Busca

Categoria: Apple


07:26 · 12.12.2017 / atualizado às 13:46 · 12.12.2017 por
Dois modelos de iPhone X

A Vivo quer mesmo te convencer a comprar um iPhone X aqui no Brasil. Para tanto, montou uma estratégia curiosa. Oferece parcelamento em até 21 vezes sem juros nas compras com cartão Itaucard. O iPhone X 64GB poderá ser adquirido por 21 parcelas sem juros de R$ 99,52 ou R$ 2.090 à vista, caso o cliente opte pelo plano Vivo V e escolha trocar seu iPhone 7 Plus 128GB já usado, em perfeitas condições, por um desconto de R$1.549,00 na compra do novo, por meio do Vivo Renova, programa pelo qual o usuário entrega seu aparelho antigo e ganha vantagens na aquisição de um novo. O parcelamento é válido para as compras de todos os modelos de iPhone nas lojas físicas da Vivo.

>>>Que modelo do iPhone X posso comprar no exterior?

Porém, há uma condição para este valor se concretizar: você aceitar fazer um plano que vai te custar exatos R$ 1.299,99 por mês. Isso mesmo que você leu! Mas o que oferece o tal plano? O plano Vivo V tem 200GB de internet, que podem ser compartilhados com até 8 linhas adicionais, roaming internacional, sete diárias de Vivo Travel por mês para utilização de cada linha, ligações ilimitadas para qualquer operadora local ou DDD e 1000 minutos em ligações internacionais para outros países, todo mês, além de seguro completo contra roubo e furto dos aparelhos. Para adquirir o aparelho, os clientes ainda podem trocar seus pontos do programa de relacionamento Vivo Valoriza e acumular ainda mais vantagens na aquisição do iPhone X. São muitas as vantagens, certo? Porém, mesmo assim, é um custo altíssimo para se gastar com plano de dados/voz móvel.

Valor do plano Vivo V 200GB

Neste link aqui você consegue mais detalhes do plano Vivo V e de outras opções de planos da operadora.

Entendo que a operadora considere o Vivo V um plano completo e que o cliente que vai pagar, no Brasil, por um aparelho quase proibitivo como o iPhone X, tenha um alto poder aquisitivo. Mesmo assim, o valor do plano é muito surreal. Tanto quanto o preço definido pela Apple para o smartphone dela em nosso País. Porém, quem vai decidir se isso cabe ou não no bolso é você cliente. Boa sorte!

13:40 · 07.12.2017 / atualizado às 13:54 · 07.12.2017 por
Zenfone 4

Asus e TIM firmaram parceria e a empresa de telefonia móvel passa a vender os aparelhos da Asus em lojas da TIM espalhadas pelo Brasil. O primeiro aparelho a chegar será o Zenfone 4 de 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno.

Para falar sobre esta parceria, entrevistamos Yuri Franco, gerente de Marketing da Asus. Confira abaixo o bate-papo com o diretor:

Blog Na Rede – Qual a importância para a Asus desta parceria com a TIM em termos econômicos e de marca?
Yuri Franco – A Asus é uma marca nova no segmento de smartphones, com apenas 4 anos de fabricação aqui no Brasil. Esse é o primeiro passo para conquistarmos um novo mercado importante, que ainda não estávamos alcançando. Há um público fiel nas operadoras, pessoas que gostam de adquirir seus smartphones com benefícios oferecidos pelos planos e a partir de agora, eles também terão a Asus como uma opção vantajosa.

Após um período de consolidação e maturidade, decidimos que este era o momento certo para entrar em uma operadora e um dos objetivos é aumentar nossa capilaridade, principalmente na região nordeste. Com isso, fechamos a parceria com a TIM, que nos abriu as portas para explorarmos essa nova possibilidade de comercialização do nosso recente smartphone, Zenfone 4. Estamos confiantes que será uma parceria de sucesso e uma grande oportunidade de levar nossos produtos para um número maior de pessoas.

BNR – Outras operadoras já trabalham com concorrentes como Vivo+Samsung e Claro+Apple. Esta parceria também ajuda a sair na frente de outra concorrente, no caso a Moto/Lenovo. Isso foi pensando para tentar tentar vencer a disputa com Moto/Lenovo, que parece ser a grande concorrente da Asus no Brasil?
YF – A Asus sempre busca estar um passo à frente e já estávamos nos preparando há um tempo para essa entrada no mercado de operadoras, independente das concorrentes. O nosso maior objetivo é realmente alcançar um público que antes não conseguíamos por vendermos apenas no nosso e-commerce e nos parceiros varejistas. Queremos que os consumidores encontrem nossos smartphones com facilidade e com as vantagens que os planos da TIM oferecem. A TIM foi a primeira a fechar a parceria, mas pretendemos expandir a nossa entrada também para as outras operadoras.

BNR – Mudando um pouco de assunto, a Asus planeja mudar a política de suporte pós-venda, ou seja, instalar autorizadas pelo Brasil ao contrário do modelo atual de tudo ser enviado para São Paulo?
YF – Da mesma forma que atuamos ouvindo o nosso consumidor no desenvolvimento e melhoria dos nossos produtos, fazemos o mesmo nos demais pontos de contato com o consumidor final. Inicialmente trabalhamos com o modelo de assistência centralizada na cidade de São Paulo, para que a qualidade necessária fosse garantida para nossos consumidores.

Hoje já temos uma assistência balcão aqui em São Paulo que está sendo utilizada como um piloto de teste e melhorias no processo. A ideia é cada vez mais expandir essa iniciativa para que o consumidor tenha mais facilidade no reparo de seus produtos em todo Brasil, porém é um processo que demanda tempo e atenção pois a qualidade nos serviços continua sendo nossa prioridade.

BNR – Algo mais a comentar sobre a parceria com a TIM?
YF – O mercado de operadoras é muito mais complexo em comparação com o varejo onde atuamos até o momento e, estrear nesse segmento é um acontecimento marcante para a empresa. Buscamos sempre dar passos concretos e tomar as decisões corretas, e isso mostra o nosso amadurecimento e aceitação por parte do público, que aumenta cada vez mais em cada lançamento.

09:31 · 05.12.2017 / atualizado às 09:41 · 05.12.2017 por
Dois modelos de iPhone X já em pré-venda no site da Apple brasileira

Mesmo no exterior, o preço do iPhone X não é lá tão amigável assim. Mesmo assim, brasileiros sempre querem trazer o smartphone quando estão em viagem, especialmente quando estão nos EUA. Vamos te ajudar a saber o preço e qual modelo comprar.

Vamos começar falando que já há a opção de comprar sem a opção de uma operadora norte-americana. É o famoso SIM-free. O modelo será o A1865, o mesmo que é vendido pelas operadoras Verizon e Sprint. Ele funciona totalmente com nosso 4G e a Apple já garante cobertura em território brasileiro, mesmo não sendo o homologado pela Anatel (modelo A1901 que é comercializado por AT&T e T-Mobile).

E o preço? O modelo de 64GB custa US$ 999 sem contar os impostos da cidade onde você vai comprar. Já o modelo mais top, o de 256GB, sai por US$ 1.149. Na cotação do fechamento desta matéria, o dólar estava em R$ 3,241. Logo, os preços finais, sem impostos norte-americanos seriam, R$ 3237,759 e R$ 3723,909.

No Brasil, os mesmos modelos serão comercializados a partir de R$ 6.299,10 à vista. Afinal, nos EUA não tem parcelamento no preço informado no parágrafo anterior. Desta forma, temos uma comparação mais justa.

E agora? Ainda vai comprar quando viajar para o exterior, especialmente para os EUA? Pesado no bolso, não? Mas é menos caro se a compra do iPhone X for feita em solo estrangeiro. Aqui é inviável.

E o iPhone 8 e 8 Plus?

