Categoria: Google


05:55 · 18.07.2019 / atualizado às 14:05 · 17.07.2019 por

Esta semana marca o 50º aniversário da missão histórica Apollo 11, que levou, pela primeira vez, um homem à lua. Para celebrar essa conquista e os outros inúmeros avanços na exploração espacial, o Google traz novas maneiras de explorar a lua e um “quiz de outro mundo” – tudo no Google Earth, além de outras histórias sobre a missão lunar na Busca.

Junto com a NASA, o Google Earth mostra como surgiu a missão da Apollo 11, do desafio do presidente John F. Kennedy de colocar um homem na Lua para treinar astronautas nas instalações para o controle da missão, à contagem regressiva para o lançamento, muito antes de 16 de junho de 1969. Explore como a NASA está
atualizando os locais de lançamento para futuras missões e como estão lidando com a ameaça de aumento do nível do mar nessas áreas costeiras.

“Também lançamos uma nova maneira de explorar a Lua no Google Earth Studio, uma ferramenta de animação para imagens de satélite e de imagens 3D do Google Earth. A partir de hoje, é possível criar animações da Lua e de Marte usando a ferramenta, abrindo um novo mundo para os criadores de vídeos. Basta usar o menu Mundo na nova página do projeto ou acessar a página de configurações do projeto para começar”, informa nota do Google.

Finalmente, você pode conferir a homenagem a 10 exploradores espaciais icônicos – homens, mulheres e robôs que avançaram na compreensão do mundo em relação ao nosso planeta por meio de pesquisas e viagens espaciais. Teste também seus conhecimentos em um quiz sobre exploração espacial.

05:36 · 17.07.2019 / atualizado às 07:14 · 17.07.2019 por

O Google abriu as inscrições para a quarta turma do seu programa de aceleração local, o Launchpad Accelerator Brasil, que busca ajudar startups a desenvolverem seus produtos e serviços por meio do uso da tecnologia, como Inteligência Artificial, Cloud, etc. Para a nova turma, serão selecionadas 8 startups. As inscrições estão abertas até 9 de agosto pelo site. As startups selecionadas começarão a trabalhar com o Google em 7 de outubro.

Como funciona o Launchpad Accelerator Brasil

Com duração de três meses, o programa oferece suporte técnico contínuo para ajudar no desenvolvimento de um projeto específico, definido no começo do programa, por meio de mentoria com especialistas do Google e do mercado e também acesso antecipado a novas tecnologias da empresa. Além disso, as startups também receberão entre US$ 20 mil e US$ 100 mil em créditos de produtos Google.

O que o programa busca nas startups

  1. Já tenham um modelo de negócio validado e estão trabalhando no ajuste e tração de produto-mercado.
  2. Tenham interesse em oportunidades de desenvolvimento de seus produtos com as seguintes tecnologias: Inteligência Artificial, Machine Learning, Android, Google Cloud Platform, Web (Progressive Web Apps e Accelerated Mobile Pages).
  3. Possuam disponibilidade de contar com um líder ou time de tecnologia/produto para participar das atividades durante a duração do programa.

Startups que já participaram do programa

O programa Launchpad Accelerator Brasil já acelerou 22 startups brasileiras. Na primeira turma foram selecionadas as startups Contentools, Docket, JetBov, Liv Up, Mandaê e Vérios. A segunda turma, contou com EasyCrédito, Fhinck, IDwall, Looqbox, Marmotex, N2B, Nagro e TerraMagna. Já a terceira turma teve participação da Accountfy, Agilize, Blu365, Estante Mágica, Gesto, Rebel, SmarttBot e Social Miner.

07:26 · 11.07.2019 / atualizado às 07:26 · 11.07.2019 por

O Google Tradutor permite que o usuário explore lugares desconhecidos, comunique-se em diferentes idiomas e faça conexões que, de outra forma, seriam impossíveis. Um dos principais recursos do aplicativo móvel é a tradução instantânea com a câmera, basta apontar a lente para o texto em outro idioma. O Google apresenta uma série de atualizações para tornar o recurso ainda mais útil para todos.

Agora, a tradução simultânea com a câmera tem suporte para 60 idiomas adicionais, como árabe, hindi, malaio, tailandês e vietnamita (confira a lista completa dos 88 idiomas). Ainda é possível traduzir para qualquer um dos mais de 100 idiomas disponíveis no Google Tradutor, ou seja, traduzir do árabe para o francês ou do japonês para o chinês e muitas outras combinações, algo que não era possível antes.

Ao viajar para o exterior, especialmente em uma região com vários idiomas, era um desafio para as pessoas determinar o idioma para tradução simultânea com a câmera. Na nova versão do aplicativo, basta selecionar “Detectar idioma” com o idioma de origem, e o aplicativo do Google Tradutor vai detectar automaticamente o idioma e o traduzirá.

Pela primeira vez, a tecnologia de Tradução Automática Neural (NMT) está integrada em traduções instantâneas com a câmera. A tecnologia NMT produz traduções mais precisas e mais naturais. Ainda é possível baixar a maioria dos idiomas para o seu dispositivo para que você possa usar essa função mesmo sem uma conexão com a Internet. Quando o dispositivo está conectado à Internet, a função usa a rede para melhorar ainda mais as traduções.

A função também tem um novo visual e seu uso é mais intuitivo. Os textos traduzidos também estão mais “polidos” para torná-los mais legíveis quando exibidos.

07:11 · 10.07.2019 / atualizado às 07:11 · 10.07.2019 por

Amazon e Google pararam de brigar e voltaram a trabalhar em conjunto. As duas empresas entraram em acordo nesta terça-feira, 9, e voltaram a disponibilizar os aplicativos da concorrente nas lojas próprias do Google e também no equipamento de streaming da Amazon.

Desde 2017 as duas gigantes vinham se estranhando. O Google não liberava mais o uso do YouTube no Amazon Fire TV Stick Basic Edition e a Amazon não vendia mais os produtos da “inimiga” no site dela. Agora voltamos ao que era antes, amém!

O aplicativo oficial do YouTube está disponível em todos os dispositivos Fire TV, inclusive o Fire TV Stick Basic Edition, vendido pela Amazon.com.br. O aplicativo oficial do YouTube dá acesso a uma biblioteca de conteúdo em vídeo incluindo assuntos como música, tutoriais, entretenimento, notícias e jogos, além de vídeos de todos os criadores de conteúdo do YouTube. Anteriormente, era preciso acessar o YouTube via navegadores como Firefox e Silk. Nem todos os recursos estavam lá, mas a gambiarra funcionava bem.

Até o fim do ano, o Fire TV Stick terá disponível também o aplicativo YouTube Kids, versão do serviço voltado para crianças, com seleções curadas de conteúdo com classificação indicativa para até 12 anos. Além do YouTube, o Fire TV Stick tem disponível também aplicativos oficiais para Amazon Prime Video, Netflix, DAZN, Sega Classics e outros conteúdos.

Contraparte

Além disso, o app do Amazon Prime Video também está disponível em dispositivos Chromecast, com acesso a produções originais da Amazon, eventos ao vivo e muito mais. Essa é a contrapartida do Google.

09:09 · 28.06.2019 / atualizado às 08:29 · 28.06.2019 por

O Google Maps disponibiliza dois novos recursos para ajudar os usuários a planejar melhor a viagem de transporte público. Inicialmente, os usuários começarão a ver esses recursos em quase 200 cidades em todo o mundo, tanto no Android quanto no iOS. Confira:

Tráfego em tempo real para ônibus

A nova funcionalidade exibe em tempo real o tráfego de ônibus em locais onde não há informações ao vivo diretamente das agências de transporte locais. Agora, o usuário pode ver se o ônibus chegará atrasado, quanto tempo de atraso e conferir o tempo de viagem de forma mais precisa com base nas condições de tráfego em seu trajeto. Ainda será possível ver exatamente onde estão os congestionamentos no mapa, assim é possível planejar a viagem antes mesmo de entrar no ônibus. Em breve, o recurso deve começar a ser visto em cidades como Brasília, Recife e Salvador.

Previsões de aglomeração

O recurso disponibiliza previsões de lotação para ônibus, trem ou metrô, baseado em histórico de viagens passadas. Assim, é possível tomar uma decisão de esperar ou não mais alguns minutos por um veículo em que se tenha mais chances de conseguir um lugar. Em breve, a funcionalidade deve começa a aparecer para o usuário em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

Tendências de lotação de trânsito de todo o mundo, de acordo com o Google Maps

As previsões de lotação vêm do feedback opcional diretamente das pessoas que usam o Google Maps. Para saber mais sobre como os níveis de superlotação variam ao redor do mundo, o Google analisou relatórios agregados e anônimos de lotação de usuários do Google Maps de outubro de 2018 a junho de 2019 durante o horário de pico (das 6h às 10h) e identificou quais linhas têm o maior número de aglomerações. Veja o que foi encontrado:

Quando se trata das linhas de trânsito mais lotadas, Buenos Aires e São Paulo dominam o ranking – cada cidade tem 3 linhas no top 10.

Quando em Fortaleza?

Ainda não há previsão de quando a novidade estará disponível em Fortaleza. Segundo assessoria de imprensa do Google no Brasil, as funções começam a ser disponibilizadas, aos poucos, nas cidades citadas. “O Google continua trabalhando para oferecer a melhor experiência para todos, mas ainda não temos uma previsão de quando estará disponível para todo o país”, encerram em nota.

13:41 · 27.06.2019 / atualizado às 13:43 · 27.06.2019 por

A Apple bateu por pouco o Google ao primeiro lugar do ranking das 20 Marcas Globais de Tecnologia Mais Valiosas do BrandZ, lançado hoje pela WPP e pela Kantar, crescendo 3% para alcançar um valor de marca de US$ 309,5 bilhões.

O Google ficou em segundo lugar, com um valor de marca de US $ 309 bilhões. Continuando seu caminho de inovação, a Apple está perturbando a percepção do consumidor de que é simplesmente uma marca de dispositivos inteligentes. Agora ela tem novas ofertas em transmissão de TV, assinatura de notícias, séries e filmes e serviços de jogos, além de introduzir um cartão de crédito de marca compartilhada.

A Apple está expandindo seu crescente ecossistema de tecnologia para um modelo de serviço que pode ser altamente disruptivo e que todas as marcas precisam entender para ter sucesso nesta nova era.

A Microsoft (nº3, US$ 251,2 bilhões), tradicionalmente percebida como uma marca B2B, cresceu 25% em valor de marca, após o lançamento de uma nova gama de serviços para consumidores profissionais que visam oferecer maiores benefícios de economia de tempo.

O Facebook (nº 4, US$ 159 bilhões) subiu uma colocação, mas declinou em valor em 2% em meio a preocupações com privacidade que afetaram a confiança do consumidor. No entanto, como a maioria das marcas de tecnologia, ela mostrou resiliência significativa devido à sua singularidade e ao grau de envolvimento dos seus consumidores com seu ecossistema.

Embora as marcas chinesas não tenham sido afetadas pelas preocupações com a privacidade do consumidor, algumas foram afetadas pela intervenção do governo. A Tencent (nº 5, US$ 130,9 bilhões) caiu um lugar no ranking, com uma queda de 27% em valor de marca após restrições impostas à sua receita de jogos online. No entanto, a receita de publicidade e computação em nuvem compensou esse déficit, juntamente com a listagem de seus negócios de música na Bolsa de Nova York no final de 2018.

Enquanto outras plataformas de mídia social enfrentam desafios em termos de confiança e desejo, o Instagram (nº 12, US$ 28,2 bilhões) é uma imagem de sucesso. Com mais de 1 bilhão de usuários em todo o mundo, a marca evoluiu rapidamente de um aplicativo de compartilhamento de imagens para uma plataforma digital desejada para profissionais de marketing e criadores de marcas. Com uma série de recursos adicionados ao longo de 2018, incluindo compras, televisão e vídeo chat, o Instagram sobe oito posições no ranking de tecnologia, aumentando em 95% o valor da marca, tornando-se a que mais cresce no Top 100 das Marcas Globais Mais Valiosas do BrandZ.

“A tecnologia está impulsionando o crescimento em várias categorias diferentes, como varejo, luxo, cuidados pessoais, fast food e entretenimento. Os consumidores estão colocando muito mais valor em experiências mais ricas, forçando muitas marcas a se tornarem menos ancoradas em categorias e regiões individuais. As fronteiras estão se desfazendo à medida que a influência da tecnologia permite que nomes como Amazon, Google e Alibaba ofereçam uma gama de serviços em vários pontos de contato do consumidor”, Martin Guerrieria, diretor Global de Pesquisas da BrandZ na Kantar.

“A tecnologia permite que os consumidores estejam mais conectados do que nunca a marcas individuais, dando a eles uma voz mais forte e a capacidade de aplicar pressão quando as expectativas não são atendidas. A transparência leva à confiança e nomes de tecnologia estão percebendo a verdadeira extensão de seu poder para influenciar o comportamento do consumidor. Com esse nível de autoridade, aquelas do mercado de tecnologia têm um maior senso de responsabilidade, que pode incluir a proteção de dados pessoais e a manutenção da privacidade dos consumidores no que se tornou um mundo mais volátil”, continua Guerrieria.

Valor de trilhões de dólares da tecnologia

O valor combinado das marcas de tecnologia corresponde a quase 40% do valor total do ranking BrandZ das 100 Marcas Globais Mais Valiosas, chegando à marca de mais de US$ 1,6 trilhão – quase o triplo do varejo, a segunda categoria mais valiosa.

Grande parte desse valor é derivado de marcas de tecnologia de consumo que somam mais de US$ 1 trilhão. Exemplos incluem o recém-chegados chineses Xiaomi (nº 74, US$ 19,8 bilhões) e Meituan (nº78, US$ 18,8 bilhões), uma plataforma de tecnologia de consumidor que oferece tudo, desde entrega de alimentos, reservas de quartos, passeios e aluguel bicicletas.

07:09 · 25.06.2019 / atualizado às 14:11 · 24.06.2019 por

Google Cloud anuncia a contratação de Eduardo Lopez que irá liderar a equipe de vendas do Google Cloud na América Latina. Com mais de 20 anos de experiência em tecnologia, o executivo terá a posição de head de Vendas do Google Cloud para a América Latina. Eduardo passou os últimos 20 anos na Oracle. O último cargo dele foi de vice-presidente de Arquitetura, Soluções Empresariais e Inovação da Oracle para América Latina.

Ele se reportará a Rob Enslin, presidente de Google Cloud. Com extensa experiência e liderança na região e na indústria, a contratação do executivo busca incentivar mais empresas a aproveitar os benefícios da nuvem e, assim, continuar crescendo.

“Estou muito entusiasmado em participar da equipe do Google Cloud e ter a oportunidade de aproveitar minha experiência no setor de nuvem para empresas em uma companhia que tem o melhor DNA de tecnologia e inovação. Acredito realmente que os produtos do Google Cloud e os Googlers criarão a plataforma de negócios do futuro e espero moldar a melhor proposta de valor para nossos clientes”, afirma Lopez.

Sob a nova liderança de Thomas Kurian como CEO do Google Cloud – que ingressou na empresa no final de 2018 – a equipe na América Latina foi expandida desde que se tornou um pilar importante de crescimento. Até agora, a empresa fazia parte da região de Américas, que inclui os Estados Unidos e Canadá, mas agora passou a ser independente e Lopez reportará diretamente para as lideranças globais.

05:57 · 25.06.2019 / atualizado às 06:50 · 25.06.2019 por

O Google Brasil está com 20 vagas abertas para interessados em diversas áreas para posições em tempo integral. Todas as oportunidades são para trabalhar no escritório da empresa em São Paulo, capital.

Entre as vagas disponíveis há posições como representantes de vendas Google Could, executivo de contas, gerente de engenharia do cliente, gerente de operações com parceiros, entre outras vagas.

Infelizmente, para trabalhar no Google só indo para São Paulo ou Minas Gerais. Porém, como se trata de uma gigante, vale a pena analisar a mudança de local de trabalho, não é mesmo?

Para se inscrever nas vagas clique aqui.

08:47 · 23.06.2019 / atualizado às 07:14 · 19.06.2019 por

Pelo sétimo ano consecutivo, o Google realiza o Latin American Research Awards, LARA, criado com o propósito de impulsionar a inovação e premiar projetos que se propõem a resolver problemas do dia a dia por meio da tecnologia. O programa é voltado para estudantes de mestrado ou doutorado de universidades da América Latina e também para seus professores e orientadores. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de julho.

Este ano, o LARA distribuirá R$ 2 milhões para projetos oriundos de toda a região. Os pesquisadores selecionados receberão bolsas individuais para desenvolver seus projetos em Ciência da Computação, Engenharia e áreas afins no decorrer de um ano. As instruções podem ser encontradas neste
site.

Conheça os campos de pesquisa contemplados:

– Geo/Maps.
– Interação entre humanos e computadores.
– Recuperação, extração e organização de informações (incluindo gráficos de semântica).
– Internet das Coisas (incluindo cidades inteligentes).
– Machine learning (aprendizado de máquinas) e data mining (mineração de dados).
– Dispositivos móveis.
– Processamento natural de línguas.
– Interfaces físicas e experiências imersivas.
– Privacidade.
– Outros tópicos relacionados a pesquisas na web.

“Desde que lançamos o LARA, em 2013, mais de 70 projetos foram beneficiados em toda a América Latina. Uma característica marcante de várias dessas iniciativas é a busca por soluções inovadoras para problemas que permeiam áreas diversas como o empreendedorismo digital e saúde pública”, afirmou nota do Google.

06:44 · 22.06.2019 / atualizado às 07:14 · 19.06.2019 por

Os especialistas da Kaspersky detectaram um golpe sofisticado realizado por meio de notificações fraudulentas não solicitadas no Google Agenda, que enganam os usuários para que forneçam informações pessoais. Essa técnica usa um serviço gratuito de calendário que adiciona convites e eventos automaticamente às agendas dos usuários. Os ataques ocorreram durante todo o mês de maio.

Os golpes de spam e phishing que exploram vetores de ataque não convencionais podem ser lucrativos para os criminosos, pois são capazes de pegar usuários experientes que não seriam enganados por uma ameaça comum. Isso acontece especialmente quando são usados serviços legítimos e confiáveis, como os recursos padrão de calendários por e-mail, explorados pelos “phishings de calendário”.

Constatou-se que as várias notificações não solicitadas nos calendários que foram detectadas ao longo do mês de maio são resultado de uma onda de spams sofisticados enviados por golpistas. Os e-mails exploravam um recurso padrão comum para quem usa o Gmail no celular: a adição e notificação automáticas de convites do calendário. A fraude começa com o envio de um convite de calendário não solicitado contendo um link para uma página falsa. Uma notificação pop-up aparece na tela inicial do smartphone e o usuário é incentivado a clicar no link.

Na maioria dos casos observados, o usuário foi redirecionado para um site onde havia um questionário simples e um prêmio em dinheiro. Para recebê-lo, a vítima precisa fazer um pagamento “de correção”, fornecendo informações pessoais e do cartão de crédito, como nome, número de telefone e endereço. Esses dados vão diretamente para os golpistas, que os utilizam para roubar dinheiro ou sua identidade.

“O “golpe do calendário” é um esquema muito eficiente, pois as pessoas já se acostumaram mais ou menos a receber spam por e-mail ou em mensagens instantâneas e não confiam mais neles. Porém, isso talvez não aconteça quando se trata do aplicativo Agenda, cuja principal finalidade é organizar informações e não as transferir. Até o momento, o texto das amostras que observamos apresenta uma oferta claramente estranha, mas, na realidade, todos os esquemas tornam-se mais elaborados e eficientes com o passar do tempo. A boa notícia é que não é necessária nenhuma precaução sofisticada para evitar esse golpe. É possível desativar facilmente o recurso nas configurações do calendário”, explica Maria Vergelis, pesquisadora de segurança da Kaspersky.

Para evitar ser vítima de spam malicioso, os pesquisadores da Kaspersky recomendam que os usuários:

• Se não tiver certeza de que o site para onde foram redirecionados é real e seguro, nunca insiram informações pessoais;
• Conte ainda com uma solução contra ciberameaças que pode bloquear o acesso ao site malicioso e proteger contra outros golpes.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Na Rede

Tendências, novidades e novos produtos para quem é apaixonado por tecnologia. Comportamento digital e redes sociais também em pauta. Por Daniel Praciano.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags