Busca

Tag: iPhone 7


16:12 · 12.09.2018 / atualizado às 18:08 · 13.09.2018 por
Os iPhone Xs e Xs Max

Correspondendo exatamente aos vazamentos, a Apple divulgou os novos iPhones inclusive com Dual-SIM. Chegaram para completar a famílias os aparelhos iPhone Xr, Xs e Xs Max. O recurso Dual-SIM aparece em duas vertentes e apenas nos modelos Xs e Xs Max. Primeiro, para o mundo todo, menos China, teremos um slot de SIM normal e outro de eSIM e a operadora deverá estar pronta pra isso para o funcionamento adequado. Já na China, haverá aparelhos com slot para dois SIMs físicos tradicionais. Os iPhones Xs entrarão em pré-venda no dia 14/9 com venda direta nas lojas e sites da Apple a partir do dia 21/9. Os preços começam em US$ 999 (para o modelo Xs) e US$ 1.099 (para o Xs Max), em capacidades de 64GB, 256GB e 512GB.

Versão “popular”
O Xr seria a versão mais “popular” dos 3 apresentados na tarde desta quarta-feira. Ele vem tela LCD, 6,1 polegadas, 90 minutos a mais de bateria que o 8 Plus e preço a partir de US$ 749. Ele será feito em alumínio e terá as cores vermelho, dourado, branco, coral, preto e azul. A pré-venda já começou. Nas lojas dia 26/9.

Os iPhone Xr

Desempenho da família Xs
A promessa da Apple é de que o Xs e o Xs Max tenham o vidro mais durável já posto em um smartphone (só vai testando). Ele também tem moldura em aço inoxidável e 3 cores: prateada, dourada e cinza espacial).

Tanto o Xs quanto o Xs Max trazem certificado IP68, ou seja, totalmente à prova de água por 30 minutos e até 2 metros de profundidade. A promessa é que suportem vários tipos de líquidos como até água salgada, chá e cerveja.

O Xs terá tela OLED de 5,8 polegadas (2436×1125 pixels, 458ppp) e o Xs Max vem com tela de 6,5 polegadas (2688×1242 pixels, também 458ppp).

FaceID segue firme e o touchID disse adeus, oficialmente. Além disso, os dois aparelhos estão equipados com o chip A12 Bionic, o primeiro da indústria fabricado em arquitetura de 7 nanômetros, com 6,9 bilhões de transistores. Ele tem CPU de 6 núcleos e GPU com 4 núcleos. Tudo isso promete deixar o celular muito mais rápido (até 50%) e abrir aplicativos até 30% mais veloz.

Fotografia
A promessa da Apple é que este conjunto ajude em melhores fotos. Através do Neural Engine, irá detectar cenas e rostos em tempo real, ajustando seus sensores com o recurso Smart HDR. O objetivo é entregar uma imagem perfeita.

Os modos Retrato e Iluminação de Retrato prometem melhorias nesta versão. E isso deve ocorrer por conta da inteligência artificial.

Bateria
Ponto fraco seguirá sendo a bateria. No Xs o ganho será apenas de 30 minutos enquanto no Xs Max de 1h30. Muito pouco para um aparelho tão caro.

Antigos
A Apple seguirá vendendo os modelos de iPhone 7 e 8. Os iPhones 7 começam em US$ 449 e a família 8 começa em US$ 599. Já o iPhone 8 Plus começa em US$ 699 enquanto o iPhone 7 Plus inicia em US$ 569.

05:47 · 12.09.2018 / atualizado às 14:28 · 11.09.2018 por
O iPhone 7 foi o campeão da pesquisa

A SEMrush, empresa de marketing digital, preparou um levantamento sobre as marcas Apple e Samsung, a fim de mapear quais os modelos de smartphone mais pesquisados em ferramentas de busca como Google e Bing nos últimos seis meses no Brasil. A Apple liderou a lista com o iPhone 7, lançado em 2016. O aparelho registrou volume médio de 3 milhões de buscas, seguido pelo iPhone 6 (2,8 milhões) e 6s (1,7 milhões). O Galaxy J7 da marca coreana atingiu média de 1,3 milhões, ficando somente na quarta posição.

Seguindo o levantamento, o iPhone 7 Plus ficou na quinta posição (1,2 milhão), seguido pelo iPhone 8 (1,03 milhão), Galaxy J5 (1,2 milhão), Galaxy S8 (946 mil), Galaxy A5 (755 mil) e iPhone SE (609.760). Curiosamente, os modelos top de linha de ambas as marcas não estão sendo tão procurados quanto os antigos no Brasil. O Galaxy S9, lançado em março deste ano atingiu a marca de 52 mil pesquisas em média e o iPhone X, lançado em 2017 teve cerca de 609.300 mil buscas na internet.

O ranking:

1 – iPhone 7
2 – iPhone 6
3 – iPhone 6s
4 – Samsung Galaxy J7
5 – iPhone 7 Plus
6 – iPhone 8
7 – Samsung Galaxy J5
8 – Samsung Galaxy S8
9 – Samsung Galaxy A5
10 – iPhone SE

Acredito que esta busca principal por aparelhos mais antigos esteja relacionada ao fato destes smartphones lançados há algum tempo pela Apple estarem mais baratos. E isso se dá, pois sempre que a Apple lança as novas versões o mercado trata de derrubar o preço dos aparelhos anteriores.

Pela qualidade e atualização constante, a partir do iPhone 6s ainda é interessante a compra. Os demais não acho uma aposta válida. Com relação aos antigos aparelhos da Samsung, bem, há quem goste. Porém, eu só arriscaria no S8 que é um ótimo celular certamente.

13:03 · 22.12.2017 / atualizado às 13:10 · 22.12.2017 por
iPhone SE é um dos modelos que estão sofrendo com o problema

Segundo o Business Insider e o Chicago SunTimes, consumidores dos EUA estão entrando com processos contra a Apple. Basicamente, a alegação deles é que a empresa teria reduzido o desempenho dos iPhones antigos para forçá-los a comprar aparelhos mais novos, a geração 8 e o iPhone X, por exemplo. Além de afirmarem que esta redução de desempenho está causando práticas “enganadoras, imorais e antiéticas”.

A Apple assumiu que reduziu de propósito o desempenho de iPhones 6, 6s e SE para impedir que os mesmos desliguem sozinhos ou travem quando estão com pouca bateria ou condições extremas de temperatura, especialmente, abaixo de zero como em invernos mais rigorosos como de países como o Canadá.

Porém, a empresa deixou claro em comunicado que não faz isso para forçar o consumidor a comprar os novos modelos (iPhones a partir do 7). Ela deixou claro que isso está acontecendo por desgaste natural de baterias de íon de lítio que podem perder autonomia com o tempo.

A questão é que os modelos anteriores a geração 6, 6s e SE do iPhone não tinham tantos problemas assim, duravam até 4 ou 5 anos. Daí gerou esta confusão e irritação bastante aceitável por parte dos usuários.

07:20 · 21.12.2017 / atualizado às 07:25 · 21.12.2017 por
O Apple iPhone 6S e 6S Plus durante o evento da Apple para a mídia em São Francisco, na Califórnia Foto: REUTERS/Beck Diefenbach

Não, a Apple não admitiu ao The Verge que faz um serviço de obsolescência programada de seus aparelhos. Em outras palavras, ela não disse que os torna mais lento para que você vá às lojas em busca de novos smartphones da maçã. Segundo comunicado que respondeu ao The Verge, o que a Apple fez com os iPhone 6, 6s e SE foi “suavizar os picos instantâneos somente quando necessário, isso para evitar que o dispositivo se desligue inesperadamente durante condições de frio, com baixa carga da bateria ou à medida que envelhecem ao longo do tempo”.

Agora, ainda de acordo com comunicado da Apple, foi ampliado esse recurso para o iPhone 7 com o iOS 11.2 e a empresa planeja adicionar suporte para outros produtos no futuro. Desta forma, param as reclamações recentes de aparelhos desligando no inverno mais rigoroso (como o do Canadá, por exemplo) ou com bateria em 30% ou menos.

Veja a nota completa enviada para o The Verge abaixo:

“Nossa meta é entregar a melhor experiência aos consumidores, o que inclui o desempenho geral e o prolongamento da vida de seus dispositivos. As baterias de íon de lítio tornam-se menos capazes de fornecer demandas de corrente de pico quando em condições de frio, com baixa carga da bateria ou à medida que envelhecem ao longo do tempo, o que pode resultar no desligamento inesperado do dispositivo para proteger seus componentes eletrônicos.

No ano passado, lançamos um recurso para o iPhone 6, iPhone 6s e iPhone SE para suavizar os picos instantâneos somente quando necessário, isso para evitar que o dispositivo se desligue inesperadamente durante essas condições. Agora ampliamos esse recurso para o iPhone 7 com o iOS 11.2 e planejamos adicionar suporte para outros produtos no futuro.”

O problema todo foi a falta de transparência. Mais uma vez, a empresa esperou muitas cobranças de usuários, empresas especializadas e testes de confiança como os do GeekBench. Muito feio Apple!

13:19 · 30.11.2017 / atualizado às 13:19 · 30.11.2017 por
Comparação entre as vendas dos principais Samsung Galaxy e o iPhone

Segundo levantamento do Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de desconto para compras no e-commerce, os smartphones Galaxy S8 e S7, da Samsung, tiveram o dobro de desconto em comparação com o iPhone 7 e novo iPhone 8, na Black Friday. Com os menores preços, os modelos da Samsung venderam 60% a mais do que os smartphones da Apple, considerando as compras realizadas pelos usuários do site.

Durante a Black Friday, o iPhone 8 pôde ser encontrado nas lojas online com valor até 10% menor em comparação com outros dias do mês de novembro, considerando o desconto válido apenas para pagamentos à vista. Já o Samsung Galaxy S8 chegou a custar até 20% menos que a média de preço do produto, no mesmo período.

A plataforma também comparou a procura pelos aparelhos no e-commerce e as buscas pelos iPhones top de linha da Apple foi 70% maior em relação a busca pelos smartphones da Samsung. No entanto, foram os modelos Galaxy S8 e S7 que tiveram maior número de vendas a partir das ofertas e códigos promocionais oferecidos pelas lojas.

O levantamento tem como base o total de vendas realizadas por meio do Cuponomia em lojas parceiras do e-commerce como Submarino, Americanas.com, Shoptime, Casas Bahia, Magazine Luiza, Ponto Frio e Ricardo Eletro, no período de 23 a 26 de novembro.

15:53 · 19.09.2017 / atualizado às 07:02 · 20.09.2017 por
O iOS 11 chegou

A espera acabou e os usuários de iPhone e iPad já podem baixar o iOS 11. O arquivo tem 1,9 GB e poderá ser baixado via rede Wi-Fi através da aba Geral>Atualização de Software>Transferir e Instalar. Vai demorar um pouco. Então tenha paciência e só comece o download se tiver tempo disponível para deixar o aparelho parado por algum tempo.

Os equipamentos disponíveis são:

Para iPhone – iPhone 5s, iPhone SE, iPhone 6 Plus, iPhone 6, iPhone 6s, iPhone 6s Plus, iPhone 7, iPhone 7 Plus, iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X

Para iPad – iPad mini 2, iPad mini 3, iPad mini 4, iPad (5ª geração), iPad Air, iPad Air 2, iPad Pro de 9,7 polegadas, iPad Pro de 10,5 polegadas, iPad Pro de 12,9 polegadas (1ª geração) e iPad Pro de 12,9 polegadas (2ª geração).

iPod – iPod touch de 6ª geração

O que ele traz de novo?
Entre as funções novas estão 11 destaques. Confira:
1 – Gravação de tela do celular com o toque de um botão
2 – Conectar uma rede Wi-Fi sem senha (bastando tocar um iPhone no outro)
3 – Escrever para a Siri para evitar falar em locais onde o silêncio é obrigatório
4 – Integração com a nuvem de terceiros como Google Drive e Dropbox através de um gerenciador de arquivos batizado de Arquivos
5 – Central de controle personalizada
6 – Remoção de automática de aplicativos pouco usados
7 – Suporte a QR Code na câmera automaticamente
8 – Modo Escuro para facilitar o uso em ambientes de pouca luz
9 – Gerenciamento de senhas do iCloud Keychain, antes só era possível alterar essas informaçoes pelo navegador do computador
10 – Box de volume com design reformulado para não atrapalhar a visualização
11 – Teclado para uma mão só que deverá ser ideal para usuários das versões Plus do iPhone

07:38 · 23.08.2017 / atualizado às 08:25 · 23.08.2017 por
Descontos no valor original do iPhone 7 podem ser encontrados no mercado online

Os consumidores que conseguiram controlar a ansiedade e esperam o melhor momento para comprar o iPhone 7, já podem encontrar o smartphone da Apple até 20% mais barato nas lojas online, segundo levantamento realizado pelo Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de descontos para compras online.

Lançado em novembro de 2016 por R$ 4.299,00, o iPhone 7 de 256GB pode ser encontrado, atualmente, por R$ 3.431,12 no e-commerce. Enquanto o modelo de 32GB, antes com o preço de R $3.499,00, pode comprado até por R$ 2.815,12. Já o iPhone 7 Plus 32GB, divulgado no valor de R$ 4.099,00 pode ser adquirido partir de R$ 3.549,00 nas lojas virtuais.

O iPhone 7 Plus segue com preço em alta, mas pode ter queda similar com a proximidade do lançamento dos novos modelos da Apple

Diferença de preços nas lojas físicas
De acordo com a pesquisa feita pelo site Cuponomia, o preço do iPhone 7 nas lojas físicas pode ficar até 18% maior em comparação ao e-commerce. O modelo de 32GB, disponível no site da Magazine Luiza por R$ 2.815,12, não sai por menos de R$ 3.399,00, no varejo físico. Na Saraiva online, o celular está à venda por R$ 2.999, enquanto na loja física custa R$ 3.899,00.

Segundo o Cuponomia, a diferença nos valores acontece devido à alta competitividade do e-commerce, que favorece as promoções para pagamentos à vista e o uso de cupons de desconto oferecidos pelas lojas online para abater o preço dos produtos em campanhas mais segmentadas.

A pesquisa analisou os preços de aparelhos iPhone 7, modelos 32GB, 128GB e 256GB, em 15 lojas do e-commerce e lojas físicas como Magazine Luiza, Casas Bahia, Saraiva e Lojas Americanas, no período de 16 a 18 de agosto de 2017. Os preços e disponibilidade dos produtos anunciados pelas lojas estão sujeitos a alteração sem aviso prévio.

11:16 · 04.11.2016 / atualizado às 12:19 · 04.11.2016 por
iPhone 7
iPhone 7

Dia 11 de novembro o iPhone 7 e o iPhone 7 Plus chegam às lojas brasileiras. Na madrugada desta sexta-feira, 4, algumas lojas já revelaram quanto irão cobrar pelo aparelho. O 7 custará, no modelo inicial de 32GB, R$ 3.499 e o 7 Plus R$ 4.099 no mesmo armazenamento interno.

Confira a relação completa de modelos e preços dos iPhones 7 e 7 Plus:

– iPhone 7 de 32 GB: R$ 3.499
– iPhone 7 de 128 GB: R$ 3.899;
– iPhone 7 de 256 GB: R$ 4.299;
– iPhone 7 Plus de 32 GB: R$ 4.099;
– iPhone 7 Plus de 128 GB: 4.499;
– iPhone 7 Plus de 256 GB: R$ 4.899.

09:00 · 11.10.2016 / atualizado às 09:13 · 11.10.2016 por
iPhone 7
iPhone 7

Segundo o MacMagazine, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou 12 modelos de baterias dos iPhone 7 e 7 Plus e, desta forma, oficializou que modelos serão vendidos no Brasil, em breve.

Os modelos escolhidos são o A1778 para o iPhone 7 e o A1784 para o 7 Plus (os mesmos comercializados por AT&T e T-Mobile nos EUA).

>>>Apple apresenta iPhone resistente a água, com duas câmeras traseiras no 7 Plus, Watch Series 2, entre outras novidades

>>>>Você sabia? Qualquer iPhone 7 ou 7 Plus comprado no exterior é compatível com o 4G brasileiro

Não há nenhuma informação sobre preço, ainda. As estimativas são as piores possíveis, ou seja, preços bem superiores a R$ 4 mil para o modelo básico do iPhone 7. Imagina aí o preço do iPhone 7 Plus…

O lado bom dessa história é que eles já começam em 32 GB de armazenamento, ao menos.

15:53 · 07.09.2016 / atualizado às 10:03 · 08.09.2016 por
O iPhone 7 Plus começa em US$ 769

A Apple apresentou uma série de novidades no evento desta quarta-feira, 7/9. Entre os destaques maiores o iPhone 7 resistente a água e poeira, duas câmeras traseiras poderosas no iPhone 7 Plus, Watch Series 2 com GPS embutido e tela mais visível no sol, fone de ouvido sem fio próprio e até um adaptador para para o fone de ouvido padrão que já vem na caixa quando você comprar seu iPhone – coisa rara na história da Apple. Abaixo vamos aos destaques na ordem cronológica do evento. Sim, o iOS 10 disponível para todos para download só no dia 13/9.

O Brasil não está listado ainda nas primeiras levas de lançamento do iPhone 7 e demais produtos. Geralmente isso ocorre em dezembro.

Colocamos links para o site da Apple apenas para que os leitores possam saber os preços dos produtos. A loja dos EUA NÃO ENTREGA NO BRASIL. Logo, não é aconselhado comprar através dela. Se você estiver nos EUA depois das datas de lançamentos, pode tentar buscar na loja ou até mesmo tentar uma entrega no hotel (não muito aconselhável). Também pode ir até uma loja da Apple e tentar comprar um dos produtos.

Parceria Nintendo e Apple

Game da Nintendo apresentado no evento

Nintendo e Apple acertam parceria durante o evento com o famoso game Super Mario. O game do Mario chega primeiro para o iOS. Você pode jogá-lo só com uma mão. O nome do game é Super Mario Run. E tudo isso foi apresentado pelo criador de Super Mario, Shigeru Miyamoto. Será lançado antes dos feriados de fim de ano. Também haverá stickers do Super Mario para o iMessage do iOS 10.

Apple Music

Sobre o Apple Music, o CEO da Apple, Tim Cook, garante que ele é um sucesso, apesar das críticas de muitos. Afinal, disse Tim Cook, há 17 milhões de usuários ativos no Apple Music.

Watch

Apple Watch Series 2

Apple Watch só perde em vendas do Rolex, entre os relógios premium, segundo Cook. Ainda segundo o CEO, falando só dos relógios inteligentes ele é o número 1.

Sobre o WatchOS 3,  o que virá de novo para todos, incluindo performance melhorada, um novo Dock, troca rápida de mostradores (e novos mostradores), mensagens com mais recursos, stickers animados, efeitos em tela cheia, o recurso Scribble (para quem quer escrever respostas na telinha o que é bem difícil).

Há também compartilhamento de atividades, o novo app Breathe (para ajudar você a respirar), atalho para ligações de emergência (190/911).

Pokémon Go no Watch

O CEO da Niantic, John Hanke, criadora do Pokémon Go, informa que você receberá no relógio alertas do que há à sua volta, diretamente pelo pulso e informações do seu progresso, quanto você andou e destaca que pokémons estão por perto, pokestops e quando você conseguiu chocar seus ovos. Pokémon GO para o watchOS será lançado até o fim do ano, também.

Novo Apple Watch é a prova d’água e tem uma nova pulseira cheia de furinhos. O nome oficial é “Apple Watch Series 2“. Ele suporta até 50 metros de profundidade. Interessante notar que o “skeaper” empurra a água para fora dele quando você sair de dentro da piscina, por exemplo. Mas não foi esclarecido se ele funciona no mar, apesar na piscina.

