Busca

Categoria: Tendências


09:30 · 03.10.2014 / atualizado às 09:36 · 03.10.2014 por

Como já virou tradição, os debates políticos têm atiçado a criatividade dos internautas brasileiros e provocado surgimento de memes engraçados, quase como geração espontânea.

As montagens tiram sarro de candidatos (Eduardo Jorge e Levy Fidelix em especial), cenário, apresentadores e formato do debate. Nesta quinta-feira (02), a produção dos engraçadinhos da internet superou a média no evento promovido pela Rede Globo.

Confira os melhores memes:

Choque de Monstro
Rochele Santrelly e Sangallo, que participaram do ‘Choque de Monstro’ (veja no Youtube), no quadro Glitter, do programa Ênio Carlos, foram transportadas para o estúdio da Globo.
Responde ou paga? Cenário do debate lembrou o histórico Passa ou Repassa, do SBT
Responde ou paga? Cenário do debate lembrou o histórico Passa ou Repassa, do SBT

IMG-20141002-WA0045

Sobrou até para os papéis que indicavam os temas
Sobrou até para os papéis que indicavam os temas

10717911_10202312533689492_1653898283_n

 

10723280_10202312533649491_1895607584_n

IMG-20141003-WA0003

Turma do Chaves
Turma do Chaves

IMG-20141003-WA0005

O excêntrico Eduardo Jorge também não foi perdoado pela zoeira
O excêntrico Eduardo Jorge também não foi perdoado pela zoeira

IMG-20141003-WA0011 (1)

O polêmico Levy Fidelix também foi um dos principais alvos
O polêmico Levy Fidelix também foi um dos principais alvos
Por fim, Luciana Genro chegando no debate
Por fim, Luciana Genro chegando no debate
12:41 · 12.09.2014 / atualizado às 12:41 · 12.09.2014 por
Preços do iPhone
Preços do iPhone nos EUA

Com a inclusão da tecnologia Near Field Comunication (NFC) no iPhone, os usuários da Apple também poderão substituir a carteira pelo telefone. Usar o smatphone no lugar de cartões de crédito já é conhecida por quem utiliza serviços como Google Wallet e PayPal.

O NFC funciona por rádio frequência, responsável pela comunicação com o terminal de pagamento apenas por aproximação. Segundo dados das principais operadoras em transações com cartão de crédito, o Brasil é hoje o maior parque de NFC do mundo, ao menos em relação ao volume de terminais habilitados a realizar transações de pagamento usando a tecnologia. Apesar disso, a solução ainda esbarra na desconfiança dos usuários quanto a segurança das operações.

“As pessoas ainda têm receio de usar, como acontecia com a internet, no começo. Todo mercado inovador oferece riscos”, avalia o diretor de Desenvolvimento de Negócios da WeDo Technologies, Raphael Roale.

O NFC foi desenvolvido para proporcionar maior agilidade em transações agregadas à maior segurança no processo. Para isso, conta com uma característica própria capaz de aumentar o nível de segurança nas transferências de informações: a pouca distância entre os dispositivos para que a comunicação aconteça.

“O fato do processo de comunicação ocorrer em poucos segundos, pode aumentar também o nível de segurança do serviço. As autenticações e criptografia dos dados também são empregados. Um aparelho iniciador pode solicitar a autenticação do usuário antes de realizar a comunicação e transferência de informações”, explica Roale. “De modo geral, todo o procedimento ocorre da mesma forma que uma transação com cartão de crédito, apenas o meio físico passa a ser o telefone.”, conclui.

Segundo a Gartner, no mundo, o valor gasto com pagamentos móveis via NFC alcançou 4,9 bilhões de dólares em 2013. Esse número deve aumentar para 8,2 bilhões de dólares este ano e alcançar os 21, 9 bilhões de dólares em 2016.

13:00 · 08.09.2014 / atualizado às 10:35 · 08.09.2014 por
Jardel Appelt
Jardel Appelt

O Facebook inicia nesta segunda-feira (08/09) sessões ao vivo de perguntas e respostas direcionadas a pequenos empresários que queiram entender melhor como fazer negócios por meio da rede.

Todas as segundas-feiras do mês de setembro, das 15h às 17h, a equipe de especialistas da empresa responderá ao vivo às questões dos empreendedores sobre gestão e desempenho de páginas, como gerenciar campanhas e anúncios, e como aproveitar melhor os recursos das ferramentas de publicação. Perguntas poderão ser enviadas por escrito na página Facebook para Negócios.

A intenção, segundo Jardel Appelt, coordenador do projeto na equipe de Pequenas Empresas do Facebook, é dar a oportunidade para que os empreendedores tirem dúvidas pontuais e ao vivo sobre como melhorar o desempenho de suas publicações e campanhas na rede. Hoje, 1 em cada 3 pequenas empresas brasileiras tem página no Facebook. “As pequenas empresas já descobriram o potencial de fazer negócios no Facebook. Nossa intenção com essas sessões será ampliar o contato e o suporte para que o desempenho dessas companhias melhore ainda mais”, afirma.

O primeiro bate-papo (08/09 às 15h) terá como tema “Como anunciar sua página”. Na segunda-feira seguinte, (15/09), o tema será “Otimização de anúncios”, que vai mostrar quais as formas de melhorar o desempenho das campanhas. Em 22/09 o tema será “Gerenciamento da página”, que vai abranger como adicionar administradores, agendar publicações e ter melhor alcance. A última sessão do mês acontece em 29/09 e terá como tema “Gerenciador de Negócios”, em que vai ajudar os empreendedores a gerenciar diversos clientes e usar nossas ferramentas.

15:32 · 22.07.2014 / atualizado às 15:32 · 22.07.2014 por

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antes mesmo de chegar ao mercado brasileiro (o que estava previsto para o segundo semestre deste ano), a linha de telefones celulares Nokia X  – os primeiros aparelhos da fabricante finlandesa com sistema Android – foi abortada. A Microsoft, que adquiriu a Nokia em setembro do ano passado, decidiu que não vai mais investir na linha que promove o sistema rival de seu Windows Phone.

 

Voltada para o segmento de baixo custo e representando uma tentativa da Nokia de recuperar mercado, a linha X era composta por três modelos (X, X+ e XL) e foi anunciada em fevereiro deste ano, no Mobile World Congress, em Barcelona (Espanha). No Brasil, a Microsoft já havia marcado o lançamento dos aparelhos para o dia 10 de junho, mas acabou adiando o evento sem maiores explicações (agora já sabemos o motivo).

 

 
Ao anunciar o fim dos Nokia X, a Microsoft informou que os dispositivos Android continuarão sendo vendidos em alguns países. Não sabemos se o Brasil está entre esses mercados. Mas, para o consumidor, adquirir um aparelho de recursos limitados (afinal, é de baixo custo) e que já nasce morto pode ser uma roubada. Mesmo que a companhia invista nesses dispositivos, ainda que por estratégia de expandir seus serviços (Bing, OneDrive, Outlook, Skype) aos mercados emergentes, a alma da linha X não é das mais encorajadoras sob o ponto de vista do consumidor. Ela mais parece uma gambiarra. São aparelhos Android, mas com uma interface similar à do Windows Phone. Para isso, o código-fonte do sistema foi modificado. Isso dificulta atualizações e ainda deve dar um trabalho extra ao processador. Por toda essa trapalhada que a Microsoft fez com essa linha, é bem melhor o usuário passar um “x” e riscar esses aparelhos de sua lista de compras.

18:22 · 08.05.2014 / atualizado às 18:25 · 08.05.2014 por

 

Como parte do Fórum de Líderes Governamentais América Latina e Caribe (GLF, na sigla em inglês), evento promovido pela Microsoft esta semana no México, a empresa divulgou um estudo que descreve uma série de políticas que poderiam ampliar as oportunidades ligadas ao modelo de computação em nuvem (cloud computing). Segundo o estudo, a expectativa é que as vagas de trabalho ligadas a computação em nuvem cresçam 34% em 2014.

Ainda segundo o estudo, a nuvem também deve ser motivo de interesse para pequenas e médias empresas (PMEs), que empregam 67% da mão de obra na América Latina. Muitas vezes, no entanto, empresas com esse perfil ainda não tiram o devido proveito do modelo de cloud computing. A nuvem dá abertura para um ciclo positivo de criação de empregos e economia de despesas para os negócios das PMEs.

O estudo foi intitulado “Facilitando a nuvem: regulação sobre proteção de dados como influenciador da competitividade nacional na América Latina”. Ele foi publicado pela entidade Inter-American Law Review e escrito por Horacio Gutiérrez, vice-presidente corporativo e conselheiro geral adjunto da Microsoft, e Daniel Korn, diretor de relações institucionais da Microsoft na América Latina.

O documento apresenta os benefícios que países podem usufruir em termos de competitividade nacional. A apresentação desses dados acontece em um momento em que muitos países avaliam a necessidade de atualizar legislações em torno da proteção de dados para possibilitar decisões do cidadão, a manutenção das informações de forma segura e a formação de confiança sobre uma tecnologia com alto potencial de transformação.

“Decisões sobre a rede regulatória que facilitem o uso de cloud computing podem ser um instrumento para crescimento econômico e expansão de benefícios sociais na região. É importante destacar que a nuvem não só aumenta eficiência, mas também promove maior equilíbrio”, disse Hernán Rincón, presidente da Microsoft na América Latina.

O artigo revela que inclusão social, agilidade, flexibilidade e segurança são outros aspectos beneficiados positivamente quando há mecanismos regulatórios equilibrados que facilitam o uso da nuvem. Por exemplo, o modelo de cloud computing permite que um hospital em área rural tenha acesso remoto a especialistas em tempo real. Outro exemplo é a adaptação que uma empresa pode fazer em sua estrutura de armazenamento e processamento de dados em tempos de menor demanda, como em uma crise econômica. Essa flexibilidade vem do fato de a nuvem ser ligada à mobilidade e, dessa maneira, estar amplamente acessível de forma contínua e segura.

Risco do software no PC 

Além disso, um estudo baseado em 70 mil brechas de segurança identificadas em 1,6 mil empresas mostrou que os softwares instalados no próprio computador tendem a ser mais vulneráveis a ataques do que as aplicações hospedadas na nuvem.

Para que a nuvem tenha sucesso, no entanto, usuários individuais têm de ter a certeza que seus computadores estão seguros contra hackers e que eles tem a capacidade de controlar quem tem acesso a suas informações pessoais.

“No futuro, talvez sejamos capazes de dizer que os mecanismos regulatórios de proteção de dados que facilitaram a adoção da nuvem foram os que mais contribuíram para a competitividade nacional, desenvolvimento econômico, além de produtividade e eficiência”, disse Daniel Korn, diretor de relações institucionais da Microsoft na América Latina.

O artigo na íntegra está disponível em neste link. 

17:17 · 07.04.2014 / atualizado às 17:50 · 07.04.2014 por

O estado do Ceará conta com 74 cidades digitais. É o que aponta pesquisa divulgada pela Rede Cidade Digital (RCD), que mapeia iniciativas brasileiras onde a tecnologia é utilizada para melhorar serviços públicos e ampliar o acesso das pessoas ao sinal da internet.

Entre as “cidades digitais” cearenses, o destaque vai para Viçosa do Ceará. O município é o único do estado a integrar o Sistema UNI, uma rede social criada no portal da RCD, especialmente para as cidades digitais. O UNI oferece uma interação mais rápida e fácil entre os gestores públicos, empresas fornecedoras de soluções tecnológicas e cidadãos, criando um canal de comunicação direto.

Localizada no noroeste cearense, a cerca de 350 quilômetros da capital, Viçosa investe em tecnologias da informação e da comunicação (TICs) desde 1997. Em 2002, a cidade implantou uma rede de fibra ótica de cerca de 9 mil metros de extensão. Em 2007, o município criou uma unidade móvel de 12 computadores e softwares que permitem ministrar cursos aos cidadãos.

Mapa do Brasil Digital

Com a inserção do estado do Ceará, o Mapa das Cidades já conta com mapeamento de 13 estados brasileiros. Ao todo, são mais de 600 localidades referenciadas.

As cidades apresentadas nos mapas estaduais são definidas por meio de sistematização de dados de municípios que possuem políticas públicas de inclusão digital, tendo como base a pesquisa Perfil dos Municípios Brasileiros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e informações de veículos oficiais de comunicação das prefeituras e governos estaduais.

Os critérios para a indicação de cidade digital partem do princípio de que estes municípios atendam, no mínimo: o fornecimento de sinal de internet (Wi-Fi) gratuito para os cidadãos, em sua totalidade ou em determinada área; e/ou, disponibilidade de ferramentas e infraestrutura de governo eletrônico (e-gov), como serviços de atendimento via web ou ligação de órgãos e prédios públicos por meio de cabeamento óptico.

Confira aqui o mapa do estado do Ceará.

13:35 · 13.03.2014 / atualizado às 13:35 · 13.03.2014 por

 

A Totvs promove amanhã em Fortaleza palestra sobre o “Impacto do Big Data para os negócios”. O palestrante é Gustavo Pagotto, que se propõe a mostrar para executivos e empresários cearenses como os negócios podem ser cada vez mais impulsionados com o uso da análise de informações.

O conceito de big data envolve o conjunto de soluções tecnológicas para lidar com dados digitais em grande volume, permitindo analisar qualquer tipo de informação digital em tempo real, algo fundamental para a tomada de decisões.

O palestrante, Gustavo Pagotto, é formado em Administração pela Universidade de São Paulo(FEA-USP) e pós-graduado em Gestão de Negócios e Valorização de Empresas na Fundação Instituto de Administração (FIA). Pagotto já atuou com operações de comércio internacional em empresas como CMP Despachos, Bayer e Câmara Brasil-Alemanha. Desde 2009 na Totvs, participou de projetos relacionados à expansão internacional da companhia e, em 2011, passou liderar iniciativas de novos negócios relacionados a computação em nuvem, software como serviço (SaaS) e mobilidade.

Serviço:

Palestra “Impacto de Big Data para os negócios” com Gustavo Pagotto.

Data: Sexta-feira, dia 14 de março, às 8h30

Local: Totvs Ceará (Av. Coronel Miguel Dias 100 – Bairro Guararapes, Fortaleza

16:39 · 11.03.2014 / atualizado às 16:42 · 11.03.2014 por

Os empresários e profissionais da indústria gráfica em Fortaleza têm na agenda desta semana a Jornada Tecnológica, evento que traz palestra sobre gestão de custos, novas tecnologias e sistemas de automação integrados à área. A iniciativa é da empresa EFI, que atua no segmento de impressão digital, em parceria com o Sindicato da Indústria Gráfica do Estado do Ceará (Sindgrafica) e acontece na próxima quinta-feira (dia 13), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

A palestrante do evento será Carolina Gallo, executiva da EFI na área de Softwares de Produtividade para América Latina, formada em Economia pela PUC-SP. Com atuação marcante na indústria gráfica, há 15 anos, Carolina já participou de centenas de projetos de implantação de sistemas em grandes empresas do setor, além de dar consultoria de custos, levantamento de processos e gestão em empresas no Brasil e América Latina.

A Jornada Tecnológica é um evento gratuito, voltado para profissionais do setor gráfico em geral. Para participar, os interessados devem fazer sua inscrição online.

Serviço:
Jornada Tecnológica
Quando: Dia 13 de março de 2014.
Onde: FIEC – Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Avenida Barão de Studart, 1980 – Sala 301 – 3º Andar. Fortaleza/CE)
Horário: Das 19h às 21h15

14:04 · 06.02.2014 / atualizado às 14:11 · 06.02.2014 por

Com foco nos usuários de planos de telefonia celular pré-pagos e no público jovem, a operadora Oi está lançando um aplicativo de recarga para celular no Facebook.

O app permite que o cliente recarregue os créditos de seu telefone utilizando um cartão de crédito das bandeiras Dinners, Elo, Mastecard e Visa. O valor mínimo de recarga é de R$ 10 e o máximo varia de acordo com o perfil do cliente, pelo histórico da recarga.

O aplicativo pode ser acessado pela aba “Oi Recarga”, na Oi Oficial, fanpage da empresa no Facebook. Segundo a operadora, a fanpage já tem cerca de 1,5 milhão de seguidores e oferece atendimento aos clientes com cerca de 8 mil interações por mês.

De acordo com dados da ComScore, uma empresa de pesquisa de mercado, o Brasil é o segundo país com o maior número de usuários no Facebook.

18:20 · 08.01.2014 / atualizado às 18:20 · 08.01.2014 por
A Intel apresentou o recurso dos PCs “dual OS” na feira CES, em Las Vegas (Foto: Divulgação)

Conforme antecipamos no Tecno desta semana, a Intel confirmou durante a feira de eletrônicos CES (Consumer Electronics Show), em Las Vegas, sua aposta numa nova categoria de notebooks capazes de rodar tanto o sistema operacional Windows quanto o  Android. São os chamados PCs “dual OS” (com dois sistemas operacionais).

Em apresentação durante o evento, a companhia usou o equipamento híbrido (com características de notebook e tablet), que alterna de um sistema para outro com o apertar de um botão. Os sistemas usados na versão demonstrada eram o Windows 8.1 e o Android 4.2.2. O aparelho contava com um processador Intel Core i7 de quarta geração.

Como publicou o site Geek, os dispositivos com dois sistemas são uma tendência na qual também aposta a rival AMD, que anunciou uma parceria com a BlueStacks para trazer aparelhos com Windows e Android para o mercado.