Blog Polícia

Categoria: Morte de Policial


20:29 · 29.07.2014 / atualizado às 20:54 · 29.07.2014 por

Um homem suspeito de envolvimento na morte de um policial militar foi preso na manhã desta terça-feira (29), com 1,5 quilos de droga na comunidade Rosa Luxemburgo, na Grande Messejana. A ação foi realizada por uma equipe da Força Tática de Apoio (FTA) do 16º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

De acordo com informações do tenente PM Dyego Barcelos, o suspeito Crislano de Sousa Rodrigues, 19, estava com a droga dentro de uma residência e admitiu ser o responsável pelos entorpecentes.

O tenente responsável pela operação também informou que Crislano de Sousa é o principal suspeito da morte do soldado Carlos Eduardo da Silva, 33, que foi morto no dia 9 de julho de 2013 em Messejana. A vitima saía de uma agência bancária quando foi baleada por dois suspeitos em uma motocicleta. O PM ainda revidou os disparos e a dupla fugiu sem levar o dinheiro. Mas Carlos Eduardo levou um tiro no ouvido e não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com o tenente Dyego, o suspeito foi preso em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado ao 6º DP (Messejana). O envolvimento do suspeito na morte do policial ainda está sob investigação. A composição responsável pela prisão fo do tenente Dyego Barcelos, cabos PM Rocha e Narcélio, além do soldado PM Augusto.

20:03 · 01.07.2014 / atualizado às 22:18 · 01.07.2014 por
A vítima ainda foi socorrida e encaminhada à UPA do Eusébio, mas não resistiu aos ferimentos. FOTO: Reprodução/Érika Fonseca
A vítima ainda foi socorrida e encaminhada à UPA do Eusébio, mas não resistiu aos ferimentos. FOTO: Reprodução/Érika Fonseca

A quadrilha que comandou o latrocínio (roubo seguido de morte) do ex-comandante da Guarda Municipal do Eusébio foi desarticulada nesta terça-feira (1º). Um casal foi preso sacando o dinheiro referente ao pagamento da vítima. O subtenente da reserva, Francisco Alcimiro da Silveira, 47, foi morto na última sexta-feira (27), quando três suspeitos, sendo dois homens e uma mulher invadiram o mercadinho de propriedade da vítima para roubá-lo.

De acordo com informações da titular da Delegacia Metropolitana do Eusébio, Ana Lúcia Almeida, denúncias anônimas informavam que envolvidos no crime realizavam saques com o cartão do ex-comandante em uma agência da Caixa Econômica da Avenida Washington Soares.

Wanderson Francelino da Silva, 23, e Suyane da Silva Gomes, 27, foram detidos em flagrante com o cartão bancário do subtenente Francisco Alcimiro e o dinheiro referente a remuneração da vítima. Ambos informaram, durante depoimento, que não participaram diretamente da ação criminosa.

Objetivo dos criminosos era roubar a arma do PM

Os suspeitos teriam a informação que Alcimiro era um policial militar e o objetivo da ação não seria assaltar o mercadinho, mas roubar a arma do subtenente. A delegada Ana Lúcia ressalta, que durante o crime, os suspeitos não levaram nada do estabelecimento comercial, apenas a arma, cartão bancário e algum dinheiro do caixa.

Suyane seria namorada de um dos bandidos que participou diretamente da ação. Ela confessou o crime junto de Wanderson. De acordo com a delegada, os dois são moradores do município de Eusébio, não esboçaram nenhum tipo de reação a prisão. Eles devem responder na Justiça por crime de formação de quadrilha e receptação.

Mais dois suspeitos identificados

Os suspeitos que invadiram o mercadinho são Sérgio Bezerra da Silva, conhecido como ‘Serginho’ e Evilásio Tavares. A dupla ainda não foi detida, mas a delegada afirma que o caso está praticamente solucionado graças a integração do 15º Batalhão da Polícia Militar do Eusébio, Comando de Policiamento Metropolitano (CPME) e Polícia Civil.

A arma do crime também não foi localizada, mas a Polícia realiza diligências. A primeira dupla detida foi levada à Delegacia do Eusébio e, em seguida, encaminhada à Delegacia de Capturas (Decap).

