Busca

Tag: smartphones


09:00 · 23.06.2016 / atualizado às 09:00 · 23.06.2016 por
07:21 · 03.05.2016 / atualizado às 11:48 · 03.05.2016 por
Traseira elegante do Zenfone 2, da Asus
Zenfone 2, da Asus

As linhas de processadores Broxton e Sofia foi encerrada pela Intel. Elas fazem parte da família Atom. Estes produtos atendem smartphones e tablets. Aqui no Brasil, a empresa Asus é a única que utiliza os processadores da marca por aqui.

Os smartphones Zenfone 2, Zenfone 2 Deluxe e Zenfone Zoom, o mais novo produto da marca, também usam o processador Atom da Intel.

Entramos em contato com a Asus para saber qual o posicionamento da marca que já possui alguns aparelhos com processadores da Qualcomm. Segundo nota enviada para a redação, a empresa não irá se pronunciar sobre o assunto. A Asus atualizou a nota informando que dará suporte aos smartphones da marca que usam processadores Intel.

13:40 · 07.04.2016 / atualizado às 13:40 · 07.04.2016 por

pescmComo parte da campanha Legends realizada pela Konami, o ex-goleiro alemão Oliver Kahn (também apelidado de “The Titan”) junta-se ao elenco do premiado game mobile PES Club Manager. A partir desta quinta-feira (7), o histórico goleiro – cuja vitoriosa carreira inclui quatro prêmios consecutivos da UEFA de melhor goleiro europeu, três prêmios da IFFHS de melhor goleiro do mundo e dois troféus de jogador do ano no futebol alemão – está disponível para que os gamers o recrutem aos seus elencos.

Kahn se junta ao brasileiro Roberto Carlos, ao italiano Roberto Baggio, e ao português Luis Figo entre as lendas do futebol recentemente adicionadas aos elencos do game, no qual o jogador pode formar e gerenciar sua própria equipe de futebol.

PES Club Manager permite que os fãs de futebol criem os seus próprios times dos sonhos. O game de gestão de futebol inclui mais de 5 mil atletas licenciados e partidas simuladas em 3D, o que dá ao título um nível impressionante de realismo. Os gamers podem escolher e treinar jogadores, construir o próprio clube e dar instruções táticas às equipes para que se tornem o melhor gerente de clubes de futebol do planeta.

neymar

O jogo está disponível para download gratuito no iTunes e no Google Play para smartphones e tablets equipados com os sistemas operacionais iOS e Android.

10:01 · 16.07.2015 / atualizado às 09:27 · 16.07.2015 por

positivoafricaA Positivo BGH, joint venture da Positivo com o grupo argentino BGH, inaugura fábrica em Kigali, em Ruanda, marcando a entrada da companhia no continente africano. Os primeiros equipamentos educacionais que saem das linhas de produção fazem parte do acordo firmado com o Ministério da Educação de Ruanda para contratação de um volume mínimo de 750 mil dispositivos, com cronograma de entregas distribuído ao longo de cinco anos para atender aos alunos de ensinos fundamental e médio. A operação é iniciada oito meses após a assinatura do acordo, em uma área de 7,5 mil m² e com capacidade produtiva nominal de 60 mil PCs e tablets por mês.

“Enxergamos a África como um mercado muito interessante para ofertarmos tecnologia de qualidade a preços acessíveis, com já fazemos no Brasil, Argentina e Uruguai, principalmente porque os produtos vão competir de forma justa no mercado local por serem feitos em Ruanda. Somamos 26 anos de atuação com experiências fantásticas nos segmento de tecnologia educacional e estamos confiantes no sucesso dessa iniciativa do governo ruandês”, diz Hélio Bruck Rotenberg, presidente da Positivo no Brasil.

O incentivo ao desenvolvimento social e à educação são prioridades para o governo local, com engajamento do setor privado. O treinamento dos colaboradores começou em junho, com cerca de 90% da mão de obra de ruandeses. “Nossa ideia é a transferência de conhecimento para a população, integrando-a nesta e em outras unidades que poderão ser construídas em um futuro próximo na África. Nossa prioridade é atender ao cronograma de governo, mas estamos nos preparando para alcançar consumidores finais por meio de vendas diretas e do varejo.Também buscaremos ofertar mais dispositivos em Ruanda, como smartphones, e avaliamos ingressar em outros países africanos que estão atraindo consistente investimento estrangeiro”, complementa Hélio.

08:56 · 30.12.2014 / atualizado às 09:28 · 30.12.2014 por

angrybirdsEm comemoração ao Ano Novo e como parte do Programa App Grátis do Dia, a Amazon Appstore disponibilizará, de graça, um pacote de aplicativos de diversas categorias como jogos, utilidades e saúde, entre outras, de amanhã (31/12) a 1º de janeiro de 2015 – os preços dos apps, somados, passam de R$ 260. Os usuários de smartphones e tablets Android podem aproveitar a oferta e baixar a Amazon Appstore em seus dispositivos seguindo as instruções da página. A lista completa de aplicativos pode ser encontrada aqui.

Os destaques entre os aplicativos de jogos são: Angry Birds Star Wars II (preço original: R$ 2,53); Fruit Ninja (preço original: R$ 2,21); e Monopoly (preço original: R$ 10,00). Dentre os apps utilitários, destaque para AVG AntiVirus PRO Android Security (preço original: R$ 29,99). Já para entrar no ano novo em boa forma, os destaques em Saúde e Fitness ficam por conta dos aplicativos JEFIT Pro (preço original: R$ 2,48) e Food Diary and Calorie Tracker PRO by MyNetDiary (preço original: R$ 1,99).

A Amazon Appstore oferece mais de 250 mil apps a venda em reais, aceita cartões de crédito nacionais e internacionais, e, como o pagamento é em moeda local, não há incidência de taxas de câmbio ou IOF sobre o valor dos aplicativos. Além disso, oferece todos os dias um aplicativo pago de graça, no programa App Grátis do Dia.

07:25 · 14.12.2014 / atualizado às 15:31 · 08.12.2014 por

hackerNo fim do ano, com o aumento do consumo, aumenta também o potencial de ameaças de cibercriminosos que se aproveitam desta situação para aplicar golpes. A McAfee, empresa integrante da Intel Security, divulga sua lista anual dos “12 golpes de fim de ano” para orientar os consumidores sobre os golpes online mais populares. Os golpistas aproveitam todos os tipos de dispositivos, plataformas de rede social e aplicativos móveis para tirar vantagem da distração dos consumidores durante este período agitado do ano.

Neste ano, nos Estados Unidos, a previsão é a de que as compras de fim de ano alcancem o valor de 616,9 bilhões de dólares. Também há previsão de um aumento das vendas no comércio eletrônico, entre 8% e 11%, para mais de 105 bilhões de dólares, sendo que 56% dos proprietários de smartphones planejam usá-los durante as compras1. Com quatro de cada cinco lares norte-americanos com acesso à Internet realizando transações bancárias online, ser vigilante sobre o comportamento virtual seguro nesta temporada de festas de fim de ano é mais importante do que nunca.

“À medida que os consumidores compram, usam serviços bancários e compartilham dados em dispositivos móveis, eles ficam mais vulneráveis às ameaças de criminosos que querem roubar informações pessoais”, explica Gary Davis, vice-presidente de negócios de Consumer da McAfee. “Entender como proteger adequadamente os dispositivos ajuda aos consumidores a proteger suas vidas digitais.”

Para conscientizar e proteger os consumidores e as empresas nesta temporada de festas, a McAfee identificou os principais “12 golpes de fim de ano” em 2014:

1. Mensagem para você!: À medida que as vendas online aumentam, o risco de envio de notificações e golpes de phishing é cada vez maior. Embora haja risco de malware durante o ano todo, uma vez que muitas pessoas fazem compras de fim de ano online, os consumidores ficam mais propensos a clicar em uma notificação de envio de e-mail ou phishing porque acham que é legítima.

2. Propaganda enganosa: Todo mundo procura vantagens e promoções durante as festas de fim de ano. Mantenha os olhos bem abertos (e na sua carteira) ao comprar online os produtos mais cobiçados da temporada. Links perigosos, concursos falsos em redes sociais e cartões de presente falsos são apenas algumas das maneiras que os golpistas utilizam para tentar roubar informações pessoais e arruinar sua alegria natalina.

3. Instituições maleficentes: Esta é a época de doar. Durante as festas de fim de ano, muitos consumidores fazem doações para a instituição de caridade que preferem. Infelizmente, nenhuma boa ação fica impune. Desconfie de instituições de caridade falsas que possam chegar a você por e-mail ou que sejam compartilhadas de forma viral em redes sociais.

4. Atenção ao comprar: Infelizmente há alguns golpes que acabam fugindo do controle do comprador. Pontos de venda de malware que levam à exposição de informações de cartão de crédito se enquadram nessa categoria. Lembre-se de verificar atentamente suas faturas de cartão de crédito e mantenha-se informado para estar atento e preparado.

5. iGolpes: Novos aplicativos móveis para dispositivos Android e iOS são adicionados todos os dias. Graças ao avanço contínuo da tecnologia, seu dispositivo móvel pode verificar a temperatura da sua casa, mantê-lo conectado à rede social e adicionar filtros divertidos para suas fotos de festas de fim de ano. Até mesmo aplicativos aparentemente oficiais ou festivos podem ser maliciosos e capazes de acessar suas informações pessoais.

6. Cartões de boas-festas: Os cartões eletrônicos digitais que espalham a alegria das festas de fim de ano são divertidos e simples e, mais importante, demonstram carinho. Embora você só queira enviar votos de “boas festas” a um ente querido, os hackers querem lhe desejar um “Feliz Malware!” Sites de cartões eletrônicos conhecidos são seguros, mas tome cuidado com possíveis golpes que fazem com que você baixe malware para o seu dispositivo.

7. Fraudes de viagem: Com o aumento de viagens durante os períodos de pico de férias, os golpistas estão prontos para tirar vantagem do fato de que os consumidores muitas vezes ficam menos cuidadosos em relação à segurança. Existem muitos links falsos sobre ofertas de viagens online que podem conter spyware, que acessa informações por meio do registro de computadores infectados.

8. Golpes bancários por telefone: Com as festas de fim de ano os gastos aumentam e os consumidores estão cientes do abuso de suas contas bancárias e cartões de crédito. Os hackers também usam isso como uma oportunidade. Na maioria dos casos, os consumidores recebem um telefonema falso de uma dessas instituições de um sistema automatizado (ou não) de um “agente de segurança”, afirmando que a conta do usuário foi comprometida e solicitando informações pessoais, incluindo a senha da conta, para fazer alterações.

9. “Skimming” em caixas eletrônicos: Durante a temporada de festas as pessoas costumam sacar mais dinheiro. Os criminosos podem acessar suas informações em caixas eletrônicos instalando dispositivos de clonagem para roubar os dados da faixa magnética do cartão, usando uma câmera de vídeo ou sobrepondo o teclado para capturar a sua senha. Uma solução simples: verifique cuidadosamente o caixa eletrônico em busca de qualquer coisa suspeita e cubra o teclado ao digitar a sua senha.

10. Armadilhas em retrospectivas do ano: Muitas agências de notícias aproveitam as festas de fim de ano para criar artigos ou programas de “Retrospectiva”. As empresas devem avisar os seus funcionários sobre os riscos de clicar nesses tipos de links nos e-mails de trabalho. Links de fontes falsas podem infectar e comprometer a segurança de dispositivos da empresa.

11. Roubo de dispositivos: Com o aumento das viagens, atividades (e do consumo de espumantes!) durante as festas de fim de ano, as pessoas ficam mais propensas a esquecer seus smartphones em lugares públicos. Esta é mais uma forma de os hackers acessarem dados confidenciais, informações pessoais e corporativas, se as medidas de segurança apropriadas não forem tomadas.

12. A cilada do USB: Durante as festas de fim de ano, as empresas podem receber ainda mais brindes de fabricantes que querem continuar trabalhando com elas no próximo ano. Um dos itens mais populares entre esses brindes são dispositivos USB. Cuidado ao permitir que seus funcionários usem esses dispositivos, pois, às vezes, há malware indetectável pré-instalado neles.

Para manter-se protegido e garantir um período de festas seguro, a McAfee apresenta algumas dicas de segurança:

1.Faça pesquisa
Ao fazer compras online ou doações para a caridade, faça uma pesquisa para certificar-se de que a empresa ou instituição é legítima.

1.1 Faça uma pesquisa na Internet sobre a empresa para ver se há alguma notícia sobre riscos recentes

1.2 Vá para o site da empresa para ter certeza de que é legítima

1.3 Em vez de clicar em um link de e-mail para uma promoção, visite diretamente o site

2. Analise os aplicativos
Antes de baixar um novo aplicativo, analise-o para ter certeza do que exatamente está instalando em seu smartphone.
2.1 Baixe apenas aplicativos de uma loja oficial de aplicativos e não de terceiros
2.2 Se o aplicativo solicitar muitas permissões, não faça o download. Ele pode solicitar acesso a informações que devem ser mantidas confidenciais e certamente mais informações do que o necessário.
2.3 Use um software antivírus e saiba mais sobre o FakeInstallers aqui.

3. Cuidados com o banco
As pessoas gastam mais dinheiro durante as festas de fim de ano do que o ano todo. Os cibercriminosos podem tentar usar isso para aplicar golpes mais facilmente nos consumidores.
3.1 Se o banco no qual você tem conta ligar solicitando informações, desligue e ligue de volta no número de telefone principal oficial. É importante conversar com seu banco pelo número oficial para saber se é legítimo

3.2 Quando sacar dinheiro, olhe em volta. Verifique se o local é seguro antes de inserir as suas informações. Se houver algo estranho, saia dali.

3.3 Verifique se o caixa eletrônico tem fios soltos ou peças de máquinas que podem ter sido adulteradas. Isso pode indicar que há hackers tentando alterar a máquina para tirar vantagem.

4. Mantenha-se informado

Os golpes e roubos de identidade acontecem com muita frequência ao longo do ano, mas com a temporada de compras o perigo aumenta, é importante estar constantemente ciente dos novos ataques virtuais ou ameaças do mercado.
4.1 Siga as últimas notícias de novas falhas de segurança para manter-se em alerta

4.2 Somente compre presentes de natal em lojas que você sabe que não foram comprometidas

4.3 Verifique suas faturas de cartão de crédito sempre para se certificar de que não foi vítima de alguma fraude

5. Instrua os funcionários

É recomendável se certificar de que seus funcionários sabem como proteger a si mesmos e aos seus dispositivos que contêm informações confidenciais da empresa o tempo todo, mas principalmente durante as viagens de fim de ano e a temporada agitada de compras, quando os dispositivos ficam mais propensos a serem esquecidos e as pessoas ficam mais relaxadas.

5.1 Garanta que os dispositivos sejam protegidos com senhas complexas para permitir o acesso a smartphones, tablets ou laptops

5.2 Compartilhe as fraudes mais comuns que existem em torno das festas de fim de ano com seus funcionários para que eles saibam em que devem prestar atenção e como se manter protegidos
Sempre que procurar ofertas on-line, usar aplicativos ou abrir e-mails de promoções de compras, certifique-se de que os dispositivos de toda a sua família estejam protegidos, como o serviço McAfee LiveSafe, que protege todos os seus PCs, Macs, tablets e smartphones. O serviço McAfee LiveSafe inclui também o aplicativo McAfee Mobile Security, que protege seu smartphone ou tablet de todos os tipos de malware. Esse aplicativo protege contra as ameaças móveis mais recentes oferecendo mais privacidade e melhores recursos de backup, rastreamento de localização e a tecnologia McAfee SiteAdvisor para ajudá-lo a afastar-se de perigos durante suas pesquisas com o dispositivo móvel.

12:55 · 27.11.2014 / atualizado às 10:59 · 27.11.2014 por
Smartphones como os iPhone 6 e 6 Plus da Apple devem ser os produtos mais procurados, segundo o Zoom
Smartphones como os iPhone 6 e 6 Plus da Apple devem ser os produtos mais procurados, segundo o Zoom

Com a proximidade da Black Friday 2014, os consumidores ficam cada vez mais ansiosos sobre as promoções que encontrarão. Segundo o Zoom, site comparador de preços e produtos, os smartphones são os que devem apresentar maiores descontos, de acordo com os varejistas credenciados ao site. Completam a lista de produtos que podem ter as melhores promoções TVs, eletrodomésticos, notebooks, tablets e aparelhos de utilidade doméstica. A média de descontos de 2013 pode ser um bom indicador para este ano. Na última edição do evento, os videogames foram os que apresentaram a maior média de desconto: 27%, seguidos pelos smartphones e notebooks, com 18%; os tablets, com 19%; e as TVs, com 16%.

Segundo pesquisa do Zoom, a intenção de 56% dos 10 mil entrevistados é aproveitar a Black Friday para investir em um novo smartphone, 43% em uma televisão, 29% em um notebook, 23% em tênis, 21% em um tablet, 20% em um videogame e 18% em condicionadores de ar. “Os eletrônicos são sempre os mais desejados e também os que requerem mais atenção na hora da compra, pois são produtos de alto valor aquisitivo e com muitas funcionalidades”, comenta Thiago Flores, diretor executivo do Zoom. “O comércio eletrônico está se organizando muito bem para evitar fraudes durante o evento, portanto o consumidor não deve se preocupar apenas com preços e deve ficar mais atento a avaliação de suas necessidades de compra, orçamento e utilidade do produto desejado”, completa o executivo.

Durante o evento, que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 28 de novembro, o Zoom validará as promoções reais por meio do selo Black Friday, já que as ofertas serão monitoradas em tempo real e comparadas com os preços praticados anteriormente. Outra vantagem é que os usuários podem sempre comprar em qualquer loja parceira que apresentar a melhor oportunidade de compra, pois para ser credenciada ao site, a varejista passou por um rigoroso crivo para provar que realmente é uma loja confiável.

Se ainda assim ocorrer algum imprevisto, os consumidores podem contar com o serviço Zoom Garante, que assegura aos clientes o recebimento do produto comprado ou o seu dinheiro de volta. Portanto, os clientes do Zoom não precisarão se preocupar em checar a veracidade das promoções e nem a credibilidade das lojas online. Assim, poderão dedicar mais tempo a escolher o produto ideal com a ajuda de uma equipe de especialistas de produtos que estará à disposição para esclarecer dúvidas sobre produtos durante o evento. O time, que estará disponível para atender aos consumidores por email, Facebook e Twitter, terá especialistas nas categorias: casa, esporte e lazer, livros e música, bebê e criança, tecnologia e moda.

Confira as dicas do Zoom para ficar de olho nos produtos que apresentaram maior média de desconto no ano passado e que devem oferecer bons descontos na sexta-feira, dia 28 de novembro:

Videogames

Para escolher um videogame é necessário pensar em duas coisas principais: o console (o sistema em si) e seus jogos. Eles são totalmente conectados e são indissociáveis. É preciso ainda considerar a idade de quem irá operar o aparelho, pois alguns modelos possuem jogos mais voltados para adolescentes e adultos, enquanto outros são mais intuitivos, têm controles desenhados para crianças e todo um catálogo de jogos educativos.

Smartphones

Com a quantidade de lançamentos no mercado, esse é um dos dispositivos que requerem mais atenção na hora da compra. Como funcionam como um computador de bolso vale analisar quais são as suas principais expectativas e buscar o modelo que reúna as características mais importantes para suas tarefas. O sistema operacional disponível também é fator importante, pois isso influenciará nos aplicativos disponíveis para o seu smartphone e também a compatibilidade que ele oferecerá com seus outros aparelhos, como notebook e tablet.

Tablets

Uma das disputas mais interessantes no mundo da tecnologia é entre Apple e Samsung. Ela se reflete em quase todos os segmentos de aparelhos móveis e,principalmente, nos tablets. Vale lembrar que para que haja compatibilidade desse dispositivo com seu smartphone é preciso que eles tenham o mesmo sistema operacional. Para escolher o melhor tablet é preciso analisar as configurações dos modelos desejados e decidir de acordo com o que você precisa e mais vai usar.

Notebooks

Quem procura um notebook precisa responder a uma série de perguntas sobre a utilidade que terá o dispositivo para encontrar o modelo ideal. Se a pessoa busca um dispositivo para trabalhar, é melhor optar por um modelo que tenha um processador mais ágil. Já quem pretende usá-lo para jogar, vale investir em um com uma placa de vídeo mais potente e com mais memória RAM.

TVs

Na hora de comprar é importante que as pessoas verifiquem se é um modelo HD ou Full HD, pois quanto maior a resolução melhor será o aproveitamento da tela. A diferença entre os dois é grande. É importante também ficar atento aos recursos oferecidos. Quem procura uma Smart TV – que são televisores que permitem acesso à internet, aplicativos, interatividade com a programação da TV aberta – precisa observar se a TV tem um web browser (navegador) que permita acesso a todos os sites. Alguns modelos oferecem restrição quanto a isso. Fique atento!

13:00 · 25.11.2014 / atualizado às 13:18 · 25.11.2014 por

Mesmo com as promoções e descontos oferecidos pelo varejo brasileiro na Black Friday, que acontece mundialmente no dia 28 de novembro, ainda sai cerca de 17% mais barato viajar para os Estados Unidos e comprar os produtos em território norte-americano. É o que revela recente levantamento da agência virtual ViajaNet, que comparou os preços de alguns dos mais procurados aparelhos eletrônicos no Brasil e no mundo.

A simulação concluiu que os gastos no Brasil seriam 17% maiores do que nos Estados Unidos, mesmo com a compra de passagem, hospedagem, alimentação, transporte e tributação de 60% para uma pessoa.

Se o consumidor da Black Friday decidir levar um acompanhante para Miami, por exemplo, ainda assim os gastos no Brasil sairiam 20% a mais do que toda a viagem e as compras de duas pessoas na ensolarada cidade da Flórida.

A agência ViajaNet realizou um comparativo entre fazer compras na Black Friday brasileira e americana, considerando que existe o custo de passagem, hospedagem, alimentação, transporte e tributação sobre os produtos comprados nos EUA com saída de São Paulo e período de 27 a 30 de novembro. Veja a tabela.

unnamed (1)

 

Levando em consideração apenas os valores gastos em mercadorias, as compras no Brasil custam 137% a mais. Foram pesquisados produtos como câmeras de alta definição, câmeras esportivas, notebooks, televisões Ultra HD, videogames e smartphones.

“Conclui-se que é mais vantajoso viajar para os Estados Unidos para fazer compras de alto valor durante o Black Friday. Para aquisições de menor quantia, as ofertas nacionais permancem mais vantajosas”, comenta Alex Todres, co-fundador da ViajaNet.

Saindo de Fortaleza

Quando o viajante sai de Fortaleza temos as tabelas abaixo:

umapessoa

duaspessoas

Indo de Fortaleza fazer compras em Miami amanhã ainda sai 11,88% mais barato sozinho e 14,68% mais barato para duas pessoas. O período total da viagem foi cotado de 27/11 até 30/11.

As duas pesquisas usaram preços atuais, inclusive nos produtos da Black Friday que ainda não começou, mas já há alguns produtos em pré Black Friday.

08:40 · 19.11.2014 / atualizado às 11:04 · 19.11.2014 por
Celulares baratos e de qualidade como os Moto E estão ampliando a capacidade das pessoas de comprar um smartphone
Celulares baratos e de qualidade como os Moto E estão ampliando a capacidade das pessoas de comprar um smartphone

Em sua versão mais recente, o Mobility Report da Ericsson revela que o crescimento da tecnologia móvel continua em ritmo acelerado: 90% da população mundial acima de 6 anos de idade terá telefone celular até 2020. Além disso, no mesmo período, as assinaturas de smartphones devem chegar a 6.1 bilhões. Atualmente, o LTE tem uma cobertura de 20% da população, mas há previsão de um aumento capaz de abranger mais de 65% até 2020.

“O baixo custo dos aparelhos, a melhoria do uso e o aumento da cobertura de rede são os principais fatores que estão tornando a tecnologia móvel um fenômeno global, que logo estará disponível para a maioria da população mundial, independente da idade e localização do usuário”, diz Jesper Rhode, diretor de Marketing da Ericsson na América Latina.

No Brasil, 52% dos usuários utilizam os telefones celulares para navegar na internet, 49% para acessar as redes sociais e 29% para assistir vídeos curtos. Para comunicação diária, 53% dos brasileiros preferem utilizar mensagens instantâneas – ao invés da tradicional mensagem via SMS. Mas, para chamadas telefônicas, 79% ainda preferem fazer as ligações tradicionais. “O Mobility Report mostra que, em 2020, o mundo estará conectado como nunca esteve antes”, prevê Jesper.

ericsonn1

Aceitação dos smartphones: 800 milhões de novas assinaturas em 2014

O crescimento de smartphones continua: no 3º trimestre desse ano, 65% a 70% de todos os telefones vendidos eram smartphones, em comparação aos 55% no mesmo período de 2013. Apesar do aumento da taxa de vendas, que deverá ter a adição de cerca de 800 milhões de novas assinaturas de smartphones até o final de 2014, o relatório mostra que ainda há muito espaço para o crescimento no setor.

Esses aparelhos representam, atualmente, apenas 37% de todas as assinaturas móveis, o que significa que muitos usuários ainda trocarão seus modelos atuais por opções mais ricas em recursos e com acesso à internet. O material prevê uma forte absorção nos próximos anos, a medida que o número passa de 2.7 bilhões de assinaturas de smartphone hoje para 6.1 milhões previstos em 2020.

ericsson2

Vídeo: segmento com maior e mais rápido crescimento em tráfego de dados

O vídeo segue dominando as redes móveis: em redes de 4G, ele constitui atualmente de 45% a 55% do tráfego móvel, impulsionado pelo aumento no uso de streaming e nas melhorias na experiência móvel ao assistir vídeo.

Esse formato de conteúdo está cada vez mais presente em outros aplicativos online, como em notícias, em anúncios e nas mídias sociais. Ao mesmo tempo, o crescimento do streaming de vídeos é impulsionado pelo acesso a serviços e conteúdos over-the-top (OTT), como os fornecidos pelo YouTube.

Os dispositivos usados para assistir vídeos também estão evoluindo. Muitos têm telas maiores, possibilitando maior qualidade de imagem. Isso faz com que esse material seja assistido em todos os tipos de dispositivos e em maior quantidade, tanto em casa quanto em movimento. A Ericsson prevê que o tráfego de vídeo móvel deve aumentar dez vezes até 2020, constituindo cerca de 55% de todo o tráfego de dados móveis em 2020.

5G: assinaturas se aproximam

Espera-se que o 5G seja implementado comercialmente em 2020 e a tecnologia deve ter uma absorção mais rápida que o 4G/LTE, assim como o 4G teve em relação ao 3G, anteriormente. A diferença nesse caso é que, além das novas tecnologias de rádio, o 5G também vai englobar versões evoluídas de acesso às rádios existentes (como 3G e 4G), à nuvem e às tecnologias de núcleo para atender milhares de novas maneiras em que a tecnologia móvel pode ser usada. O crescimento dessa conexão será impulsionado, em grande parte, por novos casos de uso, especialmente em comunicações entre máquinas.

Essa é a sétima edição do Mobility Report da Ericsson, que compartilha previsões, análises e insights sobre o tráfego, as assinaturas e o comportamento do usuário para fornecer informações sobre as tendências do mercado atual.

A Ericsson realiza regularmente medições de tráfego em mais de 100 redes ativas em todas as principais regiões do mundo. Coletas detalhadas são feitas em um número seleto de redes comerciais WCDMA/HSPA e LTE com o objetivo de descobrir diferentes padrões de tráfego. As previsões do relatório mais recente foram atualizadas para cobrir o período de 2014-2020.

Fonte: Ericsson

09:19 · 16.11.2014 / atualizado às 11:55 · 12.11.2014 por
smartvsamsung
O produto mais desejado é a smar TV da Samsung

Na Black Friday 2014, mais uma vez os eletrônicos estão entre os mais aguardados. É o que diz pesquisa do Zoom, site comparador de preços e produtos, realizada com 10 mil pessoas, que aponta os produtos tecnológicos mais esperados pelos consumidores no dia 28 de novembro. O primeiro lugar fica com a Smart TV LED 32’’ da Samsung e na segunda e terceira posição, estão os smartphones Moto G e Samsung Galaxy S5. O Moto X, o notebook Dell, o iPhone 5S, o iPhone 5C, o PlayStation 4 e o Tablet Samsung Galaxy completam a lista de preferidos.

A média de descontos da categoria de TVs registrada na edição passada do evento foi de 16%, já os celulares e notebooks apresentaram média de 18% e os tablets de 19%. Os videogames foram os que tiveram a maior média: 27%. “Como o varejo aproveita a data para liquidar estoques, as TVs, por exemplo, devem apresentar boas oportunidades de compra, pois a fabricação foi acelerada no início do ano por conta da Copa do Mundo”, comenta Thiago Flores, diretor executivo do Zoom. “Outro aspecto é que as pessoas devem considerar que eletrônicos são produtos mais caros e, portanto, descontos entre 10% e 20% podem representar grandes economias. Os consumidores não devem esperar tudo pela metade do preço”, explica o executivo.

Para oferecer tranquilidade para os consumidores que estão de olho nesses produtos, o Zoom identificará as promoções reais por meio do selo Black Friday, já que as ofertas serão monitoradas em tempo real e comparadas com os preços praticados anteriormente. Além disso, como eletrônicos são produtos que precisam ser criteriosamente analisados para que contemplem funcionalidades mais adequadas às necessidades dos consumidores, uma equipe de especialistas do Zoom estará à disposição para esclarecer dúvidas durante o evento. Como os eletrônicos são os preferidos, a equipe de especialistas dessa categoria já foi reforçada.

Além disso, os usuários do Zoom poderão comprar em qualquer loja parceira que apresentar a melhor oportunidade de compra, pois para ser credenciada ao site, a varejista passou por um rigoroso crivo para provar que realmente é uma loja confiável. Se ainda assim ocorrer algum imprevisto, os consumidores podem contar com o serviço Zoom Garante, que assegura aos clientes o recebimento do produto comprado ou o seu dinheiro de volta.

Confira o ranking dos produtos mais aguardados pelos consumidores para a Black Friday 2014:

maisdesejados

 

Pesquisa do MercadoLivre aponta preferência por smartphones e celulares

Já para pesquisa realizada pelo MercadoLivre.com, serão os celulares e smartphones que irão lider a intenção de compra para a Black Friday. A pesquisa do MercadoLivre ouviu 4.343 usuários do marketplace em todo o Brasil, entre os dias 20 e 30 de outubro. De acordo com o levantamento, 45% pretendem adquirir esses produtos eletrônicos durante o grande evento de promoção que acontece no próximo dia 28 de novembro.

Os itens de moda – roupas, sapatos e acessórios – aparecem na segunda posição, sendo a preferência de compra para 27% dos respondentes. Na sequência estão as TVs LCD ou LED e eletrodomésticos (24%) e os notebooks (23%).

A pesquisa indica ainda que 30% dos brasileiros estão dispostos a gastar mais de R$ 500 durante a Black Friday. Já 28% decidirão o valor a ser gasto na própria data da promoção. Esses consumidores estão motivados a comprar na Black Friday, principalmente, pelo percentual de desconto (52%), pela opção de frete grátis (31%) e a possibilidade de parcelamento sem juros (16%).

Do total de respondentes, 60% pretendem comprar na Black Friday deste ano. No ano passado, esse número ficou em 24%.

A Black Friday do MercadoLivre: A promoção no MercadoLivre começa um dia antes, no dia 27 de novembro, e termina às 23:59 do dia 30. Entre os vendedores participantes da promoção no site estão Ricardo Eletro, Oppa Design, Megamamute, Polishop, Época Cosméticos, Von Dutch, Decathlon e Khelf. Os usuários podem aguardar uma seleção de produtos de diversas categorias e ofertas que mesclam percentual de desconto, parcelamento sem juros e frete grátis.

“A Black Friday é uma oportunidade importante para os brasileiros anteciparem as compras de Natal. Em 2013 observamos um aumento de 46% em nossas vendas e para este ano estamos bastante otimistas”, diz Leandro Soares, diretor de Marketplace do MercadoLivre.

O potencial de vendas do MercadoLivre: O MercadoLivre registrou, no terceiro trimestre de 2014, a venda de 26,9 milhões de itens na América Latina (um crescimento de 22,3% em relação ao mesmo período do ano passado). O Brasil foi responsável por mais da metade deste total de itens vendidos, registrando um crescimento de 29,2% em relação ao mesmo período do ano passado no país.