Busca

Categoria: Ensino a distância


11:37 · 13.06.2013 / atualizado às 11:37 · 13.06.2013 por

Você já ouviu falar da sigla “MOOC”? São as iniciais de “Massive Open Online Course”, cursos técnicos online abertos a todos. Embora o projeto e participação em um MOOC possa ser semelhante ao de um curso em uma faculdade, seus cursos normalmente não exigem pré-requisitos ou conhecimento prévio dos participantes.

Como exemplo dessa tendência, a empresa Enterasys Networks está lançando seu programa de MOOC com o objetivo de apoiar alunos de cursos superiores e técnicos que têm interesse em aprender mais sobre a área de TI em ambientes informais de aprendizado, com aulas técnicas e gratuitas.

O MOOC da Enterasys é composto por quatro cursos, sendo 16 seções semanais com oito módulos (totalizando 32). Os temas serão: Fundamentos de redes de dados, Fundamentos de Redes Wireless, Conceitos de Segurança e Fundamentos de redes IPV6.

Os cursos são abertos a estudantes de todo o mundo, embora os materiais de aula sejam entregues incialmente em inglês. A Enterasys não exige qualquer conhecimento prévio ou habilidade para a participação no MOOC, basta o estudante ter interesse no assunto.

Segundo a empresa, os cursos proporcionam o desenvolvimento de habilidades em todas as áreas-chave do conhecimento reconhecidas dentro do espaço de TI, como redes de dados IP, tecnologia sem fio e conceitos de segurança. Ao contrário dos MOOCs tradicionais, o programa da Enterasys é individual e os alunos podem participar do módulo programado semanal, adequando sua disponibilidade de tempo da melhor forma possível.

Twitter como ferramenta

A comunicação e todos os mecanismos de monitoramento de transcrição são baseados no Twitter. Os alunos serão capazes de ver os seus cursos completos transcritos e comparar o seu ranking com outros alunos através de estatísticas que poderão ser acessadas no site da Enterasys.

O melhor estudante de cada seção será recompensado com um prêmio por seu sucesso. As interações entre os estudantes e professores podem ser feitas pelo Twitter, utilizando a hashtag # ETSMOOC.

De acordo com a Enterasys, os instrutores dos cursos são certificados e possuem profundo conhecimento não apenas da tecnologia e dos temas, mas também da amplitude de normas e soluções cabeadas e wireless. Os alunos que concluírem com êxito os módulos receberão certificado. A empresaa destaca que atualmente existem esforços para incluir os cursos abertos nas grades curriculares de universidades e colégios técnicos do Brasil e do exterior.

14:20 · 20.05.2013 / atualizado às 14:20 · 20.05.2013 por

A operadora Oi está oferecendo um novo serviço de m-learning (“mobile learning” ou “aprendizagem móvel”). A companhia lançou um curso de Português que faz parte de sua nova plataforma “Para Aprender”.

O curso é fruto de uma parceria entre Oi, Bemobi e Editora Positivo, que entre diversos lançamentos literários edita também o Dicionário Aurélio. O curso é voltado aos interessados em estudar, testar conhecimentos e relembrar conceitos já “enferrujados” da língua portuguesa.

Durante a primeira parte do curso, os clientes Oi receberão por SMS dicas sobre o que mudou com a chegada do novo acordo ortográfico e exercícios para fixar o aprendizado. Também serão enviadas lições gerais sobre português que abordam temas como acentuação, conjugação verbal, uso de pronomes, pontuação e uma cartela de temas pensados para trabalhar a comunicação.

O curso de Português está disponível tanto para clientes pré-pagos, que têm o valor do serviço descontado do saldo de créditos, quanto para pós-pagos, que recebem em sua fatura mensal o valor correspondente à utilização do serviço. Para assinar basta enviar uma mensagem com a palavra “PORT” para 344. O serviço também é compatível com todos os modelos de aparelhos celulares.

Ao entrar no curso, a primeira semana de uso é grátis. A assinatura será automaticamente renovada ao custo de R$ 1,99 por semana, somente após os sete dias de gratuidade. Os usuários que quiserem cancelar o serviço devem enviar a palavra “SAIR” para o mesmo número de assinatura do curso.

“O mobile learning é uma ferramenta muito eficaz de ensino não presencial. Atualmente o número de pessoas que não têm acesso fácil ao computador, mas possuem celulares em mãos, é cada vez maior”, explica Emerson Santos, diretor geral da Editora Positivo, em comunicado à imprensa.

De acordo com Gustavo Alvim, gerente de Produtos de Mobilidade da Oi, nas próximas fases a operadora também usará um Portal de Voz de Inglês, Conteúdo para Reforço Escolar do Ensino Fundamental, Concurso Públicos e um Conteúdo de Temas Livres.

08:00 · 05.09.2012 / atualizado às 16:13 · 04.09.2012 por

A start-up francesa English Attack! está lançando no Brasil sua ferramenta de ensino de língua inglesa via internet. A plataforma de ensino online foi desenvolvida em Paris, como parceira pedagógica do site do Ministério da Educação da França. Hoje, está presente em mais de 20 países.

Concebido com o intuito de suprir a falta de contato do aluno que não vive em um país de língua inglesa com o idioma, o English Attack! oferece um tipo de imersão digital, aumentando a exposição dos alunos a uma grande variedade do autêntico inglês falado. Seu foco está nos adolescentes e jovens adultos (de 15 a 25 anos), com conteúdo dinâmico que visa a prender a atenção do usuário e permitir um uso frequente do site.

A plataforma é dividida em três tipos de interação: Video Booster, que são vídeos curtos (de 1 a 3 minutos) contendo trechos dos últimos lançamentos de Hollywood, de notícias globais e dos mais assistidos seriados de TV; o Photo Vocab, dicionário visual que aborda diversos assuntos divididos por temas, e Practice Games, jogos para o aluno trabalhar o uso das expressões e elementos gramaticais aprendidos, ajudando no processo de memorização.

Para utilizar as ferramentas disponíveis no English Attack!, basta registrar-se no site e se tornar usuário. Há diversos planos de acesso, desde gratuitos, com funções limitados, a planos mensais e anuais. Além de pacotes especiais para professores, escolas e empresas.