Busca

Autor: Roberto Maciel


16:05 · 17.07.2018 / atualizado às 10:14 · 12.07.2018 por

Informação bacana: a Universidade Federal do Ceará está desenvolvendo um aplicativo para telefones móveis em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

A proposta é a de mapear trajetos urbanos a partir de ligações feitas ou recebidas nos aparelhos celulares.

As cidades Boston e São Francisco (Estados Unidos), de Porto e Lisboa (Portugal) e do Rio de Janeiro já têm sistemas assim. Os pesquisadores avaliam que os dados obtidos vão permitir que sejam simulados fluxos em computador e que, a partir daí, possam-se propor melhorias para o trânsito.

10:01 · 17.07.2018 / atualizado às 10:04 · 12.07.2018 por

Publiquei na Coluna Comunicado, hoje:

Já funciona a comissão especial da Câmara dos Deputados que discutirá a instituição de um novo seguro obrigatório de acidentes de trânsito. A pauta se concentra na criação do Seguro Obrigatório de Acidentes de Trânsito (Soat) para substituir o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat). E que ninguém ache que se tenta trocar seis por meia-dúzia. A ideia é efetivar concorrência no setor. Do Ceará, só Gorete Pereira (PR) e Flávio Sabino (Avante) estão no colegiado.{TEXT}

Segundo a proposta, os donos de veículos poderão escolher a seguradora autorizada de sua preferência para contratar o Soat. As companhias poderão ter autorização para atuar isoladamente ou por consórcio. Prêmios e valores de indenização passarão a ser estabelecidos livremente pelo mercado, respeitando as regras do Conselho Nacional de Seguros Privados, vinculado ao Ministério da Fazenda.

Como o Dpvat, o Soat deverá indenizar por morte; por invalidez permanente, total ou parcial; e reembolsar despesas médicas. Havendo mesmo mudanças, vai restar uma lição para a Assembleia Legislativa do Ceará. É que a Casa já promoveu uma série de CPIs para apurar supostas irregularidades no Dpvat e, mesmo gastando tubos de dinheiro do contribuinte e consumindo tempo e mão de obra, rodou, rodou e nunca concluiu nada.

07:13 · 16.07.2018 / atualizado às 07:16 · 12.07.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado, que escrevo de segunda a sábado no jornal Diário do Nordeste:

Nas contas da Federação das Indústrias do Estado, 58% das empresas do setor no Ceará já utilizam tecnologias digitais. Os recursos são estratégias de competitividade. Um estudo realizado pelo Núcleo de Economia e Estratégia indica que pelo menos uma entre 15 tecnologias digitais listadas já foram está em uso por cada empreendimento. Isso é bom? Nem tanto. É que no Brasil, o índice é de 73%.

Programas que projetam manufaturas e que dão conta de automação digital estão no topo da lista dos que são usados nas indústrias cearenses. A Fiec tem observado que a aplicação de tecnologias possibilita o aumento da eficiência operacional, a flexibilização das linhas de produção e o encurtamento dos prazos de lançamento de produtos. E, por fim, a maior flexibilização na criação de produtos.

A propósito, a Federação e o Departamento Estadual de Rodovias (DER) pavimentaram uma via de diálogo. Tanto um lado quanto o outro estão na rota do conhecimento. A ideia é alimentar com dados sobre infraestrutura uma plataforma de informações elaborada pelo Núcleo de Economia da Fiec. Objetivo: dispor constantemente de informações atualizadas sobre os principais setores econômicos do Ceará.

07:08 · 15.07.2018 / atualizado às 07:10 · 12.07.2018 por

Militantes de polos políticos opostos, as deputadas Luizianne Lins (PT, à esquerda) e Gorete Pereira (PR, à direita), têm pelo menos um ponto em comum.

Elas representam o Ceará na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara.

Aliás, o colegiado vem debatendo um tema relevante para as cenas feminina e étnica: a importância dos movimentos de mulheres negras no Brasil.

09:07 · 14.07.2018 / atualizado às 07:08 · 12.07.2018 por

Publiquei hoje na Coluna Comunicado, do jornal Diário do Nordeste, de Fortaleza-CE:

Uma iniciativa criativa do Ceará pode ser incorporada nacionalmente. É uma música do juiz Eduardo Gibson Martins, do projeto Justiça Já, vinculado à 5ª Vara da Infância e da Juventude. O mote é eleitoral. Diz um trecho bem emblemático da canção que “povo bom e inteligente vota limpo e consciente”. Agora, o Tribunal Superior Eleitoral avalia se inclui a mistura de xote, baião e rap composta por Eduardo Gibson aos materiais de divulgação das eleições de outubro próximo. Vale observar: em 2012, a experiência obteve bons resultados no Ceará. Agora, o desafio é estimular a postura cidadã em campanha no País todo.

Aliás, a Justiça Eleitoral está inovando nos processos deste ano. A divulgação dos resultados, por exemplo, não vai exigir credenciamento prévio de instituições de comunicação. As informações ficarão disponíveis na Internet, no formato nuvem. Moderno, hein?

13:12 · 13.07.2018 / atualizado às 07:17 · 13.07.2018 por
Indígena Tapeba, em foto de Jarbas Oliveira

O prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, entrega hoje (13/7) o novo sistema de iluminação do campo da comunidade indígena Tapeba, às margens da BR-222, próximo à entrada principal de Caucaia. O ato está agendado para as 17h30min.

O projeto foi aprovado pela Enel (antiga Coelce), empresa responsável pela distribuição elétrica no Ceará.

O espaço já dispunha de estrutura para receber a iluminação. Mas precisava de um projeto específico com o aval da Enel.

Para os próximos dias, ele prevê a inauguração de sistemas de iluminação em outras três localidades: na Esplanada do Araturi, no Padre Júlio Maria e na Tucunduba.

10:02 · 13.07.2018 / atualizado às 07:06 · 12.07.2018 por

Da série “O ambiente agradece”: a Prefeitura de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, está avaliando a implantação da Agenda Ambiental na Administração Pública.

Trata-se da A3P.

Os protocolos dessa estratégia definem medidas para a gestão socioambiental de diferentes segmentos. Entre os eixos estão o uso racional dos recursos naturais e de bens públicos, o gerenciamento de resíduos sólidos e a qualidade de vida no trabalho.

As ações previstas contemplam a redução do consumo de energia, de papel, de água e de copinhos plásticos. A referência da gestão municipal é o Ministério do Meio Ambiente, que nos últimos quatro anos reduziu a zero os gastos com compra de copos descartáveis.

Em 2011, quando implementou o A3P, o Ministério utilizava 1 milhão de copinhos descartáveis.

07:11 · 13.07.2018 / atualizado às 07:11 · 13.07.2018 por

Fortaleza voltou a ser tema da mídia internacional. Exibidas pelo programa de turismo “Viajeros Cuatro”, nos canais espanhóis Cuatro e Mitele, a capital cearense, chamada de “Miami brasileira” pelo televisivo, foi reconhecida como um dos principais destinos brasileiros a serem visitados pelos europeus por suas praias paradisíacas, povo acolhedor, boa infraestrutura, gastronomia, além de uma vida noturna agitada.

Com o privilégio de ter sol durante todo ano, Fortaleza foi veiculada em suas diversas nuanças, através de roteiros culturais, que demonstravam, por exemplo, as belezas e opções de entretenimento do Teatro José de Alencar, aos artesanatos e produtos regionais do Mercado Central. As boas opções de alimentação e lazer ganharam espaço por meio dos inúmeros restaurantes da Cidade, como os que se encontram no bairro Meireles, indicados como ideais para ter acesso à gastronomia local e internacional, com pratos sofisticados e simples, à base de pescados e frutos do mar, além de equipamentos já reconhecidos como o Mercado do Peixes, Orla da Cidade, Barracas da Praia do Futuro, entre outras.

Foram retratadas, ainda, opções de práticas de esportes como surf, kitesurf e windsuf, além de passeios de buggy e a cavalo, além da extraordinária infraestrutura das barracas de praia da cidade e região metropolitana. As áreas verdes do Cocó foram referenciadas como um lugar de refúgio e paz a poucos passos do agito da cidade grande.

O arrasta-pé, o forró e as internacionalmente conhecidas caipirinhas foram mote para classificar as noites de Fortaleza entre as mais badaladas do País, cheia de gente bonita e diversas opções, local para aprender a dança típica da região e curtir os amigos.

O programa “Viajeros Cuatro” contou com mais de uma hora de duração e está sendo exibido pelo canal espanhol Cuatro, além do serviço de transmissão por internet e televisão Mediaset España (Mitele).

07:00 · 13.07.2018 / atualizado às 07:02 · 12.07.2018 por

Hoje, na Coluna Comunicado:

Está orçado em R$ 9.477.469,39 o projeto de mobilidade urbana do binário da Avenida Santos Dumont com a Rua Desembargador Lauro Nogueira, no movimentado Bairro do Papicu, em Fortaleza. Há na região a formação de um gargalo no fim do túnel da Santos Dumont, onde o leito da via é reduzido de cinco para duas faixas. E há, consequentemente, a diminuição da fluidez do tráfego, estabelecendo engarrafamentos frequentes e impondo atrasos para a circulação de ônibus. São problemas crônicos, com repercussões negativas na economia e na segurança.

O projeto da Prefeitura de Fortaleza faz menção a um personagem pouco lembrado: o pedestre. Diz lá que, no cenário atual, a área “não possui infraestrutura inclusiva” a quem anda a pé. O texto ainda faz menção às bicicletas, que não encontram por ali faixas de segurança.

11:59 · 11.07.2018 / atualizado às 12:05 · 11.07.2018 por

A operadora de telefonia e comunicações Oi está ampliando os seus canais de vendas para o mercado empresarial – PMEs – ao passar a oferecer planos e ofertas para esse segmento em suas lojas do Varejo. A companhia quer oferecer maior comodidade e atendimento dedicado aos pequenos e médios empreendedores ao disponibilizar o seu portfolio em suas 812 lojas espalhadas pelo país. No CE, as 20 lojas da companhia passarão a oferecer os planos do Empresarial.

“A nossa estratégia é criar sinergia com o canal de varejo. Identificamos que o cliente PME pode adquirir um plano para o seu pequeno negócio quando for resolver algo para ele pessoalmente, na pessoa física. É mais uma opção que estamos oferecendo, além das franquias empresariais, vendas pelo app, televendas e porta a porta. Todos os vendedores das lojas Oi estão capacitados para oferecer o melhor serviço e atendimento a esse público”, afirma Manoel Campos, diretor de Vendas Varejo e Empresarial da Oi.

Com 1,2 milhão de clientes PMEs, a estratégia da Oi é desenvolver soluções que atendam exclusivamente o setor com foco permanente na melhoria da experiência e da qualidade dos serviços. A companhia vem evoluindo o seu portfolio Oi Mais Empresas, que oferece planos de telefonia móvel e fixa e banda larga com valor fixo mensal na conta, funcionalidade que gera atratividade entre os empreendedores por fornecer maior previsibilidade para o fluxo de caixa. E mais, os planos pós-pago na telefonia móvel, além do custo mensal já definido, possuem minutos ilimitados para qualquer operadora do Brasil e opção de ofertas com descontos progressivos, ou seja, quanto mais linhas adquire o cliente PME mais barato fica o plano.

Saiba mais, acesse: http://www.oi.com.br/empresas.