Busca

Categoria: Asus


14:46 · 09.11.2017 / atualizado às 13:35 · 14.11.2017 por
Zenfone 4

Nesta sexta-feira, 10/11, a Asus vai ofertar desconto de R$ 500 para toda a linha Zenfone 4 vendida no Brasil. Para tanto, o cliente precisa entrar, entre 11h e 14h, no site da Asus e usar o código de desconto PROMOZEN4. Ao finalizar a comprar, ele terá o desconto de R$ 500 em qualquer smartphone da linha Zenfone 4. Confira abaixo mais detalhes do anúncio da promoção relâmpago da Asus.

Desconto na linha Zenfone 4

Atualização

Infelizmente, apesar de várias tentativas, não conseguimos acessar a página. Foram vários erros. Bola fora da Asus que anunciou a promoção, mas os clientes não conseguiram acesso no horário reservado para tentar a compra.

13:31 · 30.03.2017 / atualizado às 13:31 · 30.03.2017 por
Zenfone 3 Zoom prata é uma das cores disponíveis no mercado

Na disputa entre Asus Zenfone 3 Zoom, LG K10 e Moto G5 Plus, o primeiro e mais recente lançamento da categoria intermediário premium foi o escolhido dos leitores do blog Na Rede. Entre os 738 que votaram, 43% optaram pelo Zenfone 3 Zoom, 32% votaram no K10 e 25% optaram pelo G5 Plus.

O que você achou? Gosta de outro modelo desta categoria? Diga qual. Até a próxima.

07:11 · 27.03.2017 / atualizado às 09:07 · 29.03.2017 por
Zenfone 3 Zoom em 3 cores (no lançamento ainda não haverá o Rose Gold) e com suas configurações

 

Preços dos 3 modelos de Zenfone 3 Zoom

O Zenfone 3 Zoom chega ao Brasil nesta segunda-feira, às 8h, na loja oficial da Asus e em varejistas. O produto inicia em R$ 1.899 para modelo de 3GB de RAM e 32GB de armazenamento interno com tela de 5,5 polegadas.

Há outros dois modelos. Por R$ 2.199, há o modelo de 5,5 polegadas, 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno. Por fim, por R$ 2.499, há o modelo de 5,5 polegadas, 4GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Confira mais detalhes do Zenfone 3 aqui e aqui.

 

11:38 · 26.03.2017 / atualizado às 15:46 · 26.03.2017 por
Zenfone Live chega em 3 cores

A Asus anunciou, neste  domingo, 26, durante o evento Asus Onboard 3, o Zenfone Live. O smartphone chega em maio deste ano, mas ainda sem preço definido. O Live é um aparelho de entrada para este novo ciclo da empresa de Taiwan para atender com qualidade o usuário. Ele chega com embelezamento anterior ao livestreaming antes de subir para aplicativos como Facebook, YouTube e Instagram. O aplicativo BeautyLive faz seu embelezamento em tempo real antes de iniciar uma live para seus seguidores nas 3 redes.

O produto chega com tela de 5 polegadas, Snapdragon 400 series, Android 6 com upgrade garantido para o Android 7.0, o Nougat. Além disso, tem memória RAM de 2GB, armazenamento interno de 16GB que pode chegar até 128 MB com cartão microUSB.

O Zenfone Live tem câmera traseira de 13MP com auto-focus e abertura de 2.0. Já a câmera frontal tem ângulo de 82º, 5 MP + flash e abertura focal de 2.2.

O smartphone também chega com televisão digital Full-Seg em alta definição com qualidade superior ao mercado. O Zenfone Live promete oferecer uma combinação de áudio com 67% mais volume do que a geração anterior, além de ampliar a reprodução de baixas frequências em até 17% e reduzir a distorção em até 15%.

16:50 · 25.03.2017 / atualizado às 16:50 · 25.03.2017 por
Zenfone 3 Zoom prata é uma das cores que estará disponível a partir de segunda, 27

Isso não é ainda um review, mas o que vimos até aqui do Asus Zenfone 3 Zoom está agradando. O sistema de duas câmeras com 12X de zoom e a bateria de 5000mAh tem feito a alegria de quem gosta de fazer fotos e quer um smartphone para durar muitas horas.

No momento que escrevo esta postagem o Zenfone 3 Zoom está com 51% de bateria. Ele foi carregado 100% às 18h e, desde então, segue em ação com fotos, vídeos e postagem no Instagram, além de acesso ao WhatsApp, Telegram e sites.

Parece que a Asus acertou bastante nestes quesitos: bateria e câmera. Ainda mais que em vezes anteriores. Veja, as câmeras traseiras que tem sensores embarcados em outros smartphones de ponta, no caso o Samsung Galaxy S7 e o Apple iPhone 7 Plus, tem resultados iguais ou levemente superiores, no caso do S7, e iguais ou inferiores (à noite) no caso do iPhone 7 Plus. Isso mostra que a Asus veio para competir com os tops do mercado.

Até aqui, o que vimos foi que o sensor Sony IMX362, com abertura f/1.7, lente grande angular de 25 milímetros, com pixels de 1,4µm (mícrons), capta 96% mais luz que sensores convencionais de 1µm (mícron) permite fotos muito mais claras e definidas. Uma segunda câmera com uma lente de 59 milímetros oferece zoom óptico real de 2,3x, que é perfeito para retratos e para tirar fotos de objetos e indivíduos à distância.

Ainda faremos muitos testes, até para buscar as famosas fotos com “efeito retrato” que a Asus já garante que o Zenfone 3 Zoom faz e antes chegou com destaque no iPhone 7 Plus. Vamos testar o autofoco e trazer uma análise melhor dele e de tantos outros recursos prometidos neste novo smartphone.

O preço? Isso ainda é sigiloso, mas voltando aqui na segunda-feira, 7h, você terá esta informação. Então, fique ligado em nosso blog e no Diário do Nordeste para mais detalhes.

11:15 · 25.03.2017 / atualizado às 11:25 · 25.03.2017 por

A Asus apresentou, neste sábado, durante o segundo dia do Asus Onboard 3, o Zenfone AR, smartphone com Daydream e Projeto Tango do Google para realidade virtual. O celular chega ao mercado nacional no final do segundo trimestre com preço que deve surpreender, pois, segundo a Asus, será superior ao nível de preços da empresa no Brasil.

Este é um produto para marcar posicionamento, mostrar a força da Asus neste novo mercado que, segundo pesquisa mostrada no evento, deve alcançar US$ 80 bilhões em faturamento até 2022. Por isso, marcar território é vital. Os pioneiros deverão sofrer com questões técnicas e também com preços, mas devem ser os primeiros a lucrar com isso quando a onda pegar, o que deve acontecer não muito distante. Por tudo isso, a expectativa de venda não é grande.

Sobre o smartphone
O aparelho será o primeiro com 8GB de RAM e terá o processador Snapdragon 821 para ajudar a poupar bateria, apesar de ser impossível não ter um consumo de bateria maior devido ao Daydream e ao Tango.

17:19 · 24.03.2017 / atualizado às 09:11 · 29.03.2017 por

Com 3 modelos de cor e resolução, o Zenfone 3 Zoom chega segunda, dia 27/3, a partir das 8h. O produto será comercializado, além da loja oficial da Asus na Fnac, KaBum, Fast, Kalunga e Submarino. O preço será revelado também na próxima segunda-feira aqui mesmo no nosso blog, às 7h. O telefone virá com tela de 5,5 polegadas (os 3 modelos) e vem com versões em 3GB e 4GB de RAM e armazenamento interno de 32GB, 64GB e 128 GB. E uma bateria gigante de 5.000 mAh, capaz de recarregar outro telefone, como citado pelo Marcel Campos, gerente de Marketing da América Latina e Índia.

Zenfone 3 Zoom em suas 3 cores. O Rose Gold não chegará já na segunda-feira

Para se ter uma ideia, testamos, recentemente, o Zenfone 3 Max que tinha a mesma função e trazia uma bateria parruda de 4.100 mAh. É muita coisa amigos. Assim, como o Max, o Zoom traz o cabo para você conectar, por exemplo, seu iPhone 7 Plus.

A tela impressiona pela qualidade e tem muita relação com ser Amoled. O Zenfone 3 Zoom usa o Gorilla Glass 5. O tamanho e o material utilizado nele, seja na tela quanto na traseira proporcionam uma pegada segura e agradável. Mais detalhes em review próximo.

Com relação a câmera, o Zenfone 3 Zoom traz duas câmeras traseiras com abertura focal de 1.7, zoom óptico de 2,3x e digital de 12x. As câmeras traseiras têm 12 MP. É como se você tivesse em um só aparelho as câmeras traseiras do Samsung S7 e do iPhone 7 Plus. A frontal é da Sony com abertura focal de 2.0 e 13 MP. Para se ter uma ideia, a frontal do iPhone 7 Plus tem 7 MP. Lógico, tudo isso são números. Só com testes poderemos saber se o desempenho é igual ou superior aos concorrentes aqui citados.

Com tudo isso, podemos apostar que este novo aparelho, ao menos nesta análise dos números e da apresentação inicial do primeiro dia de Asus Onboard 3, deve levar o Zenfone 3 Zoom para a turma dos aparelhos premium. Veremos se o preço o fará um concorrente forte na briga por sua preferência. A gente descobrirá isso na segunda-feira, a partir das 7h.

 

06:59 · 08.03.2017 / atualizado às 07:05 · 08.03.2017 por
Zenfone 3 Max

A promoção “Dança da Motinha” (uma provocação a Moto que lançou na última terça novos Moto G) distribuirá centenas de cupons promocionais que valem R$ 300 de desconto na compra do Zenfone 3 Max, que tem bateria com 4.100 MaH. O cupom de R$ 300 de desconto vale para o Zenfone 3 Max de 5,2 polegadas. Com o desconto, exclusivo para uso na Loja Asus, o aparelho custará R$ 799.

>>>Bateria duradoura e câmera de 16 MP

Os cupons serão distribuídos dentro do jogo Zenny Duel, apenas na próxima sexta-feira (10/3/2017), a partir das 8h (horário de Brasília). O Zenny Duel é game de luta mobile em que Zenny, o mascote da Asus, enfrenta diversos oponentes, como o coelho Miruo e Badurá, um invocado morcego. O jogo está disponível gratuitamente no Google Play.

Zenfone 3 Max
O Zenfone 3 Max traz como destaque a bateria de polímeros de lítio com 4.100 mAh, a maior da categoria, que garante o uso do smartphone por muito mais tempo. São até 30 horas de stand-by 3G, 20 horas de chamadas 3G, até 18 horas de navegação por Wi-Fi ou 87 horas ouvindo música com uma única carga. O aparelho traz na caixa um cabo que permite a carga reversa, isto é, a transferência de energia para outros aparelhos, inclusive smartphones. Com esse adaptador, também é possível utilizar pendrives no aparelho.

O Zenfone 3 Max é um aparelho 4G que tem tela IPS de 5,2 polegadas, câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP, corpo em metal com vidro frontal Corning Gorilla Glass 2.5D de bordas curvas e leitor de impressões digitais. A câmera traseira de 13 megapixels usa a tecnologia PixelMaster 3.0 da ASUS, que garante total aproveitamento do sensor de imagem e do hardware do aparelho, além de modos de fotografia para diversas situações, como pouca luminosidade e HDR, que permite fotos perfeitas, mesmo contra-luz.

A câmera frontal é outra atração do aparelho. Com abertura f/2.0, uma das maiores do mercado, ela permite selfies magníficas, muito acima de sua categoria, com modos especiais de foto, como embelezamento e panorama.

10:02 · 25.01.2017 / atualizado às 10:19 · 25.01.2017 por
O Zenfone 3 Zoom já foi visto na CES 2017
O Zenfone 3 Zoom já foi visto na CES 2017

Os amigos da NZN fizeram um ranking dos 9 smartphones que eles acreditam que vão ser os destaques de 2017. Nós fizemos algumas modificações com nossas apostas pessoais já inseridas nele. Mudou pouca coisa. Quer saber mais? Leia abaixo:

1º lugar – iPhone 8 ou 7s
Com a previsão de lançamento para o terceiro ou quarto trimestre do ano, o novo smartphone da Apple está envolto em muita especulação. Até o momento, a expectativa é que o novo modelo traga bastante ousadia para o mercado, como por exemplo um aparelho com tela praticamente sem bordas, assim como o S8 e o Xiaomi Mi MIX, e sem botão Home na parte da frente. Além disso, também especula-se que o novo aparelho irá permitir carregamento sem fio.

2º lugar – Samsung Galaxy S8
O segundo lugar fica com o próximo modelo da Samsung, o Galaxy S8, que trará para o mercado um aparelho com a face frontal toda ocupada pela tela. Já existe uma expectativa de que o aparelho será um dos mais potentes do mercado, com chips Snapdragon e Exynos atuais, bastante memória RAM e boa GPU.

3º lugar – Google Pixel 2
No terceiro lugar está o Google Pixel 2. Mesmo o mercado ainda não sabendo quase nada sobre o novo aparelho, a expectativa é que ele poderá vir com certificação IP67 (à prova de água e poeira) e revisão de design para diminuir as bordas em volta da tela. Além disso, também é provável que o próximo Pixel possua a melhor câmera já vista em um celular.

4º lugar – Nokia 6
O Nokia 6, fabricado pela HMD Global, chegará ao mercado com uma tela de 5,5 polegadas (resolução Full HD), o chipset Snapdragon 420 e 4 GB de memória RAM como alguns de seus atrativos. Mesmo o aparelho sendo, atualmente, exclusivo para o mercado chinês, há possibilidade do dispositivo ser lançado em outras regiões do planeta em breve.

5º lugar – Moto Z2
Ao trazer para o mercado um smartphone com 20 novos módulos para os clientes, hardware de ponta e design arrojado, o Moto Z2 chega com a promessa de que os módulos que servem hoje nesses celulares servirão também nas próximas gerações. Ou seja, quem entrou nessa “plataforma” em 2016 não terá que adquirir novos acessórios em 2017. Agora é aguardar.

6º lugar – LG G6
Mesmo com o lançamento fraco do modelo G5 na América Latina, a expectativa é que o LG G6 chegue ao mercado como um produto seguro, com um ótimo hardware e com um conceito repensado sobre o smartphone.

7º lugar – Galaxy Note 8
Mesmo sem nenhum rumor sobre o lançamento do próximo smartphone da linha Note da Samsung, há muita expectativa para a substituição do Note 7, o smartphone com o maior histórico de explosões que se tem notícia. Caso isso aconteça esse ano, espera-se que o aparelho tenha um hardware melhor do que Galaxy S8 e que traga recursos inovadores para os usuários mais hardcore.

8º lugar – Asus Zenfone 3 Zoom
O aparelho foi muito bem avaliado pelos especialistas na última CES, em Las Vegas, no começo deste ano. Possui um zoom óptico parrudo e parece ser um modelo que une as boas características do atual Zenfone 3 com o modelo Zenfone Zoom lançado em abril do ano passado. O Zoom foi um modelo que tinham uma ótima câmera, mas no geral acabou não tendo o destaque esperado.

9º lugar – Moto G5
Com expectativa para o lançamento acontecer no segundo semestre do ano, o Moto G5, modelo intermediário de uma linha construída pela Motorola e herdada pela Lenovo, deve chegar ao mercado com um design diferente do Moto G4.

01:20 · 28.11.2016 / atualizado às 06:55 · 28.11.2016 por
Da esquerda para a direita: ZenWatch 2 e ZenWatch 3 chegam juntos ao mercado nacional
Da esquerda para a direita: ZenWatch 2 e ZenWatch 3 chegam juntos ao mercado nacional

Finalmente a Asus está trazendo seus smartwatches (relógio inteligente) para o Brasil. E resolveu trazer logo suas duas últimas gerações. O Asus ZenWatch 2 tem tela de 1,45 polegadas Amoled com Gorilla Glass 2.5D, processador Snapdragon 400 Quad-Core de 1,2 GHz. Tem 4GB com frame em aço inox e traseira em plástico. Pesa 50 gramas e tem 11,8mm. Bateria com 290 mAh com QuickCharger. Tem Wi-Fi bgn + Bluetooth 4.1. Ele tem caixa de som e é resistente a água e poeira (certificação IP67).

O relógio inteligente mais novo da família é o Asus ZenWatch 3 com tela Amoled de 1,39 polegadas com Gorilla Glass 2.5D. Ele tem processador Snapdragon Wear 2100 – já pronto para aparelhos wereables – Quad-Core 1,2 GHz com 4GB. Ele é totalmente em aço inox com 40 gramas de peso e 10,7mm. Tem bateria com 340 mAh e QuickCharger que recarregará o seu relógio inteligente em cerca de uma hora. Tem Wi-Fi bgn + Bluetooth 4.1. Ele tem caixa de som e é resistente a água e poeira (certificação IP67). Isso quer dizer que pode ser molhado, mas não deve, visto que a pulseira de couro não é muito amiga de água e suor.

Nós recebemos o ZenWatch 3 para testar e vamos analisar ele passo a passo, ok? O relógio inteligente da Asus é leve, bonito e elegante. Essas são as primeiras impressões do ZenWatch 3, o mais novo smartwatch da Asus. O aparelho chega ao Brasil com preço sugerido de R$ 1.799. Os concorrentes, também com sistema operacional Android, já estão no mercado há algum tempo e não empolgaram tanto nos testes feitos por mim há mais de 1 ano.

Moto 360 Sport, o mais novo, tem preço sugerido de R$ 1.999. A diferença dele para o da Asus é que é um modelo esportivo, voltado para quem curte vida fitness. Ele traz uma pulseira emborrachada e contador de batimentos cardíacos coisa que o ZenWatch 3 não tem. Usa Android Wear e funcionam com qualquer smartphone Android.
Samsung Gear S2 Classic é similar ao ZenWatch 3 com pulseira de couro, mas traz leitor de batimentos cardíacos e GPS. Custa R$ 100 a mais que o produto da Asus, mas não é tão bonito e elegante quanto o produto de Taiwan. E há o S2 com pulseira emborrachada e leitor de batimentos cardíacos no mesmo preço do ZenWatch 3. Bonito, mas não tão luxuoso quanto o produto rival. Ambos porém, só funcionam em parceria com smartphones Samsung, visto que usam sistema operacional Tizen.

Sony Smartwatch 3 é também um Android Wear com recurso de GPS como o ZenWatch 3 e custa entre R$ 999 e R$ 1.299. De todos era o que tinha o design menos atraente. Mas ele pode ser usado longe do celular para corridas. Porém, a pulseira de couro pode ser um empecilho para o usuário, como deverá ser para quem tem um produto da Asus. Sugestão para usuários Asus é trocar a pulseira de couro por uma emborrachada. Além dos produtos oficiais e voltados para smarts, ele aceita pulseiras comuns que podem ser compradas e instaladas em qualquer relojoeiro.

ZenWatch 3 é um gadget bem elegante
ZenWatch 3 é um gadget bem elegante

Algo interessante notar é o posicionamento da Asus. Ela não quer entrar na disputa com smartwatches esportivos. O ZenWatch 3 está na categoria de um produto fashion, de luxo, que traz características para ajudar no dia a dia com recursos tecnológicos que vamos citar a frente. Porém, acredito que nada impediria ter um GPS e um leitor de batimentos cardíacos incluso. Segundo a Asus, isso poderia atingir em cheio a bateria do aparelho, reduzindo a vida útil durante o dia. Mas acho que valeria a pena. Afinal, o relógio permite trocar a pulseira facilmente e aí era só botar um modelo emborrachado.

Comparando com o trio já citado (veja matéria que fizemos em 2015 aqui), o ZenWatch 3 é o mais luxuoso. Apesar do S2 Classic ser muito bonito, o aço inox do aparelho da Asus o supera em beleza e sofisticação. A pulseira de couro fecha o conjunto beleza. Mas vamos pensar em termos de “smart”.

Com o relógio da Asus eu consegui atender e fazer ligações mesmo quando meu telefone estava em outro quarto fechado. A qualidade é boa, tanto para quem fala quanto para quem escuta. O problema é que, como isso é feito no viva voz, barulhos externos podem atrapalhar a comunicação. Para escutar melhor, tenha sempre um fone de ouvido bluetooth para a experiência ser melhor.

O Google Now ajuda muito, mas quando há alguma oscilação na rede, pode ficar complicado para o software entender sua voz, mesmo que você fale lentamente. Mas isso também foi notado nos outros smartwatches testados no ano passado. Responder SMS e WhatsApp é bem simples, mas, assim como no trio de 2015, foi um pouco complicado responder a e-mails por voz. É mais simples usar o smartphone para isso.

Marina Ruy Barbosa aparece em peça publicitária da Asus com um ZenWatch 3 no pulso
Marina Ruy Barbosa aparece em peça publicitária da Asus com um ZenWatch 3 no pulso

Com relação aos apps de exercício físico, o Asus ZenFit complementa o relógio. Como ele não tem GPS, se quiser se exercitar com ele terá que seguir com o smartphone no bolso. Feito isso, para batimentos cardíacos, instale o ZenFit no celular e toque seu dedo na lente do aparelho. Pronto. Você terá os seus batimentos cardíacos analisados. Com relação a marcar os demais exercícios, calorias e qualidade do sono, tudo já é possível com o próprio relógio. E as análises destes dados poderão ajudá-lo a ter uma vida mais saudável aliado, claro, a consultas a médicos e nutricionistas e a uma dieta rica em alimentos saudáveis. Dessa forma, ele não é independente do smartphone para prática de exercícios, mas pode ser para atender e fazer ligações – desde que já tenha os contatos cadastrados.

Falando ainda mais de recursos, o smartwatch tem 3 botões. O do meio é o power. Acima está o botão para a opção de treino. Nele você pode escolher entre algumas opções como caminhada, corrida, sentar e flexão. O último botão é para economizar bateria. Uma ótima ideia para não transformar o smartwatch é enfeite e sim em relógio. Ele corta a parte “smart” e poupa a bateria ajudando a ela durar mais tempo.

Software e desempenho

ZenWatch 3 é uma peça de moda de qualidade e muito bonita que até pode ser usada para esportes, mas com algumas adaptações
ZenWatch 3 é uma peça de moda de qualidade e muito bonita que até pode ser usada para esportes, mas com algumas adaptações

O ZenWatch 3 traz recursos como uma integração profunda com a ZenUI, o FoneHelper, monitoramento de atividade física e câmera remota. No primeiro você pode indicar pessoas para ligação de emergência com mensagem pré-programada. O segundo é para te manter em atividade física com o smartphone perto de você. E o último, também chamado de Remote Camera, é um dos recursos mais populares do ZenWatch e permite que os usuários vejam o visor da câmera do smartphone em seus pulsos. Isto os deixa livres para enquadrar e fotografar em ângulos criativos em situações onde é difícil de ver a tela do smartphone, como ao fotografar um show com o smartphone sobre sua cabeça. Testamos esse recurso e ele funcionou muito bem.

Com relação ao desempenho, o smartwatch se mostrou bem rápido e ágil. Um pouco mais fluído do que os modelos Androids testados em 2015, inclusive. Talvez isso também tenha relação de estarmos falando da combinação perfeita, ou seja, relógio e celular da mesma empresa, no caso a Asus. Mas isso também deve ter relação com o processador Snapdragon Wear 2100, feito exatamente para aparelhos vestíveis como o ZenWatch 3.

Design
Além do design externo do aparelho, internamente ele pode ser ainda melhorado ou não, vai depender do seu bom gosto ou falta dele. Você pode criar faces para o seu ZenWatch. Pode customizar totalmente ou simplesmente colocar a foto do filho ou da esposa (ou de ambos) para embelezar ainda mais seu aparelho.

Preço
A questão do preço é uma análise delicada. O valor do ZenWatch 3 fica na média dos já testados (R$ 1.799) e é bem inferior aos modelos da Apple. Porém, mesmo assim, é muito dinheiro. Ele é uma peça de design, de luxo e beleza que traz bons recursos para o seu dia a dia. Mesmo assim, é o preço de um bom smartphone, como, por exemplo, o Zenfone 3 da própria Asus de 64 GB de armazenamento interno e 4 GB de memória RAM. Aí você decide o final. Se tiver o valor, o relógio foi o melhor que testamos no mundo Android.