política

Busca


Eunício recebe material de campanha de Dilma

Publicado em 01/09/2014 - 16:00 por | Comentar

Categorias: Material
  • Enviar para o Kindle

Ontem, antes de viajar para Brasília, onde ficará até a próxima quarta-feira, Eunício Oliveira destacava ter recebido uma farta quantidade de material de propaganda da campanha dele com a presidente Dilma Rousseff.  Para ele, foi a primeira manifestação de apoio da presidente à sua candidatura ao Governo do Estado do Ceará.

Ontem mesmo, segundo Eunício, o seu comitê já começaria a distribuir o material. Até quarta-feira, por estar em Brasília, Eunício não terá agenda de campanha. Ele amanhã vai participar da posse do novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e participará do esforço concentrado do Senado.

 

Tags: , ,

Camilo Santana aumenta volume de campanha na Capital

Publicado em 01/09/2014 - 15:52 por | Comentar

Categorias: Reforçpo
  • Enviar para o Kindle

Desde o último fim de semana que a campanha do candidato a governador Camilo Santana (PT) está reforçada com o ingresso na coordenação para Fortaleza de Prisco Rodrigues Bezerra, de férias da Secretaria de Governo da Prefeitura da Capital, para dedicação exclusiva no comitê eleitoral.

Com Prisco, também de férias da chefia de Gabinete do prefeito Roberto Cláudio, está o Queiroz (Francisco José Queiroz Maia Filho). Eles vão ser o responsável por todas as atividades da campanha na Capital, começando com a organização da carreata de domindo, além de outros eventos, no mesmo domingos, em diversos bairros da cidade.

A partir de agora, Camilo, Izolda (candidata a vice) e Mauro Filho (candidato ao Senado) terão dois dias de caminhadas e minicarreatas em Fortaleza, juntamente com os candidatos a deputados estadual e federal votados na Capital, além do suporte dos vereadores ligados ao prefeito Roberto Cláudio.

Tags: , ,

PSB quer intensificar associação de Eliane Novais a Marina Silva

Publicado em 01/09/2014 - 11:22 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014, Eleições
  • Enviar para o Kindle

Diante de mais uma pesquisa que mostra o crescimento das intenções de voto à candidata presidencial Marina Silva (PSB), correligionários da presidente Dilma Rousseff (PT) e de Aécio Neves (PSDB) no Estado continuam a afirmar que Marina foi beneficiada com a exposição que teve na mídia desde a morte de Eduardo Campos, além da comoção com a tragédia. Pessebistas torcem para que crescimento da ambientalista reflita na campanha da candidata ao Governo Eliane Novais (PSB).

Conforme a última pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha, Marina aparece tecnicamente empatada com Dilma no primeiro turno, com 34 pontos, enquanto Aécio está em terceiro com 15% das intenções. Na simulação de segundo turno, a ambientalista aparece com dez pontos de vantagem sobre a atual presidente, tendo 50% das intenções de votos contra 40% da petista.

“O que nós assistimos foi um grande festival de teatro que potencializou (a candidatura de Marina) de forma a criar uma grande onda. E como o próprio nome já diz, está no pico”, minimizou o presidente estadual do PT no Ceará, De Assis Diniz. O dirigente criticou o projeto da candidata, afirmando que ela prega uma “nova política” mas se utiliza de “velhos costumes” com “velhos coronéis”.

“Nós vamos agora para o debate, para o enfrentamento de ideias, de proposições. Ela ainda não se apresentou quem é, o que faz, nem qual é seu projeto”, afirmou De Assis. Sobre uma possível intensificação das atividades de campanha de Dilma no Estado, o presidente afirmou que as programações estão mantidas.

O deputado federal Genecias Noronha, presidente estadual do SD e aliado à candidatura de Aécio Neves admitiu que o crescimento de Marina é uma surpresa que complicou a campanha do peessedebista, mas afirmou que o candidato ainda tem chances com a campanha na televisão e os debates. Ele apontou, entretanto, que embora a campanha de Neves venha se intensificando no Estado, Dilma é mais forte no Nordeste em razão dos programas sociais como o Bolsa-família.

Noronha ainda questionou a capacidade de Marina de governar o Brasil. “Não a vejo com preparo para governar o País. Além da complexidade de ela ser muito radical, intransigente, como ela vai formar uma maioria no Congresso para conseguir governar esse País, se os três maiores partidos vão estar na oposição?”, apontou.

Otimismo
Já o candidato a vice-governador pelo PSB, Leonardo Bayma, disse que o esperado agora é que Marina vá para o segundo turno com Dilma. “Pelo andar da carruagem, não se pode descartar nem a hipótese de que Marina ganhe no primeiro turno”, apostou. Segundo afirmou, a expectativa é que o crescimento da campanha da ambientalista reflita positivamente na campanha de Eliane Novais.

Segundo a candidata, quando Eduardo Campos era candidato à presidência, a expectativa era a de que 1,5 milhões de votos no Ceará fossem destinados a sua candidatura. Agora, com Marina, Eliane espera cooptar mais de três milhões de votos. “Tem que botar para cima!”, comemorou a pessebista.
Ela irá a São Paulo ainda nesta semana para gravar com a candidata para seu programa eleitoral.

A tentativa agora é de fortalecer a ligação entre a presidenciável e Eliane. Além das gravações, tanto Marina como seu vice, Beto Studart (PSB), virão ao Estado ainda na primeira quinzena de setembro, segundo Bayma. “A única candidata ao Governo que terá Marina na propaganda é Eliane. O PSB está, desde o início, acompanhando a candidatura da Marina e isso será intensificado” afirmou.

Bayma ainda rechaçou comentários de que a candidata estaria ‘surfando’ na ‘onda’ e que viria a cair em breve. “Falaram logo de início que era uma onda ligada a morte de Eduardo, mas já estamos com duas semanas de campanha de Marina e, nas três pesquisas lançadas desde então, nota-se uma curva ascendente e veloz. Se isso for uma onda, ela é avassaladora”, defendeu.

Tags: , ,

Seca pauta promessas de candidatos no Interior

Publicado em 01/09/2014 - 11:21 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle
A candidata Eliane Novais que menos tem ido ao Interior, restringido-se aos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza FOTO: José Leomar

A candidata Eliane Novais que menos tem ido ao Interior, restringido-se aos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza FOTO: José Leomar

Por Alan Barros

Os candidatos ao Governo do Estado ampliaram, nesta semana, a atuação em municípios fora da Capital e se aproveitaram dos problemas locais para apresentar propostas à população de cada área visitada no Interior. As ações efetivas voltadas para o combate à seca, reforma de equipamentos públicos existentes em cada município e a criação de políticas de integração com o restante do território cearense dominaram as promessas feitas pelos postulantes que têm percorrido o Ceará atrás de voto.

Na última semana, Camilo Santana (PT) visitou oito municípios do Interior. Na quinta-feira, o petista concentrou esforços na Região do Jaguaribe e Centro-Sul cearense, passando por Jaguaretama, Ererê, Cedro e Jaguaribe. Na sexta-feira, cumpriu agenda no Sul do Estado, percorrendo Aurora, Barro, Farias Brito e Várzea Alegre.
Camilo Santana abordou o problema da seca durante a passagem por dois municípios. Em Cedro, o candidato declarou aos moradores que irá universalizar a implantação de cisternas em todo o Estado para garantir acesso à água. “Vamos universalizar a implantação de cisternas no Ceará. Nosso estado será o primeiro do Nordeste a ter cisterna em cada casa nas localidades atingidas pela estiagem”, disse.

Estiagem

Já em Jaguaretama, município que sofre com a estiagem, Camilo aproveitou e pediu votos sob a justificativa de que vai ampliar o número de adutoras nos municípios cearenses, além dos projetos da Transposição do rio São Francisco e do Cinturão das Águas. “Com as obras vai ser resolvido o problema de abastecimento da água aqui na região e em outras áreas do Estado, não só para o consumo, mas para a produção, para a indústria. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa geração”, exaltou.

Em Barro, Camilo se aproveitou de uma reivindicação da população sobre a reforma do hospital local para assumir o compromisso de reestruturar e equipar a unidade de saúde. “Também pretendo fazer a urbanização do Centro, no entorno da Praça da Igreja, valorizando o turismo religioso”, listou o petista ao acrescentar a construção de uma delegacia 24 horas.

Na semana que passou, Eunício Oliveira (PMDB) percorreu cinco municípios. Na quinta-feira, esteve em Maranguape e Tamboril e na sexta-feira fez campanha em Acopiara, Quixelô e Várzea Alegre. De acordo com a coordenação de comunicação do candidato, a escolha dos últimos locais visitados foi definida com base nos problemas enfrentados por essas regiões na convivência com a seca.

Durante comício em Tamboril, Eunício chamou atenção para o problema ao atribuir as dificuldades do abastecimento de água à inexistência de obras e projetos hídricos de convivência com a seca. Ele ainda lamentou que R$ 1 bilhão esteja sendo gasto para a construção de um aquário em Fortaleza, enquanto muitos cearenses ainda dependem de carros-pipa.

Nas atividades em Acopiara, Quixelô e Várzea Alegre, Eunício assegurou que tem estudado junto com moradores e técnicos das regiões a construção de uma política de convivência com a seca que possa assegurar a manutenção dos serviços e atividades em cada município, bem como estimular o crescimento da produção agrícola, gerando emprego e renda para a população.

Ailton Lopes (PSOL) também ampliou as atividades no Interior, passando por Barbalha, Crato, Jardim e Juazeiro do Norte e Sobral. Fora da Capital, Eliane Novais (PSB) cumpriu agenda apenas na Região Metropolitana de Fortaleza, fazendo campanha em Caucaia e em São Gonçalo do Amarante.

Tags: ,

Mesários iniciam treinamento para as eleições

Publicado em 01/09/2014 - 11:19 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle
O TRE iniciou no último sábado o treinamento dos mesários que vão trabalhar nestas eleições, no próximo dia 5 de outubro FOTO: Kléber A. Gonçalves

O TRE iniciou no último sábado o treinamento dos mesários que vão trabalhar nestas eleições, no próximo dia 5 de outubro FOTO: Kléber A. Gonçalves

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará iniciou no último sábado o treinamento dos mesários que vão trabalhar nestas eleições, no dia 5 de outubro. Durante toda a manhã, o fluxo de mesários da 112ª Zona Eleitoral, a primeira a realizar as orientações, foi intenso no Colégio Farias Brito. Eram esperados para este fim de semana cerca de 1.400 mesários.

Segundo a juíza responsável pela zona Regina Câmara, o treinamento é para que as eleições ocorram com a maior tranquilidade possível e para tirar dúvidas que possam surgir aos convocados e voluntários. “Eles estão fazendo um serviço de muitas responsabilidade e a Justiça Eleitoral conta com a boa vontade e o bom senso, porque vão presidir sessões que podem ocorrer imprevistos”.

A magistrada destaca os treinamentos para as urnas que vão receber voto em trânsito e o voto com áudio. “A pessoa tem que estar cadastrada, a máquina fica na mesa do presidente e ele digita para ver se realmente está e autoriza a votação do eleitor”. O voto em trânsito da 112ª zona será na Assembleia Legislativa.

De acordo com o chefe de cartório da 112ª Zona Eleitoral, Eduardo Pontes, a capacitação consiste em passar informações teóricas sobre o dia do pleito e prática com uma simulação na urna. “Há uma simulação do que eles podem encontrar no dia das eleições, como problemas que podem acontecer com a urna e eleitores”. As explicações são referentes a todo o fluxo de votação, desde a montagem da sessão à ordem das pessoas que votam, como deve ser registrado o voto, a digitação no micro terminal dos mesários, como proceder em caso de impugnação da identidade do eleitor, os problemas que podem ser encontrados com as urnas, entre outros.

Esclarecimentos

Segundo Eduardo, os mesários assistem a um vídeo produzido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com esclarecimentos sobre o trabalho no dia da votação. O sábado é o dia de maior fluxo de mesários com mais da metade sendo treinada por quatro turmas de servidores eleitorais, duas de manhã e duas pela tarde. Já no domingo, o treinamento contará com duas turma pela manhã e uma à tarde.

A Justiça Eleitoral mescla novatos com pessoas que têm mais experiência nas mesas. O treinamento de mesários em Fortaleza acontece até 21 de setembro. No Interior, os mesários das 110 zonas eleitoras dos 183 municípios começam a ser treinados a partir de amanhã até o dia 27 de setembro. Conforme o TRE, no Ceará foram convocados 79.828 mesários para trabalhar nas eleições.

Tags: , ,

Promessas inviáveis marcam horário eleitoral

Publicado em 01/09/2014 - 11:17 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Miguel Martins

Promessas que não têm competência para cumprir e apropriação de projetos de terceiros são algumas das marcas dos discursos de candidatos nas eleições deste ano. O eleitor que acompanhar a propaganda política eleitoral no rádio e na televisão, no Ceará, vai se deparar com muitas postulantes prometendo o que não podem cumprir, porque são atribuições do Poder Executivo ou de instâncias federais.

Desavisado, o eleitor pode até ser seduzido pelas promessas inviáveis dos pleiteantes. Há ainda aqueles que, sem tempo para apresentar propostas, utilizam apenas frases de efeitos para conquistar o voto. O deputado Danniel Oliveira (PMDB), que tenta reeleição para a próxima Legislatura, diz que foi responsável pela criação do Fundo Estadual de Combate às Drogas e que vai defender a Rede Juntos Pela Vida, proposta do candidato ao Governo Eunício Oliveira (PMDB).

De fato, o peemedebista apresentou um Projeto de Lei Complementar, em 2011, que criava o Fundo. No entanto, no ano passado, o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado José Albuquerque (PROS), apresentou um Projeto de Indicação criando o Fundo Estadual de Combate às Drogas, o que foi acatado pelo Poder Executivo.

Fundo

Na mensagem encaminhada para a Casa, o Governo do Estado afirma que a Lei Complementar que trata da criação do Fundo foi uma iniciativa de Albuquerque, por intermédio de um projeto de Lei de 2013. O deputado Téo Menezes (DEM), ao pedir voto ao eleitor, declara que trabalhará “com humildade e o ser humano em primeiro lugar”. Ele ficou conhecido por suposto envolvimento no chamado “escândalo dos banheiros”.

O petista Dedé Teixeira, em sua participação no programa eleitoral, diz que foi prefeito de Icapuí por três mandatos e que vai lutar pelos direitos dos trabalhadores, buscando avanços para políticas públicas nas universidades. Ele ainda afirma que foi autor da Proposta de Emendas à Constituição (PEC) que institui reservas de 50% das vagas nas instituições de Ensino Superior para alunos negros e índios das escolas públicas do Estado.

Entretanto, a proposta de Dedé Teixeira está arquivada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa desde 2012 e recebeu parecer parcialmente favorável da Procuradoria e do relator do colegiado, deputado estadual Professor Teodoro (PSD).

O deputado Professor Pinheiro (PT), que também tenta reeleição, destaca em seu programa eleitoral que sempre trabalhou pelos direitos das minorias, em especial dos quilombolas. Porém, nos três únicos projetos que apresentou na Assembleia, nenhum discorre sobre o tema. Um denomina Paraipaba como a Capital do Cocó, outro institui cota de inscrição em campeonatos oficiais de jiu-jitsu e um terceiro altera a Lei que instituiu o Sistema Estadual de Cultura.

Derrota

Já Heitor Férrer (PDT) ainda lamenta a derrota quando foi candidato para a Prefeitura de Fortaleza, em 2012, e apela para que as pessoas evitem boatos de que ele já está eleito. Osmar Baquit (PSD) está indo para o quinto mandato como parlamentar, e reforça no horário eleitoral que trabalhará “incansavelmente para representar você na Assembleia”.

Já a suplente de deputado, Silvana Oliveira, destaca um projeto de sua autoria que reconhece a Música Gospel como parte da Cultura Popular.
Muitos candidatos, na falta de conhecimento específico da fundação do legislador, ora apresentam propostas que não são funções do deputado, ora se limitam apenas a imprimir frases de efeito no inconsciente do telespectador ou ouvinte. O candidato Magno Lemos, do PTN, conclama o público para “fazer a diferença”. Já Marcus Rebouças, do PPS, diz que vai priorizar projetos sociais e cuidar da juventude.

Tempo integral

Fernanda Matos, do PSDC, prometeu criar o “Núcleo de Apoio à Sociedade Civil” e Chiquinho Moraes (PPL) enfatizou que vai lutar por escolas em tempo integral e universidades ao alcance de todos. Denilson Teixeira (PSC) fez coro à frase “abaixo à bandidagem”. Pastor Ivan Lopes (PSC) nem sequer fala, enquanto um presidente de associação de bairro discursa por ele. Raimundinho, do PCdoB, defende o “fim da taxa de esgoto e de iluminação pública”.

Lais Nunes (PROS), esposa do atual deputado Neto Nunes (PMDB), apresenta como proposta as mesmas ideias defendidas pelo candidato majoritário, Camilo Santana (PT), afirmando que defenderá delegacia em todo o Estado e meia passagem intermunicipal para estudantes.

O “Lindão” promete lutar por creches, que são atribuições das prefeituras, e não do Estado. No PTC, devido ao pouco tempo que têm, os candidatos só apresentam os nomes e números. O candidato João Figueiredo (PSDB) defendeu uma Lei que dê maior poder aos policiais civis e militares, querendo diminuir a influência do Governo no comando da Polícia.

Tags: , , ,

Em menos de dois meses de campanha, Justiça recebe quase mil denúncias de propaganda irregular

Publicado em 01/09/2014 - 11:16 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle
O candidato petista Camilo Santana lidera o número de denúncias, com 117 petições FOTO: Tuno Vieira

O candidato petista Camilo Santana lidera o número de denúncias, com 117 petições FOTO: Tuno Vieira

Em menos de dois meses de campanha eleitoral, a Justiça Eleitoral no Ceará já recebeu quase mil denúncias de irregularidades cometidas pelos postulantes na disputa eleitoral. Conforme o órgão, desde o início da liberação da propaganda eleitoral, no dia 6 de julho, até o dia 29 de agosto, foram instaurados 992 processos administrativos para investigar supostas infrações à legislação eleitoral por parte dos candidatos a cargos majoritários e proporcionais.

O volume de denúncias mostra que a disputa está se acirrando com a proximidade das eleições no dia 5 de outubro. Em agosto, o número de processos administrativos aumentou 1.033% em comparação ao mês anterior. No dia 30 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará havia instaurado apenas 96 processos administrativos por infrações em todo o Estado do Ceará.

A maioria das infrações continuam sendo relacionadas à pintura em muros. Também foram registradas irregularidades em rádio, amplificador de som, adesivo em carros, banners, cavaletes ancorados em postes, entre outros.

Maioria das denúncias

De acordo com dados da Justiça Eleitoral, até o dia 29, a maioria das denúncias de irregularidades foi para o candidato ao Governo do Estado Camilo Santana (PT) que teve 117 petições, seguido por Eunício Oliveira (PMDB) com 92. Já na disputa para o Senado, o postulante Tasso Jereissati (PSDB) alcançou 97 denúncias e Mauro Filho (PROS) teve 92.

Na campanha proporcional, se destacam os candidatos Artur Bruno (PT), com 25, Adail Carneiro (PHS) com 22, Mario Hélio (PMN) com 17, Fernando Hugo (SD) e Walter Cavalcante (PMDB) com 13. O vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB) lidera o número de processos administrativos com 27 petições, contudo ele não é mais candidato a deputado estadual, pois teve seu pedido de registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral, inclusive no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na presidencial, Dilam Rousseff conta com 91 denúncias enquanto Aécio Neves (PSDB) tem duas. Não há processos contra Marina Silva (PSB) no Ceará.

Tags: , ,

Confira programação dos candidatos para esta segunda-feira

Publicado em 01/09/2014 - 11:14 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle

Os candidatos ao Governo do Estado têm uma intensa agenda de campanha em Fortaleza nesta segunda-feira (1º). Ailton Lopes (PSOL) participa de uma entrevista às 7h30 na rádio Universitária, às 9h de um encontro organizado pelos Sindicatos de Professores da Universidades Estaduais e às 19h estará no jornal da TV Cidade.

Já Camilo Santana (PT) fará uma caminhada às 18h no Parque Santa Rosa e às 20h participa de uma plenária na sede do PT, Av. da Universidade, 2056. O candidato estará acompanhado de sua vice Izolda Cela e Mauro Filho, postulante ao Senado.

A candidata pelo PSB Eliane Novais, assim como Ailton Lopes, participa às 9h de uma reunião com os Sindicatos das Universidades Estaduais. O encontro acontecerá no Auditório Central da UECE, no Campus do Itaperi.

Eliane ainda fará às 17h30 uma caminhada no bairro Bangüê em Pacajus e participa a noite de um debate com empresários do Centro Industrial do Ceará (CIC) e da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), na Av. Barão de Studart.

Eunício Oliveira (PMDB) participará da inauguração do comitê central do candidato a deputado estadual Eulógio Neto (PSC), liderança no bairro Conjunto Ceará. O evento acontece às 8h na Avenida Osório de Paiva, ao lado do Terminal do Siqueira.

Tags: ,

Liberados da AL, deputados levam vantagem na campanha

Publicado em 31/08/2014 - 11:13 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle
politica

Mesmo tendo de cumprir só uma sessão por semana na Assembleia Legislativa, em vez de quatro, o plenário tem ficado esvaziado no dia das votações, que acabam sendo remarcadas para outras datas FOTO: Fabiane de Paula

Por Lorena Alves

Dos 46 deputados do Ceará, 39 disputarão algum cargo nestas eleições, seja para a própria Assembleia Legislativa ou para a Câmara Federal. Após aprovarem um recesso branco na campanha eleitoral, a Casa só está realizando uma sessão semanal. Um cálculo simples revela que as 26 faltas dos parlamentares em agosto e setembro – incluindo subsídio dos deputados e verba de gabinete – somam ao menos R$ 3,2 milhões em dias não trabalhados e dedicados exclusivamente à campanha.

Na prática, os legisladores recebem integralmente os recursos a que têm direito para exercer o mandato e estão liberados de três das quatro sessões semanais da Assembleia. Mesmo assim, algumas das terças-feiras reservadas para a aprovação de matérias têm sido esvaziadas por falta de quórum. Para cientistas políticas ouvidas pelo Diário do Nordeste, o prejuízo é ainda maior se contabilizado o aparato da máquina pública usado em benefício próprio, como combustível e outros gastos.

Hoje, todos os deputados estaduais do Ceará recebem R$ 20.042,35 de subsídio por mês, além de aproximados R$ 27 mil para dar suporte ao mandato parlamentar, como transporte, publicações, comunicação e contratação de assessoria técnica. Dos 35 dias que deveriam cumprir jornada de trabalho na Casa nos meses de agosto e setembro, 26 foram dispensados.

Vantagens

A cientista política Rita de Cássia Biason, do campus de Franca da Universidade Estadual Paulista (Unesp), explica que os parlamentares já saem com vantagem frente aos demais candidatos por terem benefícios do Legislativo à sua disposição. “Eles têm uma vantagem, mas pior do que isso é o nome dessa vantagem, que é o clientelismo institucional”, declara a especialista, que também é coordenadora do Centro de Pesquisas e Estudos sobre Corrupção, vinculado à Unesp.

“Todos esses instrumentos são usados pelo deputado estadual para fortalecer a campanha deles, tudo sendo pago pelo contribuinte. Ele cria uma base e volta para essa base. Esse afastamento leva até a clientela dele para garantir a reeleição”, acrescenta Biason. “O pior cenário é o do deputado estadual que fica dentro da Assembleia Legislativa e utiliza tudo que dispõe para se eleger. Ele requenta projetos de coisas sem utilidade em nome dessa reeleição”, elucida.

A pesquisadora defende que se limite a reeleição para os cargos do Legislativo e o afastamento dos parlamentares que postulam cargo no pleito, sem direito à remuneração. “Até entendo que algumas lideranças se dediquem à atividade política, mas você cria um nicho de clientela e de obtenção de favores”, alega. “Quem está concorrendo fora do processo tem chances mais escassas, porque não tem estrutura para conseguir recursos para a campanha”, completa.

Mobilização popular

A professora Rita de Cássia Biason diz acreditar que mudanças na legislação eleitoral só serão aprovadas por meio de mobilização popular, considerando que os parlamentares não legislarão contra os interesses pessoais. A opinião da especialista se estende à votação da reforma política, que, apesar de ser discutida há anos no Congresso Nacional, nunca chegou efetivamente a ser colocada em pauta. A despeito do trabalho reduzido na Assembleia Legislativa cearense, tem faltado disposição dos deputados estaduais em comparecer à Casa. No mês de agosto, uma sessão teve de ser remarcada duas vezes devido à ausência de parlamentares no plenário 13 de Maio, sem contar o cancelamento da primeira sessão deste segundo semestre – em 1º de agosto – também pela falta de quórum.

A professora de filosofia política Mirtes Amorim, da Universidade Federal do Ceará (UFC), afirma que o beneficiamento de candidatos da máquina pública ocorre tanto no poder Legislativo como no Executivo. Ela apoia a limitação de reeleição para os cargos legislativos – que são os de vereador, deputado estadual, deputado federal e senador – e fim da reeleição para o Executivo: prefeitos, governadores e presidente da República.

“O último ano de Governo (no primeiro mandato), seja no poder municipal, estadual ou federal, termina se envolvendo com a campanha e mistura tudo. Esse exercício dá vantagem diante de outros candidatos. Ele (gestor) tem uma exposição na mídia”. A especialista completa: “por mais que se tenha a legislação eleitoral, por ser alguém que detém o poder, não dá para distinguir o que é campanha e o que faz parte do exercício”.

Conchavos

Pela legislação eleitoral, os gestores que tentam a reeleição só podem fazer campanha fora do horário do expediente. Mirtes Amorim opina que o mandato dos cargos executivos deveria ser de cinco anos, sem reeleição, para fortalecer projetos partidários, em vez de conchavos para assegurar a manutenção do poder. “Se quisesse dar continuidade ao projeto, poderia apoiar um correligionário, porque seria um projeto maior do que o individual”, reforça.

Para a cientista política, essas medidas impediriam a disseminação da figura do político profissional, aquela liderança que faz da trajetória política um meio de vida. “Isso é muito ruim para o poder. O problema da reeleição é esse. Deveria ser obrigatório o cumprimento do horário (refere-se a deputados estaduais). Se quiser tirar licença (na campanha eleitoral), que seja sem remuneração”, aponta.

Tags: , , ,

Falta sinceridade e prova de competência

Publicado em 31/08/2014 - 11:11 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle
Os candidatos Camilo e Eunício Oliveira não questionam propostas um do outro. Eles parecem aceitar tudo como possível de ser feito. FOTO: Kid Júnior.

Os candidatos Camilo e Eunício Oliveira não questionam propostas um do outro. Eles parecem aceitar tudo como possível de ser feito. FOTO: Kid Júnior.

Por Edison Silva

Aumentou o volume de promessas dos candidatos, nestes pouco mais de dez dias de propaganda eleitoral, no rádio e na televisão. Nelas, facilmente se constata o interesse eleitoreiro de todos quantos querem renovar ou conquistar um mandato. Falta consistência às propostas, ou por insuficiência de argumentos dos que as apresentam, ou por não se coadunarem com a realidade econômica e financeira da União e do Estado, ou ainda por não se incluírem no rol de competências do cargo em disputa nesta eleição.

Tem candidato a governador falando de ações que invadem atribuições de prefeitos. Postulantes a vagas de deputado estadual ou federal defendendo posições do Poder Executivo, deixando claro o despreparo para o cargo disputado, o melhor que se pode dizer para não colocá-los na mesma relação dos proferidores de discursos de enganação. Eles se parecem tão iguais no campo da distribuição de ilusões que nenhum discute ou muito menos contesta a promessa feita pelo outro, mesmo a mais inverossímil.

Ousa

Quem quer ser governador do Ceará só está se preocupando em dizer o que vai fazer, como se tivesse concordando com tudo o que o concorrente está dizendo. Ninguém ousa afirmar ser essa ou aquela proposição inadequada para o momento do Estado, impossível de ser efetivada e não estar na relação das prioridades reclamadas pela sociedade ou, também, não existir recurso orçamentário suficiente à sua execução. Nenhum dos candidatos ofereceu um projeto para o Ceará das próximas décadas, além do que o atual governador já diz fazer.

Comentários, sobretudo os críticos, quando existem, em relação às proposições, são feitos reservadamente ou entre correligionários. Por isso é correto se afirmar que os programas eleitorais não estão servindo ao debate, o fim para os quais foram criados, na perspectiva de servirem como importante instrumento de esclarecimento do eleitor, facilitando-o a melhor definir seus candidatos aos diversos postos em disputa. O horário da propaganda eleitoral está tão desvirtuado e servindo bem mais para motivo de chacotas que propriamente de atração para os defensores da boa prática da cidadania.

Postulantes ao Governo parecem não conhecer as limitações impostas pelo Orçamento. O do próximo ano ainda está sendo elaborado na esfera da Secretaria de Planejamento, mas a Lei de Diretrizes Orçamentárias aprovada pela Assembleia, no último semestre, base daquele a ser executado pelo novo chefe do Executivo cearense, é bem explícita.

O Estado, embora hoje bem diferente daquele de décadas anteriores, pois avançou em vários setores, inclusive na parte do gerenciamento da sua máquina, ainda é muito pequeno em relação aos meios necessários ao suprimento dos serviços reclamados por seu povo. Eles poderiam mostrar essa realidade e discutirem como melhor aplicar os poucos recursos existentes somados a tudo quanto for possível ser buscado no Governo Federal. Sem essa observação, passam uma ideia falsa de que haver, hoje, todos os meios necessários a tornar realidade o que prometem.

A falta desse diálogo transparente só confirma que o Ceará é igualmente pobre politicamente. A pouca atenção dispensada pela União a esta unidade da federação é muito mais pela empatia entre os governantes de plantão (presidente e governador), que propriamente pela ação dos seus representantes. Projetos estruturantes pleiteados há quase cinquenta anos continuam no quadro de promessas. A refinaria da Petrobras é um exemplo. Só o que avançou em relação a ela foi a denominação dada ao projeto: “Premium II”. Outros estados nordestinos, pelas ações das suas lideranças avançaram bem mais, embora muito menos que o necessário para pôr um fim nas desigualdades regionais.

Talvez por isso, o único dos postulantes à Presidência da República a engendrar um projeto para o Nordeste, Aécio Neves (PSDB), escolheu a Bahia para fazer o anúncio oficial, embora no mesmo dia tenha vindo ao Ceará, fazer campanha, à noite, no Município de Iguatu. Embora sabendo que a posição do tucano é parte da prática político-eleitoreira, louve-se sua atitude de dizer o que poderá fazer se for presidente da República, pois sequer isso os outros candidatos fizeram.

Pesquisa

A mudança mostrada pelas últimas pesquisas eleitorais sobre a sucessão presidencial, primeiro pelo Ibope e na última sexta-feira pelo Datafolha, seguramente refletirá em algumas disputas estaduais. A priori, em relação ao Ceará, é possível se afirmar que a nova realidade nacional não interferirá na disputa entre os candidatos Eunício Oliveira e Camilo Santana, exatamente pelo fato de a candidata do PSB, Eliane Novais, não ter demonstrado musculatura para poder alavancar sua campanha.

A empresária Nicole Barbosa, que seria a representante do PSB na disputa estadual, sem dúvida, hoje, com o avanço de Marina, poderia estar em patamar bem mais elevado que o alcançado por Eliane, e consequentemente, com chances reais de competição. Nicole foi abruptamente afastada para dar lugar a Eliane Novais, na época candidato à Câmara Federal.

Mesmo com a situação de fragilidade da presidente Dilma Rousseff, apresentada pelos números do Datafolha, ela tem uma expressiva liderança no Nordeste, e com o Ceará solidificando essa posição, Camilo e Eunício, apoiadores dela, não serão molestados, no momento, e tanto um quanto outro vão poder dizer, com a mesma ênfase para o eleitorado cearense, que contam com o apoio da presidente. Até o dia 15 de setembro, sem um outro grande evento, inclusive catastrófico, no interregno, toda e qualquer realidade eleitoral de hoje pode ser alterada.

Tags: , , ,

Carreatas e caminhadas na programação dos candidatos

Publicado em 31/08/2014 - 11:10 por | Comentar

Categorias: Eleição 2014
  • Enviar para o Kindle

Por Yohanna Pinheiro

Neste domingo, candidatos ao Governo do Estado se dividem entre atividades no Interior e na Capital, com programações de corpo a corpo com eleitores, gravações para a propaganda eleitoral gratuita e debate com internautas através de serviços de transmissão de vídeo pela Internet.

Camilo Santana (PT) faz uma carreata na Capital. O petista quer percorrer várias avenidas e ruas da Capital, partindo às 9h do comitê central na Avenida Sebastião de Abreu, 180, Cocó, em direção à Praia do Futuro. Lá, está programada a realização de um adesivaço.

Já Eunício Oliveira (PMDB) tem agenda no Interior e aproveita a manhã do domingo para realizar uma caminhada no Município de Pacajus.

Tags: ,

Conselheiro cogita voltar à política

Publicado em 31/08/2014 - 11:09 por | Comentar

Categorias: TCM
  • Enviar para o Kindle

Afirmando ter 32 anos de serviço público, o conselheiro do TCM e ex-vice-governador Domingos Filho não descarta voltar a disputar cargo eletivo após a aposentadoria que pode ocorrer daqui a poucos anos FOTO: José Leomar

Por Yohanna Pinheiro

A quatro meses de concluir o mandato de vice-governador do Estado, Domingos Filho se afastou da política partidária ao assumir, no dia 19 de agosto, o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM). Sua carreira política, entretanto, pode não se encerrar na Corte: ele admitiu ao Diário do Nordeste  que, a depender das circunstâncias futuras, poderá voltar a disputar cargos eletivos quando se aposentar.

Embora a maioria dos conselheiros deixe o Tribunal apenas quando completam 70 anos, pela aposentadoria compulsória, Domingos não descarta a possibilidade de se aposentar antes. “Vou completar 32 anos de serviço público. Isso permite que, completos os 35 anos, eu fique habilitado a voltar. Se os cenários lá adiante assim o recomendarem e for um desejo, eu tenho a prerrogativa de, se quiser, poder voltar. Quem vai dizer? O destino”, afirmou o conselheiro.

Casado com a prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PMDB), pai do deputado federal Domingos Neto (PROS) e primo de Odilon Aguiar (PROS), que disputa uma cadeira na Assembleia Legislativa, a política continua a fazer parte do cotidiano do conselheiro. No entanto, ainda que há dois meses disputasse a candidatura ao Governo do Estado, ele assegura não ter tido dificuldades na transição para o Tribunal de Contas, uma vez que tem formação na área de advocacia.

“Eu estou bem, estou empolgado, porque me preparei para isso (ser conselheiro). Enquanto estava na vida partidária, disse às claras que estava disputando uma indicação para governador do Ceará. E que, na política, em cargos eletivos, eu não tinha plano B. Se eu não fosse candidato a governador, não seria candidato a nada. Portanto, cumpri o que eu disse lealmente ao povo cearense”, apontou.

Na política, Domingos foi deputado estadual por 16 anos – dos quais em quatro foi presidente da Assembleia – e vice-governador por quase quatro anos. Ao ser questionado se estava realizado politicamente, ele disse apenas ter cumprido o seu papel e que agora, no novo cargo, procuraria deixar sua marca de contribuição. “Devo agradecer ao povo cearense pelas oportunidades que me deu. Estou agora em uma outra tarefa, que também tem tudo a ver com as minhas vocações, com a minha formação científica, e vou procurar dar tudo de mim”.

Vitalício

Apesar das circunstâncias políticas que o levaram a ser indicado ao cargo pela Assembleia Legislativa, após perder a indicação para disputar o Governo, ele garante estar satisfeito no papel de conselheiro – cargo que, além de vitalício, tem subsídio igual o de desembargador e garantias conferidas a magistrados de segundo grau. “Não tenho nenhuma dificuldade de adaptação nisso, pelo contrário, estou gostando bastante. Estou absolutamente consciente, tranquilo e gostando do faço”, garantiu.

Na sessão do pleno, Domingos já se absteve de votações relativas a Tauá. “Por questões óbvias. A minha esposa é prefeita pela terceira vez do município e, naturalmente, isso me impede não só sobre as contas dela, mas também de todos os secretários, de todos os agentes públicos do município. Me impedi para que o tribunal possa julgar sem qualquer influência”, explicou.

Como acabou de entrar no Tribunal, Domingos não relatou nenhum processo, mas deverá fazê-lo em setembro. “Acho que o meu conhecimento de gestão de presidente da Assembleia e conhecimento político vêm somar com o quadro extraordinário de conselheiros que aqui tem, de servidores, e conseguir aprimorar cada vez mais a fiscalização e o rigor que deve ter”.

