política

Busca


Governista quer proibir venda de bebidas nos estádios, inclusive, durante a Copa

Publicado em 20/03/2013 - 14:09 por | 24 Comentários

Categorias: Bebidas

  • Enviar para o Kindle
zzsilvana

Silvana Oliveira, mesmo apresentando o Projeto de Indicação, afirma que a matéria não deverá passar no plenãrio. FOTO: KID JUNIOR

A deputada Silvana Oliveira (PMDB) quer proibir a venda e consumo de bebidas alcoólicas nas dependências de estádios de futebol no Ceará. De acordo com a peemedebista, a Lei, caso seja sancionada, deve entrar em vigor já no ato de sua publicação no Diário Oficial do Estado, o que dificilmente poderá acontecer, por conta da Lei Geral da Copa, que garante a venda deste tipo de produto durante os jogos do evento esportivo.

A própria parlamentar afirma que sua proposta não deverá vingar no plenário da Casa ou até mesmo em sua tramitação na Comissão de Constituição e Justiça. “Já me disseram que não vai passar e o Estado até pode dizer não, mas eu tenho o direito de me defender, porque isso é apenas força financeira. A medida adotada para o período da Copa é incoerente porque temos uma Lei Seca mais severa e vamos liberar bebidas nos estádios?”, indagou.

De acordo com a proposta, os produtos apreendidos deverão ser leiloados em, no máximo, 90 dias, e sua renda, bem como a recebida da aplicação de multa, deverá ser revertida para programas de combate ao alcoolismo.

“Este projeto de lei tem como objetivo trazer maior segurança aos torcedores nos estádios nos jogos de futebol, além de garantir a presença das famílias cearenses nos estádios, que muitas vezes restringem sua presença por conta do medo de se depararem com pessoas alcoolizadas, que mudam seu comportamento após ingerirem bebidas alcoólicas”, justifica a deputada.

É de autoria dela também, um projeto que quer incluir as disciplinas ética e cidadania na grade curricular das escolas do Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Tags: ,

Comentários

AUGUSTO LIMA

em 20 de março de 2013

A proibição de venda de bebidas alcoolicas já existe, e eles mesmos (deputados) concordaram em serem flexíveis, paesar de se tratar de tema problemático.
Para aparecer vem esta parlamentar querer chover no molhado. Onde vamos parar?

Adriano

em 20 de março de 2013

O que essa Deputada entende de eventos esportivos? Já ficou provado que a proibição de bebidas em estádios não diminuiu a violência e ne é a causa de depredações e vandalismos

Victor

em 20 de março de 2013

Devia se preocupar com coisa mais séria do que bebidas em jogo de copa do mundo! ela quer é aparecer!

romulo carvalho

em 20 de março de 2013

O problema é o seguinte: quem patrocina o esporte são os fabricantes de bebidas. Tire suas conclusões.

Caio Fernandes

em 20 de março de 2013

Perdeu meu voto!! Nunca mais

Oberdan Sousa

em 20 de março de 2013

Vá procurar o que fazer NOBRE PARLAMENTAR…

Gustavo Simplicio Moreira

em 20 de março de 2013

Acho que a Deputada vacilou, enviar uma lei tendo certeza que não vai ser aprovada, é no minimo jogar o “preciso” tempo dos parlamentares fora!

Luciano Alves

em 20 de março de 2013

Realmente, essa deputada é uma “avoadora”, existe a lei geral da copa, e nela está a liberação de bebidas alcoolicas, na copa.

Uicaa Paiva

em 20 de março de 2013

Realmente ela só quer aparecer mesmo, impressionante como os governistas não são conhecedores das leis que regem, mesma coisa qdo foi o plebiscito das armas, já existia uma lei, mas se é pra gastar e jogar dinheiro fora…..

Edilson Cavalcante Fialho

em 20 de março de 2013

Deveria liberar as bebidas em todos os jogos.
Violência continua existindo nos estádios sem bebidas. O trabalhador rala a semana inteira e quando chega no futebol não pode beber sua cerveja, uma absurdo. Duvido que tivessem coragem de proibir bebidas nas Festas da palyboizada, só por que o futebol é uma festa principalmente do povão, da massa, ficam querendo atrapalhar a felicidade alheia.

VITOR

em 20 de março de 2013

VAI PROCURAR O QUE FAZER DEPUTADA,VIVEMOS NO PAÍS DA HIPOCRISIA.

JUNIOR

em 20 de março de 2013

Esta Senhora quer aparecer,nos Países Europeus de PRIMEIRO MUNDO,a Bebida é liberada nos estádios,O motorista que quiser beber vai de táxi, agora esta senhora deveria propor uma lei de prisão Perpétua para os políticos que roubam as verbas da EDUCAÇÃO,SAÚDE E HABITAÇÃO.Falar NISSO CADÊ O DINHEIRO PARA CONSTRUIR AS OITO MIL CASAS NA REGIÃO SERRANA DO RIO?

Ernesto de Oliveira A. Neto

em 20 de março de 2013

Muito bem colocado Edilson,não é venda de cerveja nos estádios que geram violência, mas sim vagabundos que na maioria das vezes combinam nos dias de jogos para se enfretarem e a polícia sabe disso. Infelizmente nossa polícia incompetente não consegue responder aos vândalos vestidos de torcedores e acabam por prejudicar os cidadãos que vão ao estádio atrás de lazer!
Complementando, o engraçado é que durante as Copas (Confedereções e Mundial) eles (polícia)serão capazes de controlar torcedores embriagados de todo mundo!

Vasconcelos

em 20 de março de 2013

Hipócrita. Essa deputada nunca foi a Estádio de futebol e, agora, quer aparecer. Perdeu uma ótima oportunidade de continuar fazendo nada!! A proibição da venda de bebida alcoolica apenas afastou as pessoas de bem dos estádios. Os pais de família que iam aos estádios deixaram de ir porque podem assisir aos jogos nos restaurantes tomando sua cervejinha. Enquanto isso, a vagabundagem tomou conta dos estádios.

Vasconcelos

em 20 de março de 2013

Outro dia fui a um evento de MMA no ginásio Paulo Sarasate e estava vendendo cerveja e whisky. Não houve nenhuma briga ou depredação do ginásio. Todas as pessoas de bem estavam lá, podendo tomar sua cerveja ou seu whisky. a proibição de venda de bebida alcoolica em estádio é discriminação!! Por que ela não apresenta lei para proibir a venda de bebida no reveillon do Marina Park?

IRONILDO BARROS

em 20 de março de 2013

Como foi dito é geral da FIFA, temos quer entender quer a copa não é feita para as pessoas que moram nos estados onde são realizados os jogos e sim para os estrageiros europeus, como não ter cerveja se eles que pagam para tudo isso acontecer.

Franklin Araujo

em 20 de março de 2013

Rapaz é cada coisa, mas vamos lá também quero dar minha nobre opinião, espero que a sociedade fique alerta com esse tipo de gente que é pago com o dinheiro do povo e que invés de usar a profissão para coisas mais serias quer somente aparecer, vc’s ja notaram que a maioria das leis q esses caras inventam são leis que não causam nenhum problema financeiro a maquina governista? Leis bobas e sem sentido algum, coisas que não trazem nenhum beneficio a população, quero ver leis que melhorem o funcionalismo publico,um melhor e mais digno atendimento nos hospitais, uma boa educação com regras duras para esses estudantes que não querem nada na vida e que ainda passam de ano apenas para ludibriar os números”positivos” do nosso governo envergonhado aqueles que realmente se dedicam,porque não fazem leis q endureçam cada vez mais a vida d quem quer ser bandido neste pais? vc’s ja pararam pra se perguntar? Sabem por quê? Porque isso se eles fizerem causa custos ao estado e isso não é interessante pra eles, pois o que importa é os gastos do governo pra manter a maquina publica funcionando alegremente, e quando vc’s lerem “maquina publica” leiam bons salários para políticos que não cumprem seu dever com o povo corretamente. Vou parar por aqui.

EDNARDO

em 20 de março de 2013

concordo plenamentec com todos os comentários anteriores.

Miller

em 20 de março de 2013

De fato, proposta sem propósito, que tal esticar a lei da copa!!!

Fco de Assis

em 21 de março de 2013

Tinha que ser governista……eles só querem aparecar.

Diego

em 21 de março de 2013

Ética e Cidadania como matéria nas escola seria ótimo!

Joaquim José Facó

em 21 de março de 2013

BEBIDA TAL COMO QUALQUER “ENTORPECENTE”, DEVERIA SER CONTROLADA, PRINCIPALMENTE, EM EVENTOS ESPORTIVOS, EDUCACIONAIS, ETC. . .

Flávio Nóbrega

em 21 de março de 2013

Quem provoca violência principalmente fora do estádio e nos seus arredores são os vândalos.Ela talvez nunca tenha pisado numa praça esportiva.

Cecília Moraes

em 21 de março de 2013

Por que não proibir cervejas nos bares da cidade? Por que só em estádio, que é um lugar fechado e, na sua maioria, só entra quem paga? Faz o seguinte: Lei Seca no dia dos jogos, porque lei não pode ser assim tão direcionada. Até parece que é anti-futebol, assim como tem uns anti-carnaval (defensores de que dinheiro público não pode patrocinar escola de samba e por aí vai).


Páginas

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999