Blog Polícia

Busca


Chacina no Barroso: quatro jovens são fuzilados na ‘Babilônia’

Publicado em 02/01/2014 - 21:33 por | 1 Comentário

Categorias: Assassinato

  • Enviar para o Kindle
Um dos jovens baleados caiu morto na escada. Os outros três foram fuzilados dentro de casa FOTO: Helosa Araújo

Um dos jovens baleados caiu morto na escada. Os outros três foram fuzilados dentro de casa FOTO: Helosa Araújo

Mal começou o ano, uma chacina abala as estruturas da Segurança Pública em Fortaleza. Aconteceu no começo da tarde desta quinta-feira, quando um grupo armado invadiu o condomínio Novo Barroso, conhecido como Babilônia, no Barroso (zona Sul da Capital cearense) e matou quatro homens, entre eles, um adolescente de  de 16 anos. A chacina foi executada dentro de uma das casas do condomínio popular que faz parte do programa social do Governo Federal ‘Minha Casa, Minha Vida’, e que foi invadido por sem-teto antes de sua conclusão e entrega aos verdadeiros destinatários.

De uma só vez, a quadrilha disparou mais de 40 tiros de pistolas de calibres Ponto 0.40 e 380ACP, matando as seguintes pessoas: Igor Alves Gomes, 18 anos; Francisco Leandro de Oliveira Soares; Leandro Ribeiro Lima, 23; e o menor Francisco de Oliveira Soares, 16, irmão de Francisco Leandro. A Polícia chegou rapidamente no local, mas não conseguiu identificar e prender os criminosos. Uma quinta pessoa, identificada como  Adeílson de Araújo Rocha,  22, também foi baleada, mas escapou.O rapaz  foi levado por vizinhos até a  Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Conjunto Prefeito José Walter, onde foi medicado e está sob proteção das autoridades, pois pode vir a ser a quinta vítima por queima de arquivo. O diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP),  delegado Luiz Carlos Dantas, esteve no local e comandou as primeiras investigações.

No condomínio, a situação é de medo e pavor. Ninguém fala nada e a Polícia encontra dificuldades para levantar pistas quem possam indicar a autoria da chacina. O nome de um suspeito foi levantado, mas, por enquanto, a Polícia prefere preservá-los, pois está ainda no campo da especulação e da investigação.

 

Os corpos foram recolhidos pela Perícia Forense diante dos olhares atônitos dos moradores do condomínio do Programa Minha Casa, Minha Vida FOTO: Helosa Araújo

Os corpos foram recolhidos pela Perícia Forense diante dos olhares atônitos dos moradores do condomínio do Programa Minha Casa, Minha Vida FOTO: Helosa Araújo

A violência que se instalou na comunidade do Barroso vem sendo noticiada pelo Diário do Nordeste desde o ano passado. Em 2013, 47 pessoas foram assassinadas naquele bairro, 16 somente no mês de dezembro. A disputa pelo comando do tráfico de drogas é o motivo de tantos assassinatos, segundo investigações dos setores de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e do Comando-Geral da Polícia Militar. Bandidos de outros Estados teriam se instalado naquela comunidade e decidido eliminar os traficantes locais para dominar a venda de entorpecentes na região do Castelão, Barroso e Passaré.

A sequência de mortes no mês passado começou na tarde do dia 7, quando bandidos mataram o traficante Charles Mateus Dias Teixeira, o ‘Neném’, na Rua Chico Mendes. Menos de uma hora depois, veio o revide. Um grupo invadiu o condomínio ‘Babilônia’ e fuzilou dois homens. A partir de então, as execuções sumárias não pararam mais, até culminar na chacina de hoje.

Tags: , , , , , , , ,

Comentários

Jarlleanny feitosa

em 3 de janeiro de 2014

Nao conseguimos mas caminha em paz pelas ruas do nosso bairro. Jardim castelao era muito tranquilo caminharmos e leva nossas criancas para a praca hoje em dia nao temos mas tau liberdade pois. Dens deque envadirao essas residencias a paz sai de nosso querido bairro… Paz & justica. E o que queremos solucao para esse poblema. Prefeito clamamos pela evacuacao desse povo pois de 100%,morradores apenas 10%ou12%realmente prescisao. Clamamos por solucao


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999