Os modelos de iPhone 8 e 8 Plus homologados pela Anatel e que você deve buscar no exterior são, respectivamente, A1905 e A1897. Eles são os vendidos pelas operadoras AT&T e T-Mobile. Lembrando que a Apple já dá garantia a todos os modelos, mesmo os não homologados.

O iPhone 8 de 64GB custa, sem imposto local, US$ 699. O de 256GB custa US$ 849. Já os modelos de iPhone 8 Plus de 64GB custa US$ 799 e o de 256GB sai por US$ 949 (preços sem impostos locais). Todos os modelos citados com SIM-Free.

No Brasil, o iPhone 8 começa (preço à vista) em R$ 3.599,10 na loja da Apple para o modelo de 64GB. Já o modelo de iPhone 8 (à vista) de 256GB tem preço inicial em R$ 4.319,10. O iPhone 8 Plus na loja da brasileira da Apple tem início (à vista) em R$ 4.139,10 para o modelo de 64GB. Já o modelo de 256GB do iPhone 8 Plus tem o preço (à vista) de R$ 4.859,10.

 

07:45 · 05.12.2017 / atualizado às 07:45 · 05.12.2017 por
À esquerda os modelos de iPhone 8 e à direita os modelos de iPhone 8 Plus

A Vivo e a iPlace anunciam uma parceria para comercialização dos planos pós-pagos da operadora. Com o acordo, os clientes poderão já contratar um dos planos família ou individuais da operadora no momento da aquisição do iPhone.

Os planos têm valores a partir de R$ 99,99 com 4GB de internet, minutos ilimitados para qualquer operadora e Vivo Bis, que permite usar o saldo de internet restante do plano contratado por mais um mês. Nas lojas, os clientes também terão a opção de adesão ao plano Vivo Controle. O novo serviço já está disponível em 125 lojas iPlace em todo o País.

“Esta parceria com a Vivo possui como objetivo principal gerar uma experiência de compra ainda mais completa para os nossos clientes, aliando o atendimento diferenciado da iPlace às soluções de telefonia da Vivo”, afirma Matheus Mundstock, diretor geral da iPlace.

“A iPlace é a primeira rede de varejo a comercializar nossos planos pós-pagos. Esta parceria aproxima duas marcas fortes, que se diferenciam pela qualidade dos produtos e serviços ao cliente. Com ela, vamos ampliar a nossa capilaridade de pontos de venda, além de levar a facilidade e agilidade de ativação de um Vivo Pós, no momento da aquisição de um novo iPhone, disse o VP Comercial B2C da Vivo, Fabio Avellar.

13:19 · 30.11.2017 / atualizado às 13:19 · 30.11.2017 por
Comparação entre as vendas dos principais Samsung Galaxy e o iPhone

Segundo levantamento do Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de desconto para compras no e-commerce, os smartphones Galaxy S8 e S7, da Samsung, tiveram o dobro de desconto em comparação com o iPhone 7 e novo iPhone 8, na Black Friday. Com os menores preços, os modelos da Samsung venderam 60% a mais do que os smartphones da Apple, considerando as compras realizadas pelos usuários do site.

Durante a Black Friday, o iPhone 8 pôde ser encontrado nas lojas online com valor até 10% menor em comparação com outros dias do mês de novembro, considerando o desconto válido apenas para pagamentos à vista. Já o Samsung Galaxy S8 chegou a custar até 20% menos que a média de preço do produto, no mesmo período.

A plataforma também comparou a procura pelos aparelhos no e-commerce e as buscas pelos iPhones top de linha da Apple foi 70% maior em relação a busca pelos smartphones da Samsung. No entanto, foram os modelos Galaxy S8 e S7 que tiveram maior número de vendas a partir das ofertas e códigos promocionais oferecidos pelas lojas.

O levantamento tem como base o total de vendas realizadas por meio do Cuponomia em lojas parceiras do e-commerce como Submarino, Americanas.com, Shoptime, Casas Bahia, Magazine Luiza, Ponto Frio e Ricardo Eletro, no período de 23 a 26 de novembro.

14:13 · 24.10.2017 / atualizado às 14:30 · 24.10.2017 por
Os 72 iPhones apreendidos pela Receita Federal em Congonhas

A Polícia Federal prendeu na manhã do último dia 20/10 um passageiro que desembarcou  no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, em voo proveniente dos Estados Unidos com 72 iPhones. Servidores da Receita Federal selecionaram, no canal de inspeção “nada a declarar”, um passageiro que vinha de Dallas e, ao revistarem sua bagagem, localizaram 72 aparelhos celulares da Apple sem a documentação que autorizasse sua importação.

Policiais federais foram acionados e conduziram o homem à delegacia, onde declarou que trazia os aparelhos para realizar reparos aqui no Brasil e que era a primeira vez que realizava este tipo de transporte, mesmo tendo realizado mais de 20 viagens internacionais nos últimos dois anos.

O homem, de 38 anos de idade, foi preso pelo crime de descaminho.

A informação é da Polícia Federal

 

 

08:34 · 16.10.2017 / atualizado às 08:48 · 16.10.2017 por

O Horário de Verão está em vigor desde o primeiro minuto de domingo, 15, para moradores das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, além do Distrito Federal. Mas se você não está nestas áreas é fácil desabilitar o recurso automático tanto para smartphones Android quanto iOS. Vamos lá?

Android

Como desconfigurar a função Horário de Verão no Android

No seu smartphone Android basta ir em configurações, depois buscar em Sistema a opção Data e Hora. Em seguida, desmarque as opções “Data e hora automáticas” e “Fuso horário automático”. Pronto.

iOS

Como desconfigurar função Horário de Verão no iOS

No sistema iOS é tão simples quanto. Vá em Ajustes. Depois na guia Geral escolha a opção Data e Hora. Clique lá e escolha a sua cidade como Fuso Horário. Problema resolvido.

Horário de Verão Mac OS X

E nos computadores? Bem, no ambiente Mac OS X, da Apple, basta ir em Preferências do Sistema, depois clicar na opção Data e Hora, ir em Fuso Horário e deixar desmarcada a caixa da opção “Definir fuso horário automaticamente utilizando a localização atual. Abaixo, defina a sua cidade e pronto, adeus mudança automática.

No Windows vai depender de sua versão, mas, basicamente, deverá procurar, em configurações, a opção Data e Hora e desmarcar a opção de ajuste automático para o Horário de Verão.

11:14 · 05.10.2017 / atualizado às 11:14 · 05.10.2017 por
Steve Jobs com seu iPhone, o primeiro. Foto: Diário do Nordeste/Arquivo

Há muitas críticas (algumas bem justas) ao criador da Apple, Steve Jobs. Porém, não há como não tê-lo como fundamental na história da tecnologia e até da humanidade. Especialmente se você pensar o que tínhamos de telefonia antes do iPhone e o que tivemos depois. Foi uma revolução. Ele destruiu paradigmas, ao certo. Aquele pequeno aparelho destruiu a concorrência e a fez renascer forte ao mesmo tempo, sob o conceito de telefone inteligente e ecossistema rico em aplicações.

Claro, você pode dizer que depois de sua morte a Apple não voltou a ser tão disruptiva como antes. Mesmo assim, ela segue sendo tendência e fazendo fortuna lançamentos após lançamentos.

Seus computadores já não são unanimidade, como em anos passados, quando ao pensar em edição de vídeos e fotos só se falava nas máquinas da Apple. Os smartphones já não tem a esmagadora preferência dos apaixonados por tecnologia. Mesmo assim, ninguém nega que tanto seus computadores quanto desktops e telefones celulares são destaques mundialmente como produtos de muita qualidade e durabilidade.

O que não mudou foi a garantia, o pós-venda, que muitos tentam imitar, mas poucos conseguem. Este segue imbatível.

A marca Apple é uma das mais fortes e vitoriosas da história ao lado de outras como Facebook, Amazon, Google e Microsoft. Não há quem não conheça e respeite e deve ser assim por longos e longos anos.

Hoje, nos seus 6 anos sem Steve Jobs, morto por conta de um câncer pancreático aos 56 anos de idade, há muito a que se lamentar. O que mais a mente inquieta dele traria para nós? Ele se foi e um pouco da criatividade da Apple também se apagou com ele. Mas ainda há muito dinheiro em caixa para queimar antes que o mundo deixe para trás a força da “Maçã”.

14:46 · 04.10.2017 / atualizado às 14:59 · 04.10.2017 por
Xerife Hopper na primeira fase do game Stranger Things coletando uma chave

São mais de 10 horas de gameplay garantido para você, fã de “Stranger Things” (série da Netflix), aproveitar. É diversão a toda a prova. Você começa como o xerife Hopper, mas vai ter experiências com diversos personagens. Os quebra-cabeças estão por toda a parte do jogo e vão deixá-lo viciado no game como aconteceu com a série, inclusive.

Bem no estilo retrô dos games da década de 80, onde também é ambientada a série, o game de “Stranger Things” tem Trilha sonora e gráficos em 8 bits que te levam a um passado nostálgico.

Além disso, ele é gratuito. Desenvolvido pela BonusXP, Stranger Things te leva a explorar toda a cidade de Hawkins onde é ambientada a série. O jogo está disponível para iOS e Android.

O game foi feito para matar sua vontade de reviver as aventuras daquele quarteto de garotos enquanto a segunda temporada não começa a partir de 27/10 na Netflix.

08:04 · 29.09.2017 / atualizado às 14:57 · 29.09.2017 por
Compartilhar Wi-Fi com amigos mesmo sem saber a senha – desde que ela esteja cadastrada no seu iPhone – agora é possível

O novo iOS, a versão 11 do sistema operacional dos iPhones e iPads da Apple, já foi atualizado. Sim, porque a versão inicial nos deu um sanguessuga de baterias. Parecia que alguém estava sugando a força vital dos nossos iPhones e iPads de canudo. Foi horrível. Mas passou. A versão 11.0.1 trouxe a paz aos nossos lares e agora podemos comentar o que de melhor encontramos na atual versão do iOS.

A primeira e mais interessante é, sem dúvida alguma, a função de compartilhamento de Wi-Fi. Como funciona? Simples. Você que tem a senha da rede, sabendo ou não o código (afinal há sempre lugares em que pedem o seu aparelho para inserir a senha para que você não possa compartilhar depois sem autorização), poderá compartilhá-lo apenas autorizando (veja imagens) que um iPhone de um amigo ou conhecido receba esta senha. Para isso, basta autorizar, clicando em enviar senha. Pronto. Está feito. Para dar certo, você e o amigo ou conhecido precisam estar com o Bluetooth ligado.

Escanear documentos com o Notas é possível agora

Outra função interessante é usar o Notas para escanear documentos. Já tínhamos bons apps na loja da Apple para fazer isso até de graça como o CamScanner. Porém, ter algo nativo é bem interessante. O processo é simples. Abra o Notas, clique no ícone de adicionar nota e depois do botão “+”, basta depois clicar na opção “Escanear Documentos”. Pronto. Bem simples, não?

Outra função útil é a de criar PDFs nas páginas do Safari. Basta selecionar o ícone de compartilhar e procurar até o final pelo ícone “Criar PDF”. Pronto.

Outras boas opções do novo iOS são o suporte a QR Code que as câmeras agora dos iPhones terão, ou seja, nada de precisar de aplicativos de terceiros para isso. Um novo serviço de SOS de Emergência onde com um toque no botão de liga desliga você poderá ligar para os contatos já configurados como pessoas que podem te ajudar em situações de perigo.

Há muitas outras funções que com o tempo iremos descobrir, mas estas foram as que eu mais curti com o novo iOS. E vocês? O que gostaram na versão, agora 11.0.1, do sistema operacional da Apple para iPhones e iPads.

Transformar uma página web em PDF agora é realidade