Categoria: Gabriel Diniz


05:13 · 22.05.2020 / atualizado às 22:24 · 21.05.2020 por
Gabriel Diniz era nome presente nos principais festivais de forró e sertanejo do Brasil (Foto: JL Rosa/SVM)

Perto de completar um ano do falecimento de Gabriel Diniz, a lembrança do cantor permanece viva na memória dos fãs de forró e sertanejo. No último ano, a música deixou de ter as produções irreverentes feitas por ele. Esse espaço pode ser preenchido por novas músicas. Com exclusividade ao Puxa o Fole, Cizinato Diniz, pai de GD, revelou que três canções inéditas foram passadas para a gravadora Universal Music. Além disso, um memorial com acervo do cantor está sendo arquitetado em João Pessoa (PB), berço da carreira do homenageado.

Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, e os pilotos do aeroclube Linaldo Xavier e Abraão Farias morreram na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância (SE), no dia 27 de maio de 2019. Neste mês, quase um ano depois de iniciar investigação sobre irregularidades na operação da aeronave, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concluiu que o serviço de táxi aéreo prestado ao cantor era ilegal.

Acervo

A possibilidade de ouvir um novo repertório de GD não é algo tão distante. O pai do cantor disse que, após a morte do filho, foi feita uma avaliação das produções musicais que estavam guardadas. “Procuramos o que estava salvo em computadores. Tinha muito material. Três músicas estavam mais audíveis nos arquivos encontrados”.

Cizinato Diniz conta ainda que uma das composições é de autoria do filho. “Ainda não tem data certa para divulgar. Creio que será um presente aos fãs. É esperar”. Não é a primeira vez que noticiamos um material guardado de GD. Em entrevista exclusiva em 2019, no São João de Natal (RN), Simone e Simaria revelaram que um feat com o cantor havia sido gravado antes dele morrer.

> Família de Gabriel Diniz anuncia missa online para lembrar um ano da morte do cantor

Uma outra novidade revelada por Cizinato Diniz é que um terreno receberá o espaço com peças de roupas e de gravações de DVDs, destinado aos fãs. O memorial será construído em João Pessoa (PB). “Também terá os troféus de eventos que ele ganhou, como no período do São João”.

De acordo com pai de GD, uma avaliação arquitetônica estava sendo feita com a Prefeitura de João Pessoa, desde antes da pandemia de coronavírus. Por conta disso, o planejamento precisou parar momentaneamente. “Estamos estudando a melhor forma de usar esse terreno. Há regras de urbanismo que precisam ser seguidas na cidade”, explica Cizinato.

Clipe de maior sucesso de Gabriel Diniz:

A ideia é que o memorial conte com pelo menos um andar. “Além do acervo cultural de Gabriel Diniz, teremos uma pequena loja para angariar recursos para manter a logística do espaço. O que for arrecadado também será doado para instituições filantrópicas da região”. As

peças vendidas do espaço serão comercializadas com preços de R$2,50 a R$250.A Coluna Puxa o Fole entrou em contato com a Universal Music para falar sobre as músicas inéditas. Até a publicação desta coluna, a gravadora não respondeu a demanda.

19:22 · 21.05.2020 / atualizado às 20:48 · 21.05.2020 por

 

A família do cantor Gabriel Diniz anunciou nesta quinta-feira (21), a realização de uma missa online na próxima quarta-feira (27), data em que completa um ano da morte do forrozeiro.  A celeberação será transmitida pelo YouTube e Instagram

“Dia 27 de maio, difícil de encarar, vontade de acordar desse pesadelo, então percebemos que tudo isso é real e resta a nós lembramos o quanto Gabriel foi intenso em todas as etapas de sua vida e mais, que ele viveu feliz e contagiante, por isso celebramos a sua Páscoa de um ano, via YouTube e Instagram do Gabriel Diniz na certeza de que ele como anjo que é, se encontre na presença de Deus todo poderoso”, disse Cizinato Diniz, pai do cantor.

O cantor morreu no dia 27 de maio de 2019 em um acidente aéreo em Estância, no sul de Sergipe. Ele voava para Maceió para comemorar o aniversário da namorada. Além do cantor, o piloto Abraão Farias e o copiloto Linaldo Xavier Rodrigues morreram no acidente.

10:24 · 20.10.2019 / atualizado às 10:40 · 20.10.2019 por
Cantor participou da corrida no ano (Fotos: Reprodução/Instagram)

A 3ª edição da “Corrida do Bem” contou com homenagem ao cantor Gabriel Diniz, realizada neste domingo (20). Medalhas e troféus ganharam o rosto de GD, assim chamado pelos fãs. Criada em João Pessoa (PB), a competição foi iniciada para arrecadar recursos para o Hospital Napoleão Laureano, que atende pacientes oncológicos.

O sanfoneiro cearense Waldonys participou do evento realizando salto de paraquedas e também um show. A cantora Samya Maia correu na competição. O Hospital Napoleão Laureano possui 140 leitos e é responsável por 94% dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2018, a unidade fechou o ano com saldo negativo de R$ 2.650.785,70.

Este ano, a 3ª edição da corrida contou com apresentações especiais dos artistas Fabiano Guimarães, Ramon Schnayder, DJ Jorge Carvalho e do Palhaço Pipi.

Trajeto

O percurso de 3 km partiu do Largo da Gameleira com retorno antes do Mag Shopping. Já a prova de 5 km ocorreu do ponto de largada com retorno no Goiamum do Maurício (Bessa). Na prova de 10km os participantes realizaram o retorno em direção ao Largo da Gameleira no Posto Expressão (Bessa).

15:19 · 18.10.2019 / atualizado às 15:26 · 18.10.2019 por
“Jenifer” alavancou carreira nacional do cantor (Foto: Reprodução/Instagram)

O cantor Gabriel Diniz, que faleceu no dia 27 de maio em um acidente aéreo, foi indicado em três categorias do Prêmio Multishow 2019. O artista está na disputa nas categorias “Cantor do Ano”, “Música do Ano” e “Música Chiclete do Ano” com o hit “Jenifer”. Nesta sexta-feira (18), o cantor completaria 29 anos.

Na disputa de “Cantor do Ano”, Gabriel Diniz está concorrendo com Ferrugem, Wesley Safadão, Gusttavo Lima e Dilsinho. Em “Música do Ano”, “Jenifer” disputa com “Atrasadinha” de Felipe Araújo e Ferrugem, “Dona de Mim”, da cantora Iza, “Péssimo Negócio”, de Dilsinho e “Todo mundo Vai Sofrer”, da cantora sertaneja Marília Mendonça.

> Últimos clipes de Gabriel Diniz foram gravados em Fortaleza
> Simone e Simaria revelam gravação inédita com GD

Já na categoria “Música Chiclete”, estão sendo indicadas “Bola Rebola”, de Anitta, “Medley da Gaiola”, de MC Kevinho, Chris e Dennis, “Atrasadinha”, de Felipe Araújo e Ferrugem, e “Onda Diferente”, também de Anitta. As artistas Marília Mendonça e Anitta são as que têm maior número de indicações. O prêmio está programado para acontecer no dia 29 de outubro.

Homenagem

Karoline Calheiros, noiva do cantor, relembrou no instagram como o relacionamento do casal começou. “Entendo que não fui eu quem te escolhi nem você que me escolheu foi o amor (de Deus) que juntou você e eu. Também sei que um grande amor não morre, ele adormece. Então, por enquanto, você me assiste daí de longe e eu fico daqui olhando as estrelas do céu e me lembrando de você!”, escreveu, acompanhada da letra da música “Erro Preferido”.

“Agora é a vez de mostrar o seu talento num lugar de paz e sem julgamentos, eu to aqui te aplaudindo de pé! Você está de parabéns em todos os sentidos, palmas pra você, vida! Dia 18/10 sempre será mais iluminado por conta da sua luz, te amo”, concluiu Karoline Calheiros.

11:10 · 09.06.2019 / atualizado às 15:11 · 09.06.2019 por
Pai de Gabriel Diniz subiu no palco do evento (Foto: Luiz Fabiano/Divulgação/Classic Hall)

O cearense Wesley Safadão homenageou o amigo Gabriel Diniz, neste sábado (8), no palco do São João da Capitá, em Recife. O cantor, que morreu há três semanas em um acidente de avião, também se apresentaria no evento. Para a homenagem, Safadão chamou ao palco Cizinato Diniz, pai de Gabriel, que recebeu um quadro com uma foto do filho.

Os dois também assistiram juntos a um vídeo que emocionou o público da capital pernambucana.

Assista:

Uma publicação compartilhada por Classic Hall (@classichallpe) em


Wesley Safadão era muito próximo de Gabriel Diniz, além de ser sócio. Os dois eram do mesmo escritório de shows e se conheciam desde a época em que comandavam grupos de forró, antes da carreira solo.

16:11 · 02.06.2019 / atualizado às 16:28 · 02.06.2019 por
Hit de cantor ultrapassa 20 milhões de exibições no YouTube (Imagem: Reprodução/Instagram)

A missa de Sétimo Dia da morte do cantor Gabriel Diniz foi marcada pelas vozes de um coral. A cerimônia aconteceu na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, a sede da Arquidiocese da Paraíba, no centro de João Pessoa, às 14h.

Assista:

> GD ganha homenagem em mural de São Paulo

Em uma só voz, o grupo cantou o hit “Paraquedas”. O clipe original da canção, com participações de Jorge e Mateus, alcançou mais de 20 milhões de visualizações no YouTube.

Acidente

O cantor Gabriel Diniz, de 28 anos, morreu em um acidente com um avião de pequeno porte, na tarde do dia 27 de maio de 2019, em Sergipe. O corpo do artista foi reconhecido por amigos dele que estiveram no local da queda.

O avião de pequeno porte com três pessoas a bordo caiu de bico em um mangue localizado no povoado Porto do Mato, em Estância. Parte da aeronave ficou soterrada no local, segundo o Corpo de Bombeiros. Antes da confirmação da morte, documentos do cantor, incluindo um passaporte, foram encontrados próximos aos destroços da aeronave.

00:57 · 02.06.2019 / atualizado às 01:04 · 02.06.2019 por
GD falou de situações que já passou em relacionamentos (Imagem: Reprodução/TV Globo)

Neste sábado (1°), o programa “Altas Horas” apresentou entrevista exclusiva com o cantor Gabriel Diniz. No quadro “Carona com Laura Muller”, exibido com exclusividade, GD falou de Jenifer, sucesso no verão 2019 e do relacionamento com Karoline Calheiros.

“Eu conheci Karol em um show. A gente se encontrou quando ela entrou no camarim. Ela é pequenininha. Quando ela entrou no camarim, eu já: ‘Meu Deus, já me apaixonei assim de cara’”, disse o forrozeiro.

GD recebeu palavras carinhosas de Serginho Groisman e convidados. “O Gabriel era uma pessoa com muita energia, com muita alegria. Todas as vezes que participou aqui, sempre foi com um astral maravilhoso, com desejo, num momento que tudo mostrava que seu caminho começava a ser pavimentado”, declarou o apresentador.

O músico e instrumentista Carlinhos Brown também pediu espaço para falar. “Esse cara é especial. Não é à toa que tem o nome de Gabriel. Ele é um interveniente na alegria deste país. E este país deve deixar como legado dessa história a alegria que esse jovem tem, o esforço dele para vencer, e como ele se dá de verdade para o amor da vida dele”.

00:25 · 02.06.2019 / atualizado às 00:31 · 02.06.2019 por
Desenho tem 3,5 metros de altura (Foto: Arquivo Pessoal)

De óculos e camisa com coqueiros, bem do gosto de Gabriel Diniz, um mural ganhou o rosto do forrozeiro. Em São Paulo, ao lado de Ton Carfi, pregador Luo, Mumuzinho e Falcão, o grafiteiro Anderson Eduardo Araújo usou técnicas de aerografia para desenhar o cantor.

O desenho de 3,5 metros está localizado na Avenida Interlagos, 3.200, Zona Sul de São Paulo.

Em entrevista ao Puxa o Fole, Anderson conta que conhecia o trabalho do forrozeiro e que está projetando mais um desenho para ser feito em João Pessoa (PB).

Acidente

O cantor Gabriel Diniz, de 28 anos, morreu em um acidente com um avião de pequeno porte, na tarde desta segunda-feira (27), em Sergipe. O corpo do artista foi reconhecido por amigos dele que estiveram no local da queda.

O avião de pequeno porte com três pessoas a bordo caiu de bico em um mangue localizado no povoado Porto do Mato, em Estância. Parte da aeronave ficou soterrada no local, segundo o Corpo de Bombeiros. Antes da confirmação da morte, documentos do cantor, incluindo um passaporte, foram encontrados próximos aos destroços da aeronave.

00:39 · 01.06.2019 / atualizado às 12:49 · 01.06.2019 por
Cantor apresentaria repertório atualizado nos principais festejos juninos (Foto: Reprodução/Instagram)

Gabriel Diniz faria cerca de 30 apresentações no São João. Segundo a Luan Promoções, empresa que gerenciava a carreira do forrozeiro, alguns shows ainda estavam para ser confirmados. O forrozeiro era destaque nas programações dos principais eventos do Nordeste. As cidades de Campina Grande e Petrolina, regiões com agendas durante todo o mês de junho, contavam com a participação de GD no início e fim das festas juninas.

> Relatos de um repórter: a intimidade do “exagerado” Gabriel Diniz

O São João de Caruaru, mesmo antes de iniciar a programação oficial, contou com a participação do forrozeiro. Uma propaganda de São João da edição 2019 do tradicional festival levou a animação do sul-mato-grossense Gabriel Diniz soltando a voz ao lado do sanfoneiro pernambucano Petrúcio Amorim.

Insubstituível

A organização do “São João da Capitá”, em Olinda (PE), que acontece no dia 8 de junho, anunciou que homenageará o cantor Gabriel Diniz. Em nota divulgada pelo evento, a organizadora informou que não substituirá o forrozeiro da programação musical. “O cantor sempre foi único e insubstituível para toda a família do festival”.

00:00 · 01.06.2019 / atualizado às 08:21 · 01.06.2019 por
Gabriel Diniz tinha quatro apresentações agendadas no Ceará entre junho e julho deste ano, dentre elas Festival Expocrato e Fortal (Foto: JL. Rosa)

A personificação da alegria era a melhor forma de definir o cantor Gabriel Diniz. A perda repentina de GD, assim chamado carinhosamente pelos fãs, gerou o sentimento mais adverso do meio musical — a tristeza. Aos 28 anos, a partida do sul-mato-grossense, radicado na Paraíba, fez cantores, fãs e as redes sociais desabarem em dor, lágrimas e saudades. Em cinco anos de existência do nosso espaço de forró e sertanejo, participei dos principais eventos que ele tocou no Ceará. Sempre sorridente, GD nunca disse “não” para entrevistas.

> Gabriel Diniz tinha cerca de 30 shows agendados no São João

Um caso memorável aconteceu no Garota Vip em 2017. Na época, a assessoria de imprensa do evento iniciou as entrevistas com os cantores participantes da festa ao mesmo tempo. Gabriel Diniz estava indo embora quando saímos do camarim do cantor Wesley Safadão. A equipe de produção dele informou que ele não atenderia mais. De dentro do camarim, com a porta entreaberta, ele me avistou e, respeitosamente, chamou-me para conversar. Sem backdrop e suado pelo esforço no show, Gabriel conduziu nossa conversa. Naquele ano, projetava o DVD “GD na Ilha”. Um bate-papo, sentando no sofá, fluiu como o diálogo de dois velhos amigos.

Outro encontro marcante, fora dos palcos, aconteceu em Lisboa, Portugal. Durante cobertura da primeira edição do Festival Villa Mix, em outubro de 2018, em caminhada por dentro da Arena Altice, encontro GD na fila da lanchonete. Com um grito de “Sim”, palavra de efeito dele, interagiu e brincou por me ver trabalhando. Um abraço e o convite para um gole de cerveja no mesmo copo. Ri e me despedi. Do meio da multidão, ainda o vi acompanhando o show do amigo Wesley Safadão e da dupla Matheus e Kauan.

Em Fortaleza, no dia 6 de fevereiro, data do meu aniversário, tive o presente de entrevistar Gabriel Diniz pela última vez. Foi o derradeiro show dele na Capital cearense. GD foi uma das atrações do “Ensaio da Fenomenal”, festa da cantora Márcia Fellipe no Marina park Hotel. Chegou de chinela e calça jeans. Sempre leve. Cansado por ter vindo de outra apresentação, vivia os frutos da ascensão garantida pela música “Jenifer”. Multifacetado, GD era “exagerado” em tudo que fazia. Os repertórios de cada show levavam axé, forró, funk, sertanejo e o que pedissem. Nas apresentações, como Fortal, tinha momentos que pensava: “Meu Deus! Esse cara vai ter um treco de tão ligado no 220v”.

O trabalho de Gabriel Diniz na música sempre me fez noticiar fatos antes mesmo de qualquer assessoria mandar release. O último projeto gravado em vida foi destaque na coluna de 18 de maio, nove dias antes da sua morte prematura. Um tributo ao forró e quase que uma despedida. Kátia Cilene, Mara Pavanelly, Taty Girl e Gleidson Gavião tiveram a honra de gravar esta produção audiovisual com o vocalista.

Escutar canções como “Pouca Roupa”, “Paraquedas” e “Coração Teimoso” terá outro peso — o da saudade. Além do lado alegre, GD tinha um romantismo que poucos nomes do atual forró conseguiam passar. O vazio nos palcos deixado por Gabriel Diniz dará outro tom à música.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Puxa o Fole

Conteúdo diário sobre os bastidores e o mercado do forró e sertanejo, além de cobrir os principais festivais dos gêneros no País. Por João Neto.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags