) para alertar a polícia sobre sua localização em caso de uma emergência. Apenas dois dos 13 países pesquisados registraram um apoio maior a essa aplicação – Colômbia e Filipinas empataram com um percentual de 94%.

Sobre o uso de dispositivos conectados, como sensores utilizados para localizar bagagens nos aeroportos, 88% dos consumidores brasileiros registraram apoio – acima da média global de aceitação, que é de 74%. A Colômbia apresentou uma grande aprovação da iniciativa (91%), a maior entre os países da América Latina, seguida por Brasil (88%), México (86%) e Argentina (81%).

O estudo Unisys Security Index 2017 mostra que existe um interesse na utilização de dispositivos conectados por IoT e aplicativos sem nenhum impacto financeiro. Os apps que têm relação com dinheiro, ou que estão sendo monitorados por terceiros, são vistos com desconfiança. Os entrevistados apresentaram baixa confiança em dispositivos de IoT que utilizam seus dados financeiros e indicaram forte preocupação com o compartilhamento de suas informações privadas, apontando a necessidade de controlar quando e quem pode utilizá-las.

Em âmbito global, 46% desaprovaram a adoção de aplicativos que realizam pagamentos em relógios inteligentes, os chamados smartwatches, e apenas 36% indicaram apoio. No entanto, os brasileiros parecem menos preocupadas com a confidencialidade dos seus dados, apenas 28% deles não apoiam essa utilização.

Em comparação com outros países pesquisados, os brasileiros (51%) são os que mais apoiam o uso de aplicativos de bancos ou empresas de cartão de crédito para efetuar compras utilizando relógios inteligentes. Um número muito menor de consumidores na Nova Zelândia (27%), Países Baixos (22%) e Bélgica (21%) apoiaram essa aplicação da IoT.

O uso de dispositivos portáteis (wearables) pelas seguradoras de saúde para identificar o comportamento do segurado foi o aplicativo IoT mais impopular identificado na pesquisa, apenas 33% dos consumidores apoiam globalmente a iniciativa e 53% reprovam. Entre os países da América Latina, apenas os brasileiros apresentaram um resultado diferente, com 50% de apoio ao uso de dispositivos fitness para envio de dados às seguradoras de plano de saúde.

“As previsões indicam que, em 2020, o mundo terá 50 bilhões de equipamentos conectados, que necessitarão de infraestrutura, políticas públicas e regulamentação, mas, acima de tudo, segurança que garanta a privacidade dos dados. Os brasileiros, porque são favoráveis à implementação de novas tecnologias, têm uma ótima oportunidade para se destacar na evolução da IoT. Mas, para isso, é preciso enfrentar o desafio de abordar riscos de segurança cibernética e preocupações de privacidade”, afirma Leonardo Carissimi, diretor de soluções de segurança da Unisys para América Latina.

Sobre a pesquisa Unisys Security Index 2017
A Unisys conduz o Unisys Security Index desde 2007, a fim de fornecer uma medida estável e estatisticamente robusta sobre segurança. O índice é calculado em uma escala de até 300 pontos, abrangendo a mudança de atitude dos consumidores ao longo do tempo, em oito áreas de segurança e em quatro categorias: segurança nacional e desastre / epidemia, na categoria Segurança Nacional; Fraude bancária e obrigações financeiras, na categoria Segurança Financeira; Vírus / ataques hackers e transações on-line, na categoria Segurança na Internet; e roubo de identidade e segurança pessoal, na categoria Segurança Pessoal.

O estudo Unisys Security Index 2017 é baseado em entrevistas online realizadas entre 6 e 18 de abril de 2017, com uma amostra de cada nacionalidade de mais de 1.000 participantes adultos dos seguintes países: Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Colômbia, Alemanha, Malásia, México, Holanda, Filipinas, Nova Zelândia, Reino Unido e Estados Unidos. Em cada índice nacional, a margem de erro é de 3,1%, para mais ou para menos, em um nível de confiança de 95% no índice geral, esse valor é de 0,9%.

15:53 · 19.09.2017 / atualizado às 07:02 · 20.09.2017 por
O iOS 11 chegou

A espera acabou e os usuários de iPhone e iPad já podem baixar o iOS 11. O arquivo tem 1,9 GB e poderá ser baixado via rede Wi-Fi através da aba Geral>Atualização de Software>Transferir e Instalar. Vai demorar um pouco. Então tenha paciência e só comece o download se tiver tempo disponível para deixar o aparelho parado por algum tempo.

Os equipamentos disponíveis são:

Para iPhone – iPhone 5s, iPhone SE, iPhone 6 Plus, iPhone 6, iPhone 6s, iPhone 6s Plus, iPhone 7, iPhone 7 Plus, iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X

Para iPad – iPad mini 2, iPad mini 3, iPad mini 4, iPad (5ª geração), iPad Air, iPad Air 2, iPad Pro de 9,7 polegadas, iPad Pro de 10,5 polegadas, iPad Pro de 12,9 polegadas (1ª geração) e iPad Pro de 12,9 polegadas (2ª geração).

iPod – iPod touch de 6ª geração

O que ele traz de novo?
Entre as funções novas estão 11 destaques. Confira:
1 – Gravação de tela do celular com o toque de um botão
2 – Conectar uma rede Wi-Fi sem senha (bastando tocar um iPhone no outro)
3 – Escrever para a Siri para evitar falar em locais onde o silêncio é obrigatório
4 – Integração com a nuvem de terceiros como Google Drive e Dropbox através de um gerenciador de arquivos batizado de Arquivos
5 – Central de controle personalizada
6 – Remoção de automática de aplicativos pouco usados
7 – Suporte a QR Code na câmera automaticamente
8 – Modo Escuro para facilitar o uso em ambientes de pouca luz
9 – Gerenciamento de senhas do iCloud Keychain, antes só era possível alterar essas informaçoes pelo navegador do computador
10 – Box de volume com design reformulado para não atrapalhar a visualização
11 – Teclado para uma mão só que deverá ser ideal para usuários das versões Plus do iPhone

11:49 · 19.09.2017 / atualizado às 11:49 · 19.09.2017 por
Magic Tablet. Este tipo de tablet é um dos que ainda têm mercado no Brasil, os voltados para o público infantil

As vendas de tablets no Brasil recuaram novamente nos meses de abril, maio e junho deste ano. Segundo o estudo IDC Brazil Tablets Tracker, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, o mercado de tablets caiu 8% no segundo trimestre de 2017 em comparação ao mesmo período do ano passado. Ao todo foram vendidos 790 mil máquinas contra 860 mil em 2016. A receita total foi de R$ 400 milhões, 11% a menos do que no segundo trimestre de 2016, mas 9% a mais na comparação com o primeiro trimestre de 2017.

Esse movimento já era esperado pela IDC. “Temos observado um comportamento agressivo dos fabricantes, com preços promocionais e brindes para frear a queda. Além disso, notamos que as empresas estão diversificando os produtos para gerar mais demanda”, diz Wellington La Falce, analista de mercado da IDC Brasil. “O mercado de tablets para o público infantil é bastante forte, mas produtos voltados para o idoso, por exemplo, estão entrando agora no radar”, avalia La Falce.

A IDC destaca também a alteração do tíquete médio no período. Em comparação com o primeiro trimestre de 2017, o valor médio dos aparelhos teve alta de 6%, passando de R$ 477, de janeiro a março, para R$ 505, de abril a junho. Na comparação ano a ano, houve crescimento de 14%, já que o tíquete médio no segundo trimestre de 2016 foi de R$ 443. “Os aparelhos de melhor qualidade tiveram mais espaço no período. O setor está empenhado em mostrar que os tablets não são apenas para entretenimento e sim para educação, trabalho e para consumo de conteúdo em geral”, argumenta o analista.

Para a IDC, até o fim de 2017 devem ser comercializados 3,75 milhões de tablets, o que consolida o recuo de 6% nas vendas ante 2016, quando 4 milhões foram vendidos. “A receita total de 2017 deve fechar o ano em R$ 1,967 bilhão. O que representa uma retração de 6% na comparação com os números do último ano”, conclui La Falce.

07:05 · 19.09.2017 / atualizado às 07:05 · 19.09.2017 por
LG Prime Plus também pode precisar ir para uma assistência técnica

Os brasileiros conferem o celular 78 vezes diariamente. É o que diz uma pesquisa realizada com 2 mil pessoas entre 18 e 55 anos pela consultoria Deloitte. Com tanta intensidade no uso, é necessário que o aparelho esteja apto a cumprir as necessidades dos usuários. Por isso, aqueles que apresentam lentidão ou outros problemas, talvez não sirvam mais para aguentar o tranco do cotidiano.

Mas quando é a hora certa de levar ao suporte técnico? Para tirar essa dúvida, consultamos a plataforma nerd2.me, startup que funciona como um Uber dos técnicos de TI. Confira:

Travamento
Memória insuficiente por excesso de apps e arquivos armazenados, interferência no sistema operacional por programas como Root (Android) e JailBreak (iOS), atualizações de aplicativos, vírus, programas rodando em segundo plano ou no fundo de tela, como por exemplo, papéis de parede animados, são algumas das razões para que seu dispositivo deixe de funcionar repentinamente. Esses são alguns dos principais motivos para resolver levar o objeto a um especialista que o deixará como novo.

Bateria não dura
Hoje em dia o telefone não serve apenas para realizar ligações, mas também para tirar fotos, fazer vídeos, ouvir música, atualizar as redes sociais e se comunicar por mensagens com a lista de contatos. Tudo isso exige bastante da bateria. Aprender com um especialista a manter seu celular funcional e gerenciar o consumo de energia desligando configurações de Wi-Fi, Bluetooth e GPS, atualizações frequentes, redução de brilho da tela e widgets são soluções mais baratas do que substituí-lo.

Desliga sozinho
Algumas causas desse problema podem ser excesso de calor, conflitos de hardware ou software ou ainda peças mal encaixadas. Outro sintoma é quando o aparelho não carrega, mesmo estando horas ligado à tomada, pode ser resolvido simplesmente com a troca do cabo do carregador ou com a limpeza da entrada da fonte de energia.

Comportamento estranho
Não é incomum ver donos de smartphones perdendo a cabeça com seus aparelhos. Muitas pessoas chegam a ‘maltratar’ fisicamente seu celular quando ele começa a ter um comportamento ‘rebelde’: programas às vezes não abrem, param do nada, não atualizam e até reiniciam o smartphone tornando praticamente impossível usá-lo.

Se algum destes problemas ou todos aparecerem é bom procurar uma assistência técnica.

15:49 · 18.09.2017 / atualizado às 15:50 · 18.09.2017 por
Novo Kindle na promoção da Amazon

A Amazon.com.br anuncia a Kindle Week, uma semana de descontos. Das 12h do dia 18 de setemebro às 23h59 do dia 24 de setembro, clientes poderão aproveitar promoções em e-readers Kindle e eBooks com até 80% de desconto, além de ofertas especiais de livros digitais selecionados com até 90% de desconto a cada 24 horas.

Desconto de R$ 80 nos e-readers Kindle (de R$ 299 por R$ 219) e Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$ 479 por R$ 399), que podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros e enviados com frete grátis para todo o Brasil.

Além disso, em homenagem ao aniversário de George R. R. Martin no próximo dia 20, a Kindle Week tem promoção exclusiva em eBooks do autor:

Wild Cards e As Crônicas de Gelo e Fogo, primeiro livro da série Game of Thrones, por apenas R$ 9,90. Os demais livros digitais da série Game of Thrones terão preço especial de R$ 14,90 aqui.

Cupons com 50% de desconto (disponíveis pelo site da promoção) em eBooks em inglês, espanhol, francês, italiano e alemão.

11:52 · 14.09.2017 / atualizado às 11:52 · 14.09.2017 por
Dell Inspiron 14 7000 é um dos modelos que devem ser atendidos pelo serviço

A Dell lança o Premium Support Plus, um serviço inédito de suporte a hardware e software que é capaz de prever falhas nos sistemas antes mesmo de qualquer impacto à funcionalidade dos PCs de usuários domésticos. Além disso, a nova oferta da Dell combina garantia contra danos acidentais, recursos de atendimento automatizados e proativos, com um suporte 24×7 (24 horas por dia, sete dias por semana) realizado por técnicos especializados em atendimento em domicílio.

O preço varia conforme o equipamento e a configuração. Como exemplo, no PC Gamer Inspiron (o desktop gamer anunciado pela Dell na semana passada) o valor para um ano é de R$ 211 (para a configuração do entrada do equipamento – que custa R$ 3.999).

Os equipamentos da Dell contam com o software SupportAssist, que é exclusivo da marca, que permite a solução de falhas antes mesmo que o cliente as perceba. De acordo com Antonio Azambuja, diretor de Marketing de Serviços da Dell para a América Latina, estudos realizados pela Dell em mercados nos quais o serviço Premium Support Plus já foi implementado, mostram que essa modalidade reduz em até 46% o tempo total necessário para a solução de problemas relacionados aos computadores. “O serviço atende desde usuários com conhecimentos avançados em informática e que desejam uma tecnologia avançada e simplificada de suporte, até clientes que precisam de orientação para configurar recursos básicos como controle parental, para limitar o conteúdo que seus filhos terão acesso no PC”, afirma Antonio Azambuja, diretor de Marketing de Serviços da Dell para a América Latina.

Ao contratar o Premium Support Plus, o equipamento passa a contar também com a garantia Complete Care. A promessa é que, com isso, o consumidor está protegido contra danos acidentais ao equipamento, tais como: derramamento de líquidos, quedas e oscilações de energia.

O lançamento da Dell inclui, ainda, recursos específicos para remoção automatizada de vírus e malwares. De acordo com nota enviada para a redação, a solução presente no sistema SupportAssist trabalha em conjunto com o software de antivírus de preferência do cliente para garantir uma operação segura e constantemente monitorada contra ameaças.

A contratação do serviço Premium Support Plus está disponível para os consumidores da Dell no Brasil que adquirirem equipamentos das linhas Inspiron e Alienware nos canais de venda direta e também no varejo. Além disso, pode ser contratado para equipamentos adquiridos anteriormente.

O Premium Support Plus inclui:
· Suporte 24×7 (24 horas por dia, sete dias por semana)
· Atendimento em domicílio após diagnóstico remoto
· Atendimento realizado por técnicos especializados em hardware e software
· Resolução preditiva e proativa de casos identificados automaticamente pela tecnologia SupportAssist
· Suporte e assistência colaborativa para softwares pré-instalados como Microsoft Office, Explorer, Outlook e outros
· Auxílio com dúvidas sobre conectividade de rede, configuração de impressoras, controle parental, backup, antivírus e atualização de sistema operacional e outros
· Garantia contra danos acidentais (Complete Care)

07:06 · 14.09.2017 / atualizado às 07:07 · 14.09.2017 por
iPhone 5s

Você sabia que os produtos eletrônicos são uma das categorias favoritas entre brasileiros e latino-americanos no eBay. Em 2016, o eBay vendeu mais de 300 mil smartphones na América Latina, mas, qual o smartphone favorito no Brasil? E no México? Argentina?

Abaixo vamos mostrar os dados mais recentes sobre compras de iPhone no eBay e os smartphones favoritos de cada região.

Dados sobre iPhone no eBay:
Número de iPhones vendido por hora:
Brasil: 2
Argentina: 3
México: 5

iPhone mais popular em 2016 no eBay
Brasil: iPhone 5s (27% do total de compras)
Argentina: iPhone 5s (40% do total de compras)
Mexico: iPhone 5s (26% do total de compras)

Venda total de iPhone de janeiro até agosto de 2017
Brasil: 7,874 iPhones vendidos
Argentina: 5,712 iPhones vendidos
México: 12,635 iPhones vendidos

Os iPhones vendidos em todo o mundo em 2016: 2,430,462

Smartphone favoritos na América Latina
Top 5 smartphones mais vendidos no Brasil:
iPhone – 21,192 vendidos
Outros – 15,699 vendidos
Samsung – 4,455 vendidos
Motorola – 1,895 vendidos
LG – 1,339 vendidos

Top 5 smartphones mais vendidos na Argentina
iPhone – 25,977 vendidos
Outros – 22,977 vendidos
Samsung – 15,081 vendidos
Motorola – 6,602 vendidos
LG – 6,469 vendidos

Top 5 smartphones mais vendidos no México
Samsung – 51,923 vendidos
iPhone – 41,194 vendidos
Outros – 39,925 vendidos
LG – 22,864 vendidos
Motorola – 18,787 vendidos

São números impressionantes. Realmente não acreditava que tanta gente assim comprava não só iPhones, mas qualquer tipo de smartphone em sites como eBay, AliExpress e outros do gênero. Não só pela insegurança de que se vai receber ou não. Há sempre o perigo do extravio, mas também ele poderá ser taxado, pode vir quebrado. Além disso, se você não cuidar de analisar bem o vendedor, ainda pode receber um tijolo ou similar ao invés do seu smartphone. Aí, o barato vai sair bem caro.

>>>Psicóloga paga por iPhone 6 e recebe tijolo

Óbvio, tudo isso pode ocorrer até em lojas online conhecidas, ainda mais agora que começaram os marketplaces em redes grandes nacionais. O marketplace é aquela reunião de lojas de terceiros que ficam dentro de um gigante do varejo como a Casas Bahia, por exemplo. São ótimas ideias, mas algumas vezes já vimos problemas de compras que não eram, digamos assim, exatamente o que o cliente pagou, não é mesmo?

10:45 · 13.09.2017 / atualizado às 11:45 · 13.09.2017 por
O iPhone X custará a partir de US$ 999, nos EUA, com 64 GB de armazenamento interno

Segundo a Apple, os novos processadores, os A11 Bionic terão 25% de performance superior aos modelos A10 Fusion. Se analisar a eficiência dos atuais com os futuros iPhones, os modelos 8, 8 Plus e X seriam 70% mais rápidos.

>>iPhone X chega por US$ 999 com reconhecimento facila e traseira de vidro
>>>Apple Watch Series 3 ganha dados celulares, mas não vem para o Brasil

Teoricamente isso seria possível, entre outras coisas, porque a GPU do A11 Bionic foi feita pela Apple e daria 30% mais performance que os atuais processadores.

O A11 Bionic tem 6 núcleos, sendo 2 focados em performance e 4 em eficiência energética. Também terá um coprocessador de movimentos M11 e um engine neural embutido para realizar até 600 bilhões de operações em segundo. Isso, na teoria, é fantástico. Veremos na prática, claro.

Além disso, há a velha promessa da Apple de aparelhos com duas hora a mais de autonomia de bateria. Também é algo que só poderemos verificar na prática, pois a bateria dos iPhones é, sem dúvida nenhuma, o maior problema dos aparelhos da Apple sempre.

Memória RAM
Os novos iPhones 8, 8 Plus e X terão 2GB no iPhone 8 e 3GB tanto no iPhone 8 Plus quanto no iPhone X.

À esquerda os modelos de iPhone 8 (começam em US$ 699 nos EUA) e à direita os modelos de iPhone 8 Plus (começam em US$ 799 nos EUA)
06:54 · 11.09.2017 / atualizado às 06:55 · 11.09.2017 por
O possível iPhone 8 ou iPhone Pro ou iPhone X, nome mais cotado

Reforçando rumores bem antigos de que o iPhone de comemoração dos 10 anos do smartphone da Apple (iPhone X) custaria algo em torno de US$ 1.000 nos EUA, Debby Ruth, vice-presidente sênior da firma de consultoria Frank N.Magid Associates, o iPhone especial, afirmou que o aparelho cruzará uma nova fronteira e fará as pessoas pensarem melhor.

O iPhone sempre foi considerado um aparelho “premium”, mas agora, esta versão comemorativa está levando este conceito diretamente a um prêmio bem superior: a do luxo, oficialmente.

Para se ter uma ideia, o iPhone de luxo custará tanto quanto o MacBook Air de entrada. Um total absurdo.

Por enquanto isso são apenas rumores, mas nesta terça-feira, 12, saberemos a verdade. Inclusive se o nome do aparelho será mesmo iPhone X, o rumor mais forte.

E você? Estará disposto a pagar quase US$ 1.000 por um telefone celular inteligente?

16:36 · 08.09.2017 / atualizado às 16:36 · 08.09.2017 por
YouTube NextUp é a chance para turbinar o seu canal na plataforma

O Rio de Janeiro será o palco do novo YouTube NextUp. Segundo o Google, nele, você aprenderá a criar vídeos melhores, atrair mais inscritos e aprimorar seu canal. Os selecionados participam de um treinamento para criadores de conteúdo durante uma semana, no YouTube Space Rio.

De acordo com o Google Brasil, o NextUp já ajudou vários criadores de conteúdo, e alguns deles se tornaram grandes estrelas do YouTube. Nas duas últimas edições brasileiras, 31 criadores participaram.

Além do conhecimento, o YouTube NextUp também vai permitir que os participantes possam ganhar prêmios que ajudarão o youtuber a dar um impulso maior no canal:

– Treinamento de 5 dias para criadores de conteúdo: o treinamento para criadores de conteúdo é um curso rápido de 5 dias. O youtuber aprende técnicas de produção de vídeo com outros criadores de conteúdo e também os prós e contras de se ter um canal de sucesso por meio de tarefas em vídeo divertidas, aulas sobre como usar equipamentos, entre outros temas. Além disso, o youtuber pode trocar ideias com outros criadores.

– Cupom de equipamento: ao concluir o aprendizado é hora de começar a criar. Os formandos do treinamento para criadores de conteúdo recebem um cupom para novos equipamentos de produção no valor de R$ 6.500. O cupom é de um varejista selecionado pelo YouTube.

– Consultoria de canal individualizada: os vencedores do NextUp também têm acesso a benefícios disponíveis apenas para criadores de conteúdo Prata ou superior. Isso inclui consultoria de um especialista de canal dedicado, convites para festas e eventos exclusivos e oportunidade de trabalhar com parceiros do YouTube e graduados do NextUp.

Para se inscrever você precisa saber se está qualificado para o programa. Basta responder algumas perguntas curtas sobre o seu canal. Não tem certeza se está qualificado? Clique aqui.

As inscrições se encerram na quarta-feira, 27 de Setembro, às 20h59 (Horário de Brasília).

Qualquer canal do YouTube do Brasil que cumpra os requisitos de elegibilidade (disponíveis no site) do YouTube NextUp 2017 pode se inscrever. Canais que já se inscreveram antes, mas não foram selecionados, podem se inscrever novamente.