Busca

Categoria: Redes sem fio


12:57 · 10.08.2015 / atualizado às 12:57 · 10.08.2015 por
D-Link AC 3200 promete ser um ultraroteador
D-Link AC 3200 promete ser um ultraroteador

A D-Link, fabricante de soluções de rede, monitoramento e soluções de cloud computing para empresas e residências, lança no Brasil o roteador Ultra Wi-Fi DIR-890L, apresentado na CES 2015 e que desembarca no País como o mais rápido do mercado. Ele chega por R$ 2.299 e cinco anos de garantia.

Voltado principalmente para consumidores que necessitam de máximo desempenho em suas atividades Wi-Fi – desenvolvedores e pequenas empresas – e que desejam usar múltiplos dispositivos (ele chega a conectar até 35 simultaneamente), o Ultra Roteador é ideal também para o público gamer e atualmente já é usado pelo time de profissional de e-sports Keyd Stars.

O que chama mais a atenção no DIR-890L é sua velocidade em rede sem fios de até 3.200 Mbps (ou 3.2Gbps), quase o dobro dos roteadores mais rápidos disponíveis até agora. Desde seu anúncio, vem sendo apelidado de ‘drone’, ‘aranha’, ‘nave espacial’ e ‘extraterrestre’, entre outros nomes.

O modelo vem nas cores preto e vermelho. As seis antenas de alta potência do DIR-890L foram concebidas para maximizar o alcance e aperfeiçoar a cobertura do sinal. O roteador promete garantir ultra desempenho com incríveis velocidades Gigabit, cobertura ampliada de sinal, nova página de gerenciamento totalmente inovadora, sistema de conexão inteligente para balancear usuários dinamicamente, além de sistema avançado de QoS (do termo em inglês ‘Quality of Service’ ou ‘Qualidade de Serviço’, em português).

O DIR-890L está equipado com uma grande variedade de recursos, incluindo Advanced AC Beamforming (que aumenta e concentra a força do sinal e sua taxa de transferência), Smart Connect (atribui automaticamente os usuários para uma das três bandas Wi-Fi que estiver melhor disponível, oferecendo assim máxima largura de banda) e QoS avançado (que fornece uma maneira fácil de priorizar a comunicação de aplicações e dispositivos). Além disso, o roteador possui portas gigabit WAN / LAN Ethernet para conectividade com fios de altíssima velocidade, habilitadas com segurança WPA ou WPA2, além de setup de Wi-Fi protegido para garantir a integridade da rede e facilidade de instalação.

O novo roteador Ultra Wi-Fi também apresenta a mais recente interface de usuário da D-Link, tornando mais fácil controlar uma rede direto de um smartphone ou tablet. Assim, ativar o controle parental, bloquear dispositivos indesejados, monitorar a atividade de internet e criar redes de hóspedes Wi-Fi tornam-se tarefas extremamente simples. O roteador também oferece configuração simples quando utilizado o aplicativo gratuito de configuração rápida QRS Mobile (Quick Router Setup App), que pode ser baixado gratuitamente pela AppStore ou Google Play em dispositivos móveis.

Características
– 3.2 Gbps 11AC;
– 6 antenas externas;
– 600 Mbps em 2.4GHz + 1300Mbps + 1300Mbps em 5GHz;
– Tri-Band (2,4GHz + 2x 5GHz 11AC);
– Portas Gigabit Ethernet (10/100/1000Mbps);
– USB 3.0 + USB 2.0;
– Pronto para o protocolo IPv6.
– Ultra Wi-Fi: nova era da tecnologia wireless;
– Experiência inédita de uso no que diz respeito a alcance e velocidade sem fios;
– Tecnologia Smart Connect, que identifica a necessidade de uso da rede sem fios para cada dispositivo conectado, alocando-os em diferentes bandas Wi-Fi conforme a necessidade;
– Interface de gerenciamento totalmente repaginada;
– Antenas de altíssima potência para longo alcance de sinal;
– Ferramenta de QoS para priorização de acesso simplificado;
– Aplicativo QRS Mobile para fácil instalação por meio de tablet ou smartphone;
– Aplicativo mydlink App para gerenciamento remoto da rede;
– Aplicativo mydlink SharePort para streamings de vídeo e compartilhamento de arquivos;
– mydlink SharePort Plus para compartilhamento de impressão.

07:13 · 30.07.2015 / atualizado às 07:13 · 30.07.2015 por

 

Estrutura de sinal 4G
Estrutura de sinal 4G

Os países da América Latina têm alocado, durante décadas, uma importante fatia do espectro radioelétrico para a oferta de conteúdos televisivos que utilizam rede analógica. A evolução tecnológica permite que estes sinais possam ser transmitidos com melhoras notáveis de resolução, incorporando interatividade e um uso mais eficiente do espectro radioelétrico por meio de tecnologias digitais.

A eficiência das tecnologias digitais tem levado os governos a promoverem a chamada transição digital para abrir caminho para a Televisão Digital Terrestre (TDT) na região. Uma das consequências deste processo é a liberação do excedente de espectro, que não mais será utilizado para sinais televisivos e que será destinado para serviços de banda larga móvel. A este excedente da faixa de 700 MHz chamamos de dividendo digital.

A 4G Américas ressalta que os governos podem disponibilizar espectro do dividendo digital paras as redes móveis conforme a liberação avança. Desta forma, não seria necessário esperar que se implementem os apagões analógicos, que no caso do Peru e Paraguai estão programados apenas para 2024. Esta disponibilidade gradual de espectro beneficia os consumidores, que poderiam contar com uma frequência que oferecem maior cobertura geográfica na utilização de redes móveis e serviços com LTE.

No caso do Brasil, embora o leilão da faixa de 700 MHz tenha acontecido em setembro de 2014, a Anatel planeja realizar um novo leilão com as sobras das faixa utilizadas para a rede 4G no final de outubro e início de novembro deste ano. O leilão contará com sobras das faixas de 1,8 GHz, 2,5 GHz e 3,5 GHz. A Anatel estuda acrescentar os dividendos digitais da faixa de 700 MHz, no entanto ainda não está confirmada a inclusão desta faixa, uma vez que o valor desta sobra seria muito alto considerando que o custo da limpeza da faixa está sendo arcado pelas operadoras que arremataram lotes no leilão do ano passado, Claro, Vivo, Tim e Algar. Embora a estimativa para término da limpeza da faixa seja em 2019, operadoras já pretendem começar a utilizá-la antes disso, conforme ocorrer disponibilidade para comercialização.

Os próximos dez anos serão de suma importância para o desenvolvimento da banda larga móvel na América Latina, pois neste período todos os países da região devem ter concluído os seus processos de apagões de sinais analógicos para darem lugar à TDT. Isso permitirá que a atribuição de espectro em 700 MHz para o desenvolvimento de tecnologias como a LTE, que permite o acesso a aplicações e serviços avançados, beneficie um número maior de pessoas na região.

Os atrasos nos processos de migração dos sinais analógicos de televisão rumo à TDT implicam em demoras na alocação, o que pode chegar a impactar no desenvolvimento da região e atrasar a expansão de redes LTE. Na atualidade, Argentina e México são os países da América Latina que lideram no desenvolvimento da TDT com mais de 85% de cobertura demográfica em ambos os países.

tdttransicao2

10:00 · 26.12.2014 / atualizado às 13:36 · 26.12.2014 por

facebookxtwitterA proporção de jovens entre 13 e 17 anos que usam o Facebook nos EUA caiu de 94% para 88% neste ano (e ante 95% de 2012, há dois anos), segundo uma pesquisa realizada no país. O estudo, feito pela consultoria Frank N. Magid Associates, diz que, no mesmo período, o Twitter ganhou popularidade na mesma faixa etária nos EUA.

Na última vez em que a empresa de internet divulgou dados sobre o uso entre adolescentes, mostrando que de fato havia perdido força para concorrentes como o Snapchat (e o WhatsApp, que agora pertence ao Facebook), houve repercussão negativa entre seus investidores, como relata a agência Bloomberg.

Depois disso, Mark Zuckerberg e companhia cessaram a abertura de tal estatística. O Twitter é usado por 48% dos jovens entre 13 e 17 nos EUA, segundo o estudo publicado.

Uma das razões que pode estar por trás da redução na popularidade do Facebook entre os mais jovens nos EUA pode ser que a confiança na empresa está baixa: 9% dos entrevistados pela Frank N. Magid disse que o site é ‘confiável’ ou ‘seguro’.

A rede também teve avaliação ruim no quesito entretenimento: só 18% responderam na enquete que descreveriam o serviço on-line como ‘divertido’, ante 40% da rede Pinterest, por exemplo.

Fonte: FolhaPress

13:35 · 15.12.2014 / atualizado às 14:53 · 15.12.2014 por

whatsappQuão melhor seria se o WhatsApp tivesse versão para PC? Seria a perfeição, não? Afinal, digitar na tela do smartphone é bem pior que usando um teclado convencional, não é mesmo? Pois bem, se Pavel Durov, responsável pelo Telegram, tiver sido fiel aos fatos em entrevista ao TechCrunch, muito em breve o WhatsApp estará desembarcando nos computadores.

De acordo com Durov, o WhatsApp buscou a contratação do desenvolvedor da versão Web do Telegram. Desta forma, ele criou a especulação que o concorrente poderia estar próximo da sua versão para computadores.

A tese de Durov se reforçou quando os holandeses do AndroidWorld vasculharam e encontraram os códigos de uma possível versão beta do WhatsApp para Web. Agora é aguardar.

Com informações do Olhar Digital

14:53 · 11.12.2014 / atualizado às 14:55 · 11.12.2014 por
No filme "Os estagiários" os atores têm uma ideia similar a essa do Facebook. Só que o filme foi em 2013
No filme “Os estagiários” os atores têm uma ideia similar a essa do Facebook

O Facebook quer projetar uma nova funcionalidade que será capaz de identificar se o usuário está bêbado na foto que está postando e alertá-lo de que a imagem pode ser embaraçosa. Em entrevista à revista “Wired“, Yann LeCun, chefe do laboratório de inteligência artificial (IA) do Facebook, disse que o mecanismo seria como uma assistente virtual que “te dá um tapinha no ombro” e diz: “Isso está sendo postado publicamente. Tem certeza que quer que seu chefe e sua mãe vejam isso?”.

Segundo a revista, a ferramenta seria, de maneira geral, um recurso de reconhecimento de imagem que distingue o seu “eu” bêbado do seu “eu” sóbrio. A tecnologia, baseada em uma forma de IA chamada de “deep learning” (“aprendizado profundo”, em tradução livre), é a mesma que distingue o rosto do usuário do de seus amigos na hora de marcar uma foto.

O laboratório comandado por LeCun está completando um ano de existência e vislumbra uma IA cada vez mais atuante na rede social.
“Imagine possuir um assistente digital capaz de mediar sua interação com seus amigos e com o conteúdo no Facebook”, afirmou o diretor, enfatizando que o objetivo é dar mais controle ao usuário sobre sua identidade on-line, e não menos.

Em breve, os algoritmos do grupo serão capazes de analisar o texto que os usuários escrevem em seus status e sugerir hashtags relevantes, informa a “Wired”. LeCun também planeja uma funcionalidade que notifique imediatamente a pessoa quando alguém que ela não conhece postar uma foto sua.

Segundo a notícia, a tecnologia de “deep learning” é utilizada também por companhias como o Google -no reconhecimento de voz do Android, por exemplo-, pela Microsoft -em alguns recursos do Skype-, e pelo Twitter, entre outras empresas.

Isso lembra muito a ideia dos personanges de Vince Vaugh e Owen Wilson no filme “Os Estagiários”, de 2013. Logo depois de deixarem uma boate com seus colegas, eles discutem uma ideia similar a essa.

Fonte: FolhaPress

14:33 · 29.09.2014 / atualizado às 14:44 · 29.09.2014 por

O Google encerra o Orkut nesta terça-feira (30), a plataforma agora disponibiliza aos usuários da rede um mecanismo de importação das imagens postadas na antiga rede para o Google+.

A transferência dos álbuns de fotos para Google+, por meio de uma ferramenta da própria empresa pode ser realizada se o usuário tem o mesmo e-mail de cadastro para as duas contas (Orkut e Google Plus) ou, se preferir, pode criar um novo perfil de Google+.

Veja como realizar a transferência:

orkut1

1º Passo. Entre com seu login no site da ferramenta orkut.com/AlbumsExport, clique nos álbuns que deseja exportar. Em seguida, clique no botão “Importar álbuns selecionados”
orkut2

2º Passo. O processo de importação das imagens é executado automaticamente. Uma barra de progresso monstra quando o upload for concluído, para cada álbum, e uma mensagem aparecerá quando o processo inteiro for concluído

Lembrando que amanhã, 30, é o último dia de funcionamento do Orkut. Usuários poderão salvar perfis, mensagens e fotos até setembro de 2016. Arquivo de comunidades poderá ser visualizado após o fim do Orkut.

Uma nova rede social: Hello Network

orkut3Dez anos depois de criar a rede social homônima, o criador da rede Orkut, Buyukkokten, fundou e se tornou CEO da Hello Network Inc., uma startup que tem como objetivo desenvolver uma nova página de relacionamentos que ainda não foi lançada oficialmente.

Portanto, ainda não se sabe exatamente qual será o seu foco. A empresa está funcionando na cidade de Palo Alto, no Vale do Silício, na Califórnia. A cidade já abrigou empresas do calibre de Google e Facebook agora recebe o novo projeto de Orkut Buyukkokten.

13:47 · 03.09.2014 / atualizado às 09:42 · 11.09.2014 por

Analistas da Kaspersky Lab descobriram um ataque criado por criminosos brasileiros que tem como objetivo mudar as configurações DNS de roteadores de casas usando ameaças com base na web, algumas engenharias sociais e sites maliciosos. Nestes ataques os servidores DNS maliciosos configurados no dispositivo de rede direcionam os usuários a páginas de phishing de bancos brasileiros, programadas para roubar credenciais financeiras.

Ataques direcionados a roteadores não são novidade; em 2011, pesquisadores da companhia descreveram um malware visando dispositivos de rede como este. No Brasil a empresa documentou uma longa serie de ataques remotos que começaram em 2011-2012 que afetou mais de 4.5 milhões de modems DSL, explorando uma vulnerabilidade remota e mudando as configurações DNS. Porém, esta abordagem “baseada na web” era algo novo para os criminosos brasileiros até agora e acreditamos que isto irá se espalhar rapidamente entre eles, assim como o número de vitimas aumentará.

Os ataques começam com um e-mail malicioso e um pouco de engenharia social, te convidando a clicar:souamigo

 

“Eu sou seu amigo e eu quero te contar que você esta sendo traído, olhe estas fotos”.

Quantas pessoas acreditam nisto? Bom, muitas: 3.300 cliques em três dias, com a maioria dos usuários localizados no Brasil, Estados Unidos e China, provavelmente brasileiros morando lá ou pessoas que entendem português:

geographic

URLs encurtadas são uma maneira barata do bandido medir seu ‘desempenho’

O site desta mensagem é cheio de conteúdo adulto, fotos pornográficas. Enquanto no background começa a passar scripts. Dependendo da sua configuração, alguma hora o site poderá perguntar pelo nome de usuário e senha do ponto de acesso de seu wireless – se seu roateador tiver senha, isso é uma coisa boa. Se não tiver, isso pode ser um problema para você:

webcam

Sim, um site pedindo credenciais para fazer login em seu roteador sem fio

O script localizado no site tentará adivinhar a senha de seu roteador. Ele tenta diferentes combinações como “admin:admin”:

script1

ou “root:root”

script2

ou “admin:gvt12345”:

script3

Os scripts continuaram tentando combinações que apontam para o painel de controle do seu dispositivo de rede, tais como [yourIP] .rebootinfo.cgi ou [yourIP] .dnscfg.cgi ?. Cada roteiro inclui os comandos para alterar os servidores de DNS primário e secundário. Se você estiver usando as credenciais padrão no seu roteador doméstico, não haverá uma interação e você nunca vai perceber que o ataque ocorreu. Se você não estiver usando as credenciais padrão, em seguida, o site irá aparecer um aviso solicitando que você entre manualmente.

seguracanca

Nós descobrimos que criminosos brasileiros usam ativamente 5 domínios e 9 servidores DNS – todos eles hospedando páginas phishing para os maiores bancos brasileiros. Os sites maliciosos usados nos ataques estão filtrando o acesso direito usando referencias HTTP, com o objetivo de prevenir o acesso de analistas de segurança.

Então como se proteger? Tenha certeza que você não esta usando uma senha padrão em seu roteador e NUNCA coloque suas credenciais em qualquer site que pergunte por elas. Nosso Kaspersky Internet Security também está preparado para bloquear este tipo de scripts automaticamente.

16:42 · 05.08.2014 / atualizado às 16:43 · 05.08.2014 por

A operadora Oi divulgou que sua rede WiFi  ultrapassou a marca de 800 mil pontos de acesso. O número representa um crescimento de 58% neste ano, se comparado aos 505 mil hotspots contabilizados em dezembro de 2013.

A rede Oi WiFi faz parte da estratégia da companhia para, com uma rede convergente, oferecer alternativa para desafogar o tráfego nas redes 3G 3 4G.

Os hotspots da rede Oi WiFi estão distribuídos em grandes redes como: Mc Donald’s, Fran’s Café e Outback, além dos principais aeroportos e shoppings, de todas as regiões do país. A rede Oi WiFi também está disponível em locais abertos em grandes cidades, como a orla e o Centro do Rio de Janeiro; o Pelourinho e o Farol da Barra, em Salvador; a Praia de Boa Viagem, em Recife; as Praias de Mucuripe e de Iracema, em Fortaleza; o Mercado Municipal de Porto Alegre; e as praças da Estação e 7 de Setembro, em Belo Horizonte.

Através de uma parceria com a Fon, os clientes da operadora também podem usufruir dos mais de 13 milhões de hotspots disponíveis em 14 países. Outros parceiros internacionais da Oi WiFi são: Boingo, Ipass e Meo WiFi, que somam mais de 4 milhões de hotspots.

Aplicativo

Para tirar proveito desses pontos de acesso, o usuário conta com o aplicativo Oi WiFi, que aponta onde a rede está disponível e descarta a necessidade de inserir login e senha depois da primeira sessão.

O app Oi WiFi está disponível gratuitamente na App Store e no Google Play para usuários de dispositivos compatíveis com a tecnologia WiFi com os sistemas operacionais iOS ou Android.

Podem usufruir do serviço gratuitamente os clientes da Oi dos seguintes planos: Banda Larga, Oi Internet Para Celular, Oi Internet Total, Oi Internet Móvel Pós, Oi Internet Móvel Pré (planos a partir de 100 MB), Oi Conta Total, Oi Galera, Oi Conta Total Smartphone, Oi Mais Conectado, Oi Fixo + Pós + Internet Móvel, Oi Conta Total Mais Conectado, Oi Smartphone, Oi Pré-Pago (acesso por 2 horas corridas/dia).

17:17 · 07.04.2014 / atualizado às 17:50 · 07.04.2014 por

O estado do Ceará conta com 74 cidades digitais. É o que aponta pesquisa divulgada pela Rede Cidade Digital (RCD), que mapeia iniciativas brasileiras onde a tecnologia é utilizada para melhorar serviços públicos e ampliar o acesso das pessoas ao sinal da internet.

Entre as “cidades digitais” cearenses, o destaque vai para Viçosa do Ceará. O município é o único do estado a integrar o Sistema UNI, uma rede social criada no portal da RCD, especialmente para as cidades digitais. O UNI oferece uma interação mais rápida e fácil entre os gestores públicos, empresas fornecedoras de soluções tecnológicas e cidadãos, criando um canal de comunicação direto.

Localizada no noroeste cearense, a cerca de 350 quilômetros da capital, Viçosa investe em tecnologias da informação e da comunicação (TICs) desde 1997. Em 2002, a cidade implantou uma rede de fibra ótica de cerca de 9 mil metros de extensão. Em 2007, o município criou uma unidade móvel de 12 computadores e softwares que permitem ministrar cursos aos cidadãos.

Mapa do Brasil Digital

Com a inserção do estado do Ceará, o Mapa das Cidades já conta com mapeamento de 13 estados brasileiros. Ao todo, são mais de 600 localidades referenciadas.

As cidades apresentadas nos mapas estaduais são definidas por meio de sistematização de dados de municípios que possuem políticas públicas de inclusão digital, tendo como base a pesquisa Perfil dos Municípios Brasileiros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e informações de veículos oficiais de comunicação das prefeituras e governos estaduais.

Os critérios para a indicação de cidade digital partem do princípio de que estes municípios atendam, no mínimo: o fornecimento de sinal de internet (Wi-Fi) gratuito para os cidadãos, em sua totalidade ou em determinada área; e/ou, disponibilidade de ferramentas e infraestrutura de governo eletrônico (e-gov), como serviços de atendimento via web ou ligação de órgãos e prédios públicos por meio de cabeamento óptico.

Confira aqui o mapa do estado do Ceará.

18:08 · 18.09.2013 / atualizado às 18:08 · 18.09.2013 por

A Oi é a operadora responsável pela conectividade de internet sem fio no Rock in Rio. Segundo a companhia, no primeiro fim de semana do festival, cerca de 14 mil pessoas se conectaram à sua rede Wi-Fi. O pico de acessos ocorreu no domingo, com 6.421 conexões, dia em que o astro pop americano Justin Timberlake subiu ao palco.

A Oi oferece acesso Wi-Fi gratuito aos seus clientes em trechos sinalizados da Rock Street e nos espaços Oi Galera, Oi VIP e área VIP do evento. Os jornalistas que fazem a cobertura do evento também têm acesso gratuito na Sala de Imprensa. A empresa também disponibiliza vouchers para a utilização do Wi-Fi gratuito nas áreas Oi VIP e VIP do evento para os convidados com celular de outras operadoras.