16:40 · 27.05.2014 / atualizado às 17:04 · 27.05.2014 por
O sepultamento do soldado Farias ocorreu na última quarta-feira (21). A missa de 7º dia ocorreu nesta segunda-feira (27). Foto: Kid Júnior
O sepultamento do soldado Farias ocorreu na última quarta-feira (21). A missa de 7º dia ocorreu nesta segunda-feira (27). Foto: Kid Júnior

Um soldado da Polícia Militar sofreu um atentado no bairro Serrinha, durante a tarde desta terça-feira (27). Quatro policiais foram baleados e um foi morto em menos de 10 dias.

O policial identificado como Oliveira estava lavando o carro na porta da própria residência quando foi surpreendido por um automóvel Palio. De acordo com informações do Relações Públicas da Polícia Militar, tenente coronel Albano, o policial teria percebido  que os homens tomariam o veículo de assalto e houve troca de tiros.

Quatro homens armados de pistola, revólver e uma espingarda calibre 12 efetuaram vários disparos. O PM entrou na residência e trancou o portão, mas o carro foi fuzilado.  Uma viatura da PM chegou no local. o Soldado Oliveira era lotado na 8ª Companhia do do Batalhão de Policiamento Comunitário. Atualmente, trabalha no programa ‘Crack, é possível vencer”.

Quatro policiais baleados e um morto em menos de 10 dias

Um dos últimos casos ocorreu na tarde do último sábado (24), quando o PM Francisco Ferreira, 37, foi lesionado com um tiro no pescoço, um no braço e outro no abdômen. O policial foi abordado na Avenida Central do Icaraí por quatro suspeitos, que foram detidos após o crime.

Na terça-feira (20), o soldado Paulo Henrique Farias Nobre, 35, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte. O policial voltava da padaria quando foi abordado por dois homens em uma moto. A vítima tentou sacar a arma, mas foi baleado e morreu no local.
Na ação criminosa, a esposa do policial também foi lesionada e encaminhada ao hospital.

Na quarta-feira (21). o soldado PM Arlindo Gomes da Silva estava acompanhado da irmã em um salão de beleza na Rua Ernesto Pereira dos Santos. Os suspeitos estavam em um veóculo Gol, de cor prata. Eles entraram em luta corporal com o policial e foi baleado, em seguida, encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), onde permanece internado na UTI da unidade de saúde.

Na quinta-feira (22), o policial militar Raimundo Arruda de Melo foi lesionado a bala quando trocava o pneu do carro que dirigia. O caso ocorreu na Parangaba. A vítima foi encaminhada ao hospital Frotinha da Parangaba.

20:01 · 21.05.2014 / atualizado às 23:21 · 21.05.2014 por
Sepultamento em meio a notícia de outro policial baleado. FOTO; Kid Júnior
Sepultamento em meio a notícia de outro policial baleado. FOTO; Kid Júnior

O sepultamento do policial militar Paulo Henrique Farias Nobre, vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) no bairro Conjunto Ceará, ocorreu nesta quarta-feira (21), no Cemitério Jardim do Édem, na CE-060, Pacatuba.

O cortejo de amigos e familiares saiu da igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, localizada na Avenida Central, no Conjunto Ceará.

A esposa do policial, que foi baleada durante a ação criminosa, compareceu ao cemitério usando cadeira de rodas pois ainda está em recuperação. Policiais e parentes homenagearam Paulo Henrique Farias com palmas.

Amigos deixam recados em homenagem ao PM

Perdemos mais um guerreiro para a violência. Na última sexta-feira estive com o Paulo Farias e na ocasião conversamos sobre a questão da violência crescente em nosso Estado. Agora vejo o nosso amigo Paulo Farias ser vítima dessa mesma violência desenfreada e impune que impera entre nós. Até quando iremos conviver com isso? Até quando nada será feito? Descanse em paz, guerreiro!” (Perito Leão)

“Ao meu amigo e colega de farda Sd.Farias,que nos deixa de maneira tragica ,ao mesmo tempo nos dar força para continuarmos a combater essa violência que cresce a cada dia no nosso estado .Descansa em paz amigo.” (Soldado Lins)

Apreendido 2º suspeito de envolvimento no latrocínio

Um adolescente de 17 anos foi apreendido nesta quarta-feira (21), no Amanari. A arma do crime foi localizada no bairro Jardim Iracema, em Fortaleza. O suspeito confessou o crime e confirmou a participação de mais duas pessoas. Ele foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

A prisão foi uma operação conjunta do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSPDS) e Policiamento Especializado (Cipe).

O primeiro envolvido foi detido na última terça-feira (20), no Quintino Cunha, suspeito de alugar a arma para que uma dupla realizasse o assalto.

Dois policiais vítimas de violência nas últimas 48 horas

O cortejo foi interrompido com a notícia de que outro policial militar foi baleado durante a tarde desta quarta-feira (21), no bairro Joquei Clube.

O soldado Arlindo Gomes da Silva, lotado no Quartel do Comando Geral (QCG) chegava no salão de beleza da própria irmã, onde foi abordado por dois homens em uma veículo Gol prata. A vítima levou três tiros na nuca, nádegas e braço.

O soldado Gomes foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da área e, em seguida, levado ao Instituto Doutor José Frota (IJF), onde está internado em estado grave.

Imagens do velório:

 

21:48 · 20.05.2014 / atualizado às 18:52 · 21.05.2014 por
O policial militar era querido pelos policiais e pela comunidade, que se sensibilizou com o caso. FOTO: Reprodução/Facebook
O policial militar era querido pelos policiais e pela comunidade, que se sensibilizou com o caso. FOTO: Reprodução/Facebook

Um homem foi detido e dois adolescentes foram identificados suspeitos de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou o policial militar Paulo Henrique Farias Nobre, nesta terça-feira (25), no bairro Conjunto Ceará.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a ação conjunta das polícias Militar e Civil localizou o apartamento de  Paulo Henrique Cunha Parente, 24, onde foram encontrados pertences do policial, como um talão de cheques.

No local, foram encontradas armas e, de acordo com informações do comandante da AIS-2, tenen

te-coronel Nascimento, o local foi alugado pelo suspeito, que é traficante de drogas e também aluga armas.

O traficante teria locado a arma para os menores realizarem o assalto que vitimou o policial militar. Depois que realizaram o crime, os jovens voltaram à quitinete, no bairro Quintino Cunha, para devolver as armas utilizadas no crime e deixar os objetos do policial.

A Polícia ainda segue em diligência para apreender os dois adolescentes suspeitos de matar o policial.

Assaltantes matam PM e ferem esposa durante ação

O cabo Paulo Henrique Farias, 35, dirigia um automóvel na Avenida I quando foi abordado pelos assaltantes. De acordo com o relações públicas da PM, tenente-coronel Albano, o policial teria reagido ao assalto e foi baleado na cabeça. A esposa da vítima também foi baleada, mas não corre risco de vida.

o PM ainda foi socorrido ao hospital Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará, mas não resistiu aos ferimentos. Paulo trabalhava na Polícia Militar há 16 anos e era proprietário de uma loja de artigos militares no bairro do Conjunto Ceará.

Esposas de policiais realizam caminhada

A associação das esposas das praças militares (Policiais Militares e Bombeiros) do Ceará realiza na próxima quarta-feira (20), uma caminhada em solidariedade e manifesto em relação as ações criminosas contra policiais militares no Estado.

O cortejo deve sair a partir das 15h30min da Igreja matriz do Conjunto Ceará. As esposas e policiais são convidados a usar a cor preta nas vestimentas.

Por volta das 16h30min será o enterro no cemitério Jardim do Édem.

 

21:28 · 30.09.2013 / atualizado às 21:28 · 30.09.2013 por

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), divulgou, no começo desta noite  a apreensão de vários objetos encontrados em dois endereços onde poderia estar Dênnis Leandro da Silva Grangeiro, 19. Ele é o principal suspeito de ter matado o policial militar Jhônathas Gonçalves Hilgenberg. O crime ocorreu na noite da última sexta-feira, no bairro Joaquim Távora. 

De acordo com o diretor da DHPP, delegado Luiz Carlos Dantas, os objetos podem ser fruto de furtos praticados em veículos. “Ele fazia parte de uma quadrilha especializada em furtar veículos. Levavam tudo o que tinha dentro do carro”, explica.

Duas casas, em que Grangeiro poderia estar foram revistadas. Uma delas, na Rua Marechal Deodoro, no bairro Benfica; e a outra na Rua Delmiro de Farias, no bairro Montese. O suspeito, por enquanto, ainda não foi encontrado, mas a DHPP está diligenciando à procura dele.

21:14 · 30.09.2013 / atualizado às 21:14 · 30.09.2013 por

Fortaleza e sua região metropolitana viveram mais um fim de semana sangrento.  Nada menos, que 26 pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza entre as 18 horas de sexta-feira (27) e a noite do domingo (29).

Para não pairar dúvidas sobre esta informação, aí vai a lista dos mortos e os locais dos crimes:

1 – Tamires Alves Aprígio (Parque Presidente Vargas), 2- Francisco Iranilson da Silva Rafael (Capuã/Caucaia), 3- Jônathas Gonçalves Hilgemberg (Joaquim Távora), 4- Francisco Kauê Oliveira Mariano (Pacatuba), 5-João Vitor Ferreira da Silva (Alagadiço Novo/São Miguel/IJF), 6- Rafael dos Santos Oliveira (Papicu), 7- Raimundo do Vale Mesquita (Granja Lisboa), 8- Álisson Pacheco de Lima (Engenheiro Luciano Cavalcante), 9- Leandro Júnior Martins (Passaré), 10- Wellington de Sousa Rodrigues (Barra do Ceará), 11- Francisco Jhonny Ferreira Nazareno (Benfica), 12- Antônio Juraci Silva Mendonça (Picuí/Caucaia), 13- Wesley Ferreira do Nascimento (Barra do Ceará), 14- Francisco Jorge Araújo da Silva Júnior (Messejana), 15- Francisco Nairton (Planalto Ayrton Senna), 16-Manoel Vieira do Nascimento (Genibaú), 17 – Marcelo Alexandre dos Santos (Mondubim), 18- Alef Freitas da Silva (Álvaro Weyne/Floresta), 19- Rafael Costa Barbosa (Barroso), 20- Ray Pereira Cassiano (Aquiraz), 21- Osvaldo Nunes Gomes (Boa Vista/Caucaia), 22- Osaías Nunes Gomes (Boa Vista/Caucaia), 23- Michel Paulino Mendes (Maranguape), 24- Francisco A. (Aquiraz), 25- Gláuber de Sousa (Guaiúba), 26 – e outro corpo sem identificação (Caucaia).

Entre os que foram assassinados no fim de semana estão quatro adolescentes (João Vitor Ferreira da Silva, Wellington de Sousa Rodrigues, Alef Freitas da Silva e Rafael Costa Barbosa), uma mulher (Tamires Alves Aprígio) e um policial militar (Jônathas Gonçalves Hilgemberg).

Dos 26 assassinatos, apenas dois foram praticados com arma branca, o caso dos irmãos Osvaldo Nunes Gomes e Osaías Nunes Gomes, assassinados durante umabebedeira, em Boa Vista, Caucaia. Os demais foram todos praticados com armas de fogo. E o pior; nenhum dos assassinos foi preso.

21:45 · 29.09.2013 / atualizado às 08:08 · 30.09.2013 por

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já identificou um dos bandidos envolvidos na morte do policial militar Jônathas Gonçalves Hilgenberg, 31, assassinado, a tiros, na noite de sexta-feira passada. O crime ocorreu na esquina das ruas Castro Alves e Ana Bezerra, no bairro Joaquim Távora.

O novo diretor daquela Especializada, delegado Luiz Carlos Dantas, comandou pessoalmente as primeiras investigações de campo. Dantas esteve no local do crime e coordenou o trabalho de duas equipes de inspetores e escrivães da DHPP na coleta de provas na cena do crime.

Ainda no local do assassinato, a Perícia Forense encontrou, pelo menos, 10 cápsulas de cartuchos de calibre 380. Uma pistola do mesmo calibre foi encontrada a poucos metros do corpo do PM.

Exame pericial feito no corpo do militar ainda no local do crime constatou cerca de 15 ferimentos a bala. Para a Polícia, o PM, mesmo já baleado, conseguiu sacar sua arma e trocou tiros com os criminosos. Um deles teria ficado ferido. Os assassinos fugiram do local em um Gol preto com o apoio de uma moto.

13:47 · 28.09.2013 / atualizado às 08:07 · 30.09.2013 por

A Polícia afirma já ter um suspeito de ter assassinado o policial militar Jônathas Gonçalves Hilgenberg, 30, na noite da última sexat-feira. O homem foi encontrado quando buscava socorro no IJF-Centro, na madrugada de hoje, pois estava baleado. Sua identidade não foi revelada. Ele está sob escolta policial e vai depor na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) tão logo tenha alta médica.

O policial militar foi vítima de uma emboscada na esquina das ruas Castro Alves e Ana Bezerra, no bairro Joaquim Távora, por volta das 22h30 de sexta-feira passada. O militar, segundo a Perícia Forense, recebeu, pelo menos, 15 tiros de pistolas de calibre 380, o que afasta a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte), apesar de a arma particular dele (um revólver) não ter sido localizada.

Uma das pistolas dos criminosos caiu na hora da fuga deles e foi encontrada a alguns metros do cadáver do soldado. Os bandidos teriam fugido num Gol preto, com o apoio de comparsas em uma moto. Eles seguiram pela Rua Ana Bezerra em direção à Avenida Soriano Albuquerque.

O local onde ocorreu o crime é considerado perigoso pelos moradores. Há cerca de dois meses, um delegado aposentado da Polícia Civil e um advogado foram baleados quando estavam em um bar  bem perto onde o PM morreu na sexta-feira. Os dois foram feridos ao reagir a uma assalto no bar onde estavam com amigos

Mais recentemente, outro PM, identificado como sendo o cabo PM Nazareno Pinheiro de Melo, 42, foi morto no mesmo bairro. O crime aconteceu na Avenida Soriano Albuquerque, na tarde de 30 de agosto. Ele também teria reagido a um assalto.

O corpo do soldado Jônathas Gonçalves Hildembergue deverá ser sepultado na tarde de hoje. Ele era destacado no 8º BPM (Aldeota), mas, ultimamente, estava à disposição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O soldado é o 18º assassinado, neste ano, no Ceará.

(Fernando Ribeiro/Editor de Polícia)

01:09 · 28.09.2013 / atualizado às 08:09 · 30.09.2013 por

O policial militar Jônathas Gonçalves Hilgenberg, 30, soldado, destacado no 8º BPM (Aldeota), à disposição do Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  foi assassinado no fim da na noite desta sexta-feira, com cerca de 15 tiros de pistola. O crime  ocorreu na esquina das ruas Ana Bezerra e Castro Alves, no bairro Joaquim Távora. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram no local fazendo levantamentos. Várias patrulhas do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) também estavam no local.

O soldado Jônathas Hilgenberg  havia saído  sozinho de casa, na Rua Ildefonso Albano, e foi até a residência de um amigo, na Rua Castro Alves. Não se sabe ainda o motivo do encontro, muito embora tenham circulado boatos  de que ele fora mostrar seu carro, o Corolla cinza de placas  HYB-4083 (CE),  ao amigo, para uma possível venda.

O PM estava na na frente da casa do amigo quando os criminosos surgiram e dispararam vários tiros de pistola de calibre 380. O PM estaria armado com um revólver e reagiu. Na troca de tiros, ele foi baleado na cabeça e um dos assassinos  também. Um dos bandidos teria deixado cair uma das pistolas, que foi encontrada a cerca de 20 metros do corpo do militar.  Já a arma do soldado não foi localizada, apenas o coldre.

O supervisor do Comando do Policiamento da Capital (CPC), major Ducildo Bezerra; o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Francisco Souto; e o diretor da DHPP, delegado Luiz Carlos Dantas, estão no local do crime.

Para a Polícia, já é certo de que um dos assassinos saiu do local baleado, Rastros de sangue foram detectados na Rua Ana Bezerra. Supostamente, os homicidas  teriam fugido de moto,  com o apoio de comparsas que estavam em um Gol preto. A fuga teria sido em direção à Avenida Soriano Albuquerque, que fica a menos de 100 metros dali.

A princípio, a Polícia descartou a hipótese de uma tentativa de assalto, muito embora a arma do PM tenha sido levada.  O militar tombou ao lado do seu automóvel.

Pesquisar

Blog Polícia

Blog de Polícia d Diário do Nordeste
Posts Recentes

10h09mPolícia descobre buraco cavado por presos na Delegacia de Capturas

11h09mCotam prende suspeito de atear fogo em taxista

09h09mDivisão de Homicídios prende homem que matou por ter carro amassado; mais 4 casos são solucionados

06h09mPopulares agridem suspeito de assalto no Bonsucesso; assista ao vídeo

10h09mPoliciais militares promovem campanha para vestir fardamento nas salas de aula

Ver mais

Tags

Categorias
Blogs