Categoria: Moleca 100 Vergonha


19:51 · 26.02.2018 / atualizado às 21:09 · 26.02.2018 por
Novo álbum será lançado no dia 1º de março (Imagem: Divulgação)

A banda pernambucana Moleca 100 Vergonha, agora com o cantor Dão Lopes de volta aos vocais, vai lançar, no dia 1ª de março, o 12º disco de carreira. O grupo conta ainda com Kelly Freitas e Jairo Raniery. A novidade deste álbum é uma faixa com participação especial de Daniel Diau. A canção “Mal Entendido” estará no novo repertório, intitulado de “Uma Linda História de Amor”.

Durante a semana, a banda vem divulgando vídeos para promover o trabalho, com frases de efeito nas vozes dos cantores. O Puxa o Fole conversou com a cantora Kelly Freitas, que falou sobre a produção do novo trabalho. Confira:

Que tipo de composições foram trabalhadas neste novo álbum?
Primeiramente, quero agradecer o carinho de vocês e a atenção ao nosso novo projeto. As composições trabalhadas neste CD refletem a realidade cotidiana das pessoas com amor, brigas, idas, voltas e recomeços. São composições voltadas para o amor com uma leitura atual, bem elaborada e de fácil entendimento. Prezamos sempre pela qualidade musical da Moleca 100 Vergonha.

Que tipo de composições foram trabalhadas neste novo álbum?
As letras tratam, exclusivamente, do amor em suas mais diversas formas. Do casal apaixonado de muitos anos, ao novo casal com pedidos de casamento. De trios amorosos, traição, reconciliação e até mesmo aquele amor que aparece num dia e te larga no outro, porém focado nos finais felizes que só o amor faz acontecer.

Do que tratam as letras?
Temos algumas autorais (música e letra). Temos versões de canções internacionais e duas regravações muito bacanas de músicas românticas que já é uma característica da Moleca.

Quem são os compositores das músicas?
Temos nosso querido Dão Lopes em canções inéditas e adaptação de versões. Temos Zé Maria, Diogo B.A, Lafayete Barreto, Diego Francis, Renan Domingues, Binho Alves, Aldomar, Paulo Long, Cello Suliman, Leandro Lopes, Maurício Mattar, Williams Siqueira… Enfim, muito compositor bom reunido. O que resultou em canções perfeitas.

O que mais chama atenção no novo álbum?
A autenticidade da Moleca de não deixar perder sua essência, porém inovando com letras mais atuais sem perder o romantismo e as caraterísticas principais da banda. Os fãs amam a banda como ela é. A espera deles nos motiva. É uma álbum muito esperado e fizemos com muito amor e cuidado, para atingir nossos fás antigos e os que estão chegando agora. As histórias de amor são o que mais chamam atenção. Não canso de ouvir.

Como foi a participação de Daniel Diau?
Nossos encontros pelo mundo gerou essa participação. A participação aconteceu pela amizade que ele tem por Dão Lopes e pela banda. Tudo surgiu muito natural, o Dão tinha uma ótima canção que também achou parecida com Diau, daí surgiu o convite.

Onde foi gravada a música com Diau?
Foi em estúdios diferentes. Nós em Araripina (PE) e o Diau em Aracaju (SE), porém a mixagem foi feita no mesmo estúdio.

O que representa Daniel Diau para o forró?
Daniel, pra mim, é um grande cantor e artista em todos os sentidos, digno de respeito e aplausos. Um dos grandes precursores do nosso movimento dos anos 90, do forro romântico.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Puxa o Fole

Especializado na cobertura na cobertura de forró e sertanejo. Bastidores, conteúdos exclusivos, entrevistas e vídeos.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags