Categoria: Aplicativos


09:53 · 12.12.2018 / atualizado às 09:57 · 12.12.2018 por

O aplicativo WhatsApp não estará mais disponível em vários aparelhos celulares a partir do dia 1º de janeiro. A lista foi liberada pela própria empresa e caso você use o aplicativo em seu dia-a-dia é bom ficar atento e atualizar o Sistema Operacional do seu smartphone. Conheça essa lista em detalhes.

O aplicativo não irá funcionar nos seguintes cenários:

Android
– Versões 2.3.7 Gingerbread para trás;
– Versão 3.0 Honeycomb;
– Quem tem o aplicativo instalado e logado em versões que não vai funcionar, ainda receberá mensagens até 1º de fevereiro de 2020.

iPhone / Apple
– Versões que rodam o iOS 7.1.2 para trás;
– Quem tem o aplicativo instalado e logado em versões que não vai funcionar, ainda receberá mensagens até 1º de fevereiro de 2020.

Nokia
– Qualquer aparelho da empresa que rode o S40 perderão suporte;
– Modelos afetados: Nokia 206/208, Nokia 301, Nokia 515, Nokia Asha C3, X2 e X3.

Caso você esteja no grupo afetado por essas mudanças, atualize seu aparelho para a versão mais recente do sistema operacional. Caso você seja usuário de algum aparelho Nokia listado acima, a solução é adquirir um modelo mais novo e fugir dos citados na lista da própria empresa.

06:36 · 28.11.2018 / atualizado às 07:27 · 27.11.2018 por

As redes sociais são os segmentos de aplicativos mais usados pelos internautas brasileiros em seus smartphones. Pesquisa do Ibope Conecta mostra que o 75% dos internautas do país usam apps de redes sociais, o que o deixa no topo do ranking dos aplicativos mais utilizados no Brasil. Aplicativos de banco (47%), entretenimento (filmes, séries e programas de tv – 41%), games/jogos (38%) e notícias (36%) completam a lista dos cinco primeiros.

Sobre a pesquisa
A pesquisa foi realizada de 21 a 26 de junho de 2018, com 2.000 internautas das classes A, B, C e D, de todas as regiões do Brasil.

E aí?

Esse uso exagerado das redes sociais/comunicadores instantâneos têm sido muito a causa de muitos problemas. Desde invasões de nossas vidas e sistemas por hackers/cibercriminosos até influência gigante nas nossas vidas via fake news que nos invadem estes sistemas e vão tornando, a cada dia mais, a nossa sociedade mais intolerante, racista e agressiva.

Mas a rede social/comunicadores instantâneos só tem lado negativo? Não, claro. Ela nos ajudar a manter o contato com nossos familiares a distância. Nos faz economizar em ligações telefônicas. Nos deixa a par de reais promoções. Nos dá a chance de estar em grupo, mesmo isolados. O problema é saber usar. E como tudo na vida, parece que os seres humanos estão desligando a capacidade de criticidade que é tão fundamental para sobrevivermos. Desta forma, criminosos e pessoas sem escrúpulos estão quase sempre tentando ou conseguindo manipular milhares e milhares para direções quase nunca ideias. Até onde isso vai parar? Não há como saber. Porém, no momento, o destino não parece ser dos melhores.

09:26 · 22.10.2018 / atualizado às 09:40 · 29.10.2018 por

Não só agora, nesta conflituosa eleição, mas em qualquer momento, sair de um grupo de WhatsApp e ser recolocado contra sua vontade é uma chatice sem tamanho. Mas há como evitar isso.

Se você sair de um grupo, for recolocado e sair novamente, ninguém poderá te incluir outra vez. Essa foi uma melhora que atualizações do WhatsApp trouxeram.

Sem dúvida alguma esta situação é bem agradável de saber.

E se bater a saudade?

Para retornar, caso bata o arrependimento, alguém do grupo precisará te enviar um convite. Isso será via um link que algum amigo ainda lá precisará conseguir para você. Vamos verificar como funciona?

1 – Um membro precisará tocar no título do grupo no WhatsApp
2 – Depois deverá rolar até a tela “Convidar via link”
3 – A pessoa deverá tocar em “Enviar o link pelo WhatsApp” e procurar você na lista de contatos dela.
4 – Pronto, basta você clicar no link “Entrar no grupo” que foi enviado. Você está de volta!

13:34 · 16.10.2018 / atualizado às 14:55 · 26.10.2018 por

Sim, mesmo com o aumento do tempo limite para apagar mensagem no WhatsApp de 1 hora, 8 minutos e 16 segundos para 13 horas, 8 minutos e 16 segundos é possível burlar esta opção.

Como assim? Primeiro é preciso dizer que ao clicar em apagar mensagem para todos você irá enviar esta informação para todos naquela conversa/grupo. A mensagem não, necessariamente, irá chegar para todos igualmente. Isso acontece porque alguém pode estar com o aparelho descarregado e sem acesso a uma fonte de energia. Também pode estar sem acesso à internet. E se, em caso hipotético, esta pessoa ficar mais de que o tempo limite estabelecido pelo WhatsApp ela não terá aquela sua mensagem/imagem/vídeo apagado. O que você desejaria apagar ficará para sempre com esta pessoa ou pessoas.

14:17 · 11.10.2018 / atualizado às 14:17 · 11.10.2018 por

Atualmente, o WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens instantâneas, registra a marca de 1,5 bilhão de usuários no mundo. No Brasil, já são mais de 120 milhões. Por conta de números tão grandiosos os usuários desse app se tornaram alvos de criminosos, que se aproveitam de mensagens falsas para aplicar golpes. De acordo com o levantamento da Kaspersky Lab, somente no início do ano, no Brasil, tivemos 2,5 milhões de vítimas, em cerca de 10 campanhas maliciosas espalhadas pelo país.

Segundo relatório da Segurança Nacional Digital no Brasil (Psafe), homens clicaram em 30 milhões de links maliciosos recebidos pelo aplicativo de mensagens no primeiro trimestre de 2018. Três vezes mais que as mulheres.

Em meio a um cenário preocupante como esse, Roni Serafim, especialista em segurança da Arcon, afirma que é fundamental seguir algumas dicas de segurança.

– Desconfie de mensagens que apresentem erros gramaticais ou de grafia.
– Avalie criticamente mensagens que solicitem compartilhamento de conteúdo com lista de contatos.
– Não acesse links de origem desconhecida ou mensagens que peçam para clicar em um endereço específico.
– Não responda mensagens de desconhecidos pedindo dados pessoais.
– O WhatsApp é gratuito. Ou seja, não é necessário pagar nada para usá-lo.
– Ao receber uma mensagem de empresas com links de promoções, confira sempre no site oficial da companhia se a oferta é verdadeira.

Se mesmo seguindo essas indicações a pessoa perceber que caiu num golpe, alerte seus contatos e atualize as proteções do seu dispositivo.

Digo mais: você precisa parar de acreditar em tudo que te enviam. Infelizmente, as redes sociais e, notadamente o WhatsApp, são fontes inesgotáveis de fake news. É um absurdo que você receba algo, seja de quem for, e repasse sem nenhum questionamento, sem nenhuma verificação. Isso é um absurdo. NÃO FAÇA ISSO! Todos nós temos acesso à internet suficiente para verificar se o que recebemos é ou não verdadeiro.

Infelizmente, muito do repasse de fake news está ligado a nossa bolha. Está ligado a estarmos muito fechados dentro de uma área de interesses muito restritos. Não devemos ser assim. Precisamos saber o que o outro pensa. E temos o dever moral de analisar se aquele conteúdo vai ou não afetar esta outra pessoa. Podemos destruir um outro indivíduo com alguma informação errada que compartilhamos. Logo, pense bem antes de fazê-lo.

E não é só agora, no momento político mais tenebroso da vida democrática brasileira, que devemos ter cuidado. Mas sempre!

07:55 · 01.10.2018 / atualizado às 08:12 · 01.10.2018 por
Falsa pesquisa DataFolha

Não é de hoje que o WhatsApp virou alvo para golpistas tentarem tirar dados de usuários. Por isso, todo cuidado é pouco. Sair clicando em tudo que te enviam é uma senha para cair em golpes ou pegadinhas. Sim, mesmo que tenha sido enviado no grupo da família ou por aquele grande amigo.

O mais recente golpe está ligado há uma possível pesquisa eleitoral via WhatsApp. Nenhuma empresa digna vai fazer pesquisa via redes sociais! Muito menos Ibope e Datafolha. Então, se receber a tal pesquisa, bloqueie e denuncie o número que te enviou. Se for um familiar, um amigo ou conhecido avise-o que é golpe e delete a mensagem.

Não vamos ser tão ingênuos e cair em golpes como esse. Fique atento!

07:29 · 26.06.2018 / atualizado às 07:29 · 26.06.2018 por

A Rentcars.com – plataforma de comparação de preços e locação de veículos da América Latina – acaba de lançar seu Progressive Web App (PWA), uma tecnologia que mescla as funcionalidades de um aplicativo nativo e de um website. Esse novo modelo de desenvolvimento promete utilizar 75% menos dados e espaço do que um aplicativo e oferece uma experiência mais rápida e com mais engajamento para o usuário. A empresa é a primeira no segmento de locação de veículos a lançar essa tecnologia, em parceria com o Google no Brasil.

Com a novidade, usuários da plataforma passam a ter todas as funcionalidades do próprio aplicativo só que dentro do browser, facilitando muito sua vida, pois ele não precisa sair do navegador para ir até o app.

Outro diferencial é tentar melhorar a experiência de quem navega ao apresentar um visual muito parecido ao de um aplicativo nativo, além de permitir a interação com as funcionalidades do celular, como GPS, câmera, microfone, etc, e possibilitar que o usuário acesse algumas funcionalidades offline, como a área do cliente.

A garantia de segurança de dados é mais uma vantagem do PWA. Um dos pré-requisitos para o funcionamento da plataforma é ser https, formato que garante uma camada adicional de segurança e faz a transmissão de dados por meio de uma conexão criptografada. Já para quem acredita que o atalho de um aplicativo facilita o acesso das plataformas mais utilizadas, a tecnologia também permite essa funcionalidade. Esse ícone, ao contrário de um app nativo, não precisa ser atualizado, ou seja, ao abrir o PWA as informações são sincronizadas em tempo real.

06:26 · 02.03.2018 / atualizado às 12:30 · 28.02.2018 por

O Spaces, novo produto da Evernote lançado aos seus usuários Business, ajudará pessoas e equipes a a reunir o máximo de informações em um único espaço. Infelizmente, o Spaces só está disponível para usuários do Evernote Business.

Ideias transformadas em ações
O Spaces no Evernote Business promete ajudar as equipes a transformarem ideias em ações e a mover os projetos adiante. O produto coloca todos os profissionais na mesma página ao apresentar, de forma clara e coerente, as informações mais relevantes e atualizadas.

Trabalho colaborativo sem esforço
Além de organizar as pendências individuais, o Spaces promete contribuir com o trabalho em equipe. Lançando mão desse produto, os profissionais coletam, ordenam e compartilham ideias e informações em um só lugar. Isso deve aumentar a produtividade.

Melhor em equipe
Pelos quadros “Novidades” e “Notas em Destaque”, o Spaces permite visualizar um projeto ou uma atividade como um todo, deixando os integrantes do time a par das mudanças realizadas e dos itens mais importantes.

Os membros de uma equipe podem ingressar em novos Spaces e torná-los visíveis a todos, bem como explorar Spaces listados por seus colegas.

06:41 · 02.02.2018 / atualizado às 06:38 · 03.02.2018 por
Pré-programar a retirada de dólares via aplicativo e buscar diretamente no caixa rápido é realidade para clientes do BB agora

A partir desta sexta-feira, 2, gradualmente, os clientes do Banco do Brasil podem comprar dólares americanos de uma forma diferente. Agora, é possível adquirir a moeda estrangeira pelo aplicativo. Além disso, o cliente também poderá definir a cotação que está disposto a pagar e o período de espera. Tão logo o dólar chegue ao patamar pretendido, o Banco avisa, enviando uma mensagem para confirmar a transação.

Após a realização da compra, o cliente tem até dois dias úteis para retirar os dólares em um dos caixas eletrônicos para saque de dólares no BB, com a taxa garantida do dia de realização da transação no app.

O mobile do BB também ajuda a localizar uma agência com terminal de câmbio mais próximo. Com o GPS do smartphone ligado, o app mostrará as dependências num raio de 5 km. Também é possível fazer a busca por Estado e cidade. São 96 terminais de câmbio espalhados em 18 estados e no Distrito Federal. No Ceará há dois locais disponíveis: Praça do Carmo (agência 1605) e Aldeota (agência 2793).

A transação é válida para dólar americano, até US$ 3 mil por operação, limitada a US$ 10 mil por mês. Para aquelas agências que não possuem terminal de câmbio, em breve o app também será interligado ao terminal de caixa dentro da agência, permitindo ao cliente retirar os dólares diretamente no guichê, sem a necessidade de passar pelo atendimento.

Como funciona

Para comprar dólar pelo celular, após acessar a área logada no aplicativo, basta acessar a opção Viagens/Moeda Estrangeira no menu.

Na opção Monitorar Taxa de Câmbio, o cliente define a taxa de câmbio que gostaria de pagar e o prazo de espera. O Banco envia mensagem quando a cotação chega ao valor informado, para confirmar a transação.

Com a compra realizada, basta ao cliente se dirigir a uma das agências com terminais de câmbio em até dois dias úteis. O BB garante a cotação do dia da contratação.

Agora sim

Durante boa parte do dia de sexta, 2, o serviço não estava funcionando, mas no final da tarde entrou no ar em definitivo. Agora vocês já podem comprar a moeda dos EUA antes da viagem com mais comodidade via aplicativo. Melhor ainda será quando liberarem para outras moedas estrangeiras como Euro e dólar canadense, por exemplo. Além disso, melhor ainda será quando todos os terminais ou, ao menos, mais terminais estiverem com esta função disponível. Vamos aguarda!

07:38 · 08.09.2017 / atualizado às 07:38 · 08.09.2017 por
Novo feed do Google promete mais inteligência

O Google anuncia uma nova experiência no feed do aplicativo do Google para os usuários no Brasil – um feed localizado que permite que as pessoas se mantenham atualizadas sobre os assuntos que mais as interessam.

Feed inteligente 
O feed vai aparecer como uma aba no aplicativo do Google para Android e para iOS, e será possível ver destaques do esporte, as principais notícias, vídeos interessantes, novas músicas, etc. – e não será apenas baseado nas interações com o Google, mas também no que acontece na região e no mundo. É possível esconder o tópico que não for relevante.

Seguir assuntos favoritos
Agora, dá para seguir assuntos diretamente dos resultados da Busca, com um botão “Seguir” próximo a alguns tipos de pesquisas – incluindo filmes, times de futebol, artistas e outros. Ao seguir, o usuário receberá atualizações e notícias sobre aquele assunto no feed.

Contextos mais amplos 
Com a nova experiência, é possível verificar os fatos das fontes de notícias e ver outras informações relevantes sobre um determinado assunto.

O novo feed chegou nos Estados Unidos em julho e, a desde ontem, 7, começou a ficar disponível para os demais países.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Na Rede

Blog com novidades, eventos, reviews e críticas de Tecnologia, Ciência e cultura Geek.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags