Busca

Categoria: Comunicação


07:57 · 18.12.2015 / atualizado às 08:11 · 18.12.2015 por

whatsapp2Tanto a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) quanto o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) se pronunciaram contrários a ação da Justiça de tirar do ar o aplicativo WhatsApp. Por meio de notas enviadas para as redações de jornais e blogs pelo Brasil, deixaram claro seu descontentamento.

Camara-e.net
A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) questionou nesta quinta-feira (17) a decisão do bloqueio do WhatsApp. Para Ludovino Lopes, presidente da entidade, “antes de tomar decisões que impactem fortemente na economia digital e na sociedade, é preciso analisar não só o quadro legal e normativo. É imperativo avaliar a extensão dos potenciais prejuízos (algumas vezes incomensuráveis e irreversíveis) que podem resultar para as empresas, para as famílias e para os negócios”.

Lopes diz que aqui aplicam-se aqui as palavras de Aristóteles: ‘o justo é o que é proporcional, e o injusto aquele que viola a proporcionalidade’. Justiça não é, portanto, apenas aquela que cumpre a lei mas aquela que é justa e proporcional. Sem isso não há verdadeira justiça.

O bloqueio do aplicativo foi determinado pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP), com base no artigo 12 do Marco Civil da Internet, que prevê como sanção a suspensão temporária das atividades de provedores de conexão e aplicativos que não forneçam as informações necessárias para o cumprimento da lei. O desbloqueio foi feito menos de 24 horas depois pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, atendendo “diversos recursos” de usuários revoltados com o apagão digital compulsório. (mais…)

11:39 · 17.12.2015 / atualizado às 13:12 · 17.12.2015 por

whatsappO WhatsApp já começa a voltar aos usuários do aplicativo em todo o Brasil. O Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu decisão que bloqueou o aplicativo no País por cerca de 12 horas nesta quinta-feira (17).

Conforme decisão do desembargador Xavier de Souza, “em face dos princípios constitucionais, não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa” em fornecer informações à Justiça.

> Conheça 8 opções para substituir o WhatsApp

O desembargador afirma ainda que “é possível, sempre respeitada a convicção da autoridade apontada como coatora, a elevação do valor da multa a patamar suficiente para inibir eventual resistência da impetrante”.

Xavier de Souza já foi favorável ao aplicativo em outros dois momentos quando se pediu o bloqueio do WhatsApp.

Operadoras estão sendo notificadas

As operadoras já estão sendo notificadas para restabelecimento total do serviço.  Vários usuários de todas as operadoras já relatam que o WhatsApp está funcionando normalmente.

Segundo comunicado recebido agora, a rede da Oi está liberada para utilização do aplicativo WhatsApp. “A companhia informa que obteve liminar na Justiça suspendendo o bloqueio do aplicativo whatsapp, que havia entrado em vigor à zero hora desta quinta-feira (17/12), por determinação judicial dada em primeira instância. Tão logo recebeu ontem (16/12) a ordem de bloqueio, a companhia tomou todas as providências para cumprir a medida e realizou o bloqueio em sua rede conforme a decisão judicial, mas também decidiu recorrer contra a decisão, para preservar os interesses de seus consumidores”, finaliza e-mail enviado para a redação.

O bloqueio do WhatsApp no Brasil gerou uma onda de indignação e piadas nas redes sociais, no Brasil e no exterior. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, publicou mensagem em sua conta na rede social criticando a decisão judicial da última quarta-feira.

A desativação temporária do comunicador gerou críticas do criador e presidente executivo do WhatsApp, o ucraniano Jan Koum, e de diversos artistas no País.

Bloqueio

As operadoras de telefonia celular receberam determinação judicial na tarde de quarta (16) para bloquear o funcionamento do aplicativo WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas, a partir da 0h de quinta. A suspensão se deu por conta da investigação de uma quadrilha de roubo a banco e caixas eletrônicos.

A determinação foi uma punição ao Facebook, dono do WhatsApp, que não liberou mensagens usadas pelos criminosos no aplicativo.

A medida foi cumprida pelas operadoras e o serviço ficou indisponível tanto através das redes 3G e 4G quanto das conexões Wi-Fi.

A medida foi imposta sob pena de multa pela Justiça de São Paulo por meio de uma medida cautelar, mas o autor da ação foi mantido sob sigilo.

A Justiça em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, determinou a derrubada do WhatsApp por 48 horas, desde a madrugada desta quinta-feira (17) em todo o Brasil, por causa da investigação de uma quadrilha de roubo a banco e caixas eletrônicos.

 

08:35 · 17.12.2015 / atualizado às 08:35 · 17.12.2015 por
07:13 · 17.12.2015 / atualizado às 07:53 · 17.12.2015 por
Mark Zuckerberg criticou bastante a decisão
Mark Zuckerberg criticou bastante a decisão

O WhatsApp já está bloqueado em todo território nacional. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, e o criador da ferramenta de comunicação, Jan Koum, criticaram bastante a decisão da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo/SP, que tirou do ar o WhatsApp por 48 horas. Porém, para não ficar sem se comunicar com seus amigos fizemos uma lista de 8 aplicativos que podem te ajudar. Confira:

>>>>Usuários relatam as dificuldades de ficar 48 horas sem WhatsApp

1 – Telegram 
Interface agradável, com funções de troca de mensagens de texto, imagens e vídeo, ele ainda consegue enviar documentos (doc, pdf e muitos outros formatos). E como se não bastasse ainda possui criptografia reforçada, especialmente na opção “chat secreto”, o que o fez ganhar fama entre terroristas, por exemplo. Ele é gratuito e tem versões para Android, iOS, Windows Phone, PC Windows, Mac, Linux e uma versão Web. É considerado o maior rival do WhatsApp no mundo.

2 – Facebook Messenger
Desmembrado da rede social, o comunicador instantâneo deverá ser sobrecarregado hoje. Afinal, é mais simples e comum para usar para conversas entre amigos. É possível criar um grupo e até enviar arquivos. Você também pode fazer ligações de voz e gerar uma vídeo conferência. Ele está disponível para Android, iOS e Windows Phone e também está inserido dentro da rede social Facebook para Mac, PC Windows e Linux.

3 – Viber
Com forte presença no Brasil, inclusive com famosos e sub celebridades que usam como comunicação com os fãs, o aplicativo permite troca de mensagens, vídeo conferência, ligação telefônica até gratuita que, dependendo da sua conexão pode ser melhor que a ligação telefônica comum.

4 – Skype
Tradicional ferramenta para vídeo conferência, também funciona para ligações telefônicas. Inclusive você pode comprar créditos e usar como telefone no exterior. Vai notar que R$ 20 vão ser suficiente para até 30 dias de conversação com a família no Brasil. Lógico, funciona no sentido reverso para quem está no Brasil e quer falar com amigos ou parentes fora do País. Também tem função chat (texto) também. Disponível para Android, iOS e computadores com Windows, Linux e os Mac da Apple.

5 – Hangouts
Muito usado por vlogueiros atualmente para realizar conferências com os fãs, o Hangouts está ganhando terreno no País. Ele também pode ser usado, além da opção de vídeo, para áudio e chat de texto. Disponível para Android, iOS e computadores com Windows, Linux e os Mac da Apple.

6 – Line.me
O aplicativo funciona para todos os smartphones (iPhone, Android, Windows Phone, Blackberry, Nokia) e até para PC. Envia mensagens de voz e de texto. Tem uma plataforma QR-Code acoplada ao app.

7 – Kik Messenger
Oferece troca de mensagens de voz, imagens e texto. Disponível para Android, iOS, Windows Phone, Symbian e Blackeberry.

8 – GroupMe
Ele sincroniza os contatos da agenda para ajudar o usuário a criar grupos. Não abre bate-papos individuais. Funciona para iOS, Android, Windows Phone e computadores com Windows, Linux e os Mac da Apple.

09:42 · 02.12.2015 / atualizado às 09:42 · 02.12.2015 por
Reduzir o tempo para abertura dos processos é uma das metas Foto: Seuma
Reduzir o tempo para abertura dos processos é uma das metas Foto: Seuma

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), automatizou o processo de aprovação dos Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Saúde (PGRSS) e Planos de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil (PGRCC) que, desde outubro, são realizados apenas online. O uso da tecnologia para um procedimento que anteriormente só era possível por meio de processo físico fez com que, em 38 dias, fossem aprovados 816 Planos. Para se ter uma ideia do ganho que isso significou, antes da automatização, de janeiro a outubro de 2015, pela forma convencional, 282 processos desse tipo foram aprovados.

Os números significam que quase triplicou o potencial de aprovação desse processo em pouco mais de 30 dias. A nova ferramenta permite que os técnicos cadastrados na Seuma para elaboração dos Planos possam, de forma segura e rápida, apresentar as informações necessárias à aprovação do documento sob sua responsabilidade. Apenas estes técnicos têm acesso ao sistema automático.

A partir do novo procedimento, também aumenta a responsabilidade dos técnicos elaboradores dos PRGS, que passa a ir além do preparo do Plano, estendendo-se a sua implementação e acompanhamento posterior na empresa. “Quando a vistoria vai ao empreendimento com o PGRS aprovado, checa se está sendo realizada a destinação adequada dos recicláveis e se os rejeitos estão com a coleta privada em dia”, explica a titular da Seuma, Águeda Muniz.

Para os requerentes que possuem Planos na Secretaria e optarem pela migração do plano físico para o virtual não será solicitada uma nova taxa de pagamento, a Suma disponibiliza em seu site um link provisório para liberação da taxa DAM referente aos processos de PGRS/PGRSS, que se encontram na Secretaria. Lembrando que esse link ficará disponível até o dia 19/12/2015.

A automatização deste serviço ganhou força com a vinculação obrigatória da aprovação desse documento à análise dos pedidos de alvará de funcionamento, construção ou reforma, registro sanitário, licença ambiental e autorização para demolição, reparos gerais ou corte de vegetação arbórea, por meio da Lei Municipal nº 10.340, de 28 de abril de 2015.

O objetivo é otimizar procedimentos e reduzir a burocracia dos processos de abertura e regularização das empresas e, consequentemente, diminuir o tempo e o custo de abertura das mesmas. Neste viés, a Prefeitura de Fortaleza, por meio do sistema automático, fomenta a regularização das atividades. Desburocratizar para gerar oportunidades de desenvolvimento e inclusão social.

Se você já possui um Plano em análise na Seuma, deverá seguir o seguinte passo a passo:
1. Um técnico cadastrado junto à Seuma deverá acessar o serviço de aprovação do Plano de Gerenciamento de Resíduos;
2. Preencher o formulário para aprovação do PGRS/PGRSS, cadastrar o Plano, mas não emitir o DAM.
3. Quando o Plano é cadastrado, será gerado um número de protocolo: guarde esse número, pois ele será fundamental para a liberação do DAM;
4. Acessar o link que será disponibilizado em nosso site a partir do dia 22 de outubro e preencher os campos com o número de protocolo do novo Plano (item 2) e o número de protocolo do seu antigo processo físico;
5. Pronto! Seu DAM foi liberado e você já poderá imprimir seu Plano aprovado sem a necessidade de pagamento de uma nova taxa!