Busca

Tag: MasterCard


08:48 · 06.09.2018 / atualizado às 08:48 · 06.09.2018 por
O Google Pay é uma ferramenta segura de compras

Este artigo do Bloomberg diz que Google e Mastercard teriam um acordo secreto para seguir suas compras feitas em lojas físicas através do Google Pay com o cartão desta bandeira. As duas empresas negam que isso ocorra.

A premissa da união seria fechar o cerco ao cliente para saber todo o padrão de compra dele, inclusive, no mundo real, fora do e-commerce.

Oferecer, portanto, anúncios ainda mais abrangentes para o cliente. Sobre isso, via e-mail, as duas empresas negaram veemente que isso seja real.

Segundo o Google, antes do lançamento da versão beta deste produto no ano passado, construíram uma nova tecnologia de criptografia que não permite que o Google e os parceiros vejam as informações de identificação de um usuário. “Não temos acesso a nenhum dado pessoal de nossos parceiros de cartões de débito e crédito, e também não compartilhamos informações pessoais com nossos parceiros. Os usuários do Google podem desativar essas configurações a qualquer momento”, informa a assessoria brasileira do Google.

A assessoria brasileira da Mastercard é ainda mais enfática. Em nota, afirma que o artigo da Bloomberg é falso. “Na forma como a rede da Mastercard opera, não conhecemos os itens individuais que um consumidor compra em qualquer carrinho de compras, físico ou digital. Nenhuma transação individual ou dados pessoais são fornecidos. Isso atende às expectativas de privacidade dos consumidores e comerciantes em todo o mundo. Ao processar uma transação, vemos o nome do varejista e o valor total da compra do consumidor, mas não temos acesso aos itens específicos que foram adquiridos”, encerra.

Não acredito que a Bloomberg fosse criar uma história assim tão fantástica. Pode ter algo errado? Claro. Mas teria muita lógica fechar o cerco se é possível. Vamos aguardar.

06:30 · 11.08.2017 / atualizado às 09:32 · 10.08.2017 por

Desde o seu lançamento no Brasil, o Samsung Pay, serviço de pagamentos móveis promete segurança, facilidade e garante ser aceito em quase todos os lugares. O serviço da gigante sul-coreana ampliou a gama de parceiros e dispositivos para oferecer ainda mais benefícios. Confira 4 dicas que a Samsung nos enviou para ajudar os consumidores a aproveitarem o máximo que o Samsung Pay pode oferecer.

A promessa é de maior segurança e agilidade com o formato de pagamento

1 – Cadastre seus cartões de forma simples e diga adeus à carteira
Esquecer a carteira em casa já não é um problema se o usuário tiver um smartphone Samsung compatível (veja lista abaixo) ou o novo Gear S3. Adicionar cartões (detalhes abaixo) de crédito e débito, além de documentos importantes, como plano de saúde e seguro do carro não é deve ser complicado, já que o aplicativo identifica os números dos cartões automaticamente quando a câmera captura a imagem. Depois do cadastro, basta digitar o código de verificação enviado por SMS e pronto, o usuário não precisará mais percorrer sua carteira ou bolsa para encontrar um cartão.

2 – Aproveite as vantagens das promoções exclusivas do Samsung Pay
Constantemente, em parceria com diversas empresas, o Samsung Pay oferece benefícios exclusivos aos seus usuários. Para aproveitar é só acessar a aba promoções no menu principal ou na opção localizada no canto superior direito e verificar as ofertas na categoria promoções.

Samsung Pay te ajuda a pagar sem abrir a carteira

3 – Economize tempo e faça compras em praticamente qualquer estabelecimento
Graças ao suporte à transmissão magnética (MST), exclusiva da Samsung e à comunicação de campo próximo (NFC), os consumidores podem usar o Samsung Pay praticamente em qualquer lugar, pois as máquinas de cartão presentes na grande maioria das lojas do país trabalham com essas duas tecnologias.

4 – Use diferentes dispositivos para realizar suas compras
Quem já utiliza o Samsung Pay em seu smartphone e possui o novo Gear S3, pode ficar despreocupado caso o aparelho esteja sem bateria ou fora de alcance. Com o mais recente smartwatch da Samsung também é possível realizar pagamentos em poucos segundos, por meio do aplicativo Gear Manager. Uma vez feito o registro dos cartões, basta apertar o botão lateral, selecionar o cartão que deseja usar e encostar o smartwatch em qualquer terminal de ponto de venda.

Smartphones
O serviço está disponível para todos os consumidores brasileiros que possuam um dos smartphones compatíveis com o serviço – Galaxy S8, Galaxy S8+, Galaxy S7, Galaxy S7 edge, Galaxy S6 (somente com tecnologia NFC), Galaxy S6 edge (somente com tecnologia NFC), Galaxy S6 edge+, Galaxy A9, Galaxy A5 (2016 e 2017) e Galaxy A7 (2016 e 2017), Galaxy Note 5.

Também é possível pagar com o relógio inteligente da Samsung

Cartões
O Samsung Pay está disponível para os cartões pré-estabelecidos de uma das instituições financeiras parceiras: Banco do Brasil, Brasil Pré-Pagos, Caixa Econômica Federal, Banco Intermedium, Porto Seguro e Santander, além das bandeiras Visa e Mastercard.

Apple Pay

O serviço concorrente da Samsung, o Apple Pay, funciona perfeitamente nos EUA, mas aqui não tem data alguma para chegar. Há muitas especulações em relação aos motivos de que a Apple ainda não tenha inaugurado o serviço por estas bandas, mas a mais forte corrente fala em difícil tratativa com bancos e operadoras de cartões locais. Eu aposto nisso.

11:33 · 04.11.2014 / atualizado às 13:00 · 04.11.2014 por

playemreaisO Google, finalmente, está aceitando cartão nacional (Mastercard e Visa, por enquanto) na Google Play para pagamentos em reais de aplicativos, músicas, filmes e livros.

Segundo a empresa o processo será gradual. Na minha conta já estava tudo certo em reais, por exemplo.

Em breve, segundo o diretor financeiro do Google na América Latina, Edmundo Baltazar afirmou à Folha de S.Paulo, a empresa irá aceitar outras formas de pagamento como débito em conta. E também há um projeto de ampliar o oferecimento de músicos e autores brasileiros, garantiu o executivo.

De acordo com a Folha, o mercado brasileiro só perde dos EUA em número de downloads na Google Play, criada em 2012.

A medida do Google não é inédita em grandes empresas internacionais localizadas no Brasil. Desde novembro do ano passado a Amazon já aceita cartões nacionais em sua loja brasileira de apps.

12:43 · 28.10.2014 / atualizado às 12:43 · 28.10.2014 por
Tim Cook, aqui apresentando o iPad Air 2, está muito otimista com o Apple Pay
Tim Cook, aqui apresentando o iPad Air 2, está muito otimista com o Apple Pay

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, disse na segunda-feira (28) que mais de um milhão de usuários já estão utilizando serviço de pagamento eletrônico Apple Pay, lançado na semana passada nos EUA. “Estamos no negócio há apenas uma semana e já ultrapassamos os rivais”, disse o dirigente durante uma conferência de tecnologia organizada pelo jornal “The Wall Street Journal“.

Segundo ele, executivos da Visa e do Mastercard -parceiros da empresa no novo serviço- informaram que o Apple Pay já está sendo mais utilizado que sistemas similares de pagamento, como o PayPal.

Apesar de a Apple ter chegado a acordos com empreendimentos comerciais importantes, como o McDonald’s e a rede de lojas Target, cerca de 50 grandes varejistas norte-americanas rejeitaram a novidade, entre elas gigantes como o Wal-mart e as drogarias Rite Aid e CVS.

Cook disse que planeja conversar ainda nesta semana com Jack Ma, presidente-executivo da chinesa Alibaba, sobre uma possível parceria, mas não entrou em detalhes. Na mesma conferência, o dirigente chinês declaroui que estaria “muito interessado” em se unir à Apple para levar o serviço à China.

CARTEIRA VIRTUAL
O Apple Pay é um aplicativo que permite aos consumidores substituir o cartão de crédito pelo celular na hora de compras um produto.

O sistema, que funciona com tecnologia NFC (Comunicação por campo de proximidade, da sigla em inglês), se comunica com leitores instalados nas lojas para descontas o valor da conta bancária do usuário.

Por enquanto, o serviço funciona somente nos Estados Unidos para donos das últimas gerações de iPhone e iPad lançadas pela empresa.

Nota da redação: A Apple chegou atrasada no uso do NFC, mas, novamente, criou toda uma estrutura ao seu redor. E, agora, o pagamento via NFC tende a ser uma realidade no mundo todo. Mais um ponto para a empresa de Cupertino.

Fonte: FolhaPress

13:58 · 24.10.2014 / atualizado às 13:58 · 24.10.2014 por

nikon_site_baixaAtuando no Brasil desde abril de 2011, a multinacional japonesa de equipamentos ópticos e de imagem está sempre investindo em estratégias que visam a aproximação com o consumidor brasileiro. Agora, os produtos da Nikon comercializados no Brasil estão disponíveis também no e-commerce da empresa, a Nikon Store.

Segundo Koji Maeda, Presidente da Nikon do Brasil, o lançamento desta plataforma faz parte das ações estratégicas da empresa no País. “A Nikon Store oferecerá ampla variedade de equipamentos com sensor FX, lentes, flashes e acessórios, e tem como principal objetivo estreitar o relacionamento com os admiradores da marca”, afirma Maeda.

Responsável pela implantação e gestão do e-commerce da Nikon do Brasil, Renato Tardio explica que a estratégia do canal de compras online é muito importante para a companhia no mundo todo. “Para o desenvolvimento do e-commerce optamos pelo hybris, sistema já usado pela Nikon em outros países onde opera e que dá suporte para diversas línguas, moedas e cálculos de impostos diferentes. Desta forma, toda a gestão de produtos como, por exemplo, um lançamento simultâneo em diferentes países, poderá ser feito através desta plataforma, que também oferece outras vantagens em relação à performance, segurança e unificação de dados de clientes – melhorando o customer experience”, complementa o Executivo de Vendas Diretas da Nikon do Brasil.

A Nikon Store comercializará, inicialmente, mais de 200 itens, entre modelos de câmeras DSLR e COOLPIX, lentes, flashes e acessórios, e lança oficialmente a D3300 no Brasil.

Os pagamentos de compras pelo e-commerce poderão ser efetuados em até 12x com cartões de crédito Visa, MasterCard e American Express, além de boletos bancários para pagamentos à vista. Vale ressaltar que os produtos fornecidos pela Nikon do Brasil (câmeras DSLR, lentes e flashes) possuem garantia local de dois anos.

15:45 · 16.10.2014 / atualizado às 15:45 · 16.10.2014 por
Tim Cook, aqui apresentando o iPad Air 2, está muito otimista com o Apple Pay
Tim Cook, aqui apresentando o iPad Air 2, está muito otimista com o Apple Pay

O Apple Pay começa a funcionar na próxima segunda-feira, 20 de outubro, nos EUA e a Apple conta com o apoio de inúmeras empresas. São mais de 500 bancos apoiando a iniciativa.

Tim Cook afirma que a Apple está nessa empreitada em parceria com a Visa, MasterCard e AMEX, além de centenas de lojas físicas e online.

Lembrando que o Apple Pay é um sistema de pagamento móvel que usa o chip NFC de iPhones 6 e 6 Plus.