Busca

Categoria: Arrocha


14:53 · 07.11.2015 / atualizado às 15:06 · 07.11.2015 por

pablo

Considerado o percursor do arrocha, a voz única e marcante de Pablo ecoou pelos cinco cantos do país e conquistou público e crítica. O “rei da sofrência” promete fazer mais barulho ainda com o seu novo álbum, “Desculpe aí”, que chega às lojas e plataformas digitais pela Som Livre.

>Ouça as faixas do novo álbum “Desculpe aí”

>Ônibus do cantor Pablo é recebido por bois e vacas

>Neymar se rende à ‘sofrência’ e canta com amigos “Porque homem não chora”

Com 16 anos de uma carreira já consolidada, o baiano acumula no seu canal oficial do YouTube mais de 30 milhões de visualizações em seu último hit, “Porque homem não chora“.

Produzido pela AG Produções e Eventos, escritório do artista, com direção geral de Josué Eleutério e produção musical de Maestro Clecinho, “Desculpe Aí” traz 13 faixas inéditas. A começar com “Desculpe ai”, música que dá título ao álbum. Trata-se da história de uma pessoa que se envolveu com outra, mesmo estando com o coração já preenchido. “É mais uma canção que fala de amor, assim como tudo que rege a minha carreira. E muito mais do que isso, ela vem com grande popularidade. Essa coisa de falar ‘desculpe aí’ vai pegar”, aposta Pablo.

Repertório com muita sofrência

A canção “Displicente” conta a má fase do relacionamento. O casal que está se evitando, mas não quer confessar o motivo e prefere o silêncio. A mulher não se cuida, displicente. Mas, perto dos amigos, agem como se tudo estivesse normal, mantendo as aparências para a sociedade. Com relato de um coração sofrido, “Nível de Carência” vem para representar bem essa solidão. Seguida de “Imprevistos”, a típica trilha daquele encontro marcado que não acontece, pois o cara que prometeu o encontro sumiu. Depois, “Nossa Canção” fala daquele amor que foi embora, mas é lembrado pela música no rádio.

Já “Chora não bebê” conta com participação especial de Zezé Di Camargo & Luciano. “Sempre sonhei em conhecer meus ídolos. Isso aconteceu no final do ano passado (2014). Cantei com Luciano, no Carnaval de Salvador e com a dupla em um programa de TV. Criamos um vínculo forte e uma grande amizade. Quando os convidei para participar deste projeto, eles aceitaram na hora. Posso dizer que é um presente”, conta Pablo.

A canção, já conhecida do público, teve a participação de Pablo no CD de Frank e Alex, amigos do cantor. E agora, com nova roupagem, integra o disco de Pablo.

Eu amo a mim” fala sobre um coração partido e, na sequência, “Te Namorar” traz uma declaração animada, que fala da convivência dentro de uma relação que deu certo. A faixa “Tem Dó” retrata o afeto que não existe mais e acaba dando lugar para outro relacionamento.

Eu mudo” conta a história da pessoa que se transforma para não perder o amor e “Verdadeiro Amor” carrega emoção enquanto o cantor recorda momentos ao lado da amada. E no entrecho de “Depois Não Reclama” o apreço toma conta de um caso não correspondido. “A Cena” fecha o álbum contando um episódio de um desejo interrompido por uma aventura sem sentimento.

Serviço: Pablo – “Desculpe Aí”

Faixas: 13

Preço: R$ 15,50

1) DESCULPE AÍ (Jonas Dantas)
2) DISPLICENTE (Davi Vianna / Douglas Lacerda)
3) NÍVEL DE CARÊNCIA (Magno Sant’anna / Tierry / Mr. Galiza / Flavinho do Kadet)
4) IMPREVISTOS (Fátima Leão)
5) NOSSA CANÇÃO (Mauro Jovani / Emerson Cunha)
6) CHORA NÃO BEBÊ (Frank Gomes) – Part. especial: Zezé Di Camargo & Luciano
7) EU AMO A MIM (Dan Kambaiah / Luciana Santiago)
8) TE NAMORAR (Di Sousa / Bred / Thiago Basso)
9) TEM DÓ (Eric Pires de Melo / Renato Vieira)
10) EU MUDO (Zé Maria)
11) VERDADEIRO AMOR (Pablo / Detinho / Anderson Câncio)
12) DEPOIS NÃO RECLAMA (Paula Mattos / Adriana)
13) A CENA (Paula Mattos)

Reveja o sucesso do hit “Porque Homem Não Chora”

 

Siga os perfis do Puxa o Fole: Captura de Tela 2015-10-23 às 10.22.06 Captura de Tela 2015-10-23 às 10.22.27 Captura de Tela 2015-10-23 às 10.22.15