Categoria: Forró


14:24 · 15.07.2019 / atualizado às 15:03 · 15.07.2019 por
Mesmo sem ter responsabilidade pelo cancelamento da apresentaçaõ, Xand pediu desculpas aos fãs nas redes sociais Foto: Reprodução/Instagram)

Empresários do cantor Xand Avião cancelaram uma apresentação em Campos Belos (GO) por falta do pagamento do show. O forrozeiro era atração da  XXVI Exposição Agropecuária de Campos Belos. De acordo com o presidente do Sindicato Rural da cidade, Wesley Oliveira, a empresa contratada para realização do evento não repassou o valor acordado ao artista.

“O Sindicato Rural de Campos Belos é tão vítima do lamentável episódio, quanto o querido público que comprou os ingressos e sempre confiou na credibilidade desta Instituição. A fim de não utilizar o capital próprio do Sindicato Rural de Campos Belos, que tem uma baixa arrecadação, a entidade tomou a iniciativa de terceirizar a realização dos shows e da comercialização de bebidas à empresa Servttec.com, de Goiânia, especializada na promoção de shows em diversas cidades de Goiás e de outros estados, inclusive na “Festa Euro”, promovida anualmente na capital goiana”, declarou o presidente em nota.

Veja depoimento do cantor sobre o caso:

Para terceirizar o serviço, o Sindicato Rural formalizou, no início do ano, o contrato com a referida empresa para promover os shows, vendas de ingressos e comercialização de bebidas, inclusive com uma multa por rescisão contratual de R$ 200 mil. Ocorre que durante a realização do evento, a empresa e os funcionários começaram a apresentar uma série de problemas, inclusive de transparência, trazendo uma suposta baixa arrecadação de bilheteria e vendas de bebidas. “Atrelado à falta de transparência, a empresa deixou de assumir diversas responsabilidades financeiras, inclusive com a equipe de Rodeio, da montagem do palco e toldos, todas sob sua responsabilidade”, diz o comunicado do Sindicato.

No show de Kleo Dibah, por exemplo, para que o mesmo se concretizasse, o Sindicato teve que depositar do seu próprio capital de giro R$ 30 mil, por falta de pagamento. Por fim, neste domingo (14), para um dos shows mais aguardado da festa, o de Xand Avião, a empresa voltou a faltar com suas obrigações financeiras. Observando que a apresentação artística não poderia ocorrer, o presidente do Sindicato tomou todas as iniciativas e tentou de todas as formas honrar os compromissos não cumpridos pela Servttec junto ao empresário do artista. Infelizmente, Xand Avião teve que voltar ao Aeroporto de Luiz Eduardo Magalhães por falta de acordo.

Alternativas

Ao presidente do Sindicado foi facultado o pagamento de R$ 145 mil, em espécie, em dez minutos. Sem condições de transferência bancária, por ser domingo, e sem acordo (não aceitar cheques ou garantias), o empresário cancelou a apresentação do cantor. “É importante esclarecer que a empresa terceirizada também deixou como vítimas, em Campos Belos, diversas empresas, como hotéis, distribuidoras, fornecedores, companhia de rodeios, fogos e dentre outros. Não satisfeitos, os empresários tomaram fuga da cidade, pulando a janela do sindicato, tomando destino ignorado”, informou o presidente.

O sindicato e produtores rurais, solidariamente, à vista da fuga dos empresários, uniram-se e arcaram com o pagamento do show de Bia Ferraz e mais uma banda, além da diária do palco, gerador e outros custos, para ao menos finalizar a festa agropecuária com um show com portões abertos.

Por fim, o Sindicato Rural de Campos Belos comunicou o fato ao Delegado de Polícia, ao Ministério Público de Goiás. “O Sindicato Rural também, por intermédio de seus advogados, estão estudando as medidas judiciais cabíveis para responsabilizar os empresários, assim como as medidas administrativas para a devolução, o mais breve possível, dos valores pagos pelos ingressos”, declarou a entidade.

00:41 · 15.07.2019 / atualizado às 00:45 · 15.07.2019 por
Taty Girl deixou dupla com cantor em 2014 para cuidar de uma gravidez (Foto: Reprodução/Instagram)

Calma! O retorno de Taty Girl e Zé Cantor aconteceu, mas só por uma noite em Fortaleza. Neste domingo (14), os forrozeiros se apresentaram na casa de shows Faroeste. Após sbows solo, eles cantaram juntos sucessos da banda Solteirões do Forró.

A cantora Taty Girl deixou de ser dupla com Ze Cantor em abril de 2014. Ela saiu do banda para cuidar da saúde. Na época, ela estava grávida e a rotina de viagens estava afetando a gestação.

Assista:

Uma publicação compartilhada por Puxa o Fole (@colunapuxaofole) em

Nas lives transmitidas nas redes sociais dos cantores, os fãs pediam o retorno da dupla com gravação de CD e DVD.

07:43 · 13.07.2019 / atualizado às 11:18 · 13.07.2019 por
Mirela Vieira foi vocalista da banda Desejo de Menina (Foto: Isanelle Nascimento)

Natural de Jacobina (BA), a cantora Mirella Vieira retomará os palcos do forró neste mês. Em entrevista exclusiva à coluna Puxa o Fole, a forrozeira revelou que a proposta inicial é fazer pocket shows em Fortaleza. Já recebeu diversas ligações de outros Estados para realização de apresentações. Aniversários, casamentos e formaturas são o foco da vocalista. Ela mora há duas décadas na Capital cearense.

Mãe de três filhos, Mirella retorna ao gênero nordestino depois de sete anos afastada dos palcos. “Quem é cantora não deixa de ser cantora. Só deixei de exercer a profissão. Nesse tempo, muitas pessoas acharam que eu parei para me dedicar à família. Eu apenas queria viver coisas novas. Por conta do trabalho, eu nunca curti as viagens que a banda fazia, por exemplo. Queria aproveitar a vida da minha maneira. Fiz algumas viagens. Depois vieram a Catarina, minha filha mais velha, Samuel e Lucas, meus gêmeos”, conta Mirella.

Assista:

Fora do forró, Mirella escolheu o Instituto Nossa Senhora da Aurora como local para soltar a voz. “Nesses últimos anos, eu cantava na Igreja e canto até hoje. Sou católica. Já fiz trabalho com Padre Antônio Furtado. Paralelo a isso temos esse projeto novo em formato de pocket show. Algo mais intimista e particular”.

Motivações

Conforme Mirella, a decisão de retornar aos palcos aconteceu por desejo do próprio público. “As pessoas estão carentes da música que fazíamos em 2008, pelo menos as que me seguem nas redes sociais. A gente realmente, eu e meu esposo, tinha esse projeto. Queremos um retorno mais privado. Algo para aniversários e casamentos e formaturas. Algo que não precise ser em uma grande estrutura. Eu não estou propondo show fora do Ceará. Peço até desculpas para os meus fãs que gostariam desse retorno completo. O momento não é esse. O que estamos fazendo em questão são os pocket shows”.

A baiana não volta sozinha aos palcos. Mirella contará com o cantor Henrique Bahia nas apresentações. Eles se revezaram e farão duetos nos shows. “É uma pessoa que trabalha comigo e tem um trabalho paralelo. Ele tem um gingado que acabou lhe dando o nome artístico. Cantou no Cavalo de Pau. Já trabalha com música, só vamos agregar”, diz a forrozeira sobre o colega da música.

No repertório, Mirella promete uma setlist com o melhor do “Forró das Antigas”. Cavalo de Pau, Limão com Mel e Magníficos terão canções presentes. “O que temos de sucessos na atualidade também terá espaço no nosso repertório”, avisa a forrozeira.

16:00 · 11.07.2019 / atualizado às 23:00 · 12.07.2019 por
A cantora chegou a contar a história do filho no programa “Encontro” da TV Globo (Foto: Reprodução/Instagram)

A forrozeira Iara Pamella publicou nota, nesta quinta-feira (11), informando que uma pessoa pediu os boletos da clínica de reabilitação onde o filho dela está internado, no município de Barreira (CE). Conforme a cantora, a pessoa pediu anonimato.

Ao todo, faltavam oito prestações de R$900 para quitar a dívida da clínica de reabilitação. A vaquinha virtual seguirá arrecadando dinheiro para pagar os mantimentos e deslocamentos de Iara até o município de Barreira.

> Walkyria Santos pagou duas parcelas de internação do filho de Iara Pamella

> Fã pagou um mês do tratamento contra drogas do filho da cantora

> Veja reencontro de Iara Pamella e Aleanderson
O jovem Aleanderson Robson, de 25 anos, faz uso abusivo de drogas. Por meio de ajuda de amigos da música, ela já conseguiu pagar três meses de internação. O problema é que o tratamento dura 12 meses.

“Meus fãs e amigos. Sim, ontem eu recebi a feliz notícia que os meses que faltam para quitar o tratamento do meu filho serão pagos integralmente por uma pessoa que prefere não ser identificada. Eu louvo a Deus pela vida dessa pessoa. Ainda estou emocionada com tudo que está acontecendo”, declarou Iara Pamella.

Solidariedade
Com ajuda de fãs e de amigos da música, Iara conseguiu parte do valor da internação. Ela também começou a vender lanches na porta de uma faculdade em Fortaleza para levantar o valor mensal de R$ 900, além de realizar pequenos shows em bares e restaurantes da capital cearense.
A história de Iara Pamella fez parte do programa “Encontro com Fátima Bernardes” da TV Globo, nesta quarta-feira (10). A cantora viajou ao Rio de Janeiro a convite da produção da emissora.

O editor deste blog agradece todos os fãs e cantores que ajudaram a cantora Iara Pamella a pagar a clínica de reabilitação do filho. Parabéns a cada um pelo ato de solidariedade.

17:21 · 09.07.2019 / atualizado às 17:21 · 09.07.2019 por
Nesta quarta-feira (9), Iara Pamella viajou ao Rio de Janeiro (Foto: Kid Junior/SVM)

A história de Iara Pamella fará parte do programa “Encontro com Fátima Bernardes” da TV Globo, nesta quarta-feira (10). A cantora viajou ao Rio de Janeiro a convite da produção da emissora. A forrozeira irá falar sobre a internação contra as drogas do filho. O jovem Aleanderson Robson, de 25 anos, faz uso abusivo de drogas. Por meio de ajuda de amigos da música, ela já conseguiu pagar três meses de internação. O problema é que o tratamento dura 12 meses.

> Fã pagou um mês do tratamento contra drogas do filho da cantora
> Veja reencontro de Iara Pamella e Aleanderson

Com ajuda de fãs e de amigos da música, Iara conseguiu parte do valor da internação. Ela também começou a vender lanches na porta de uma faculdade em Fortaleza para levantar o valor mensal de R$ 900, além de realizar pequenos shows em bares e restaurantes da capital cearense.

Assista:

Os veículos do Sistema Verdes Mares (SVM), vem noticiando a história da cantora desde de março deste ano. O Blog Puxa o Fole publicou a história da cantora ainda no início de uma vakinha virtual que segue sendo realizada.

11:46 · 08.07.2019 / atualizado às 13:13 · 08.07.2019 por
Iara Pamella paga clínica com ajuda de amigos e fãs (Foto” Arquivo Pessoal)

Nesta segunda-feira (8), a cantora de forró Iara Pamella visitou o filho Aleanderson Robson, de 25 anos, internado em uma clínica de Reabilitação em Barreira (CE). Ela enviou vídeo ao Sistema Verdes Mares (SVM) com o jovem. “Olha aqui gente o meu príncipe como ele está bem. Está se recuperando. Obrigado todos vocês pela orações e palavras de carinho”, declarou a cantora no vídeo.

Conhecida em todo o Brasil pela passagem na banda de forró Noda de Caju, a cantora Iara Pamella está passando por momentos difíceis com um dos cinco filhos. Aleanderson caiu no mundo das drogas.

Assista:

Emocionada, Iara Pamella termina o vídeo falando no poder da fé. “Ele está se recuperando. Maravilhas Jesus está operando na vida do meu filho. Obrigado e gratidão”.

Tratamento

Aleanderson também aproveitou o vídeo para agradecer a colaboração dos fãs da cantora. “Quero agradecer a todos que estão ajudando minha mãe e que Deus abençoe a vida de vocês”, disso o jovem.

> Cantora fará turnê com Noda de Caju; banda pagará três meses de tratamento contra drogas do filho de cantora

Por meio de ajuda de amigos da música e de fãs, ela já conseguiu pagar parte internação. Iara até começou a vender lanches na porta de uma faculdade em Fortaleza para levantar o valor mensal de R$900 dos boletos da internação de 12 meses. Ela também ainda faz pequenos shows em bares e restaurantes da capital cearense.

 

00:44 · 08.07.2019 / atualizado às 16:49 · 08.07.2019 por

Durante o velório da ex-cantora de forró Maria Eliane de Castro de Silva, 32, uma equipe da posto de saúde Regina Severino, do bairro Canindezinho, foi ao local realizar imunização dos presentes contra meningite. Segundo o marido de Eliane, os profissionais de saúde foram alertados pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) da suspeita do óbito ter sido pela doença.

Carlos Gonzaga conta que, até a última segunda-feira (1°), cerca de 80 pessoas que estavam no chá de bebê foram vacinadas. Profissionais do posto de saúde onde a ex-cantora de forró recebeu atendimento também foram imunizados.

“Segundo o posto, eles foram informados por suspeita de meningite na quinta-feira (27) pela  Pefoce. O posto me informou da confirmação na sexta-feira (28), segundo eles já pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO)”, disse o marido de Eliane.

Segundo parentes, Eliane reclamava de dores e sofria com febres. Natural do município de General Sampaio, distante 129 km da capital cearense, Eliane passou pelas bandas de forró Amor Real, Pé de Ouro e Xodó de Amor.

Diagnóstico

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou, por meio de nota, que de acordo com o Guia de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, para confirmação de doença meningocócica (meningite meningocócica e/ou menigococemia) é necessário diagnóstico clínico compatível e exames laboratoriais específicos.

“Esclarece também, que diante de pacientes com suspeitas de meningite meningocócica e/ou menigococemia, são adotadas medidas preventivas de quimioprofilaxia com familiares e profissionais de saúde que tiveram contato próximo com o paciente. Essas ações têm como objetivo prevenir casos secundários entre os contatos e precaver ocorrências entre crianças e adolescentes”, disse o órgão em comunicado.

A SMS, por meio da Célula de Vigilância Epidemiológica, declarou ainda que mantém ações contínuas de monitoramento da doença, com a finalidade de detectar casos precocemente, adotando as medidas necessárias de prevenção e controle.

13:22 · 06.07.2019 / atualizado às 13:46 · 06.07.2019 por
Sanfoneiro deve passar por mais intervenções cirúrgicas em Salvador (Foto: Arquivo Pessoal)

O sanfoneiro Eliedelson Possidônio foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, no fim da noite de sexta-feira (5). Ele foi baleado em ação da polícia baiana que também feriu a tiros a cantora Joelma Rios e que causou a morte da dançarina Gabriela Amorim, todos integrantes da banda cearense Sala de Reboco, que estavam em um carro. A ação da polícia ocorreu na madrugada de sexta-feira, na cidade de Irecê, no norte da Bahia.

> Sanfoneiro baleado na Bahia corre risco de ter perna amputada, diz irmão
>”Levamos 38 tiros”, diz Joelma Rios sobre ação policial; bolsa protegeu cantora de forró

Eliedelson, que tem 32 anos, foi atingido por um tiro na perna direita e sofreu uma fratura exposta grau três, com comprometimento vascular, na altura da canela. Ele estava internado no Hospital Regional de Irecê, de onde saiu às 22h, em uma avião fretado pela família.

Assista:

Uma publicação compartilhada por Puxa o Fole (@colunapuxaofole) em

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirmou que o médico que estava acompanhando o paciente indicou uma ambulância básica, devido ao quadro clínico dele, que não exigia internamento ou transporte em uma UTI. O músico chegou a passar por uma cirurgia em Irecê, mas foi transferido para Salvador, porque deve passar por outro procedimento.

15:42 · 05.07.2019 / atualizado às 15:43 · 05.07.2019 por
Gabriela dançou em show de Beto barbosa em São João realizado neste ano, em Aquiraz (Foto: Reprodução/Instagram)

A dançarina Gabriela Amorim, 25 anos, morta durante uma ação policial em Irecê (BA), chegou a trabalhar com Beto Barbosa em um evento de São João realizado neste ano no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares (SVM), o cantor afirmou que chegou a conversar com ela antes de iniciar os trabalhos na Sala de Reboco.

> Sanfoneiro baleado na Bahia corre risco de ter perna amputada, diz irmão
>”Levamos 38 tiros”, diz Joelma Rios sobre ação policial; bolsa protegeu cantora de forró

“Conversamos por telefone. Convidei ela para fazer alguns shows. Não tenho dançarinos fixos. Como ela havia fechado um contrato maior com a banda de forró resolveu ficar por lá. Na nossa ligação, ela me pediu mil desculpas por não poder trabalhar comigo. Era uma menina linda e super querida no meio artístico”, revelou Beto Barbosa.

Nas redes sociais da dançarina de forró, várias posts com amigos da dança e em bandas de forró.

Assista participação de dançarina em show de Beto Barbosa:

14:55 · 05.07.2019 / atualizado às 14:55 · 05.07.2019 por
Banda atua junto desde 2016 (Foto: Reprodução/Instagram)

Formada por Possidônio Jr. e a cantora Joelma Rios, a banda Sala de Reboco nasceu há três anos. Anualmente, eles se reúnem no mês de junho para turnês no período junino. O mês é marcado por grandes apresentações em várias regiões do Nordeste.

> Sanfoneiro baleado na Bahia corre risco de ter perna amputada, diz irmão
>”Levamos 38 tiros”, diz Joelma Rios sobre ação policial; bolsa protegeu cantora de forró

“Há três fazemos esse trabalho paralelo. Só montamos para o São João. O dono dela é daqui. Estávamos muito feliz. Nunca imaginávamos que iria acontecer isso. É como se eu tivesse caído no fundo do poço. Um pessoal que era para nos proteção”, contou Joelma Rios.

Possidônio Jr. já trabalhou com vários cantores e bandas de forró, como a Brasas do Forró. Já Joelma passou pelas grupos Forró Maior, Caviar com Rapadura, Língua de Cobra e Canários do Reino.

Confira apresentação da banda em Iracê (BA):

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Puxa o Fole

Conteúdo diário sobre os bastidores e o mercado do forró e sertanejo, além de cobrir os principais festivais dos gêneros no País. Por João Neto.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags