Categoria: Smartphone


18:54 · 08.07.2020 / atualizado às 19:07 · 08.07.2020 por

A Samsung lançou, neste início de noite um novo smartphone: o M31. O intermediário chega por R$ 1.999 (à vista sai por R$ 1.799,10 com 10% de desconto). Ele traz 4 câmeras traseiras e uma frontal para selfies como destaques. Virá nas cores rosa, preto e azul e poderá ser comprado tanto no site da Samsung quanto em parceiros varejistas.

Configuração

O M31 tem tela de 6,4 polegadas FHD+ Super Amoled com resolução de 1080 x 2340 pixels e densidade de tela de 411 ppi Super Amoled com 16 milhões de cores. Ele tem uma tela quase sem bordas o que pode ajudar na hora de assistir a filmes e jogar.

O M31 vem com 4 câmeras principais. A primeira tem 64 MP de resolução e é uma wide. Depois o usuário terá uma câmera ultra wide com 120 graus de 8MP. A terceira lente é de profundidade, para tirar foto com aquele efeito de desfocar o fundo e tem 5MP. Por fim, há a câmera de macro, com 5MP, que vai buscar os detalhes mais interessantes nas imagens. Na frente câmera frontal há uma lente de 35 MP ideal para selfies.

O celular virá com processador quad-core 2.3 GHz Cortex-A73 + 1.7 GHz com chipset Samsung Exynos 9611 e GPU Mali-G72 MP3, 128 GB de armazenamento (expansível até 1TB) e 6GB de RAM.

Ele será Dual SIM e permitirá gravar vídeos em 4k (2160p) e 30fps nas câmeras traseiras. Na frontal faz vídeos Full HD, 30 fps.

Bateria pra durar

A bateria de 6.000 mAh com fast charging de 15W do M31 promete durar o dia inteiro sem deixar você na mão. Porém, só com testes mais precisos é possível ter certeza.

Mais

O M31 vem equipado com o Android 10 e terá leitor de impressão digital e reconhecimento facial como formas de trazer mais segurança para o desbloqueio do aparelho. Como extra também terá rádio FM.

11:44 · 04.07.2020 / atualizado às 11:57 · 04.07.2020 por

No primeiro trimestre de 2020 foram comercializados oficialmente no Brasil 10,4 milhões de celulares, 8,7 % a menos do que no mesmo período do ano passado, segundo o estudo IDC Brazil Mobile Phone Tracker Q1 2020 realizado pela IDC, empresa de inteligência de mercado, serviços de consultoria e eventos para os mercados de tecnologia da informação, telecomunicações e tecnologia de consumo. Do total, 9,8 milhões foram smartphones, queda de 7,8%, e 544 mil foram feature phones, retração de 22,4% em relação ao primeiro trimestre de 2019. “Estávamos otimistas no início do ano. Fechamos janeiro com alta de 14%, mas com a proximidade da pandemia de Covid-19 as vendas começaram a cair”, revela Renato Meireles, analista de pesquisa e consultoria em Consumer Devices da IDC Brasil.

Segundo ele, em fevereiro a queda nas vendas foi de 4%, reflexo do desabastecimento do varejo, e chegou a 27% em março, com o início da quarentena e fechamento do comércio. “Os fabricantes que não dependem de componentes fabricados na China não foram tão afetados com o lockdown em Wuhan, epicentro da doença, e equilibraram melhor o seu estoque. Já aqueles que possuem uma dependência maior dos componentes produzidos na China, foram impactados e os efeitos chegaram ao varejo”, justifica Renato. Já a tendência de queda para o segmento de feature phones se confirmou, mas foi menos acentuada do que o previsto. “Ainda há espaço para a categoria”, disse o analista da IDC Brasil.

No mercado oficial, o preço dos smartphones no primeiro trimestre de 2020 ficou 15,1% mais alto por causa do dólar, e a média foi de R$1.473. Os mais vendidos – com 5,1 milhões de unidades – foram os intermediários premium, com preço entre R$ 1.000 e R$ 1.999, alta de 53%, e os da categoria premium, entre R$ 2.000 e R$ 2.999, com 1,2 milhões de unidades e 266,5% de aumento em relação a janeiro e março de 2019. Os feature phones ficaram 62,1% mais caros, custando em média R$ 177.

No mercado oficial, a receita dos smartphones no primeiro trimestre de 2019 foi de R$ 14,5 bilhões e a de feature phones R$ 96 milhões, respectivamente, 6,2% e 25,9% maior do que no mesmo período do ano passado.

Mercado cinza no primeiro trimestre de 2020

De janeiro a março de 2020, foram vendidos no mercado cinza 1,1 milhão de smartphones, alta de 135% em relação ao primeiro trimestre de 2019. “O maior movimento foi em janeiro, consequência dos lançamentos mundiais ofertados também no mercado paralelo. Nos meses seguintes, com o fechamento das fábricas chinesas, houve queda no abastecimento e nas vendas”, diz o analista da IDC Brasil. Quanto ao preço dos smartphones no mercado cinza, caiu 10%.

Já o mercado cinza de feature phones sofreu queda no primeiro trimestre de 2020, com a venda de 30 mil unidades, 86% a menos do que o mesmo período de 2019, e preço médio 31,5% mais baixo. “As fabricantes brasileiras têm feito ações junto aos canais de venda oficiais e estão tirando a força do mercado paralelo”, explica o analista da IDC Brasil.

Expectativas

No segundo trimestre de 2020, os efeitos da pandemia devem ser ainda mais sentidos no mercado de celulares, resultado do fechamento do comércio em abril e maio. A expectativa é de queda de 32%, mesmo com dia das mães no período e com as mudanças de hábitos de consumo, com serviços de streaming e ensino a distância, por exemplo, que podem levar o brasileiro a buscar por celulares com mais recursos. Para o mercado cinza, a previsão também é de queda por conta da alta do dólar e das ofertas do varejo oficial, após a flexibilização e abertura do comércio físico.

06:59 · 11.06.2020 / atualizado às 12:06 · 08.06.2020 por

O smartphone Galaxy A51, modelo da Samsung que traz funções avançadas e preço acessível, é o mais buscado no Zoom, site e app comparador de preços e produtos, durante o mês de maio. A empresa sul-coreana tem mais dois aparelhos na lista, o Galaxy A30s na segunda colocação e o Galaxy A71 é o sexto mais buscado.

Enquanto a Motorola ocupa três posições do ranking com smartphones da família G8, a LG, com o modelo K40S, volta para o top 10. A Xiaomi perde algumas posições com Redmi Note 8, já que o valor do aparelho foi impactado pela recente alta do dólar. Já a Apple está na lista com o iPhone 11 e o iPhone XR, ocupando a quinta e décima colocações, respectivamente.

“Em meio à crise provocada pela alta do dólar e pela Covid-19, os consumidores estão cada vez mais em busca de celulares com bom custo-benefício – isto é, que aliem boas especificações a um preço que caiba no orçamento. O Galaxy A51 é campeão nesse sentido por contar com alguns recursos premium, como design elegante, tela de alta qualidade, processador eficiente e múltiplas câmeras, por preço abaixo de R$ 2 mil no varejo eletrônico”, comenta Ana Marques, especialista na categoria Celulares do Zoom.

Levantamento do Zoom, site e app comparador de preços e produtos, sobre os smartphones mais buscados em maio:

Lembrando que os preços podem sofrer alterações já que a busca é dinâmica e acompanha a variação de preços dos próprios varejistas.

O levantamento considera os smartphones mais buscados de 01 a 31 de maio de 2020.

Para coletar o preço mínimo dos smartphones desta lista, usamos nossa base de dados com os valores praticados entre os dias 01 e 31 de maio de 2020. Os preços estão sujeitos à alteração mediante disponibilidade no mercado.

10:49 · 08.06.2020 / atualizado às 10:54 · 08.06.2020 por

A Samsung anuncia, nesta segunda-feira (8), a chegada dos Galaxy A21s e Galaxy A11 ao Brasil. Com um conjunto poderoso de câmeras, tela espaçosa, design moderno e bateria de longa duração, os novos smartphones oferecem recursos para facilitar a rotina dos usuários, seja em momentos pessoais, como navegar pelas redes sociais, consumir conteúdo em plataformas de streaming, capturar fotos e gravar vídeos, ou profissionais. Enquanto o A11 terá preço de R$ 1.699, o A21s será vendido por R$ 1.999.

Câmeras

O conjunto quádruplo de câmeras traseiras do A21s tem sensor principal de 48 MP. A câmera ultra wide de 8 MP permite a captura de imagens mais amplas, com o mesmo ângulo de visão do olho humano (123º). Ainda na parte traseira, a lente macro possibilita capturar closes de objetos a 4 cm da lente, garante a empresa sul-coreana. O sensor de profundidade, promete permitir o registro com o recurso de Foco Dinâmico e efeitos bookeh, desfocando o fundo e destacando o que está em primeiro plano na imagem. Na parte frontal, há ainda uma câmera de 13 MP.

O Galaxy A11, por sua vez, conta com conjunto triplo de câmeras traseiras, com sensor principal de 13 MP, uma câmera ultra wide e uma lente macro. Na parte frontal, o sensor é de 8 MP, disponibilizando, também, a opção de Foco Dinâmico.

O Galaxy A21s tem display infinito de 6,5 polegadas, enquanto a tela do A11 é de 6,4 polegadas, ambas com resolução HD+. Na parte traseira, além do conjunto de câmeras, os smartphones contam com leitor de impressão digital. Os dois modelos oferecem, ainda, a possibilidade de reconhecimento facial utilizando a câmera frontal.

Galaxy A11

Bateria

Um dos principais focos no desenvolvimento do Galaxy A21s e do Galaxy A11 foi a bateria, buscando assegurar que os smartphones estejam disponíveis em diferentes momentos do dia. Com bateria de 5.000 mAh e 4.000 mAh, o A21s e o A11, respectivamente, garantem que o usuário não precise se preocupar com o carregamento durante longas horas de uso.

Os processadores de oito núcleos nos dois smartphones, aliados a memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB (Galaxy A21s) e 3GB de RAM com 64 GB de armazenamento (Galaxy A11), com possibilidade de expansão até 1 TB com cartão MicroSD4, elevam o desempenho dos smartphones.

Preço e Disponibilidade

Com preço sugerido de R$ 1.699, o Galaxy A11 chega ao Brasil com três opções de cor (preto, azul, e vermelho), e está disponível a partir desta segunda-feira (08), assim como o Galaxy A21s, que está disponível nas cores preto, azul e branco e tem preço sugerido de R$ 1.999.

13:30 · 04.06.2020 / atualizado às 13:33 · 04.06.2020 por

Imagine… Você pega uma imagem que recebeu ou achou na internet e de tão linda usa como seu papel de parede. Ao fazer isso você praticamente inutiliza seu celular. Só “resetando” ele e restaurando em modo de segurança para apagar a maldita foto que você o recupera. Em alguns casos só voltando as configurações de fábrica. É isso que está havendo com aparelhos com sistema operacional Android, especialmente os das marcas Samsung e Google.

A imagem em questão é de um inofensivo pôr do sol por trás de umas montanhas. Veja abaixo:

Muito provavelmente, o problema está no esquema de cores RGB da imagem em questão. Alguns celulares podem não suportar e daí o travamento. Este problema foi visto apenas em celulares com Android 10 ou versão inferior.

Bugs assim não são tão raros. Já vimos outros similares como a fonte que travava o iPhone e por aí vai. Atualizações de segurança estão aí para corrigir problemas assim. Logo, mantenha seu aparelho sempre atualizado. Desde que a fabricante também ajude procurando atualizar os celulares por mais tempo que míseros 3 anos, não é mesmo?

06:42 · 04.06.2020 / atualizado às 12:21 · 29.05.2020 por

A Positivo anuncia o Positivo Twist 3 Pro como o primeiro smartphone no Brasil com o Câmera Go, aplicativo desenvolvido pelo Google para aprimorar a qualidade de fotografias feitas em celulares com sistema operacional Android Oreo (Go Edition). O app, que vem integrado ao smartphone da Positivo, permite tirar fotos com fundos desfocados, além de traduzir imagens de texto para diversos idiomas. O preço sugerido do Positivo Twist 3 é de R$ 699,00 e está disponível nas principais lojas físicas e on-line de todo País.

O aparelho tem câmeras frontal e traseira de 8MP, e capacidade de 64 GB de armazenamento. Tem ainda conector para cartão MicroSD de mais 64 GB, além do aplicativo Files do Google pré-instalado para limpar e localizar arquivos e fotos, ajudando a liberar espaço no aparelho. O Positivo Twist Pro 3 conta com processador Quad Core com velocidade de até 1,3 GHz, memória RAM de 1GB e bateria com 3.000 mAh. A tela é de 5.7 polegadas em alta definição com tecnologia IPS (In-Plane Switching), o que diminui o consumo de energia e aumenta a qualidade da imagem. As cores disponíveis são grafite e aurora. Além disso, o Positivo Twist 3 Pro vem com a capa e película para proteção do aparelho desde o momento da compra.

Especificações do novo Positivo Twist 3 Pro

Tela IPS LCD de 5,7 polegadas com resolução HD+ (1440x720p)
Painel sem entalhe e de proporção 18:9
Processador de quatro núcleos com velocidade de até 1,3 GHz
1 GB de memória RAM
64 GB de armazenamento interno
Câmera frontal de 8 MP
Câmera traseira de 8 MP
Bateria de 3.000 mAh
Android 8 Oreo (Go Edition)
Conectividade Wi-Fi, 2G, 3G, Bluetooth 2.1 LE, GPS, AGPS, Glonass e Rádio FM

13:25 · 03.06.2020 / atualizado às 16:06 · 03.06.2020 por

A Xiaomi no Brasil apresentou hoje, 3/6, em apresentação online com o head da companhia no Brasil, Luciano Barbosa, como o garoto propaganda, o Redmi Note 9 Pro. O celular chega ao País nas cores verde, branco e cinza com preço promocional de R$ 3.699. O preço normal dele será de R$ 4.199. Para quem estava acostumado a valores mais modestos deve ter tomado um baita susto. Mas isso é que agora estamos falando de venda direta pela empresa no Brasil com todos os impostos e taxas. O Redmi Note 9 Pro está sendo vendido na loja oficial brasileira da Xiaomi e em parceiras selecionadas (Casas Bahia, Ponto Frio e Extra). A empresa também apresentou mais dois celulares e um projetor.

O que ele tem?

O celular terá 6,67 polegadas de tela com resolução de 1080 x 2400 pixels com 395 pppi de densidade de pixels em uma tela IPS LCD com 16 milhões de cores revestida de Gorilla Glass 5 na frente e traseira do aparelho. Na lateral sensor biométrico integrado a tecla liga e desliga.

Mas o destaque mesmo é o conjunto com 4 câmeras traseiras de 64MP, 8MP, 5MP e 2MP e câmera frontal de 16MP. A câmera principal pode fazer fotos com resolução de 9238×6928 pixels e gravar vídeos 4K com 3840×2160 pixels. Há promessa de fotos em RAW que adicionam mais opções profissionais para a fotografia. A Xiaomi promete também fotos macro de ótima resolução e qualidade.

O smartphone virá com processador 2×2.3 GHz Kryo 465 Gold + 6x 1.8GHz Kryo 465 Silver com chipset Snapdragon 720G Qualcomm SM7125 com GPU Adreno 618 de 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno.

 

12:22 · 08.05.2020 / atualizado às 14:13 · 08.05.2020 por

Em ação realizada ontem, 7 de maio, a Receita Federal apreendeu 402 smartphones, dez notebooks e 76 câmeras digitais, além de acessórios para uso das câmeras. Os produtos estavam no depósito de uma empresa de e-commerce, localizado na Região Metropolitana de São Paulo.

As mercadorias, importadas, não tinham comprovação de entrada regular no País. Os produtos apreendidos têm preço total estimado em mais de R$ 700 mil.

Segundo a Receita, a empresa onde estavam os produtos, usava um marketplace para a venda de seus produtos, utilizando a modalidade fulfillment, que engloba todas as operações necessárias para atender a necessidade do cliente, do recebimento à entrega do pedido.

Ainda de acordo com a Receita Federal, não foi apurada responsabilidade do marketplace, que colaborou com as diligências. “Não podemos fornecer detalhes sobre os envolvidos por conta do sigilo”, encerra a assessoria de imprensa.

07:55 · 04.05.2020 / atualizado às 10:43 · 05.05.2020 por

Um novo celular da Nokia já está no Brasil. Trata-se do Nokia 2.3. Ele chega através da HMD Global e com preço a partir de R$ 836,06 (compra à vista). Está sendo comercializado diretamente pela distribuidora, mas também em canais na internet brasileira: sites Americanas, Submarino, Shoptime e Pernambucanas.

O que tem nele?

O Nokia 2.3 traz uma câmera que promete oferecer muitos recursos através de uma Inteligência Artificial (IA) superior, segundo a HMD. Nós não conseguimos nenhum modelo para testes, ainda.

O aparelho tem tela HD+ de 6,2” e bateria com até dois dias de duração para entretenimento imersivo, assim promete a assessoria de imprensa do produto. Além disso, segundo a HMD, o Nokia 2.3 receberá atualizações mensais de segurança por até três anos e upgrades do sistema operacional por até dois anos, começando com o upgrade para Android 10.

Ele tem armazenamento interno de apenas 32GB, tem processador de 2GHz Quad Core com chipset Helio A22 MediaTek MT6761 e GPU PowerVR GE8320 com apenas 2GB de RAM. Como se vê, a estrutura interna para um celular de entrada promissor. Nada além disso.

Câmera

O Nokia 2.3 possui uma câmera dupla e vem com a “Foto Recomendada”, um novo recurso dos telefones Nokia que captura automaticamente imagens antes e depois do pressionamento do botão do obturador e te ajuda a escolher a melhor. Também trazem o “Modo Retrato” e promessa de imagens com ótima resolução mesmo em ambientes de pouca luz.

Por falar no “Modo Retrato”, ele promete focar no objeto principal da imagem e desfocar sutilmente o fundo o que deverá trazer ótimos resultados. Com uma câmera dupla de 13MP/2MP, os usuários podem tirar fotos com uma variedade de efeitos de fundo – desfocado, clássico, borboleta, coração ou estrela. Os usuários podem criar fotos impactantes simplesmente ajustando o foco no Google Fotos, garante a HMD.

“Os consumidores brasileiros têm uma relação muito boa com os celulares Nokia, e eles aguardavam ansiosamente que a nova geração dos smartphones Nokia com Android chegasse no país. O Nokia 2.3 é o nosso primeiro modelo a ser lançado no Brasil e representa a nossa promessa aos consumidores: o foco é democratizar a tecnologia com celulares seguros, duráveis, com recursos premium e com as últimas inovações do Google – que é uma entrega única no segmento do Nokia 2.3”, afirmou Junior Favaro, diretor de Vendas e Marketing da HMD Global para o Brasil.

Bateria

Outra grande promessa da HMD é a bateria. Segundo eles, o usuário poderá aproveitar até dois dias direto com o celular funcionando. De acordo com a assessoria, isso se deve graças a tecnologia de bateria adaptativa assistida por IA. O dispositivo identifica os aplicativos mais usados e direciona para eles a carga da bateria, possibilitando o uso do telefone por mais tempo – por exemplo para assistir suas séries e filmes favoritos na tela HD+ de 6,2”.

Para tornar mais fácil a vida dos usuários, o Nokia 2.3 possui reconhecimento facial biométrico e um botão dedicado ao Assistente do Google. Com o comando de voz, pode-se checar os próximos compromissos da agenda, horários de viagem e outras informações.

Disponibilidade

O Nokia 2.3 está disponível nas cores verde, dourado e cinza e está à venda online de maneira direta e também em sites parceiros já citados.

E aí?

Parece um promissor celular de entrada. Ninguém sabe ao certo se a velha qualidade de imagem e de produto em geral que a Nokia tinha antigamente com aparelhos como o N95, por exemplo, será representada a partir de agora. Mas ao certo que é uma promessa interessante para o mercado. Se tiver bom desempenho por certo será um novo concorrente para as demais marcas e uma ótima solução para o consumidor final. Esperamos que dê tudo certo, pois é sempre bom um concorrente de peso com preços acessíveis no mercado nacional.

13:14 · 09.04.2020 / atualizado às 13:15 · 09.04.2020 por

Pela quinta vez consecutiva, o Xiaomi Redmi Note 8 é o celular mais buscado do mês no Zoom, site e app comparador de preços e produtos. Porém, não foi só o modelo da Xiaomi que fez sucesso em março. Os smartphones da Motorola, Samsung e Apple também aparecem no “Top 10”, provando que o mercado brasileiro está bem disputado. O destaque do ranking desse mês vai para a fabricante dos iPhones – são três modelos no ranking, apesar de todos eles custarem acima de R$ 2,5 mil.

A Motorola vem com apenas um representante entre os 10 mais buscados, enquanto a Samsung é quem traz maioria dos aparelhos na lista. São exatamente 5 modelos. Muito justo, visto que a companhia sul-coreana tem uma gama muito gigante de aparelhos no mercado. O que, algumas vezes, gera até confusão na cabeça dos consumidores para saber que celular é para iniciantes, qual para intermediários e quais devem ser destinados aos clientes com mais necessidades.

“Os modelos com bom custo-benefício na faixa dos R$1000 seguem como a preferência das pessoas, mas o predomínio dos iPhones no top 5 mostra que as pessoas estão dispostas a pagar um pouco mais para ter um smartphone da Apple, entre eles o destaque vai para o iPhone XR que entrega bons diferenciais para a sua faixa de preço e tem tudo para subir na lista de mais buscados nos próximos meses”, analisa Thiago Soares, especialista de produtos do Zoom.

Levantamento do Zoom, site e app comparador de preços e produtos, sobre os smartphones mais buscados em março:

Lembrando que os preços podem sofrer alterações já que a busca é dinâmica e acompanha a variação de preços dos próprios varejistas.

O levantamento considera os smartphones mais buscados de 01 a 31 de março de 2020

Para coletar o preço mínimo dos smartphones desta lista, usamos nossa base de dados com as os valores praticados entre os dias 01 e 31 de março de 2020. Os preços estão sujeitos à alteração mediante disponibilidade no mercado.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Na Rede

Tendências, novidades e novos produtos para quem é apaixonado por tecnologia. Comportamento digital e redes sociais também em pauta. Por Daniel Praciano.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags