Busca

Categoria: 4G


07:07 · 15.12.2015 / atualizado às 07:07 · 15.12.2015 por

NET, Claro e Embratel, empresas do Grupo América Móvil, se unem para realizar a Campanha de Voluntariado Fim de Ano 2015. A iniciativa, que atende crianças, jovens e idosos, acontecerá em sinergia entre as três empresas.

A campanha, que tem como mote “Fazer O Bem É Conectar Corações”, se iniciou no dia 16 de novembro e incentiva os colaboradores a adotar cartas com pedidos de Natal em 70 cidades. A previsão é que sejam adotadas em torno de 4.400 cartas.

Neste ano, os colaboradores têm duas opções: adoção de cartas vindas de instituições parceiras dos programas de voluntariados das empresas ou cartas da campanha Papai Noel dos Correios.

“NET, Claro e Embratel estão juntas novamente para fazer o bem! Esta é a segunda iniciativa das três empresas. A primeira foi no Dia das Crianças quando arrecadamos mais de 1.000 brinquedos. A prática da responsabilidade social está diretamente incorporada aos valores das empresas. Mais do que incentivar as doações com a campanha de voluntariado, queremos ‘nos conectar’ e ajudar as pessoas que mais precisam também nesta época do ano”, enfatiza Daniely Gomiero, gerente de Comunicação Interna e Responsabilidade Social da Unidade Mercado Residencial e Combos.

A instituição participante da ação em Fortaleza é a Dispensário dos Pobres do Sagrado Coração. Já os participantes que escolherem a cartinha do Correios deverão seguir o pedido descrito.

07:13 · 30.07.2015 / atualizado às 07:13 · 30.07.2015 por

 

Estrutura de sinal 4G
Estrutura de sinal 4G

Os países da América Latina têm alocado, durante décadas, uma importante fatia do espectro radioelétrico para a oferta de conteúdos televisivos que utilizam rede analógica. A evolução tecnológica permite que estes sinais possam ser transmitidos com melhoras notáveis de resolução, incorporando interatividade e um uso mais eficiente do espectro radioelétrico por meio de tecnologias digitais.

A eficiência das tecnologias digitais tem levado os governos a promoverem a chamada transição digital para abrir caminho para a Televisão Digital Terrestre (TDT) na região. Uma das consequências deste processo é a liberação do excedente de espectro, que não mais será utilizado para sinais televisivos e que será destinado para serviços de banda larga móvel. A este excedente da faixa de 700 MHz chamamos de dividendo digital.

A 4G Américas ressalta que os governos podem disponibilizar espectro do dividendo digital paras as redes móveis conforme a liberação avança. Desta forma, não seria necessário esperar que se implementem os apagões analógicos, que no caso do Peru e Paraguai estão programados apenas para 2024. Esta disponibilidade gradual de espectro beneficia os consumidores, que poderiam contar com uma frequência que oferecem maior cobertura geográfica na utilização de redes móveis e serviços com LTE.

No caso do Brasil, embora o leilão da faixa de 700 MHz tenha acontecido em setembro de 2014, a Anatel planeja realizar um novo leilão com as sobras das faixa utilizadas para a rede 4G no final de outubro e início de novembro deste ano. O leilão contará com sobras das faixas de 1,8 GHz, 2,5 GHz e 3,5 GHz. A Anatel estuda acrescentar os dividendos digitais da faixa de 700 MHz, no entanto ainda não está confirmada a inclusão desta faixa, uma vez que o valor desta sobra seria muito alto considerando que o custo da limpeza da faixa está sendo arcado pelas operadoras que arremataram lotes no leilão do ano passado, Claro, Vivo, Tim e Algar. Embora a estimativa para término da limpeza da faixa seja em 2019, operadoras já pretendem começar a utilizá-la antes disso, conforme ocorrer disponibilidade para comercialização.

Os próximos dez anos serão de suma importância para o desenvolvimento da banda larga móvel na América Latina, pois neste período todos os países da região devem ter concluído os seus processos de apagões de sinais analógicos para darem lugar à TDT. Isso permitirá que a atribuição de espectro em 700 MHz para o desenvolvimento de tecnologias como a LTE, que permite o acesso a aplicações e serviços avançados, beneficie um número maior de pessoas na região.

Os atrasos nos processos de migração dos sinais analógicos de televisão rumo à TDT implicam em demoras na alocação, o que pode chegar a impactar no desenvolvimento da região e atrasar a expansão de redes LTE. Na atualidade, Argentina e México são os países da América Latina que lideram no desenvolvimento da TDT com mais de 85% de cobertura demográfica em ambos os países.

tdttransicao2

14:25 · 29.12.2014 / atualizado às 14:58 · 29.12.2014 por
A qualidade da comunicação na Praia de Iracema, via Oi, segundo a operadora, está garantida
A qualidade da comunicação na Praia de Iracema, via Oi, segundo a operadora, está garantida

Para atender ao crescimento do tráfego de voz e de dados nas linhas móveis durante as comemorações do Réveillon 2014/2015, a Oi vai incrementar a capacidade das antenas de celular com a ativação temporária de novas estações rádio-base móveis em um dos principais locais de concentração de público na virada do ano. Em Fortaleza, a companhia vai reforçar sua rede na Praia de Iracema, expandindo em 30% sua capacidade de voz e dados.

07:36 · 26.12.2014 / atualizado às 07:36 · 26.12.2014 por
Usuários devem se preparar para o novo momento Foto: WALESKA SANTIAGO/AGENCIADIARIO
Usuários devem se preparar para o novo momento Foto: WALESKA SANTIAGO/AGENCIADIARIO

Segundo matéria publicada hoje no caderno de Negócios do Diário do Nordeste, a velocidade reduzida sofrerá novo baque. Diz a reportagem que as operadoras Claro, Vivo e TIM ampliarão, ainda neste mês, o corte da internet móvel dos clientes dos planos pré-pago e controle que usarem toda a franquia antes do fim do mês. Dessa forma, navegar com velocidade reduzida será bem mais difícil a partir de janeiro de 2015. Os clientes da Claro que usarem todo o pacote contratado terão o serviço de navegação suspenso a partir do dia 28.

A Vivo, por sua vez, estenderá a mesma estratégia, já implantada para gaúchos e mineiros, a partir do dia 30 para mais 11 Estados e o Distrito Federal. A mudança será aplicada a usuários dos planos da Vivo nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além do Distrito Federal.

A TIM publicou em seu site que, a partir de 15 de janeiro, a conexão será interrompida ao limite da franquia diária para planos Infinity Web 10, Web 30, Web 100, Web 10+Torpedo, Web30+Torpedo e Turbo 7. A implementação, de acordo com a operadora de telefonia, começa em Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo (na área de DDD 19, no interior do Estado).

Apesar do relato, a Vivo já parece ter efetuado o corte. Usuários de Fortaleza já estão relatando este problema. Antes eu mesmo, usuário da operadora, conseguia navegar bem, mesmo com velocidade reduzida. Usar Facebook e Twitter e até carregar algumas matérias mais curtas era tranquilo. Agora, até enviar uma mensagem no Facebook é um tormento.

Infelizmente, as operadoras sempre trabalham de forma a ampliar seus lucros. Seria interessante ampliarem também seus investimentos, especialmente em tecnologia para nos dar uma qualidade de serviço cada vez maior. Entendo que ao cortar a velocidade reduzida o que pretendem é melhorar o serviço para os que estão dentro do plano, pois reduzem a quantidade de pessoas usando a banda. Mas será que isso não seria resolvido com mais investimento e uma banda móvel mais larga e de qualidade?

 

 

07:40 · 06.11.2014 / atualizado às 13:42 · 04.11.2014 por

A Oi anuncia o lançamento da solução Oi Smart Office para o mercado de grandes corporações e pequenas e médias empresas. A companhia apresenta a nova solução que visa atender as necessidades de empresas que querem implementar a gestão do trabalho remoto de colaboradores.

Segundo a assessoria, o Oi Smart Office oferece controle de jornada e produtividade do colaborador em trabalho remoto, inclusive com uso de biometria, atendendo plenamente o estabelecido na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). A solução é amparada pela conectividade à internet, com redundância em 3G ou 4G, e também oferece conexão segura entre o ambiente residencial e a rede corporativa, comunicação unificada (chat, voz, vídeo, conferência e compartilhamento de documentos) e aplicações corporativas em cloud como e-mail e sharepoint.

O serviço Oi Smart Office conta com atendimento unificado e integrado e é cobrado numa fatura única. Segundo a consultoria Top Employers Institute, 14% das empresas brasileiras têm programas formais de home office, modelo que vem crescendo no país. De 2013 para 2014, a gestão do trabalho remoto cresceu cerca de 130%, segundo a consultoria.