Busca

Tag: Bloomberg


08:48 · 06.09.2018 / atualizado às 08:48 · 06.09.2018 por
O Google Pay é uma ferramenta segura de compras

Este artigo do Bloomberg diz que Google e Mastercard teriam um acordo secreto para seguir suas compras feitas em lojas físicas através do Google Pay com o cartão desta bandeira. As duas empresas negam que isso ocorra.

A premissa da união seria fechar o cerco ao cliente para saber todo o padrão de compra dele, inclusive, no mundo real, fora do e-commerce.

Oferecer, portanto, anúncios ainda mais abrangentes para o cliente. Sobre isso, via e-mail, as duas empresas negaram veemente que isso seja real.

Segundo o Google, antes do lançamento da versão beta deste produto no ano passado, construíram uma nova tecnologia de criptografia que não permite que o Google e os parceiros vejam as informações de identificação de um usuário. “Não temos acesso a nenhum dado pessoal de nossos parceiros de cartões de débito e crédito, e também não compartilhamos informações pessoais com nossos parceiros. Os usuários do Google podem desativar essas configurações a qualquer momento”, informa a assessoria brasileira do Google.

A assessoria brasileira da Mastercard é ainda mais enfática. Em nota, afirma que o artigo da Bloomberg é falso. “Na forma como a rede da Mastercard opera, não conhecemos os itens individuais que um consumidor compra em qualquer carrinho de compras, físico ou digital. Nenhuma transação individual ou dados pessoais são fornecidos. Isso atende às expectativas de privacidade dos consumidores e comerciantes em todo o mundo. Ao processar uma transação, vemos o nome do varejista e o valor total da compra do consumidor, mas não temos acesso aos itens específicos que foram adquiridos”, encerra.

Não acredito que a Bloomberg fosse criar uma história assim tão fantástica. Pode ter algo errado? Claro. Mas teria muita lógica fechar o cerco se é possível. Vamos aguardar.

10:00 · 26.12.2014 / atualizado às 13:36 · 26.12.2014 por

facebookxtwitterA proporção de jovens entre 13 e 17 anos que usam o Facebook nos EUA caiu de 94% para 88% neste ano (e ante 95% de 2012, há dois anos), segundo uma pesquisa realizada no país. O estudo, feito pela consultoria Frank N. Magid Associates, diz que, no mesmo período, o Twitter ganhou popularidade na mesma faixa etária nos EUA.

Na última vez em que a empresa de internet divulgou dados sobre o uso entre adolescentes, mostrando que de fato havia perdido força para concorrentes como o Snapchat (e o WhatsApp, que agora pertence ao Facebook), houve repercussão negativa entre seus investidores, como relata a agência Bloomberg.

Depois disso, Mark Zuckerberg e companhia cessaram a abertura de tal estatística. O Twitter é usado por 48% dos jovens entre 13 e 17 nos EUA, segundo o estudo publicado.

Uma das razões que pode estar por trás da redução na popularidade do Facebook entre os mais jovens nos EUA pode ser que a confiança na empresa está baixa: 9% dos entrevistados pela Frank N. Magid disse que o site é ‘confiável’ ou ‘seguro’.

A rede também teve avaliação ruim no quesito entretenimento: só 18% responderam na enquete que descreveriam o serviço on-line como ‘divertido’, ante 40% da rede Pinterest, por exemplo.

Fonte: FolhaPress

08:01 · 03.10.2014 / atualizado às 08:01 · 03.10.2014 por
iPad Mini dourado deve ser anunciado em breve pela Apple
iPad Mini dourado deve ser anunciado em breve pela Apple

Ao anunciar seus próximos modelos de tablet, o que é esperado para o próximo dia 21, a Apple vai apresentar iPads dourados que serão vendidos ainda neste ano, segundo uma reportagem publicada pela Bloomberg nesta quarta-feira (1º).

A cor dourada estará disponível para o modelo com 9,7 polegadas, o iPad Air, segundo a agência, que cita fontes “familiarizada com os planos” e reitera a informação de que a companhia californiana vai fabricar um tablet maior, com tela de 12,9 polegadas, no ano que vem.

O iPhone 5s foi o primeiro dispositivo a ter a cor dourada como opção de acabamento – iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, da geração atual, também a têm disponível.

O iPad foi lançado inicialmente em 2010 com única opção de acabamento: traseira prateada e parte frontal preta. Foi sucedido após quatro gerações pelo iPad Air, vendido com a frente preta (traseira cinza) ou branca (traseira prateada).

A Apple também vende desde 2012 um tablet menor, com tela de 7,9 polegadas, chamado iPad mini. A reportagem da Bloomberg não menciona a possibilidade de esse modelo também ser comercializado com acabamento dourado.

Fonte: FolhaPress