Sobre o trabalho da Corte, o conselheiro ressaltou a necessidade de estar cada vez mais atento à transparência dos julgamentos das contas públicas e também de capacitar gestores. “Às vezes, um secretário de um município menor recebe uma multa de cento e poucos reais e tem uma conta considerada irregular por falta até de conhecimento técnico com relação a isso, na sua enorme maioria”, apontou. “Esse órgão tem uma contribuição muito grande a dar, que já vem dando, na linha da capacitação, da formação, do esclarecimento, da prevenção”.

Tags: ,

Candidato a vice de Marina Silva vem a Fortaleza

Publicado em 30/08/2014 - 9:14 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

O candidato a vice de Marina Silva pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), Beto Albuquerque, estará em Fortaleza no dia 5 de setembro para participar de atividades de campanha com a candidata ao governo Eliane Novais e a candidata ao senado Geovana Cartaxo.

Beto Albuquerque fará visita aos meios de comunicação e concederá entrevista coletiva na Assembléia Legislativa. No fim do dia, fará caminhada pelo centro da cidade em direção à Praça do Ferreira.

O candidato participará ainda de uma plenária com militantes do PSB e os partidos coligados da campanha de Marina Silva (PPS, PPL, PSL, PRP e PHS). A agenda será concluída com um jantar de adesão em apoio às candidaturas à Presidência, ao Governo e ao Senado.

Agenda de Beto Albuquerque:

10 às 13h – Visita aos veículos de comunicação.

15h – Entrevista coletiva na Assembleia Legislativa

17h – Caminhada no Centro de Fortaleza

19 – Plenária com Militantes do PSB e partidos coligados

21h – Jantar de adesão no La Maison

Tags: , , ,

Confira a programação dos candidatos para este sábado (30)

Publicado em 30/08/2014 - 9:13 por | Comentar

Categorias: Eleições
  • Enviar para o Kindle

Ailton Lopes (PSOL)

Cumpre agenda em Sobral

9h – Panfletagem pelo Centro;

15h – Panfletagem na Grendene;

17h – Ailton na Margem Esquerda do Acaraú

18h30 – Caminhada nos bares do Centro.

Camilo Santana (PT)

9h  -   Carreata em  Novo Oriente

11h -  Carreata em  Aiuaba

17h – Carreata em  Parambu

19h – Comício em Tauá

Eliane Novais (PSB)

6h30 – Caminhada pela aprovação da PEC 555/2006
Concentração: Av. Beira Mar, em frente ao Clube do Náutico – Meireles

8h – Encontro com Transportadores de Escolares
Local: Sede do SETRECE – Rua Filgueiras Lima, 85 – Jardim América – Fortaleza

14h às 18h – Gravação para programa de TV

Eunício Oliveira (PMDB)

9h – Caminhada em Juazeiro do Norte
Local: Rua São Pedro

17h – Caminhada no Crato

Tags: , , , ,

Coligações lideram denúncias de propaganda irregular

Publicado em 30/08/2014 - 9:13 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
O juiz Carlos Henrique visitou o Sistema Verdes Mares FOTO: Fabiane de Paula

O juiz Carlos Henrique visitou o Sistema Verdes Mares FOTO: Fabiane de Paula

Por Alan Barros

O juiz coordenador da propaganda eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Carlos Henrique Oliveira, alertou para a Resolução aprovada neste ano pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que tornou obrigatória a presença de intérpretes da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) ou de legenda nos debates na televisão entre os candidatos durante o pleito deste ano. A Resolução também abrange os programas veiculados no horário eleitoral gratuito.

O juiz Carlos Henrique Oliveira visitou, ontem, o Sistema Verdes Mares com o objetivo de conhecer a estrutura e esclarecer quaisquer dúvidas sobre a transmissão dos programas no horário eleitoral gratuito, já que a Rádio Verdes Mares e a Televisão Verdes Mares estão entre as emissoras responsáveis pela geração das inserções, em um determinado período.

“A visita teve a intenção de chegarmos juntos aos três grupos de rádio e televisão que estão afeitos à obrigatoriedade de gerarem o horário eleitoral gratuito. Viemos para conhecer a estrutura, tirarmos as dúvidas que, por ventura, aconteçam de modo a fazermos um bom trabalho, adequado ao que determina a legislação eleitoral”, esclareceu o juiz.

Apesar de o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) oferecer espaços para que a população denuncie irregularidades registradas em materiais de campanha dos candidatos aos cargos proporcionais ou majoritários, o juiz coordenador da propaganda eleitoral afirmou que a maioria das reclamações tem sido feitas entre as coligações adversárias, mas classificou os atos como salutares na busca pelo cumprimento da legislação.

Investigar

Quanto às denúncias, que já ultrapassaram a marca das 700 reclamações de acordo com o último balanço divulgado pelo TRE, o juiz Carlos Henrique Oliveira avaliou como salutar que as próprias coligações assumam esse papel de fiscalização, cabendo à Justiça Eleitoral a responsabilidade de investigar e tomar as medidas necessárias.

“Todas as reclamações, denúncias, representações ou direitos de resposta são feitas, principalmente, pelos próprios candidatos ou coligações. É sempre um fiscalizando o outro. Isso é salutar, porque o intuito maior é que todos atendam as normas eleitorais. Os partidos acompanham a propaganda um do outro e, assim, estão afeitos a verificar”, pontuou.

Mesmo considerando importantes as denúncias feitas pelos partidos ou coligações, Carlos Henrique Oliveira defendeu que os eleitores também precisam ser mais ativo no ato da fiscalização. “Nós também queremos contar muito com o eleitor, que veja se o candidato está usando esse espaço adequadamente com ética e compromisso social para apresentar boas propostas”, explicou.

Ele alegou, no entanto, que as equipes do TRE responsáveis pela fiscalização da propaganda eleitoral não têm somente ficado à espera das denúncias, mas também tem percorrido, principalmente, a Capital e Região Metropolitana atrás de possíveis irregularidades cometidas pelos candidatos.

Resposta

“Diariamente, três equipes com dois servidores têm acompanhado todas as denúncias com material de caneta, máquina fotográfica, escala, decibelímetro. Independentemente das denúncias, a equipe está realizando um trabalho ativo de fiscalização e acompanhamento nas várias áreas em que há propaganda”, assegurou.

Já o horário eleitoral gratuito, no rádio e na televisão, tem resultado em poucas reclamações formalizadas junto ao Tribunal Regional Eleitoral, segundo Carlos Henrique Oliveira. De acordo com o juiz, os programas têm respeitado os principais objetivos das inserções veiculadas na televisão e no rádio e citou como exemplo da tranquilidade o fato de que o órgão (TRE) ainda não recebeu nenhum pedido para direito de resposta.

Tags: , , ,

Deputado presta depoimento à Procuradoria Regional Eleitoral

Publicado em 30/08/2014 - 9:12 por | 7 Comentários

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle
Fernando Hugo foi o único deputado que sustentou as denúncias que fez sobre a compra de votos no Ceará FOTO: José Leomar

Fernando Hugo foi o único deputado que sustentou as denúncias que fez sobre a compra de votos no Ceará FOTO: José Leomar

O deputado Fernando Hugo (SD) foi o único parlamentar que fez denúncias de compra de votos no Ceará, a prestar esclarecimentos à Procuradoria Regional Eleitoral, ontem, pela manhã. Hugo afirmou ao procurador regional eleitoral, Rômulo Conrado, que há boatos de que a candidata a deputada estadual pelo PCdoB, Augusta Brito, estaria “comprando” votos na Região de Ibiapaba, e que fazia o mesmo em Fortaleza.

O deputado Lula Morais (PCdoB) que fez a denúncia de “lavagem de dinheiro” oriundo do roubo do Banco Central, será ouvido na próxima semana, conforme explicou Rômulo Conrado, que afirmou ainda que algumas das denúncias feitas já estavam sendo investigadas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Segundo disse, Lula Morais chegou a falar com ele brevemente, mas na próxima semana a conversa será mais demorada.

Segundo ele, as informações passadas por Fernando Hugo já eram de conhecimento do Ministério Público, e com uma fita da gravação da sessão ordinária da Assembleia quando ocorreram as denúncias, Conrado vai iniciar um trabalho de investigação no Interior do Estado. “Como alguns fatos são do Interior, vamos solicitar que os promotores das zonais eleitorais façam o trabalho de investigação”, disse.

Conforme informou, as denúncias são oriundas de algumas regiões do Estado, mas ele preferiu não identificar os lugares para não prejudicar as investigações. “A gente tem recebido várias denúncias de venda e compra de votos. Essa questão apontada pelos deputados foi um fato pontual, mas agora precisamos dar continuidade”, apontou.

Fernando Hugo foi depor na Procuradoria pelas denúncias que fez, e como procurador parlamentar da Assembleia, e lá afirmou que ouviu muitos comentários de que uma candidata vinha da Serra Grande, “comprando metade da Serra e iria comprar Fortaleza”. Ele afirmou que o nome da candidata é Augusta Brito, do PCdoB, e que já foi prefeita de Graça.
“Eu não tenho nenhuma relação com ela e nada tenho contra ela. Eu não sei nem quem é. Mas tenho ouvido conversas até de membros do partido dela, que é mulher que já fez o diabo, e que comprou todo o Ipu”, disse ele. “Eu só lamento que a democracia tenha que passar por esse dissabor, inclusive, com a ‘desmentalização’ da juventude em pleno século XXI”, lamentou o parlamentar.

Internautas

A denúncia feita pelo deputado Lula Morais, na última terça-feira, durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, de que um candidato a deputado federal estaria comprando voto com dinheiro oriundo do roubo ao Banco Central, repercutiu entre os internautas que acessam o e-mail do Diário do Nordeste.

Muitos demonstraram indignação com a acusação feita, e outros reclamaram a atitude de parlamentares que agora estão recuando do que disseram durante a plenária.

O internauta Messias Gomes chegou a lamentar a situação de corrupção no Brasil, e chamou a política do País de “piada”. “Agora tão tudo pulando fora do barco porque algum tubarão corrupto foi atingido com a denúncia, com certeza”, afirmou. Welington Leadebal reclamou da posição dos deputados, e disse que as acusações feitas precisam ser apuradas. “Se não é para valer, não diga no Plenário. O sujeito sendo parlamentar, sabe que ali a denúncia toma caráter oficial. Esse negócio precisa ser apurado bem direitinho como deve ser num Parlamento sério”, disse.

Edisio Lima reclamou de “incoerência” por parte dos políticos, e afirmou que Lula Morais usou de “golpe baixo” quando foi confrontado por Fernando Hugo. Já Antônio Brasil Soares, salientou que “se o Ministério Público ‘acochar’, eles confessam e dizem quem é quem”.

Para ele, é inadmissível que um parlamentar suba à tribuna da Assembleia para dizer mentiras “e jogar com a população”. O procurador eleitoral também foi criticado pelos internautas, por somente agora se posicionar sobre denúncias de compra de votos, sem que tenha iniciado uma fiscalização anterior.

Tags: , ,

Comitês concentram principais atividades de campanha

Publicado em 30/08/2014 - 9:11 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

As duas maiores coligações com candidatos que disputam o cargo majoritário no Ceará, possuem tendas, em seus comitês de campanha, visando a realização de eventos programáticos para interação e discussão de propostas junto a aliados, além da concentração dos principais serviços de apoio ao respectivo candidato.

No espaço localizado na Avenida Sebastião de Abreu, e que serve para a campanha do petista Camilo Santana (o mesmo local onde funcionaram os comitês de Cid Gomes, candidato à reeleição em 2010 e do prefeito Roberto Cláudio, na eleição de 2012), realiza diversos encontros, o equipamento do peemedebista Eunício Oliveira, instalado na Avenida Barão de Studart, se encontra com poucas atividades desde a sua inauguração no final de julho passado.

Na penúltima sexta-feira, o Diário do Nordeste visitou os dois equipamentos, e duas realidades distintas puderam ser observadas. Na tenda de Camilo Santana estava sendo realizado um encontro com a presença do próprio candidato, que havia visitado durante o dia o 64º Município. No local, cerca de 700 pessoas ovacionavam o petista que discorria sobre suas propostas para as comunidades presentes.

O evento faz parte do chamado “Diálogos da Tenda”, que são encontros temáticos que vêm sendo realizados desde o início da campanha do postulante. Vários eventos desse tipo já ocorreram na tenda, sendo um somente sobre o tema Educação, onde foi dirigido pela ex-secretária de Educação do Estado e atual candidata a vice-governadora, Izolda Cela.

Incursões

No encontro, a republicana discorreu sobre os feitos de sua gestão à frente da pasta e os desafios que ainda devem ser superados pela futura administração. Em seguida, houve um debate sobre Esporte, e participaram dele os candidatos ao Governo e ao Senado. Os dois também discorreram sobre o tema, e apresentaram os quadros do setor no Ceará durante a atual gestão.

A esposa de Camilo Santana, Onélia Leitte, está realizando uma série de incursões em bairros da cidade de Fortaleza, e na noite daquela sexta-feira convidou representantes dessas comunidades para uma reunião na tenda da coligação, que teve a participação das candidaturas majoritárias.

Já no espaço reservado para encontros da campanha de Eunício Oliveira, na noite daquela mesma sexta-feira, não teve qualquer encontro, e poucas eram as pessoas presentes. Somente alguns militantes faziam bandeiraços em frente ao comitê de campanha do peemedebista.

Denominado de “Tenda da democracia”, o espaço só realizou um grande evento, segundo informou a coordenadoria de comunicação. No encontro, denominado de “Vamos juntos”, que contou com as presenças dos candidatos a vice-governador, Roberto Pessoa (PR), e a senador, Tasso Jereissati (PSDB), os prefeitos de Uruburetama, Vasconcelos Neto (PSB), de São Luís do Curu, Danielle Nunes, (PROS), aderiram à campanha peemedebista.

Panfletagem

Segundo informou a assessoria, pelo menos seis mil pessoas participaram da reunião. A Força Sindical, contabilizando aí 68 sindicatos, também demonstrou apoio a Oliveira durante o encontro. Segundo a assessoria, a ideia da “Tenda da democracia” é realizar encontros mais direcionados, de setoriais dos partidos coligados.

Na última segunda-feira, outro evento com um grande número de participantes, na parte da manhã, presidido pelo candidato a governador, Eunício Oliveira, reuniu pessoas ligadas à área da Segurança Pública. O próprio candidato falou de uma melhor utilização daquele espaço para a discussão de temas específicos dentre os que são tratados na campanha.

Tags: , ,

Marina Silva pede votos para Geovana Cartaxo

Publicado em 30/08/2014 - 9:10 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Por Alan Barros

A candidata do PSB ao Senado, Geovana Cartaxo, apresentou no programa transmitido, ontem, durante o horário eleitoral gratuito um depoimento da representante da legenda na disputa do cargo de presidente da República, Marina Silva.

O programa mostrou um gravação em que Marina Silva, ao lado de Geovana Cartaxo, destaca o apoio à candidata ao Senado e a classifica como uma liderança comprometida com o novo jeito de fazer política. “O Brasil quer mudanças e, para isso, é preciso contar com pessoas comprometidas com o jeito novo de fazer política. Com coragem e inovação para administrar o futuro de todos nós”, declarou a candidata a presidente.

Antes de se filiar ao PSB, Geovana Cartaxo foi a articuladora, no Ceará, da Rede Sustentabilidade. Quando Marina Silva não conseguiu a permissão para criar a legenda e se filiou à nova sigla, a candidata cearense ao Senado fez o mesmo caminho.

Já no tempo destinado à campanha dos candidatos ao Governo do Estado, o programa de Ailton Lopes (PSOL) aproveitou a comemoração do Dia Nacional da Visibilidade Lésbica para abordar a luta pela diversidade sexual e exibir beijos entre pessoas do mesmo sexo.

Dificuldades

Em seu discurso, Ailton Lopes relatou as dificuldades enfrentadas por ele. “Eu sou gay e sei como foi difícil, me aceitar, me assumir. Enfrentei o medo da rejeição, a desconfiança se eu era normal e o medo de ser alvo de piadas. Há quem esteja chocado com o beijo ou com qualquer troca de afeto entre pessoas do mesmo sexo. É impressionante como o amor tem causado mais choque do que a guerra, a violência e a desigualdade”, pontuou.

No programa de Camilo Santana (PT), assim como tem feito desde o início da propaganda eleitoral na televisão e no rádio, o petista voltou a destacar os resultados e benefícios gerados à população durante o período em que ele esteve à frente das Secretarias do Desenvolvimento Agrário e da Cidades.

Entre os benefícios destacados, a inserção retratou a felicidade dos moradores do Residencial Cidade Jardim, obra do programa Minha Casa Minha Vida, por meio de depoimentos.

O candidato Eunício Oliveira (PMDB), no programa da tarde, retratou a violência no Estado. O peemedebista afirmou que, apesar do Governo ter aumentado os gastos com a segurança pública, a violência tem crescido, revelando a falta de planejamento.

O programa retratou casos de violência relatados pela imprensa e citou que, nos últimos 7 anos, mais de 20 mil assassinados. Em seguida, Eunício Oliveira prometeu ações para a segurança pública, como a contratação de 1.500 policiais o investimento em treinamento.

Já a candidata Eliane Novais repetiu o programa em que é contada a história de vida dela e a trajetória política como vereadora e deputada estadual. Na disputa do Senado, Mauro Filho (PROS) e Tasso Jereissati (PSDB) exaltaram outra vez resultados alcançados quando estavam no Poder Executivo.

Tags: , ,

Internautas indignados com tentativa de recuo das denúncias de compra de votos

Publicado em 29/08/2014 - 15:08 por | Comentar

  • Enviar para o Kindle

Lula mOrais

A   denúncia feita pelo deputado Lula Morais (PCdoB), na última terça-feira, durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, de que um candidato a deputado federal estaria comprando voto com dinheiro oriundo do roubo ao Banco Central, repercutiu entre os internautas que acessam o e-mail do Diário do Nordeste. Muitos demonstraram indignação com a acusação feita, e outros reclamaram a atitude de parlamentares que agora estão recuando do que disseram durante a plenária.

O ocorrido se deu quando o deputado Fernando Hugo (SD) criticava eleitores que vendiam o voto. Morais então afirmou que a culpa não era somente do eleitorado, mas de alguns candidatos que compravam votos. Ele chegou a dizer que um candidato a deputado federal estaria “lavando” dinheiro do Banco Central, o que surpreendeu outros parlamentares presentes. Fernando Hugo chegou a retrucar, afirmando que candidata a deputada estadual do PCdoB também estaria comprando votos na Serra de Ibiapaba.

O internauta Mescias Gomes chegou a lamentar a situação de corrupção no Brasil, e chamou a política do País de “piada”. “Agora tão tudo pulando fora do barco porque algum tubarão corrupto foi atingido com a denúncia, com certeza”, afirmou.

Welington Leadebal reclamou da posição dos deputados, e disse que as acusações feitas precisam ser apuradas. “Se não é para valer, não diga no Plenário. O sujeito sendo parlamentar, sabe que ali a denúncia toma caráter oficial. Esse negócio precisa ser apurado bem direitinho como deve ser num Parlamento sério”, disse.

Edisio Lima reclamou de “incoerência” por parte dos políticos, e afirmou que Lula Morais usou de “golpe baixo” quando foi confrontado por Fernando Hugo. Já Antônio Brasil Soares, salientou que “se o Ministério Público ‘acochar’, eles confessam e dizem quem é quem”. Para ele, é inadmissível que um parlamentar suba à tribuna da Assembleia para dizer mentiras “e jogar com a população”. O procurador Rômulo Conrado também foi criticado pelos internautas, por somente agora se posicionar sobre denúncias de compra de votos, sem que tenha iniciado uma fiscalização anterior para evitar esse tipo de ação.

“Esse cidadão mora em que planeta? No mínimo não fiscaliza ou tem medo dos nossos políticos, pois desde que eu me entendo por gente existe compra de voto em toda esquina desse Estado. Quase todo candidato faz. A diferença é que alguns gastam muito dinheiro e outros gastam menos” criticou Paulo Silva. Outros internautas também chegaram a confirmar que “todos candidatos compram votos”.

Gilmário Araújo da Silva disse que os deputados têm por obrigação moral, dizer o nome dos supostos compradores de votos para a população. Já Maria Café afirmou que a maioria dos políticos é “hipócrita” e “desonesta”. Gusmão Siqueira também disse que político no Brasil só consegue se eleger com a compra de votos.

Outros internautas disseram que todos são “farinha do mesmo saco”, e teve quem pedisse que o deputado Lula Morais fosse intimado pela Polícia Federal para esclarecer as informações que disse na tribuna da Assembleia. Alguns se disseram envergonhados com o tipo de parlamentar que a população está elegendo.

“Com esse compra e venda de votos, segundo os próprios políticos, só vem a tornar público para nós simples mortais (eleitor) que política é coisa de rico. As candidaturas de pessoas ricas, estão aí para comprovar. Só não sei, quais interesses esses candidatos vão defender. O que é dito nas campanhas é que são interesses do povo. O eleitor de primeiro voto, igual ao meu filho com 18 anos, que pague pra ver”, lamentou Francisco Gomes da Silva.

Várias outras mensagens chegaram sobre o tema. Algumas com palavrões endereçadas aos políticos.

 

Tags: , , , , ,

Candidato ao Governo do Estado exibe beijo gay na propaganda eleitoral da TV

Publicado em 29/08/2014 - 15:03 por | Comentar

Categorias: Blog Política
  • Enviar para o Kindle

Ailton Lopes

O candidato ao Governo do Estado pelo PSOL, Ailton Lopes, pautou o seu programa eleitoral desta sexta-feira na bandeira da diversidade sexual e na luta contra a homofobia.

No espaço reservado ao horário eleitoral da televisão, vários casais aparecem em demonstração de afeto. A propaganda eleitoral ainda exibe um beijo entre dois homens. A mesma temática foi abordada na propaganda do rádio.

Militando do movimento LGBT, Ailton Lopes afirma no vídeo que, por ser gay, sentiu na pele desde jovem a discriminação da sociedade.

 

Tags: , ,

Página 1 de 33112345...102030...Última »

Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999