O novo system-on-a-chip é dual-core (até 50% mais rápido) e traz uma nova GPU (2x mais rápida) é o novo chip S2.

Watch Series 2

O Watch Series 2 também vem com um display de segunda geração, 2x mais brilhoso que antes. Faz muita diferença ao usá-lo sob o sol e com GPS embutido, ideal para quem quer correr sem o smartphone. O Watch até gera um mapa colorido mostrando todo o seu percurso após o exercício.

O Watch segunda geração tem um app chamado ViewRanger que é um app de trilhas para o Watch. Ele vai mostrando as direções que a pessoa precisa seguir em sua trilha, pode olhar a localização no mapa, conferir a dificuldade do percurso e até alertar você caso saia do caminho. Ao fim do percurso, também temos estatísticas da trilha e tudo é enviado para o Atividade do watchOS.

O novo Watch tem novos materiais entre eles a cerâmica. O Series 2 de cerâmica é branco, com um acabamento suave e bem mais resistente que aço inoxidável. Outra novidade é a linha Hermès. A Apple criou novas pulseiras em parceria com a Hermès para o Watch Series 2.

Nike fez parceria com a Apple e desenvolver um app exclusivo

Para completar, a Apple fez uma parceria com a Nike que tem um ótimo aplicativo para exercícios. E fez um específico para o relógio: Apple Watch Nike+.

Ele inclusive avisa quando amigos começam a se exercitar, para você se empolgar a correr também. Peça à Siri para iniciar uma corrida e comece o exercício. A tela é adaptada para o layout do app da Nike.

Só faltou falar da bateria do Apple Watch Series 2. Teoricamente, isso indica que não melhoraram a bateria e isso pode ser um problema já que a tela é mais brilhante e agora tem um GPS embutido.

O primeiro Apple Watch continuará na linha, mas recebe o chip dual-core agora e agora começa em US$ 269, chamado agora de “Series 1“. O Apple Watch Series 2 começará em US$ 369 nos EUA, assim como a versão Nike+. Ambos estarão disponíveis para pré-compra em 9 de setembro, watchOS no dia 13 e relógio nas lojas dia 16. O modelo Nike+ só chegará no fim de outubro.

Veja detalhes dos preços diretamente no site da Apple nos EUA aqui.

iPhone 7

O iPhone 7/7Plus é resistente a água e poeira

Apple anuncia novo iPhone resistente a água e sujeira. A carcaça tem classificação IP67. Se você cair na piscina e sair rápido deverá resistir. O iPhone 7 Plus terá duas câmeras traseiras. Novo design do iPhone 7. O novo acabamento é chamado de “jet black”, com uma traseira em alumínio suave. Mas há também um novo preto, o “black” puro. Este é fosco e difunde a luz. Está disponível também nas cores dourada, prateada e ouro rosa.

Há um botão Início (Home). Com esse botão podemos usar a Siri, multutarefa, Touch ID, Apple Pay, acessibilidade e mais. O botão agora sente a força e é sólido, combinado com um Taptic Engine de nova geração para dar uma resposta física ao usuário.

A câmera do iPhone 7 é bem mais avançada. Ela traz maior estabilização óptica em todos os modelos, ótima para exposições longas. Abertura f/1.8 (50% mais luz), lente de seis elementos, novo sensor de alta performance (60% mais rápido, 30% mais eficiente), novo flash True Tone com quatro LEDs (50% mais luz e com maior alcance, além de um sensor de flickering embutido). Faltou foco a laser que muitos já têm. Também é possível capturar arquivos RAW, com ampla gama de cores nas fotos. Notamos que a câmera traseira tem proteção agora e isso vai agradar todos os usuários que já tiveram os iPhones 6 ou 6s. Com relação a câmera da frontal (FaceTime HD), agora ela tem 7 megapixels, contra 5 megapixels atuais.

O iPhone 7 Plus começa em US$ 769

No caso do iPhone 7 Plus ela tem uma segunda câmera de 12MP. Uma é grande angular e a outra é telephoto. O usuário terá duas lentes para oferecer um zoom melhor. Tudo é feito automaticamente pelo software, para o usuário pouco muda. Há um botão inferior indicando “1x”, que por padrão usa a lente grande angular. Se você tocar no botão, vai para o “2x” com zoom. Você também pode fazer o movimento de pinça na tela, indo até 10x — mas obviamente usando um pouco de zoom digital nesse caso.

Um recurso desta duas câmeras traseiras do iPhone Plus é que é possível mapear as pessoas na foto que estejam em primeiro plano. Para usar o recurso, haverá um novo estilo chamado Retrato (Portrait). Ele usa a lente grande angular para focar a pessoa e a telephoto para desfocar o fundo. A Apple deixa claro que o iPhone não irá substituir DSLRs, mas será uma ótima opção em smartphones. Será um update gratuito, em breve. E o Instagram já traz um novo slider de zoom que explora as duas câmeras do iPhone 7 Plus.

O Instagram também usa a API de Live Photos para criar Boomerangs em tempo real, bastando tocar em um botão. Um novo filtro do app também explora a ampla gama de cores suportada pelas câmeras e telas do iPhone 7. Ainda este ano todas estas novidades estarão disponíveis para os usuários.

Os EarPods chegam para tentar revolucionar o mercado de fones sem fio
Os EarPods

Outra novidade, tela uma tela Retina HD. A tela agora é 25% mais brilhante, com ampla gama de cores, gerenciamento de cores, padrão de cinema e 3D Touch.

Os novos iPhones terão dois speakers stereos: uma em cima e outro embaixo. São 2x mais volume do que antes, com um alcance dinâmico aprimorado também. E, por fim, EarPods, agora com conector Lightning, ou seja, nada de entrada exclusiva para o fone de ouvido. É um conector digital e fornece também energia e controle. Os EarPods com Lightning estarão na caixa dos iPhones 7. E a boa novidade é que a Apple também criou um adaptador de 3,5mm para Lightning que estará, felizmente, na caixa dos iPhones 7.

Airpods pareando com o iPhone 7 e o Watch Series 2
Airpods pareando com o iPhone 7 e o Watch Series 2

Apple também lançou os AirPods, fones de ouvido sem fio. Lá dentro, está o chip W1. Dois toques no fone ativam a Siri. Há um microfone embutido. Ele tem um case para recarregar. O emparelhamento é automático: basta tirá-los da case e tocar em “Conectar” no iPhone. Também é possível pareá-lo com o Watch e trocar entre eles facilmente. É possível salvar músicas no Apple Watch para correr e escutar músicas nele. O iCloud é usado para sincronizar a configuração dos AirPods para todos os seus dispositivos, incluindo também Macs e iPads. É possível ainda usar apenas um dos lados, como se fosse em modo de telefone hands-free. A case em si também tem uma bateria embutida, para 24h de autonomia. AirPods serão despachados até o fim de outubro por US$ 159. No Brasil sairá por R$ 1400.

E, por fim, haverá novos fones da Beats, como o Beats Solo Wireless com 40h de autonomia. Também será lançado outro produto que é o Powerbeats3 Wireless, para quem pratica esportes; e a nova linha BeatsX.

Preços iPhones

Família iPhone que estará nas lojas online e físicas
Família iPhone que estará nas lojas online e físicas

O iPhone 7 custará o mesmo que o 6s: a partir de US$ 649 nos EUA. Todas as capacidades dobradas! 32GB, 128GB e 256GB! O iPhone 7 Plus começa em US$ 769, mesmas capacidades e cores. Continuam iPhones SE, 6s e 6s Plus, com 32GB e 128GB nos dois últimos. O iPhone 7 está disponível em pré-venda nesta sexta-feira, 9, nas lojas no dia 16. Brasil não entra nesta primeira leva. Para EUA há possibilidades de compra de iPhones, incluindo o iPhone Upgrade Program que dará direito ao novo iPhone este ano.

Confira aqui todos os preços dos iPhones direto no site americano da Apple.

Diário do Nordeste

Desculpe-nos o transtorno. O Diário do Nordeste voltará em breve, mas enquanto não voltamos, acompanhe os principais acontecimentos em nossas Redes Sociais.