Busca

Categoria: Soluções empresariais


08:39 · 12.07.2017 / atualizado às 08:53 · 12.07.2017 por
Placar eletrônico no Orlando City Stadium anuncia que a vitória por 2 a 0 do time vai render batata frita em loja de fast food da cidade Foto: Fernanda Moreira

O Orlando City, time de futebol com sede em Orlando, na Flórida (EUA), inaugurou recentemente um estádio, com Serviços de Gestão de infraestrutura de tecnologia fornecida pela Resource, uma das principais multinacionais brasileiras de serviços de TI e Integração Digital.

“Estamos muito empolgados e felizes por fazer parte desse projeto. Uma empresa legitimamente brasileira ter sido escolhida para levar tecnologia e infraestrutura de ponta para os Estados Unidos é motivo de grande satisfação”, afirma Fábio Back, vice-presidente de Negócios da Resource para a América do Norte.

Como primeiro cliente da Resource da área esportiva, o Orlando City Stadium foi inaugurado em março de 2017, mas o trabalho da empresa começou antes: em janeiro deste ano. “Dividimos a nossa atuação em duas frentes: estádio e escritório do time. Em ambas, além da implementação realizada em parceria com outras companhias norte-americanas, cuidamos da sustentação do ambiente digital”, diz Back. Foram instalados 500 access points para acesso à internet, telões, câmeras de segurança e scanners para leitura dos ingressos, além de equipamentos de informática, de som, de TV e de comunicação. Para suportar o tráfego de dados, foi implantada uma rede interna de 10 GB de velocidade. “Fazemos todo o Service Desk para a utilização do escritório pelos funcionários. Atuamos para garantir o pleno acesso e funcionamento de todos os equipamentos, seja em dia de jogos, seja em reuniões”, diz o vice-presidente.

Segundo a assessoria de imprensa da Resource, 3 meses após a inauguração, o Orlando City Stadium já se destaca como um dos melhores estádios de toda a Major League Soccer (MLS), principal campeonato de futebol dos Estados Unidos e do Canadá. Quem afirma isso é o conceituado jornal inglês The Guardian, que divulgou recentemente uma avaliação comparando todas as arenas utilizadas nos jogos da MLS. Questionado sobre o maior desafio do projeto, Back é enfático: “fazer toda essa infraestrutura conversar entre si, principalmente em dias de jogos, já que a capacidade do estádio é de 25.500 pessoas e todos os ingressos para 2017 já estão esgotados, ou seja, teremos casa cheia até o fim da temporada”.

Estive este ano em Orlando com a família e fui ao estádio para um jogo do Orlando City. Ele me fez lembrar um estádio Presidente Vargas mais moderno e bem cuidado. Realmente tudo funciona, mas achei um pouco exagerada a segurança na entrada do estádio. De resto a atmosfera do futebol foi ótima e os cuidados internos mostraram que o clube caprichou. No caso testamos as catracas, os serviços de segurança, aprovamos o sistema de som e de internet para os visitantes, além do placar com telão para rever os melhores momentos. E no dia que estive lá o Orlando venceu o Colorado Rapids por 2 a 0 e assumiu a liderança do grupo dele na MLS.

11:13 · 16.06.2016 / atualizado às 11:15 · 16.06.2016 por
Com cerca de 17 mil metros quadrados, o prédio da SAP Labs é referência em sustentabilidade. Foto: SAP/Divulgação
Com cerca de 17 mil metros quadrados, o prédio da SAP Labs é referência em sustentabilidade. Foto: SAP/Divulgação

A SAP Labs Latin America, primeiro e único centro de desenvolvimento de aplicações e serviços de suporte da SAP na América Latina, celebra no dia 16 de junho 10 anos de atuação no Brasil. Localizado em São Leopoldo (RS), no Tecnosinos, o laboratório é resultado de um investimento de R$ 100 milhões da SAP no País. Iniciou as atividades com um grupo de 20 profissionais e, hoje, conta com mais de 700 colaboradores, focados em pesquisa, desenvolvimento e suporte das soluções da multinacional.

Apenas nos primeiros 6 meses de 2016, 110 colaboradores novos foram contratados, mantendo um ritmo de crescimento superior aos anos anteriores e indo no contraponto do atual momento de crise econômica do Brasil. A expansão acontece a partir da abertura de novas áreas de negócio como a Cloud Advisory Office, focada em clientes da plataforma HANA Enterprise Cloud, Solution Delivery Center, que realiza a entrega de serviços para clientes premium e Digital Farming and Agricultural Applications, área que desenvolve soluções de Internet das Coisas para agricultura de precisão. “O segredo do nosso desempenho, mesmo num cenário de crise no Brasil, é uma equipe altamente motivada e eficiência operacional, além de um grande potencial de desenvolver soluções inovadoras”, destaca Dennison John, presidente do Labs Latin America.