Busca

Tag: Amazon


11:04 · 10.05.2018 / atualizado às 11:04 · 10.05.2018 por

A partir desta quinta-feira, 10, os assinantes da Twitch Prime receberão novos itens de personalização do game Fortnite. O pacote Fortnite Twitch Prime #2, disponível para resgate até o dia 11 de julho de 2018, às 13h (horário de Brasília), conta com o traje Trailblazer Battle Royale, uma Mochila Decorativa True North Battle Royale, uma Picareta Tenderizer Battle Royale e um emote Freestylin’ Battle Royale.

Embora só seja possível reivindicar o loot da Twitch Prime em uma única plataforma (PC, Mac, PlayStation 4 ou Xbox One), o conteúdo será compartilhado e ficará disponível para uso no PC/console e no smartphone, desde que o usuário esteja registrado com a mesma conta da Epic em ambos os dispositivos. O conteúdo não é compartilhado entre o Xbox One e o PS4, mesmo ao usar a mesma conta da Epic.

A Twitch Prime é um serviço da plataforma que oferece a seus assinantes itens in-game, inscrição em um canal a cada 30 dias, visualizações sem anúncios entre outros benefícios. Além disso, é possível ter acesso ao Prime Video, da Amazon, sem valor adicional.

Para mais informações e para obter o pacote #2 da Twitch Prime, acesse o site da Twitch.

13:58 · 28.03.2018 / atualizado às 14:29 · 28.03.2018 por
Depois dos Kindles e do marketplace, o passo lógico seguinte realmente seria ter uma estrutura própria de comercialização de produtos

Apesar do rumor, a Amazon não estaria negociando a compra do grupo Via Varejo. Quem informa, através de release publicado no site da Nasdaq (a bolsa de valores dos EUA), é o grupo francês Casino, controlador do Grupo Pão de Açúcar onde está inserido o Via Varejo. O Via Varejo inclui Extra e Casas Bahia e tem grande força no e-commerce brasileiro, além de possuir mais de 900 lojas físicas e 26 centros de distribuição pelo País.

Se a Amazon compra a Via Varejo, essa entraria com muita força no mercado nacional de e-commerce e poderia chegar com grandes promoções.

O rumor surgiu depois que Casino e Amazon fizeram acordo, lá na França, para distribuição de alimentos. Como desde 2016, segundo a Reuters, o Via Varejo está à venda, aí começaram as notícias que a Amazon poderia estar chegando a um acordo de compra.

A assessoria de imprensa da Amazon no Brasil informou que não fala de rumores, mas nos enviou o link da Nasdaq, meio que dizendo: “É tudo mentira. São só rumores!”. Tudo parece ser mesmo apenas uma grande vontade do mercado nacional de ter a gigante Amazon fazendo parte do nosso e-commerce. Porém, acredito que é questão de tempo para isso acontecer, com ou sem o Grupo Via Varejo como parte da Amazon.

A assessoria brasileira do Grupo Via Varejo disse que não irá comentar o assunto.

06:14 · 13.03.2018 / atualizado às 14:16 · 12.03.2018 por
Da esquerda para a direita: Kindle Voyage, novo Kindle Paperwhite e o antigo Kindle Paperwhite

Em comemoração ao Dia do Consumidor, a Amazon.com.br promete uma seleção de descontos para seus clientes em diversas categorias. Até 23h59 do dia 15 de março, o site disponibilizará descontos exclusivos em mais de 20 mil produtos, incluindo e-readers Kindle, livros impressos e digitais, eletrônicos, produtos para casa e cozinha, ferramentas e materiais de construção, e itens para escritório e papelaria.

Os e-readers Kindle, por exemplo, estarão com R$ 80 de desconto que podem ser adquiridos em até 12x sem juros no cartão de crédito, com frete grátis:

Kindle (de R$ 299 por R$ 219)
Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$ 479 por R$ 399)
Kindle Voyage (de R$ 899 por R$ 819)

09:54 · 12.03.2018 / atualizado às 13:28 · 12.03.2018 por
Depois dos Kindles e do marketplace, o passo lógico seguinte realmente seria ter uma estrutura própria de comercialização de produtos

A gigante norte-americana do e-commerce, a Amazon, estaria se movimentando para, finalmente, começar a operar a venda direta de produtos no Brasil. Entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março, segundo a Reuters, ela reuniu diversos representantes do setor de eletrônicos no País para mostrar os próximos passos.

Inclusive, teriam convidado os presentes para, até o último dia 9 de março, se cadastrarem em um sistema de venda direta de produtos. A gerente sênior de vendas da Amazon no Brasil, Ticiana Mártyres, teria, inclusive, participado do encontro.

O objetivo é que a gigante consiga comprar os produtos e revendê-los com alguma margem de descontos maiores que os concorrentes.

Um centro de distribuição já estaria sendo montado pela Amazon no Brasil para agilizar as entregas.

Amazon Locker: um sucesso nos EUA

Porém, ainda tudo isso são rumores. Já vimos este filme antes quando dos momentos anteriores ao lançamento do marketplace da Amazon.com.br. Mas, sem dúvida, depois de vender apenas livros e Kindles e migrar para um marketplace, vender diretamente os eletrônicos seria o passo lógico seguinte. Imagina ter Amazon Prime ou os “lockers” da Amazon para ir buscar o produto – uma ótica sacada para quem passa o dia fora e mora sozinho ou mesmo para quem não tem serviço de porteiro no prédio/condomínio.

Não acho, infelizmente, que teremos preços tão atrativos como vemos no exterior, na loja da Amazon americana. Porém, se conseguirem realmente um desconto maior, seria algo interessante para atiçar a concorrência no setor. Só quem ganharia com isso seríamos nós, os consumidores.

Agora é esperar para saber se esta iniciativa vai realmente vingar.  Dedos cruzados já!

Resposta Amazon

Por email recebemos a resposta da Amazon.com.br. Confira:

“Nos últimos 5 anos desde o lançamento da Amazon.com.br, realizamos centenas de reuniões com potenciais vendedores e fornecedores sobre seus negócios no Brasil e possíveis planos futuros. Não especulamos sobre planos futuros.”

Esta nota é bem parecida com a qual recebemos lá antes do anúncio oficial do marketplace. Quer dizer, faz parte do jogo. Não revelar muitos detalhes antes de tudo estar completamente definido. Vamos seguir na torcida.

12:00 · 23.10.2017 / atualizado às 12:00 · 23.10.2017 por
Novo Kindle na promoção da Amazon

Para comemorar os 10 anos do lançamento de Kindle e seus 5 anos no Brasil, a Amazon.com.br anuncia promoções especiais para os apaixonados por leitura digital. Até às 23h59 do dia 25 de outubro, clientes poderão aproveitar descontos de até 80% em milhares de eBooks, R$ 110 de desconto nos e-readers Kindle e Kindle Paperwhite, além de ofertas especiais de livros digitais a cada 6 horas.

O Kindle sairá de R$299 para R$189 e o Kindle Paperwhite Wi-Fi de R$479 para R$369. Ambos podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros.

09:08 · 18.10.2017 / atualizado às 09:27 · 18.10.2017 por

De acordo com comunicado da Amazon, vender no site da Amazon.com.br não é complicado. Além disso, não só empresas locais, mas até pessoas físicas podem entrar no marketplace da gigante do comércio online mundial. A promessa é que tenham um ambiente online seguro, com proteção contra fraudes e sistema simples de comunicação entre o vendedor e seus clientes. Além disso, a Amazon também oferece a empresas e indivíduos as seguintes funcionalidades:

– Seller Central, um site para os vendedores da Amazon onde é possível gerenciar ofertas e produtos de forma simples e prática. A ferramenta permite ver todos os produtos à venda, tarifas pagas por cada transação e outros recursos que facilitam a tomada de decisões.

– Estrutura de tarifa única possibilita que vendedores saibam quanto será pago por cada transação. Para comemorar o lançamento, a porcentagem da comissão promocional para o Plano de Vendas Individual será de 10% de cada transação, mais R$ 2 por item. Quem optar pelo Plano de Vendas Profissional pagará os mesmos 10% por cada transação e uma mensalidade de R$ 19 sem precisar pagar o valor de R$ 2 por item.

– Não há custo adicional ao vendedor em transações em que clientes parcelarem suas compras no cartão de crédito, sendo possível oferecer produtos em até 10x sem juros. Além disso, todos os vendedores – Individuais ou Profissionais – recebem suas vendas em um único pagamento, mesmo quando consumidores optam por comprar pagando em parcelas.

– A oportunidade de competir pela Buy Box, que é o espaço de maior visibilidade para uma oferta em uma página de produtos. Quando vários vendedores oferecem o mesmo item, este espaço privilegia os que se destacam com melhores ofertas em preços, reputação, frete, entre outros critérios.

– Ferramenta de Precificação Automática que permite a vendedores profissionais fazer ajustes dinâmicos de preço de maneira prática, permitindo que seus preços se mantenham atualizados e competitivos. Basta definir uma faixa de preço para o produto desejado e o valor será ajustado automaticamente dentro dos limites determinados. Vendedores Profissionais não pagam nada a mais por esta ferramenta.

– Ferramentas adicionais para vendedores profissionais, incluindo gerenciamento múltiplo de pedidos e definição de valor de frete com a configuração de envio por região. Não há nenhum valor adicional por estas ferramentas para os vendedores profissionais.

– Clientes podem escolher a melhor oferta da página do produto, quando diversos vendedores oferecem o mesmo item, facilitando a visualização das opções de preço, entrega e condições do item. Isso estimula vendas locais, pois clientes podem escolher vendedores próximos de seus endereços que ofereçam entrega mais rápida. Além disso, com a “Garantia de A a Z da Amazon”, os consumidores estarão protegidos em todas as transações feitas na Amazon.com.br.

“Por sua relevância no e-commerce na América Latina, o KaBuM! sempre foi muito procurado por diversos marketplaces. No entanto, a Amazon foi a única companhia com a qual identificamos uma enorme sinergia, principalmente pelo foco na experiência do cliente”, afirma Leandro Ramos, CEO do KaBuM!. “Acreditamos que KaBuM! e Amazon oferecerão uma seleção completa de eletrônicos e informática com preços altamente competitivos, velocidade e serviço de altíssimo padrão de qualidade”.

“Estamos extremamente animados com o lançamento do marketplace de eletrônicos da Amazon.com.br. Temos como objetivo vender as melhores marcas do mercado de eletroeletrônicos de forma única, fácil, rápida e divertida, e agora temos mais um canal de venda de excelência para oferecer aos nossos clientes”, afirma Marcelo Volpe, CEO do Girafa. “Acreditamos que as expectativas do consumidor devem ser sempre superadas, e oferecer nosso catálogo na Amazon.com.br é mais uma forma de fazer isso”.

00:15 · 18.10.2017 / atualizado às 08:16 · 18.10.2017 por
Amazon agora com eletrônicos, mas com lojas terceiras via marketplace

A Amazon anuncia nesta quarta-feira, 18/10, o lançamento do seu Marketplace para Eletrônicos, disponibilizando um catálogo com mais de 110.000 produtos que não serão vendidos diretamente pela gigante mundial, mas por parceiros selecionados por ela. Itens como smartphones, videogames, TVs, notebooks e acessórios de marcas como Samsung, LG, Motorola, Sony, entre outras, já estão disponíveis no catálogo de marketplace da Amazon.com.br.

Para celebrar o lançamento, vendedores darão descontos em produtos selecionados – estes e todos os demais produtos eletrônicos podem ser adquiridos com cartões de débito ou cartões de crédito, com opções de parcelamento em até 10 vezes sem juros:

– Smartphone Motorola Moto G5s Plus Platinum 5.5″ 4G Android 7.1 Octa-Core 2.0GHz na cor platinum: R$ 1.269,00, ou em 10 parcelas de R$ 126,90 sem juros;
– Smartphone Samsung Galaxy J5 Pro Preto Dual Chip 32GB, Tela 5.2, 4G, Câmera 13MP, Octa-Core 1.6GHz nas cores preto ou dourado: R$ 979,00 ou em 10 parcelas de R$ 97,90 sem juros;
– Smart TV Philco LED 32’’ HD com Conversor Digital, HDMI, USB e Wireless Integrado: R$ 979,00 ou em 10 parcelas de R$ 97,90 sem juros;
– Notebook ACER Travel Mate Core i3: R$ 1.899,00 ou em 10 parcelas de R$ 189,90 sem juros;
– Câmera Instantânea Fujifilm Instax Mini 7s: R$ 269,90 ou em 8 parcelas de R$ 33,74 sem juros.

Clientes podem encontrar estas e muitas outras ofertas pelo site www.amazon.com.br/eletronicosemoferta. E, ainda, consumidores que comprarem produtos do novo Marketplace para Eletrônicos entre os dias 18 e 25 de outubro receberão um eBook gratuito de uma lista com mais de 40 livros digitais, incluindo obras como A Startup Enxuta, de Eric Ries; Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, de Leandro Narloch e livros da aclamada série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R.R. Martin.

O lançamento do Marketplace para Eletrônicos é uma extensão do negócio da empresa no Brasil que teve início com livros digitais e impressos e depois leitores digitais – os famosos Kindle. Agora chega ao mercado de eletrônicos com parceiros que irão participar do marketplace em nosso País.  “Sabemos o quanto os brasileiros amam tecnologia, por isso estamos muito felizes com o lançamento do marketplace de eletrônicos. Desde a nossa chegada ao Brasil, seguimos constantemente obcecados em proporcionar a melhor experiência para nossos clientes, seja ela a venda de e-readers Kindle; livros impressos ou digitais; autopublicar um eBook ou assinar o serviço Kindle Unlimited. Agora, brasileiros também poderão aproveitar uma forma conveniente e segura – com a Garantia de A a Z da Amazon – de comprar produtos eletrônicos”, afirma Alex Szapiro, Country Manager da Amazon.com.br. “Unimos nossa experiência global de mais de 20 anos em e-commerce com tudo que aprendemos com nossos clientes brasileiros nos últimos anos, buscando sempre servi-los da melhor maneira. Trabalhamos com marcas e vendedores para oferecer um excelente catálogo em produtos eletrônicos e acessórios para nossos clientes, com muitos descontos especiais para comemorar o lançamento. Nosso objetivo é oferecer uma ótima experiência, como a opção de parcelamento em até 10 vezes sem juros no cartão de crédito, além de contribuir com o crescimento do negócio de nossos vendedores”.

Apesar de não vender diretamente nenhum produto dos eletrônicos no Brasil, a Amazon garante que haverá segurança para os clientes no marketplace. Segundo a assessoria de imprensa da Amazon no País, clientes podem escolher a melhor oferta, em uma página única, quando diversos vendedores oferecem o mesmo item, facilitando a visualização das opções de preço, entrega e condições do produto. “E, com a Garantia de A a Z, a Amazon protege seus clientes em todas as transações”, garante o comunicado.

Há alguns anos existem marketplaces no Brasil, mas, infelizmente, em alguns momentos, vendedores acabaram entregando tijolos ao invés de iPhones ou notebooks. Por isso este mercado ficou meio abalado no País. Nos EUA o marketplace da Amazon é conhecido e seguro, mas a empresa também vende direto e, muitas vezes, esta é a opção mais interessante.

Eu já comprei no marketplace de vendedores terceiros da Amazon nos EUA e tudo correu muito bem. Se for igual no Brasil, poderemos ter uma nova era do mercado online de venda de produtos eletrônicos. Só o tempo dirá.

E aí? Vai buscar algo hoje ou esperar os comentários dos pioneiros neste novo campo da Amazon Brasil?

11:14 · 05.10.2017 / atualizado às 11:14 · 05.10.2017 por
Steve Jobs com seu iPhone, o primeiro. Foto: Diário do Nordeste/Arquivo

Há muitas críticas (algumas bem justas) ao criador da Apple, Steve Jobs. Porém, não há como não tê-lo como fundamental na história da tecnologia e até da humanidade. Especialmente se você pensar o que tínhamos de telefonia antes do iPhone e o que tivemos depois. Foi uma revolução. Ele destruiu paradigmas, ao certo. Aquele pequeno aparelho destruiu a concorrência e a fez renascer forte ao mesmo tempo, sob o conceito de telefone inteligente e ecossistema rico em aplicações.

Claro, você pode dizer que depois de sua morte a Apple não voltou a ser tão disruptiva como antes. Mesmo assim, ela segue sendo tendência e fazendo fortuna lançamentos após lançamentos.

Seus computadores já não são unanimidade, como em anos passados, quando ao pensar em edição de vídeos e fotos só se falava nas máquinas da Apple. Os smartphones já não tem a esmagadora preferência dos apaixonados por tecnologia. Mesmo assim, ninguém nega que tanto seus computadores quanto desktops e telefones celulares são destaques mundialmente como produtos de muita qualidade e durabilidade.

O que não mudou foi a garantia, o pós-venda, que muitos tentam imitar, mas poucos conseguem. Este segue imbatível.

A marca Apple é uma das mais fortes e vitoriosas da história ao lado de outras como Facebook, Amazon, Google e Microsoft. Não há quem não conheça e respeite e deve ser assim por longos e longos anos.

Hoje, nos seus 6 anos sem Steve Jobs, morto por conta de um câncer pancreático aos 56 anos de idade, há muito a que se lamentar. O que mais a mente inquieta dele traria para nós? Ele se foi e um pouco da criatividade da Apple também se apagou com ele. Mas ainda há muito dinheiro em caixa para queimar antes que o mundo deixe para trás a força da “Maçã”.

15:49 · 18.09.2017 / atualizado às 15:50 · 18.09.2017 por
Novo Kindle na promoção da Amazon

A Amazon.com.br anuncia a Kindle Week, uma semana de descontos. Das 12h do dia 18 de setemebro às 23h59 do dia 24 de setembro, clientes poderão aproveitar promoções em e-readers Kindle e eBooks com até 80% de desconto, além de ofertas especiais de livros digitais selecionados com até 90% de desconto a cada 24 horas.

Desconto de R$ 80 nos e-readers Kindle (de R$ 299 por R$ 219) e Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$ 479 por R$ 399), que podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros e enviados com frete grátis para todo o Brasil.

Além disso, em homenagem ao aniversário de George R. R. Martin no próximo dia 20, a Kindle Week tem promoção exclusiva em eBooks do autor:

Wild Cards e As Crônicas de Gelo e Fogo, primeiro livro da série Game of Thrones, por apenas R$ 9,90. Os demais livros digitais da série Game of Thrones terão preço especial de R$ 14,90 aqui.

Cupons com 50% de desconto (disponíveis pelo site da promoção) em eBooks em inglês, espanhol, francês, italiano e alemão.

08:49 · 01.09.2017 / atualizado às 10:03 · 01.09.2017 por
Moto X4

Havia uma grande expectativa que, no último dia 24 de agosto, os brasileiros, ao menos os jornalistas convidados, encontrassem, em evento em São Paulo, o Moto X4 pela frente. Não foi. Outros aparelhos foram apresentados. Porém, na Alemanha, durante a IFA Berlim, aí sim, ele deu o ar da graça.

O Moto X4 apresentado na Alemanha promete uma câmera inteligente com uma nova funcionalidade: Landmark Detection. Ela transforma a câmera nos olhos para o mundo. Segundo a assessoria de imprensa da Motorola, basta apontar a lente em direção a um objeto ou ponto turístico para obter informações gerais sobre o que está sendo visto. Ele pode até ler cartões de visitas e rapidamente adicioná-los aos seus contatos. Se o usuário quiser melhorar as selfies, pode experimentar a funcionalidade Face Filters, que permite acrescentar à imagem uma camada de animações a fotos ou vídeos.

O Moto X4 virá com duas câmeras traseiras, de 12 MP e 8 MP, com promessa de software avançado para ajudar no produto final. Ele trará o efeito similar ao retrato do iPhone 7 Plus, o de fundo desfocado (bokeh) para tirar fotos com efeito de câmera profissional. Outros recursos prometidos são as novas funcionalidades beta, que possibilitam usar preto e branco seletivo, destacar cores ou até mesmo alterar o fundo. A tecnologia Dual Autofocus Pixel também promete foco mais rápido em situações de baixa luminosidade. Se isso for verdade, significa que as fotos serão excelentes em qualquer condição de luz. Só dá para saber isso testando, não é mesmo? Afinal, na propaganda todo mundo é perfeito.

Além disso, com a lente grande-angular do Moto X4 seria possível capturar ainda mais imagens. As selfies seriam melhores com o Moto X4, pois ele tem uma câmera frontal de 16 MP e o modo avançado com promessa de performance superior mesmo em baixa luminosidade.

Proteção
O Moto X4 tem resistência à água com classificação IP68, protegendo o aparelho contra derramamentos e respingos acidentais ou até mesmo queda em poça de água, diz a assessoria da marca. Com acabamento traseiro curvado em vidro 3D, estrutura de alumínio anodizado e Corning Gorilla Glass na frente e na traseira, o Moto X4 promete robustez. Porém, o Moto Z2 Force já mostrou que risca o vidro até com a unha, ou seja, é bom não acreditar 100% no anúncio da assessoria.

O Moto X4 possui um processador octa-core Qualcomm Snapdragon 630, de 2,2 GHz, que deseja que você possa assistir a vídeos e jogue games sem travamentos. O aparelho vem ainda com bateria de 3.000 mAh e a tecnologia TurboPower que permite você ter até 6 horas de uso com apenas 15 minutos de carga.

Alexa e Moto
O Moto X4 traz o Amazon Alexa integrado – sem ter de desbloqueá-lo primeiro. Portanto, se você quer que o Alexa leia sua lista de compras ou te ajude com letras de músicas quando você estiver fora de casa, agora é possível com o Moto X4.

Disponibilidade e preços
O novo Moto X estará disponível a partir de setembro em vários países da Europa a partir de €399. E em outros mercados, incluindo os Estados Unidos, até o fim do ano. No Brasil, não há informação nem de preço e muito menos de disponibilidade.